Impacto! #57 – Game Over

Fim do jogo. Será? Se alguém hoje está a deparar-se com estas palavras será AJ Styles, mas diz um provérbio popular que pouco se aprende com a vitória, mas muito com a derrota.

The Phenomenal One é a cara da TNA. O seu nome confunde-se com a própria história da organização. Styles detém todos os grandes títulos e records da organização, mas desde 2010 que lhe têm faltado motivos para sorrir. Praticamente afastado da luta pelo titulo principal da organização, 2012 está a fechar de forma muito negra para Styles.

AJ Styles entrou numa espiral de derrotas, acentuanda na divisão de tag-team ao lado de Kurt Angle, mas foi no PPV Turning Point que a derrota mais pesou. AJ perdeu um triple threat match contra Bobby Roode e James Storm. Como se perder o combate não fosse suficiente, o facto de ter sido ele a sofrer o pin, AJ fica ainda afastado da luta pelo título mundial durante um ano (até à Bound For Glory Series 2013).

Apesar desta estipulação, penso que ainda seja possível para Styles lutar na BFG Series, mas este é um pequeno detalhe. O que importa reter é que será um ano sem AJ Styles nos main-events da TNA. Presume-se então um ano péssimo para uma lenda da organização.

Na semana seguinte ao Turning Point vimos um AJ Styles diferente, frustrado pela derrota, a disparar acusações em todas as direcções sobre os responsáveis pela sua derrota. Este rancor não caiu bem entre uma das figuras mais adoradas da TNA. A própria reacção do público durante a promo de AJ foi uma demonstração que este estava a ter uma nova atitude, que apanhou toda a gente de surpresa. Quando Kaz e Daniels se fizeram ao ringue as reacções foram tão confusas, que não se percebia quem era heel e quem era face.

As últimas semanas não têm sido melhor. AJ tem se apresentado muito inseguro, nervoso, como se estivesse pronto a explodir. É exactamente neste ponto de quase explosão que se encontra o personagem de AJ Styles. É muito claro para os fãs que Styles está a chegar perigosamente a um limite que o pode empurrar para uma mudança de personagem, tornando-o num heel ou vilão.

A pergunta impõe-se, AJ Styles como heel será bom ou mau para ele? Na minha opinião é certamente algo diferente do que ele tem feito e isso pode revelar-se algo muito positivo para a sua imagem. No último ano e meio Styles pouco mais tem feito que lutar contra Kazarian e Daniels. O público parece cansado desta rivalidade e os próprios atletas já mostraram em encerrar esse capítulo. Mais que isso, o favorito AJ Styles acaba sempre por sair por cima desta rivalidades, mesmo quando não está a lutar por nenhum titulo. Sejamos brutalmente cruéis: desde 2010, quando AJ perdeu o titulo mundial para RVD que o seu personagem se tornou irrelevante, seja diluído numa stable, na sombra de uma lenda ou numa rivalidade repetida à exaustão, o nome de AJ é aquele que surge naturalmente como favorito a tudo, mas que não chega a conquistar nada, pois o público quer AJ por perto, sem realmente se interessar pelo resultado daquilo que ele está a fazer. AJ Styles vive hoje num impasse.

A TNA tem agora uma excelente oportunidade de refrescar a imagem da sua lenda original, ao dar a oportunidade a AJ de fazer um heel turn. Mas não basta ser o “mau da fita”, o que vai fazer a diferença é o caminho que a TNA construir para lá chegar. A TNA não pode de forma alguma ter receio de contruir esse caminho de forma muito diferente do habitual, de uma forma que pode até ser dolorosa para os fãs, mas o resultado final pode ser estrondoso.

Desde a infame história com Claire Lynch que Styles tem somado derrotas atrás de derrotas. A Bound For Glory Series correu pessimamente e a sua aventura de Tag-team com Kurt Angle também não teve melhores resultados. Finalmente, AJ viu-se afastado do titulo mundial que tanto ambicionava voltar a deter.

Se o heel turn de Styles parece cada vez mais evidente, o meu interesse é saber até onde vai chegar esta espiral de derrotas. Outra frase famosa diz que a arte de vencer se aprende nas derrotas, e eu questiono se a TNA irá deixar o fenomenal aprender o suficiente. Para mim, o combate entre Kazarian e Daniels no próximo Final Resolution, tem esse atractivo: Perceber se o plano para AJ Styles é de continuar a queda ou se os últimos resultados foram mera coincidência.

Porquê é tão importante que AJ continue a perder? Porque permite que a TNA elabore sobre o lado mais psicológico e emocional de Styles, mostrando as suas inseguranças, receios, ambições…as possibilidade que daí podem surgir são tremendas. Styles pode desenvolver a ideia que toda a gente na TNA foi ingrata para ele e tornar-se numa espécie de “lobo solitário”, apenas interessado nos seus próprios objectivos. Pode até ultrapassar essa sua fragilidade num derradeiro combate pelo título mundial ou acendendo uma feud com James Storm (por exemplo). Styles pode decidir regressar ao conforto da X Division que tão bem conhece ou apelar à ajuda dos Aces and 8s.

Todo o reino de possibilidades que se abre para explorar o personagem de AJ Styles é, como o lutador, fenomenal. AJ precisar efectivamente destas derrotas, mas é um mal que certamente virá para bem, dele, da TNA e dos fãs. Perder pode ser doloroso, mas não será mais doloroso do que perceber que haveria algo que podia ser feito.

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

10 Comentários

  1. GJD - há 4 anos

    Eu acho que Aj ficar lutando com o Daniels não ajuda em nada já que ele ficaram praticamente o ano inteiro assim, algo que ajudaria ele seria deixar o Daniels , e conseguisse uma feud com alguma outra pessoa talvez o Mr Anderson que está atoa e com o bom micro pode ajudar Aj a concretizar o heel turn ou então o Storm que tirou a oportunidade dele pelo título por 1 ano

  2. valugi - há 4 anos

    Eu acho que depois dessa rivalidade com daniel o Aj poderia ter uma feud com o James Storm para completar de vez o heel turn.

  3. Enigma - há 4 anos

    Ótimo Impacto e abordaste perfeitamente a situação do AJ.

    Sobre o futuro dele, só o tempo pode responder…

    Um dos Wrestler’s que mais gosto.

  4. João Macedo - há 4 anos

    Nem tudo dura para sempre e creio que está na altura de refrescar a gimmick dele. É mesmo necessário, talvez fosse um pouco difícil para a TNA fazer este turn, uma vez que é um dos wrestlers mais adorados pelo público.

    Mas simplesmente terá de acontecer, mais cedo ou mais tarde, e acredito que voltará à rota do título mundial depois do heel-turn.

  5. danielLP21 - há 4 anos

    Já tinha lido o artigo mas só agora pude comentar.

    É como eu digo: se o AJ Styles não confirmar o heel-turn, ficarei muito surpreendido. Acho que ele vai perder com o Christopher Daniels ( e nesse caso a rivalidade deve ficar em 235-1 a favor do AJ :D) e o Styles continuará a acumular raiva e disparar em todas as direcções. Não me admirava que ele entrasse em feud com o James Storm.

    Bom artigo Jorge.

  6. Vince It Factor - há 4 anos

    Jorge o artigo está fantástico, um tema muito bom, e muito ocasional, uma vez que é algo que nos desperta a todos curiosidade e que nos tem preocupado.

    Penso que dizes tudo e abordas todas a ideias possíveis, tiraste-me as palavras todas da boca e abordas-te todas as minhas ideias de uma forma muito boa !

    Inclusive deste-me uma ideia que ainda não me tinha ocorrido, que foi a de ele se alistar aos A&8, da-me mais detalhes sobre esta tua ideia se faz favor, fiquei mesmo curioso !

    • Jorge Rebelo - há 4 anos

      Vince isto é apenas uma possibilidade, mas se a TNA desenvolver o AJ psicologicamente para um estado de rancor para com a organização, isso pode leva-lo a uma aliança ao Aces da mesma forma que o Devon se juntou a eles. O AJ pode pensar: “Eu estou nesta casa desde o seu inicio e ao fim destes anos todos é assim que me tratam? afastam-me do titulo como se um fosse um rookie qualquer? Ao menos os Aces&8s reconhecem o meu valor” e teriamos o AJ como um futuro membro do grupo.

      A ideia que procurei defender, mas que não sei se fui claro o suficiente, pois alguns dos comentários desviam-se um pouco da ideia principal, é que uma série de derrotas consecutivas que se prolongue muito ao longo do tempo, pode ajudar a personagem do AJ a fazer “reset” e as possibilidades são imensas para o seu futuro. Podemos muito bem ter o renascimento de uma lenda graças a um longo periodo negativo.

      • Vince It Factor - há 4 anos

        Flui claramente Jorge, e eu também já tinha pensado nisso e abordas-te muito bem mesmo esse ponto.

        Essa dos Aces é que ainda não me tinha ocorrido de forma alguma e deixou-me bastante curioso, e vejo-o agora como um cenário altamente possível, o que antes nem ideia fazia :)

  7. Eliel Junior - há 4 anos

    AJ Styles e Evan Bourne em uma tag team,naa wwe seria exelente.

    • Vince It Factor - há 4 anos

      Muito mais fácil o Evan bourne na TNA, do que o AJ na WWE, que é totalmente impossível. Desculpa destruir o teu sonho xD

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador