Impacto! #81 – Top10 Momentos do Slammiversary (Parte 2)

Esta semana o Impacto! regressa com a segunda e última parte dos 10 melhores momentos que marcaram a história do PPV Slammiversary. Este PPV é um dos eventos mais importantes do ano, um dos espetáculos mais marcantes da história da TNA e que resultou em alguns dos melhores momentos já produzidos. Para homenagear este 11 anos, viajamos pelos 10 melhores momentos da história deste PPV. Vamos então aos 5 primeiros da lista.

5 – A “streak” de Samoa Joe (2005)

A edição de 2005 do Slammiversary serviu como palco de estreia ao “Samoan Submission Machine” – Samoa Joe. Joe acabaria por vencer o combate contra Sonjay Dutt, mas não é o combate em si, nem sequer o facto de ter sido o primeiro combate de Joe na TNA que fica para a história. O mais importante, é que a vitória neste combate representou o inicio da maior streak de vitórias na história da TNA. Entre 19 de Junho de 2005 e 16 de Novembro de 2006, Joe destruiu todos os seus adversários ao longo de 48 combates, conquistando pelo caminho o titulo da X Division. Este foi o inicio da construção de um ícone.

http://youtu.be/bSJhGAQajgU

4 – King of the Mountain (2008)

No tradicional King of the Mountain, o campeão mundial Samoa Joe tinha pela frente Rhino, Christian Cage, Bobby Roode e Booker T. Além do titulo mundial estar em jogo, a grande questão do combate surgia por um detalhe histórico – nunca um campeão mundial tinha conseguido reter o seu titulo num King of the Mountain Match. As hipóteses eram ainda mais desfavoráveis para Joe, dado que Rhino e Christian eram aliados, Booker T lutava para ganhar um titulo que ele pensava que lhe pertencia por direito e Roode queria provar que tinha qualidade para estar num main-event. O resultado foi um combate cheio de momento memoráveis que vale a pena recordar.

3 – King of the Mountain (2005)

Escolhi este combate para estar no pódio, por uma razão simbólica – foi o primeiro King of the Mountain realizado num PPV e que acabaria por ser o inicio de uma série de combates que ficariam ligados à história do Slammiversary. Como já tive oportunidade de explicar, o KOTM é uma espécie de Ladder Match, ou seja, é um combate onde se utiliza uma escada, mas em vez dos atletas tentarem alcançar um objecto pendurado nas alturas, devem subir as escadas e prender o cinturão do titulo em disputa numa corda. O combate começa com 5 lutadores, mas apenas um pode pendurar o titulo. Contudo, apesar de o combate começar com todos os lutadores em acção, nenhum deles está elegível para pendurar o titulo. Para o fazer, precisam de derrotar um dos adversários via pinfall ou submissão e só depois podem tentar subir as escadas. O lutador que sofrer o pin ou a submissão é fechado numa jaula junto do ringue durante dois minutos. O primeiro que ocorreu no Slammiversary opôs o então campeão mundial Monty Brown a Raven,  Abyss, Sean Waltman e AJ Styles.

http://youtu.be/e2dJ3p_jUqA

2 – King of the Mountain (2007)

O King of the Mountain match em 2007 é para mim o que de melhor já se viu neste tipo de combates. No PPV anterior – Sacrifice, Sting, Christian Cage e Kurt Angle lutaram pelo titulo mundial. No final do combate, enquanto Sting fazia um rol-up em Christian, Angle aplicou o Angle Lock em Sting. O resultado foi caótico e o árbitro contou o pin ao mesmo tempo que Sting desistia. Jim Cornette, a então figura máxima da TNA decidiu deixar o titulo vago e seria disputado num KOTM. Nas semanas seguintes houve vários combates de qualificação e os 5 candidatos que ganharam o seu lugar foram Kurt Angle, AJ Styles, Christian Cage, Samoa Joe e Chris Harris. O combate é verdadeiramento épico e sem dúvida a edição do KOTM mais bem conseguida.

http://youtu.be/eGHhv724SM8

1 – TNA Hall of Fame (2012)

Escolhi este momento por puro simbolismo. Durante o Slammiversary 2012, a presidente da TNA Dixie Carter apareceu para se encarregar de anunciar quem seria a primeira personalidade a entrar no Hall of Fame da TNA. A escolha era óbvia e Sting foi o nome anunciado. O Ícone reebeu um muito merecido reconhecimento pelo seu trabalho na TNA e sobretudo por tudo aquilo que fez em toda a sua carreira, para ajudar a promover a indústria. Este é o meu momento nº1 da história do Slammiversary, pois não só é uma justa homenagem ao wrestler que mais marcou a minha juventude, como é um tremendo passo para a TNA, uma empresa com apenas uma década de história, dá sinais de maturidade e vitalidade ao criar o seu próprio Hall of Fame, que é um justo reconhecimento e orgulho na sua própria história.

http://youtu.be/1wdKBHybX_U

Como menção honrosa, o Slammiversary 2013 teve dois momentos que poderiam igualmente estar neste top – a indução de Kurt Angle no TNA Hall of Fame e, sobretudo, o Last Knockout Standing match entre Gail Kim e Taryn Terrell. Deixo a pergunta da semana: Há algum momento desta edição ou de outra edição do Slammiversary que merecia estar neste top 10?

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

3 Comentários

  1. DanielBR - há 4 anos

    Muito bom Rebelo,como voce já citou o Last Knockout Standing match ,e talvez a hora em que o bully começa a “despir” o ringue e acerta o piledriver no Sting(essa cena foi brutal).

  2. Rodrigo Mysterio - há 4 anos

    Grande atuação do AJ no King Of The Mountain de 2007!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador