Impacto! #88 – TNA 10 Reunion

Está de regresso o TNA One Night Only desta vez com uma homenagem à história da TNA. Durante mais de uma década foram muitos os campeões que deixaram a sua marca na TNA e construíram um legado que transcende o mundo. Por uma noite apenas o passado e o presente colidem.

O TNA 10 Reunion irá trazer alguns combates clássicos, as rivalidades mais pessoais e os momentos inesquecíveis, numa reunião que celebra uma década de história. Podem assistir a este PPV aqui no WPT, esta Sexta-feira – 01h em Portugal, 21h no Brasil.

Fica aqui uma pequena antevisão.

Sonjay Dutt vs. Petey Williams vs. Kenny King (Three-Way X Division Elimination Match)

Começando pelas regras deste combate, como o nome indica é um elimination match, o que significa que o combate começa com os quatro atletas no ringue e serão progressivamente eliminados via submissão ou pinfall. Neste combate a TNA opta por mostrar alguns dos nomes mais importantes da sua X Division. O Canadian Destroyer Petey Williams, que regressou à TNA este ano, já foi campeão da divisão por duas vezes. Kenny King é o elemento que está há menos tempo na TNA, mas sempre esteve ligado a esta divisão e já segurou o titulo uma vez. Dutt nunca conquistou títulos na TNA, mas é um dos melhores trabalhadores da TNA, tendo estado ligado à TNA praticamente desde o seu inicio e certamente desde o inicio da X Division, mas curiosamente nunca teve um lugar regular no roster da TNA. É um lutador experiente, com excelentes capacidades atléticas e que promete elevar a qualidade do combate. É de esperar um combate rápido, com muitas manobras de alto risco, bem ao estilo da X Division.

Velvet Sky vs. Gail Kim

Combate clássico das Knockouts, a colocar frente a frente dois dos nomes mais importantes da divisão feminina da TNA. Velvet Sky está na TNA desde 2007, onde se associou ao mais importante stable feminino que já viu a luz do dia na TNA – The Beautiful People. Este grupo passou por muitas transformações, mas Sky sempre esteve no seu alinhamento. Em 2011, com o fim das TBP, Sky passou a combater a solo e desde ai segurou o titulo principal da divisão por 2 vezes. Já Gail Kim chegou à TNA em 2005 como manager dos America’s Most Wanted (James Storm e Bobby Roode). Curiosamente a TNA mal utilizou Kim dentro do ringue e foi preciso esperar por 2007 e pelo fim dos AMW para ver Kim finalmente elevar a divisão feminina. Durante os anos de 2007 e 2008 Kim teve, aquela que para mim, foi a melhor feud feminina da história do wrestling contra Awesome Kong. Kim e Sky também “chocaram” em 2008 quando as TBP decidiram atacar Kim resultando numa série de combates entre ambas. Kim sairia da TNA em 2008 para regressar em 2011, precisamente o ano em que Velvet Sky se iniciava a solo. As duas têm sido uma presença activa na luta pelo titulo principal das KO, com Kim a segurar este titulo duas vezes.

Matt Morgan, Joseph Park, Shark Boy, Johnny Devine, Cassidy Reilly, Chase Stevens, Johnny Swinger, Jessie Godderz e Mr. Anderson (Gauntlet Match)

Começando por explicar as regras. Num gauntlet match há dois atletas que começam o combate e em períodos regulares entra um novo lutador em combate. Para vencer, cada lutador atirar o adversário por cima da corda de topo e este será eliminado ao tocar com os pés no chão. Quanto aos participantes, claramente há um misto de lutadores do passado e do presente da TNA. Começo pela breve apresentação dos nomes mais desconhecidos. Johnny Divine é um veterano que passou pela WCW e pela ECW, estreando-se na TNA em 2003 onde fez dupla com Simon Diamond (que por curiosidade é um dos actuais road agents da TNA). A dupla terminou em 2004 com um titulo de tag-team no curriculo e Divine formou uma stable chamada de “The  New York Connection”, que não ficariam para a história, uma vez que poucos meses depois Divine acabaria por abandonar a TNA. Chase Stevens e Cassidy Reilly estiveram na TNA quase desde o seu inicio. Os dois lutadores formaram uma dupla chamada “The Hotshots” que se estreou um Julho de 2002, mas acabaria nesse mesmo ano derivado a problemas logísticos com Reilly. Stevens voltaria à TNA em 2003, desta vez ao lado de Andy Douglas, também conhecidos como The Naturals – uma das mais marcantes tag-teams que lutaram até 2007, conquistando 3 titulos de tag-teams.

Stevens teve uma curta experiência a solo, quando Douglas se lesionou em 2006, mas a experiência não foi bem sucedida. Stevens e Douglas abandonaram a TNA em direcção à WWE no final de 2007. Stevens tentou participar numa recente edição do TNA Gut Check com o público a votar nos seus favoritos (onde Shanna terminou no segundo lugar), mas não passou a fase de grupos. Quanto a Cassidy Reilly, depois da curta passagem em 2003, regressou à TNA em 2004 onde esteve até 2007. Não vou estar com rodeios em relação a Rilley, ele era um jobber na TNA. Um lutador muito competente no ringue, mas frequentemente utilizado em combates rápidos (os tão conhecidos squash matches). Shark Boy esteve com a TNA praticamente desde o seu inicio e desde cedo ligado à X Division. Sem segredo algum, Shark Boy começou por ser um comedy act, que servia como jobber na divisão. Pessoalmente só comecei a dar alguma importância a ele, quando em 2008 Shark Boy apareceu de colete vestido e com todos os maneiros de Stone Cold Steve Austin, mas com gritos adaptados à vida do mar, como por exemplo um “Shell yeah” em vez de “Hell yeah”. O Stone Cold Shark Boy é obviamente um comedy act, mas executado por um bom lutador. É algo divertido de se ver e que deve ser entendido como isso mesmo – divertido.

A carreira de Shark Boy nunca foi relevante na TNA, na é um personagem que fica na memória dos fãs exatamente por estes momentos de puro entretenimento. Os restantes quatro lutadores fazem parte da actualidade da TNA e serão muito mais breve na apresentação. Mr. Anderson, actual Vice-presidente dos Aces and 8s e antigo campeão mundial. Joseph Park, advogado e aspirante a wrestler, irmão de Abyss que está muito envolvido na luta contra os Aces and 8s. Jessie Godderz, um antigo participante do Big Brother Americano, que esteve em treino na OVW e estreou-se na TNA ao lado de Tara. Actualmente luta com Robbie E numa equipa chamada de BroManz. Matt Morgan, o gigante que abandonou recentemente a TNA, pelo que esta será a sua última aparição na organização.

Team 3D vs. The Latin American Xchange vs Bad Influence

Dada a oportunidade de escolher as melhores três tag-teams da história, dificilmente estas três equipas não estariam entre as mais escolhidas. A Team 3D composta por Bully Ray e Devon é a mais bem sucedida tag-team na história do wrestling, com um passado incrível na ECW e na WWF/E. A equipa está na TNA desde 2005 e conquistou 3 titulos da divisão de equipas, sendo que oficialmente a Team 3D terminou em 2010. Pontualmente Bully Ray e Devon voltam a juntar-se em acontecimentos com este TNA 10 Reunion. A TNA reedita neste PPV um dos duelos que marcou a TNA, sobretudo em 2006 ao fazer regressar os LAX (que neste PPV se fazem representar por Homicide e Hernandez).

Os LAX foram um grupo de forte influência sul-americana, que contava com Konnan, Homicide e Hernandez como as figuras principais e conquistaram por três vezes os títulos de tag-team (além de terem conquistado alguns titulo individuais). Para animar ainda mais as festividades, a TNA coloca a tag-team do momento – os Bad Influence (Kazarian e Christopher Daniels) contra as duas históricas formações. Daniels e Kaz só têm no currículo um titulo de tag-team, mas a dupla destaca-se pelas sempre geniais promos. Apesar de este combate não ter construção, será interessante contrastar o estilo Hardcore da Team 3D, ao wrestling mais técnico dos Bad Influence, à agressividade dos LAX. Esperemos que neste PPV, haja algum tempo para ouvir as equipas a promover o combate…

Jeff Hardy vs. Austin Aries

Neste PPV, a TNA escolheu ainda mostrar dois dos nomes fortes do actual roster da TNA, num autêntico jogo de constrastes. Hardy é tradicionalmente o herói e o favorito dos fãs. Um lutador que esteve na TNA entre 2004 e 2006, regressando posteriormente no famoso show de 4 de Janeiro de 2010. Na TNA Hardy foi três vezes campeão mundial e é ainda hoje um dos nomes maiores. Austin Aries é outra história de um regresso bem sucedido. Esteve na organização entre 2005 e 2007, com pouco destaque, mas foi após o seu regresso em 2011 que Aries carregou sozinho a X Division e mostrou todo o seu valor, tornando-se campeão mundial em 2012. Após um reinado de praticamente 100 dias, Aries perdeu o titulo precisamente para Hardy. Deve haver um forte ressentimento da parte de Aries, que é um verdadeiro anti-herói, alguém que projecta algo totalmente diferente da imagem de Hardy. Aries e Hardy são hoje duas das caras e dos nomes que a TNA coloca em destaque sempre que pretende promover os seus eventos e o talento de ambos, promete um combate muito interessante.

James Storm vs. Bobby Roode

James Storm e Bobby Roode formaram uma das mais importantes tag-teams da história – os Beer Money. Como equipa, os Beer Money não só são a dupla com o reinado mais longo, como conquistaram uns impressionantes 4 titulos. O ano de 2011 marcou o fim desta parceria e haveria de marcar igualmente o fim desta amizade. James Storm e Bobby Roode participaram na primeira edição da Bound For Glory Series e ambos ficaram entre os 4 finalistas, contudo Storm haveria de perder nas meias-finais, numa série ganha por Bobby Roode. Contudo, Roode acabou por falhar a conquista do titulo mundial permitindo que Kurt Angle retivesse o titulo no BFG 2011. Storm no entanto acabaria por receber ele próprio um title, derrotando Kurt Angle uma semana depois do BFG. O cowboy não esqueceu o seu parceiro e uma semana depois decidiu dar a Bobby Roode um title shot. O impensável aconteceu, Roode pegou numa das garrafas de cerveja de Storm e atacou-o, ganhando o titulo mundial.

Era o inicio do mais longo reinado da história, com o líder da geração egoísta a revelar-se um dos mais impressionantes heels a pisar os ringues da TNA. A rivalidade entre ambos marcou todo o ano de 2011 e 2012, terminando no BFG 2012 com um street fight onde Storm acabou por vencer. Pessoalmente, considero que esta feud ainda não está fechada e sempre que vejo Storm e Roode no ringue sente-se a enorme tensão entre ambos. Quem sabe se este combate não servirá para despertar velhos fantasmas…

Kurt Angle vs. Samoa Joe

Se houve alguma rivalidade que mudou a história da TNA foi esta e não é por acaso que a TNA coloca no seu main-event, o épico confronto entre Kurt Angle e Samoa Joe. Joe estreou-se em 2005 e até à data provavelmente nenhum outro lutador foi tão arrasador quanto o submission machine, que não só conquistou o titulo da X Division e mais tarde o World Heavyweight Championship como esteve 17 meses invicto. Em Setembro de 2006, Joe viria a conhecer aquele que iria assombrar o seu reinado, quando Kurt Angle se estreou na TNA. Em Novembro, Angle e Joe entraram no ringue pela primeira vez e Angle acabou a streak invicata de Joe, ao fazê-lo submeter ao Angle Lock. O segundo combate entre ambos já em 2007, um Iron Man match de 30 minutos terminou com um empate.

Entre os embates entre estes dois brilhantes atletas, destaca-se ainda participações no King of The Mountain em 2007 e 2008 e Samoa Joe viria a perder para Angle o titulo da X Division. No Lockdown em 2008, um combate brilhante entre os 2, com Angle e Joe numa verdadeira batalha técnica, muito ao estilo MMA, que resultou em Joe a conquistar o titulo mundial. Joe e Angle chegaram a lutar lado a lado na Main Event Mafia (onde estão hoje curiosamente) e também os MEM serviu de mote à sua separação e mais alguns combates. Até hoje a rivalidade deste dois gladiadores continua a apaixonar as memórias dos fãs da TNA e esperasse um combate que faça a ambos uma justa homenagem.

3x5_ONO_10 copy.jpg

Mais uma vez relembro, que podem acompanhar este TNA 10 Reunion aqui no WPT, 01h em Portugal, 21h no Brasil!

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

8 Comentários

  1. Luiz Opportunist - há 3 anos

    Boa antevisa do ONO q estar a vir Jorge pelo card deve ser um grande ONO pois Aries vs Hardy,Angle vs Joe e Storm vs Roode sempre q se encontram em ring dao um grande espetaculo,tem potencial pra ser o melhor ONO ate aki.

  2. danielLP21 - há 3 anos

    Só pelos dois últimos combates isto já vale muito a pena…

    Belo trabalho Jorge.

  3. LuisMPBO - há 3 anos

    Boa antevisão Jorge.
    Parece ser um excelente card.
    Espero que este ONO seja melhor que o anterior (vai ser de certeza).

  4. FAlmeida_10 - há 3 anos

    Boa Antevisão.
    Bom aqueles dois últimos combates… Tem condições para ser o melhor ONO do ano.

  5. Pedro Ribeiro - há 3 anos

    Os BI ganharam 2 tag team titles ;)

  6. Paulo Ferreira - há 3 anos

    ja a videos ?

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador