Onde Andas Tu? #43 – Michael Tarver

Bem vindos a mais uma edição do OAT. Antes de mais espero que todos tenham tido um excelente Natal!

Será considerado um dos finais mais improváveis e memoráveis do Monday Night Raw. Foi a 7 de Junho de 2010 que um grupo de oito jovens lutadores, ex-competidores do programa NXT, formaram uma aliança destruidora e entraram pela WWE com um único objectivo: conseguir um contracto no roster principal para cada um dos sete que não tinham conseguido alcançar o principal prémio no NXT.  Intitulavam-se de Nexus e, ou estavam com eles, ou estavam contra eles.

Dos oito homens que cercaram John Cena e atacaram-no, sete encontram-se oficialmente ainda em contracto com a WWE: Daniel Bryan, Wade Barett, Skip Sheffield (Ryback), Justin Gabriel, Heath Slater, David Otunga e Darren Young. Só um já não está no roster da empresa e é a ele que o artigo de hoje é dedicado: Michael Tarver.

Quatro anos se passaram, os Nexus há muito que acabaram e chegou a altura de descobrir que caminhos Tarver andou a percorrer após a sua saída da WWE.

Tyrone Evans nasceu há 37 anos atrás e começou a sua carreira no wrestling em 2005 em eventos e promoções indies locais. Viajando de cidade em cidade, desde 2005 a 2008 treinou e tentou mostrar-se ao máximo, esperando que desse frutos e que melhores dias viessem. A sorte grande não tardaria em bater à porta do auto-denominado “Pantera” e em 2008 conseguiria um contracto de desenvolvimento com a WWE, sendo encaminhado para o território de desenvolvimento da empresa, a FCW.

O seu primeiro momento no grande palco seria logo na WrestleMania XXIV, onde figurou na entrada de Floyd Mayweather, como um dos seus guarda-costas. É habitual na WWE, os talentos em desenvolvimento participarem como figurantes e Tarver teve essa oportunidade. Foi a partir desse mês que também começou a lutar na FCW, ainda sob o nome de Tyrone Jones. Na FCW não teve oportunidade de carregar nenhum cinto, estando sempre envolvido em feuds à parte dos títulos principais. Do rol de nomes com quem interagiu durante dois anos, destacam-se os ex-colegas de facção Ryback e Slater e Titus O’Neil. Em 2009 muda oficialmente de ring name para Michael Tarver e a 16 de Fevereiro é anunciado como um dos elegidos para competir na primeira temporada de um novo programa da WWE: O NXT.

video de apresentação de Tarver:

Emparelhado com um mentor – Carlito – na primeira semana Tarver e Carlito foram derrotados por Christian e o seu rookie Heath Slater, e esta derrota não seria a única, visto que nas semanas seguintes foi contando com mais seis no seu repertório, antes de conseguir a primeira vitória ao derrotar Daniel Bryan, num episódio a 4 d Maio. Semana após semana recusava participar nos desafios que lhe eram propostos, alegando que era demasiado bom e que não tinha nada a provar, desempenhando assim um papel de heel. A 11 de Maio seria eliminado da competição na primeira ronda de eliminações, saindo do NXT juntamente com Daniel Bryan.

Um mês depois faria então o seu debut na RAW e durante alguns meses, estaria nos Nexus, em feud com John Cena. Não sendo o líder da stable, papel que coube a Wade Barrett, Tarver destacava-se pelo seu look, usando um lenço preto a cobrir a boca com um T a branco e desempenhava bastante bem o papel de heel agressivo. Depois de um combate de equipas no Summerslam que viu os Nexus a serem enterrados pelo Cena, na semana a seguir, a 4 de Outubro, Tarver é atacado pelo Cena e excluído do grupo Nexus, desaparecendo dos ecrãs da WWE. Na verdade, Tarver tinha sofrido uma lesão e esta foi a melhor maneira que se arranjou para afastá-lo dos ecrãs.  Mais tarde Tarver, no seu Twitter, culpou Cena de lesioná-lo intencionalmente durante a feud entre eles e os Nexus, sublinhando que Cena sentiu-se ameaçado com o potencial e o talento que Tarver tinha e que por isso, lesionou-o após uma forte cadeirada, rindo-se posteriormente no backstage. Sendo verdade ou não, Cena nunca se pronunciou sobre o acidente e, diga-se de passagem, que confiança era algo que não faltava a Tarver…

John Cena ataca Michael Tarver: http://youtu.be/Q1dAkIPANEo

Em 2010 nunca mais o veriamos e em 2011 voltaria da lesão directamente para os bastidores do Smackdown, onde começou a aparecer misteriosamente  em segmentos com outras superstars. A sua presença nestes pequenos segmentos coincidiam sempre com algo de mau, como por exemplo quando Teddy Long foi encontrado inconsciente no backstage, onde momentos antes esteve Tarver, ou quando Del Rio apresentou-se a Tarver antes de um combate, combate esse em que perde. A presença de Tarver, sempre calado ou a olhar para o telémovel, seria um sinal que algo de mal iria acontecer. Parecia ser esse o caminho que seguiriam com a gimmick mas acabou por não acontecer nada, pois a 13 de Junho de 2011, Tarver é dispensado dos seus serviços como wrestler.

Nos três anos que se seguiram teve presenças nas indies, embora em bookings muito esporádicos. Tendo uma carreira tão precoce nesta modalidade e logo na maior empresa de wrestling, foi com dificuldade que se aguentou nas promoções indies durante estes últimos anos, ficando-se nomeadamente pela Florida Underground Wrestling. Logo após o seu despedimento, em Setembro de 2011, enfrentou outro ex-WWE, Tyson Tomko: http://youtu.be/vwifZBGa8Ig

Embora, como disse, tenha se mantido na mesma federação, não competindo muito fora desta (resultado de não ter bookings) Tarver usufruiu bem do seu tempo na FUW, tornando-se das maiores estrelas que o plantel possuia. Não era o mesmo que estar em frente de arenas lotadas de 15 mil pessoas, mas ser campeão e andar nas feuds mais importantes, pareciam satisfazer-lhe.

Em 2013 sagra-se campeão da National Wrestling Alliance Florida Underground, um título que já teve proprietários como Dusty Rhodes ou Terry Funk. Não era um título da WWE,  mas a linhagem de campeões tambem não era má de todo. Aqui fica o combate em que Tarver conquista o ouro:

Michael Tarver vs Deimos: http://youtu.be/XLW8QGPPKoY

Embora o seu sucesso local, a 9 de Fevereiro deste ano, a New Pro Wrestling Japan anuncia que Tarver faria o seu debut no Hiroshima Sun Plaza em frente a uma multidão de 5 mil fãs. Este debut seria o seu regresso às grandes lides do wrestling mas no fim, o seu combate de estreia não foi tão bom como tinha sido antecipado e publicitado. O combate foi desinspirador, aborrecido e as críticas online fizeram-se ouvir, sendo Tarver o mais atacado pela sua performance em ringue. O seu segundo combate, desta vez em tag-team também não foi muito melhor, repetindo-se as criticas. Parecia que Tarver preferia ser estrela de pequenas federações do que mais um qualquer nas grandes empresas e talvez por isso, é o único dos Nexus que saiu e não se prevê nenhum regresso à WWE.

Seria interessante especular como estar Tarver neste momento, se ainda continuasse na WWE, juntamente com os seus ex-companheiros. Pondo de parte, obviamente Daniel Bryan que é sem dúvida o que teve maior sucesso, tanto Barrett como Sheffield sofreram mudanças de gimmick e até de nome e são, logo após Bryan, os mais utilizados pela WWE. Os restantes elementos são jobbers e um (Otunga) anda desaparecido há imensos meses.

Digam nos comentários o que acham de Tarver e qual seria a sua posição na empresa, se não tivesse sido despedido. E não se esqueçam das sugestões para o primeiro OAT de 2015.

Votos de boas entradas no novo ano!

Sobre o Autor

- Escritora do artigo "Onde andas tu?" Fã de Wrestling desde 2005.

42 Comentários

  1. daemon silva - há 2 anos

    escreva sobre john morrison

    • felipe - há 2 anos

      john morrison esta na lucha underground como john mundo e mafi grande analise

      • Mafi - há 2 anos

        Obrigada Felipe. Sim ele está lá e isso já foi referido aqui inúmeras vezes mas talvez faça uma edição especial do Morrison e assim também obrigo-me a ir ver Lucha Underground ;)

  2. Roberto ''The Viper'' #Chaves Eterno - há 2 anos

    Acho que se o Tarver ainda tivesse na WWE, acho que ele seria um jobber.
    Para o próximo OAT, voto em Tito Santana.

    • Mafi - há 2 anos

      Pois também acho que seria jobber daqueles que aparecem muito de vez em quando. Parece estar melhor, fora da WWE.

  3. fabiohitmanbest - há 2 anos

    john morrison

  4. Ricardo "The Game" Moreira - há 2 anos

    bom artigo
    john morrison

  5. lmfcp2012 - há 2 anos

    nesta altura o tarver podia ser um dos maiores hells da wwe podia ter feito parte da autoridade ou dos waits

    • Mafi - há 2 anos

      Dos Wyatts não sei…da Autoridade talvez, até podia ser mais um dos guarda-costas do Rollins, perfil para isso, tem/tinha.

  6. lmfcp2012 - há 2 anos

    no OAT que se segue voto no John morrison

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada pela sugestão lmfcp2012, como ele é muito pedido, talvez faça mesmo sobre ele, embora não ande assim tão desaparecido.

  7. Tunes9 - há 2 anos

    Bom artigo como costume, gostei da escolha desta semana.

    Sinceramente acho que o Michael Tarver nunca teria futuro na WWE, encaixou muito bem no que pedia a sua personagem nos Nexus mas como lutador a solo nunca teria impacto suficiente para ser importante na WWE, seria mais um jobber ou um mid/low carder mas até gostei da sua participação nos Nexus e a história deles que começou em 2010 com aquele ataque brutal no fim da RAW em que tudo parecia tanto sério e até cheguei a duvidar, foi tudo muito bem feito e só tive pena do desfecho da história com o Cena a estragar tudo mas já sabemos o que a casa gasta, a única forma dele estar no “topo” era ser um “capanga” da Autority só com esse intuito e objectivo mas depois não teria planos novamente, é muito complicado mas será lembrado pela sua prestação nos Nexus.

    Bom trabalho Mafi. :-)

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada :)

      Concordo em absoluto, não tem star-power suficiente para uma carreira a solo bem sucedida, se bem que é a WWE que faz os wrestlers, se lhe dessem oportunidades se calhar até teria sucesso. Eu também não dava nada pelo Husky Harris e adoro o Bray Wyatt. O mesmo já não posso dizer do Ryback… :P

      Ele parece estar bem fora da WWE e tens razão, será sempre lembrado como parte de uma boa stable (até a destruírem) que foram os Nexus.

      Bom ano :)

      • Tunes9 - há 2 anos

        Não tens de quê.

        Sim, concordo, é óbvio que se lhe dessem uma “gimmick” sólido e um push decente e a WWE quisesse mesmo até acredito que tivesse algum sucesso mas não quiseram e falar mal do Cena também não ajudou em nada, mas também não tinha star-power suficiente, exacto.

        Quanto ao Bray Wyatt, eu também adoro e até gosto do Ryback (não da parte dos esteróides e de aleijar os colegas mas da sua “gimmick” e tem alguma piada), é verdade isso do Husky Harris mas já se via ali qualquer coisa escondida, tipo um potencial por “explodir” e no ringue já era um atleta para o corpo que tinha mas claro que não previa este sucesso.

        Ainda bem para ele, fico contente, e será lembrado pela participação na stable, nem mais.

        Obrigado e um bom ano para ti também. :-)

  8. marceloteixeira16 - há 2 anos

    estao a escolher o john morrison, nao faz sentido ele esta agora no Lucha Underground

    • Mafi - há 2 anos

      Como o pessoal não vê, não sabe onde ele anda, mesmo que isso já tenha sido referido aqui e que os episódios estejam cá no site..

  9. Brunodust - há 2 anos

    Bom trabalho!
    O Michael Tarver é um óptimo wrestler, mas as suas promos são horríveis.
    http://m.youtube.com/watch?v=3gcK9RXJ4CE

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigado Bruno. Pois eu acho-o até melhor nas promos do que no ringue mas no geral era apenas mediano.

      • Brunodust - há 2 anos

        Discordo. O Tarver neste vídeo parece um robô a falar tal como o Roman Reigns.

  10. João Sousa - há 2 anos

    john morrison

  11. PT - há 2 anos

    Que eu saiba o Bray Wyatt não é jobber…

    • Mafi - há 2 anos

      E eu falei do Bray Wyatt no artigo? Nem o mencionei! Falei dos 8 membros originais do Nexus, não da segunda versão liderada pelo Punk.

  12. Brunodust - há 2 anos

    Gostava de ver o Hurricane no próximo artigo que era um dos meus high-flyers preferidos da WWE.

  13. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    Por acaso nem desgostava dele. Tinha um look interessante, as mic skills não eram muito más e safava-se. Podia perfeitamente ser um wrestler de low ou mid card. Cometeu o erro de criticar o John Cena e todos sabemos que na WWE isso é suicidio de carreira. Pelos vistos no Japão não se safou muito bem.
    Se tivesse ficado provavelmente seria um jobber. A WWE não aposta muito nos jovens e os Nexus nunca foram muito longe e quando chegam é “à força” (Daniel Bryan), a maioria das vezes por muito mau booking (Bray Wyatt), outros por lesão (Barrett). Eu desconhecia a lesão, curioso que os Nexus parecem estar amaldiçoados com lesões, à excepção do Slatter, do Justin Gabriel e do Otunga, este último tem lesão mas é no talento para o wrestling.
    Sugestão para o próximo “Onde andas tu?”: David Otunga, para saber se ainda lá anda. O Otunga é o novo JTG.
    Ou então “The Problem Solver” Tyson Tomko.

    • Mafi - há 2 anos

      Concordo, até se safava no microfone e até gostava do look dele. Para além de criticar o John Cena, fê-lo de uma maneira em que pareceu “bitter” – através do twitter – o que também não lhe dá credibilidade nenhuma. E os motivos que deu para o Cena lhe ter atacado também não foram muito plausíveis. Acho que o Cena nunca se sentiria ameaçado pelo Tarver mas é a minha opinião.

      Sim se continuasse lá provavelmente seria um jobber se bem que temos de dar sempre o benefício da dúvida e volto ao Bray Wyatt, alguma vez pensava eu que o Husky Harris voltaria à WWE com uma nova personagem e seria o que é hoje? Nunca. Portanto nunca se sabe…se bem que depois temos o outro lado da medalha e vemos o Slater e o Gabriel que coitados até têm algum talento e jobban que se fartam.

      O Otunga é mesmo uma incógnita, este ano acabou a streak do JTG, e a do Otunga ainda continua….até um dia xD

  14. Vitor Oliveira - há 2 anos

    Ótimo matéria, Mafi. No próximo poderia escrever sobre Kevin Thor

  15. Anónimo - há 2 anos

    grangel por favor ou se nao the hurricane

  16. Amaya_SR - há 2 anos

    Ótimo Artigo. *.*Ele se encachou bem no Nexus,Mais Concordo com a maioria só seria mais um jobber.Sugestão Próximo OAT Ezekiel Jackson ou David Hart Smith.

  17. dsept89 - há 2 anos

    Bom artigo, parabéns.
    Proxima edição sobre os membros do Spirit Squad ou então sobre os La Resistance

    • MR Perfection André Santos - há 2 anos

      Boa escolha, podia ser o Réné Dupree

      • Mafi - há 2 anos

        Obrigado dsept :) Bem estou a ver que gostam das stables, obrigado pelas sugestões :)

  18. MrCareca - há 2 anos

    tyler reks ou curt hawkins =P

  19. PussyLover - há 2 anos

    Zack Ryder

  20. danielLP21 - há 2 anos

    O Cena sentia-se ameaçado pelo Tarver?! Pahahah! Se lá estivesse, era mais um cepo no meio de alguns que lá andam. Nunca teve nada de especial. Aliás, os Nexus (originais) tinham apenas um membro com enorme carisma (Wade Barrett) e outro que era “apenas” um wrestler exímio (Daniel Bryan). De resto, eram uma nulidade como wrestlers individuais.

  21. Dolph Ziggler Show Off - há 2 anos

    Excelente artigo!!!!!!!!!

    O meu voto vai para Paul London

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador