Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Impacto! #70 – Rob Van Dam It!

Esta semana o Impacto! vai olhar para a carreira de um dos nomes mais reconhecíveis que até há bem pouco tempo fazia parte do roster da TNA – Rob Van Dam. Será que a TNA ganhou algo com a estreia de Rob Van Dam? Qual o futuro para ele e para a TNA?

Para quem não sabe, RVD foi treinado pela lenda do wrestling hardcore (e tio de Sabu) The Sheik. No final dos anos 80 e inicio dos anos 90, Rob Van Dam (que usava este nome dadas as semelhanças físicas com o actor Jean-Claude Van Damme e a sua experiência em artes marciais) andou por uma série de promoções independentes até conseguir uma discreta passagem pela WCW.

Mas seria na Extreme Championship Wrestling que RVD se tornaria um nome incontornável do wrestling. Rob Van Dam começou na extinta ECW em 1996, onde cativou os fãs pelas suas capacidades atléticas, aliadas a um estilo muito relaxado. Quem se lembra da ECW (na sua versão original e não naquela imitação ridícula que anos mais tarde a WWE como brand e a TNA como stable tentaram recriar), certamente se recordarão que esta promoção era marcada por combate ao estilo hardcore, com uma forte intensidade nas promos e na interacção com o público, resultado também de uma aposta na construção de personagens cativantes, algo que Paul Heyman sabe fazer como poucos.

RVD cresceu na ECW, tornou-se o Mr. Monday Nights (alcunha da autoria de Jerry Lawler) após afirmar a sua vontade de dar o salto para uma das grandes empresas da altura (WWF e WCW), salto esse que só deu após o fim da ECW em 2001.

A sua carreira na WWF/E é mais que reconhecida, mais de 16 titulos nessa organização,  quer como lutador individual, quer como parte de uma tag-team. RVD abandonou a WWE em 2007, tendo regressado em 2009 para o Royal Rumble. Apesar da sua saída ser explicada pela grave doença que afectou a sua mulher na altura, eram conhecidos os problemas com o abuso de drogas. Na altura da sua saída RVD alegou que se algum dia regressasse ao wrestling a tempo inteiro iria considerar uma estreia na TNA, pois ele era um não-conformista e tinha tentado adaptar-se ao que a WWE pretende ser, mas era frustrante. Como tal, RVD preferia o calendário mais leve da TNA e seria uma forma de “provocar” o Patrão da WWE – Vince MacMahon.

A vontade RVD cumpriu-se em Março de 2010. A partir deste momento é importante destacar o que RVD alcançou na TNA. RVD estreou-se na TNA como uma vitória sobre Sting e continuaria a saga de vitórias, primeiro ao lado de Jeff Hardy e mais tarde como membro da Team Hogan ao vencer a Team Flair, num Lethal Lockdown. RVD voltaria a lutar a sós para vencer Jeff Hardy e ganhar um title shot contra o campeão mundial AJ Styles. Em pleno Impact, RVD acabou mesmo por se sagrar World Heavyweight Champion apenas um mês depois da sua estreia. RVD iria segurar o titulo vencendo nomes como AJ Styles, Mr. Anderson, Jeff Hardy e Abyss. Só em Agosto, RVD acabaria por ser atacado e gravemente lesionado por Abyss o que o impediria de defender o titulo. Como tal, a TNA retirou o titulo a RVD.

RVD eventualmente regressou apoiado por antigos nomes da ECW como Tommy Dreamer, Raven, Sabu ou Sandman, num período marcado pela stable EV2.0. Aliás a “febre” da TNA por RVD levaram à criação de um especial Impact Wrestling, chamado “The Whole F*n Show” sem intervalos. RVD voltaria a ter oportunidade de lutar pelo titulo mundial, mas perdeu esses combates graças à interferência de elementos estranhos ao combate (fossem eles Abyss, Matt Hardy ou Jerry Lynn). Já em vésperas do Bound For Glory 2012, RVD aceitou o desafio de Zema Ion para um combate pelo titulo da X Division e acabou por ganhar o titulo que segurou até ao dia 28 de Fevereiro deste ano, onde Kenny King acabou por vencer. Contudo, sabe-se que esta derrota foi provocada pelo final de contrato de RVD com a TNA.

Desde então, RVD nunca mais foi visto na TNA e é neste momento um lutador sem vinculo laboral.

A pergunta neste momento é: Qual o futuro de RVD? Irá regressar à WWE? Irá renovar com a TNA? Ou irá preferir manter-se apenas no circuito independente?

Na mais recente entrevista de RVD a que tive acesso, este diz que ao fim de 23 anos este sentiu que começou a ter o respeito merecido. Segundo Van Dam, a TNA deu-lhe um tratamento de primeira classe, algo que nunca conseguiu na WWE.

Se começa a ser evidente que a vontade de RVD é de renovar e certamente que a TNA não lhe iria negar essa oportunidade, eu aconselharia a direcção da TNA a uma breve reflexão. Afinal o que ganhou a TNA com RVD? Fora do ringue, é inquestionável que RVD é um dos nomes mais reconhecidos por qualquer fã e certamente será dos lutadores que melhor serve o propósito de vender mercadoria e promover a TNA. Mas precisa a TNA de RVD para crescer? A minha resposta é não. Esse efeito causado pelo reconhecimento de nome já é provocado pelos dois verdadeiros ícones – Sting e Hulk Hogan. Mais lendas e mais lutadores veteranos, implica menos espaço e menos oportunidades para a TNA criar os seus próprios talentos. A TNA não é uma promoção revivalista, não precisa de se associar a outras marcas (sejam elas WCW, ECW ou WWF), aliás nem os fãs, nem potenciais investidores iriam compreender essa estratégia.

A sustentabilidade da TNA passa por conseguir mostrar um produto diferente, atractivo, inovador e com as caras que são e, sobretudo, se tornarão nas estrelas de futuro. Então, pergunto: RVD contribui para a marca TNA? Não. RVD contribui para a marca RVD. Ainda para mais quando dentro do ringue não vemos RVD a ajudar os mais novos. Pelo breve histórico que referi, RVD em apenas um mês tornou-se campeão mundial logo contra AJ Styles, pelo caminho teve tempo de somar vitórias sobre Sting, Abyss ou Jeff Hardy. Já na X Division, RVD arrasou por completo a divisão, nunca tendo sido capaz de dar uma palavra no sentido de elevar algum outro talento. Pior que isso, dentro do ringue, assistíamos a um lento e estereotipado RVD, o homem da sequência infalível – Rolling Thunder, Spinning back kick, Monkey flip e five star frog splash, tudo isto enquanto usava e abusava da sua imagem de marca – os polegares a apontar para as costas ao som de R-V-D.

Desde 2010, que viu um combate de RVD viu-os a todos. Incapaz de inovar, RVD entrou na TNA numa redoma, como se os fãs fossem imunes à passagem do tempo e como se por magia, o RVD dos anos 90 fosse trazer à TNA o público que se perdeu após o final da era dourada do Wrestling. Se por um lado a TNA tem grande parte da responsabilidade em não alterar absolutamente nada na imagem e na personagem de RVD, nem sequer lhe ter dado a exigência de oferecer bons combates, ao menos o próprio RVD poderia ter o bom-senso e a aspiração de melhor e fazer diferente. Ambos os lados optaram pela solução mais cómoda e para mim falhou rendondamente e hoje é com alivio que vejo a TNA a ver-se livre de mais uma pedra enorme no seu sapato.

Por tudo isto, fica um obrigado de cortesia apenas e um até logo, mas noutro lugar!

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

10 Comentários

  1. MR Perfection André Santos - há 4 anos

    Em primeiro lugar Jorge parabéns pelo artigo!

    Concordo contigo que a TNA tem que reflectir e muito se pretende ofereçer outro contrato a RVD.Penso que cada lutador no seu proprio estilo tem os seus momentos de gloria, RVD teve o seu quando se tornou campeão da WWE vencendo Cena.
    Lembro-me dele campeão intercontinental na WWE com lutas fenomenais com lesnar, benoit etc, e o seu estilo (como por ex rey misterio) íria tornar dificil o seu futuro devido ao risco das suas manobras.
    E como tu disseste o publico da TNA esteve a espera de ver o RVD desse tempo o que é praticamente impossivél.
    Sou sincero gostava de RVD no seu auge mas também quando lutava na ECW(original), e os seu tempo da TNA foram na minha opinião terriveis, aparentava estar sempre bebado e drogado e ultimamente “botchava” muito.

    O futuro que seja um independente, ande nesse circuito porque RVD já é uma lenda do wrestling e com esse estatuto espalha esta modalidade pelo mundo .

    • Jorge Rebelo - há 4 anos

      Concordo contigo sobre o futuro do RVD. Seja no circuito indy onde o nome dele pode ajudar pequenas promoções, seja até num eventual regresso à wwe para efeitos de nostalgia, publicidade ou outro objectivo, será sempre de esperar continuar a ver o RVD dos ringues, mas para mim longe da TNA.

  2. mrREP00 - há 4 anos

    tenho ouvido que ele vai para a WSW , aliás ele até é o atual campeão . pondo isso há parte se ele aparecesse nos próximos shows da WSW seria brutal ! apesar de já cansar.

  3. Roberto Barros - há 4 anos

    Grande artigo Jorge, se tivesse que botar um titulo, seria já vai tarde, não que não goste do RVD o problema que ele não dar mais para lutar em alto nivel, e uma lentidão parece que esta drogado.

    Só para esclarecer também gostava do RVD dos tempo de ECW e da WWE por algum tempo, e histórico para mim a vitoria dele sobre o cena no PPV da ECW com todo o publico do lado dele.

    • Jorge Rebelo - há 4 anos

      Eu não me alonguei muito na passagem dele pela WWE porque penso que é conhecida de toda a gente, mas sem dúvida que ele deixou marca e por mérito próprio.

  4. danielLP21 - há 4 anos

    Um programa chamado “The Whole F*n Show”?! Confesso que não tinha ideia de que o RVD tinha sido recebido desta forma na TNA… Campeão Mundial apenas um mês depois da estreia? Mais uma prova do grande ano de 2010 para a TNA…

    “Desde 2010, que viu um combate de RVD viu-os a todos.” Não podias estar mais certo! O homem não evoluiu nada, zero! Era mesmo o John Cena da TNA…

    Pelo que vejo, o ano de 2011 deve ter sido uma miséria para ele… O “booking” da TNA era mesmo horrível. EV2.0? Já vi umas coisinhas, e não gostei nada daquilo que vi.

    Acho que o RVD, apesar de tudo, merecia ter saído de outra forma da TNA. Afinal de contas, é uma nLenda do Wrestling e podiam ter-lhe dado uma despedida digna. Podiam, por exemplo, ter posto a estipulação “se perderes com o Kenny King, sais da TNA”. Fziam-lhe uma despedida na semana seguinte e pronto, já era alguma coisa…

    Em relação ao seu futuro, que não vá para a WWE e que não renove com a TNA. Se quiser continur a carreira, que fique pelo circuito independente e que vá ajudando os jovens que sonham chegar um dia à WWE ou à TNA.

  5. Vince It Factor - há 4 anos

    É assim, o RVD é uma figura incontornável no panorama do wrestling profissional, tem um excelente legado na ECW e na WWE, tendo sido sempre uma figura de topo e main-event ao longo destes últimos anos, tendo inclusive chegado a carregar o título da WWE em simultâneo com o da ECW, quando a feliz ideia da WWE de trazer aquela ECW totalmente descaracterizada de volta.

    Mas sejamos honestos, o RVD que apareceu na TNA, além de ter coincidido diretamente com a pior fase da empresa, não estando ele nada isento de culpas, pois muita da desgraça também foi devido a ele, foi um RVD lento, sem inovar o que quer que seja, muito longe daquilo que se podia esperar.

    Não deu nada à TNA, a TNA não cresceu devido a ele, até piorou o seu produto, só vindo a levantar-se em 2012 através de nomes originais como Bobby Roode e Austin Aries, e é caso para dizer, que já vai tarde e não faz cá falta absolutamente nenhuma porque nem para elevar jovens serve ou quer sevir.

    Espero que não renove nunca. Podia ir para a WWE, que eles iam gostar, ou então para o circuito independente e por lá ficar.

  6. Enigma - há 4 anos

    Concordo em absolutamente tudo e não tenho nada á acrescentar, Jorge.

    Eu nunca tinha reparado nessa porra mas é verdade, ele parece o Van Damme.

  7. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Grande artigo Jorge, e é interessante como a carreira do RVD começou de maneira arrasadora na TNA, deram-lhe logo o título mundial, e acho que a TNA pode muito bem passar sem o RVD, a saída dele pode abrir espaços para talentos made in TNA, que é algo fundamental.

  8. AwesomeTheMiz - há 4 anos

    Concordo com o artigo, atualmente Rob Van Dam não tem acrescentado muita coisa na TNA. Gosto dele e acho que o mesmo tenha muito talento, mas como antigamente visto que o tempo passa para todos! Hoje, veria RVD como um wrestler que coloque as estrelas no topo do wrestling, como faz hoje Jericho.

    Antes de terminar, uma pergunta:
    Das formas que RVD já elogiou a TNA e como o mesmo foi tratado lá dentro, acredita que Rob Van Dam renovou seu contrato, e faria um grande heel-turn, se juntando aos Aces & Eights?

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador