Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Opinião Feminina #145 – Uma Feliz Realidade

“(…)Do you want to know what I see when I look in that ring? Honestly? A bunch of cheap, interchangeable, expendable, useless women. Women who have turned to reality television, because they just weren’t gifted enough to be actresses. And they just weren’t talented enough to be champion. I have done more in one year than all of you have done in your entire collective careers. I have saved your divas division, I have shattered glass ceilings, I have broken down doors. Why? So a bunch of ungrateful, stiff plastic mannequins can waltz on through without even as much as a ‘Thank You’?!”

You guys can’t even go backstage and shake my hand and look me in the eye because you know that I worked my entire life to get here. I gave my life to this and you were just handed fifteen minutes of fame. I didn’t get here because I was cute, or because I came from some famous wrestling family, or because I sucked up to the right people. I got here because I am good. I earned this championship. No matter how many red carpets you guys want to walk in your $4,000 ridiculous heels, you will never be able to lace up my Chuck Taylor’s. You are all worthless excuses for women and you will never be able to touch me. And that is reality.”

AJ Lee, WWE Monday Night Raw – 26/08/2013

Dou início a mais uma edição deste espaço com uma citação mais longa que o normal, mas quando chegou a altura de escolher as palavras mais certeiras e mordazes de AJ, tive uma certa dificuldade. A divisão feminina da WWE não é frequentemente foco de atenção deste espaço, o que alguns qualificam como ironia, dado o género da cronista em questão.

Julgo que, das cento e quarenta e cinco edições publicadas, esta é apenas a quinta que se foca única e exclusivamente nesta divisão. Não é discriminação, não tenho nada contra a divisão, mas infelizmente nunca há muito para dizer sobre a mesma.

Já há algum tempo que defendo que a divisão de Divas não depende da WWE, depende única e exclusivamente das Divas que a protagonizam. Se forem lutadoras talentosas que trabalham, se esforçam e querem ser mais nesta indústria que apenas uma cara bonita, iremos ter um regresso à Era dourada a que Lita e Trish Stratus são associadas. Ao tornarem-se populares com o seu talento e trabalho, a WWE irá dar-lhes mais destaque e usá-las com mais cuidado.

Caso contrário, irão simplesmente ser usadas o mínimo necessário e ter, eventualmente, o seu reinado com o Tìtulo. Afinal, o Título das Divas eventualmente passa por todas as integrantes da divisão.

A divisão em questão não é um aspecto decisivo para o sucesso da companhia. Não é algo que irá salvar pay-per-views ou eventos, nem afastar ou conquistar um número de fãs significativos. É certo que vários fãs minuciosos – como eu – podem não ser fãs de um mau combate de Divas em pay-per-view, mas se o resto do evento for excelente, ninguém irá prestar atenção a esse detalhe.

A WWE irá sempre ter esta divisão activa e não acredito por um segundo que a mesma alguma vez esteja em risco. Não só porque proporcionam, na larga maioria das vezes, combates ideais para os fãs desanuviarem e relaxarem durante um pay-per-view, como é sempre bom ter mulheres bonitas associadas ao produto e a promoverem a marca.

No fundo, se a divisão estiver em baixo, as Divas ficam reduzidas a apenas mascotes de uma equipa que aparecem no intervalos dos jogos para entreter as massas.Se estiver em alta, os fãs têm a oportunidade de ver mulheres bonitas e bom wrestling.

Portanto, tal como já disse no passado, é preciso ter paciência com a divisão. É preciso ter paciência para que apareçam na WWE mulheres dedicadas e trabalhadoras que realmente queiram ser um nome sério e legítimo dentro da indústria, não apenas arranjar uma forma de se promoverem.

A própria companhia já cedeu perante algumas ideias antigas e chegou a contratar Kharma e a investir na sua estreia, algo que há anos atrás era inconcebível. É certo que Kharma, mais tarde, abandonou a companhia, mas segundo as palavras da própria Kharma, os pedidos da companhia para que esta perdesse peso visavam apenas uma melhoria da sua saúde, portanto julgo que não possam ser criticados neste campo.

Não é fácil pedir paciência aos fãs no que toca a esta divisão. Por vezes, é simplesmente mais fácil usar os cinco minutos disponíveis para gritar pelos comentadores do que ver o estado a que a divisão chegou.No entanto, tais fãs também já provaram que quando são presenteados com verdadeiro trabalho e dedicação conseguem corresponder às expectativas.

Caso mais evidente de tal é AJ. O seu esforço e dedicação para se tornar melhor compensou  e em 2012 esta tornou-se a diva mais relevante dos últimos anos.

É verdade que a WWE já tinha colocado AJ em várias relações amorosas antes de Daniel Bryan, mas acho que é difícil de acreditar que tenha planeado todos os envolvimentos que esta teve ao longo de 2012. AJ fez o seu trabalho, ao lado de Daniel Bryan, de forma competente e impressionante, levando a que a WWE apostasse cada vez mais nela.

Num dia AJ era a namorada inocente de Daniel Bryan, no outro lutava no main-event da Raw num combate de Tag Team envolvendo outra diva, Eve.

Eve, por sua vez, foi uma das apostas da WWE durante a Road to Wrestlemania XXVIII, mas facilmente tornou-se irrelevante durante o resto do ano, devido à sua incrível falta de personalidade e carisma. É certo que talvez esteja a ser demasiado dura, mas quando o foco é evidente e a atenção é imensa, os erros tendem a ser avaliados de forma mais dura.

Outros exemplos de personalidades que, através do seu trabalho e atitude, se tornaram indispensáveis para a WWE são as Laycool (Michelle McCool e Layla). Esta dupla durou anos e, embora de forma controversa, deram origem a histórias e personalidades que as tornaram verdadeiros destaques da divisão.

Algo que se pode constatar a partir destes exemplos é que a WWE não dá primazia ao talento dentro de ringue. Se tal fosse o caso, Beth Phoenix e Natalya teriam tido bem mais destaque do que tiveram ao longo dos últimos anos. A WWE, de forma acertada ou não, dá primazia à personalidade, atitude e carisma das Divas.

Se as mesmas corresponderem nesses campos, irão ter cada vez mais oportunidades e combates mais longos. Caso contrário, serão apenas mais umas a ter a sua vez ao Título. É uma roda da sorte. A WWE faz girar a roda e quem calhar é a próxima campeã até que todas já tenham tido a sua oportunidade para impressionar.

Ora, ao longo dos últimos anos, esta divisão ficou extremamente reduzida. Várias Divas respeitadas pelo seu talento e trabalho decidiram seguir para próxima fase da sua vida, possivelmente desmotivadas com a sua situação. Outras, provavelmente, acharam que já tinham sido promovidas o máximo que podiam e, por isso, não valia a pena o tipo de vida extenuante. Algumas outras decidiram seguir para outra companhia que lhes desse o devido valor.

Não deixa de ser notável que na Wrestlemania XXVI, há mais de três anos, dez divas competiram e apenas três ainda continuam na companhia.

A qualidade do roster actual é desmotivante para os fãs. Além de serem bastante poucas, nem todas as Divas são tão talentosas quanto os fãs desejariam. AJ é, obviamente, a grande jóia da divisão, tal como a mesma comprovou na passada edição da Raw. É certo que as Bella Twins encaixam melhor no perfil de Diva que a WWE pretende e são as grandes estrelas do Total Divas, mas o trabalho de AJ em ringue é claramente superior, assim como a sua atitude e personalidade.

Natalya é bastante defendida pelos fãs por ser a melhor lutadora do roster, mas a sua falta de carisma é a sua grande fraqueza e tal não mudou ao longo dos últimos anos. Tal como referi acima, a WWE está, acima de tudo, à procura de personalidade e carisma.

Layla é, juntamente com Natalya, a Diva mais antiga do roster. Os seus tempos de glória foram com Michelle McCool, com quem teve uma química impressionante, e tal tornou-se a sua fraqueza. Embora seja mais talentosa que a maioria, Layla já provou que precisa de alguém que consiga ajudá-la a ocultar os seus pontos fracos e enaltecer os fortes.

Kaitlyn e Naomi são as divas mais recentes que mostram potencial e algum carisma. Kaitlyn teve recentemente uma rivalidade extremamente interessante com AJ, mas a rivalidade foi marcada por um problema óbvio. Embora fosse a vilã da história, AJ continua a ser extremamente mais popular e adorada que qualquer outra diva da Divisão. Tal não tornou a derrota de Kaitlyn no Payback o momento triste que se esperava e as lágrimas desta não tiveram o efeito pretendido. A rivalidade foi boa, assim como a história, mas a heroína não convenceu.

Naomi, por sua vez, continua a ser uma Funkadactyl, o que acaba por prejudicá-la e ofuscar o seu trabalho, que é bem mais interessante que o da sua parceira. Eventualmente, acredito que Naomi terá o seu momento para brilhar – a grande maioria tem sempre essa oportunidade – e tenho esperança que consiga tornar-se uma babyface popular.

Juntamente com as Bella Twins no lado que não possui qualquer talento estão Aksana, Cameron e, até agora, Eva Marie e JoJo. É um pouco injusto fazer tal afirmação de Eva Marie e JoJo visto que ambas ainda estão a treinar, mas as minhas expectativas não são muitas. Rosa Mendes facilmente pode ser incluída neste grupo, mas a mesma há imenso tempo que está fora de televisão, voltando a reaparecer recentemente, portanto não tem sido motivo de queixa.

Assim como Rosa Mendes, também Tamina Snuka e Alicia Fox também há imenso tempo que não são vistas no panorama principal da WWE.

Ora, muito mais interessante é o roster das Divas no NXT. Ao contrário da maioria das Divas no roster principal, as Divas do NXT possuem atitude, personalidade e muito talento. Até as Divas menos talentosas dentro de ringue dão sinais de melhorias, como por exemplo Emma.

É certo que Paige é a estrela da divisão e que os fãs esperam ansiosamente pela sua estreia no roster principal, mas há outras divas a ter em atenção. Emma conseguiu conquistar o público do NXT através da sua dança e asopiniões relativamente à mesma são diversas, mas a meu ver foi apenas um caso de “primeiro estranha-se, depois entranha-se”.

Além de mostrar melhorias em ringue e de ter tido um excelente combate com Paige pelo Título feminino do NXT, Emma mostra ter atitude, ser original e consegue destacar-se das restantes, algo que faz falta na divisão principal.

Summer Rae é uma diva que já se estreou no roster principal como parceira de Fandango, mas as suas provas dentro de ringue têm sido dadas no NXT. Várias comparações têm sido feitas entre Summer Rae e a antiga Kelly Kelly e, embora sejam muito parecidas fisicamente, o trabalho de Rae dentro de ringue já é bastante melhor do que tudo o Kelly fez ao longo de seis anos. Verdade seja dita, tal também não é dizer muito.

O trabalho de Summer Rae e o seu carisma não são impressionantes, mas é competente o suficiente para ter um bom combate com a parceira certa. Possui ainda imenso para melhorar e tenho esperança que tal aconteça, embora talvez não devesse.

Bailey é uma das mais recentes personalidades no NXT e, a meu ver, é mais um caso onde a personalidade torna o seu talento em ringue secundário. Bailey é absolutamente adorável, mas nunca dá a impressão de estar a exagerar ou de ser uma atitude demasiado ensaiada. Muito pelo contrário, todo o trabalho de Bailey aparenta ser natural e é essa a única razão pela qual resulta. A meu ver, consegue ser uma babyface convincente e tenho esperança que melhor dentro de ringue para tornar o seu trabalho mais completo.

Há mais divas no NXT, mas as mencionadas são exemplo perfeito do que tentei explicar acima. As quatro mencionadas são talentosas, com potencial, e com mais atitude e personalidade que a maioria do roster principal. No NXT, as Divas são tratadas seriamente e são um dos pontos de destaque do programa, basta ouvir os comentadores durante os seus combates.

Muito ao contrário do que se passa no roster principal, portanto tal ambiente só as poderá ajudar a desenvolver e investir no seu potencial. Tal só leva a que as expectativas para a sua estreia oficial no roster principal sejam elevadas.

É caso para dizer que, embora o presente não seja extremamente interessante, o futuro desta divisão já possui as suas expectativas.

Ora, a WWE tornou o presente desta divisão extremamente mais interessante do que era quando, no passado episódio da Raw, AJ Lee teve a oportunidade de dizer o que pensava ao elenco do Total Divas.

Uma promo emotiva, com a sua dose típica de comentários mordazes, fez as delícias dos fãs presentes, tornando AJ oficialmente numa favorita dos fãs. A promo voltou a por os fãs a gritar o seu nome em mais uma manobra inteligente da WWE.

Recentemente, tenho debatido as manobras manipuladoras da WWE de usar Daniel Bryan para confundir, enfurecer e obter o apoio de todos os fãs, até dos que se julgam mais espertos. Ora, esta foi mais uma manobra, mas ao invés de usarem Daniel Bryan e o estereótipo relacionado com o tamanho dos lutadores, a WWE usa AJ Lee e o esterótipo envolvendo a beleza das Divas.

Basicamente, é a mesma história, as mesma manobras, o mesmo problema, mas com personagens diferentes. E, como esperado, tal obteve a atenção dos fãs e o apoio da maioria.

Primeiro, AJ fez pouco do novo reality show, envolvendo as Divas da WWE, Total Divas. O reality show tem sido criticado por vários fãs, embora estes não sejam o público-alvo do mesmo. Basicamente, fãs queixam-se de não gostarem de um programa que não foi feito para eles. É uma dinâmica curiosa. Logo nesses comentários, AJ iria garantidamente ganhar o apoio destes fãs.

A análise que AJ fez das Divas também não foi muito errada. É certo que cada uma tem uma personagem, mas estas não se destacam entre si e as suas personalidades não convencem o público. Estas não fazem qualquer impacto ou diferença na divisão e se forem despedidas amanhã, poucos serão os fãs que irão dar pela ausência.

Kharma esteve muito pouco tempo na WWE e a sua ausência foi muito mais marcante do que alguma das divas actuais teria, exceptuando AJ. E foi exactamente isso que a mesma referiu. Nenhuma delas marca a diferença, pois ao contrário de AJ, todas falharam nesse aspecto.

A ideia de que várias das Divas que passaram na WWE só o fizeram para se auto-promoverem, pois não tiveram ideias melhor ou tinham talento suficiente para outros caminhos, também é bastante popular entre vários fãs e compreende-se porquê. Sendo por isso, mais um argumento que AJ usou na perfeição.

É verdade que várias das Divas presentes já foram campeãs, mas nenhuma delas teve a carreira na WWE que AJ teve. É verdade que AJ não se aproxima de Trish Stratus ou Lita, mas AJ marcou a diferença e tornou-se um foco de atenção da WWE, quando nunca era suposto sequer chegar à companhia. AJ pode não ter salvado a divisão, mas fez a diferença e fez com que os fãs se voltassem a interessar por uma Diva, tal é impressionante.

Os comentários relativamente às alterações físicas que algumas fizeram e à forma discutível como entraram na WWE foram também bastante populares entre os fãs na arena e é um dos motivos de piada entre os fãs. Resumindo, tal como todas as grandes promos, esta possuiu a sua dose de verdade, a sua dose de manipulação, e a verdadeira emoção de quem sente o que está a dizer. São ingredientes que fazem pura magia.

Magia algo arruinada pelo comportamento das Bellas e Eva Marie. Além da WWE ter permitido que os seus gritos fossem ouvidos, desconcentrando os fãs e tirando atenção a AJ, as próprias também não souberam dizer nada de jeito. Exigir a AJ que lhes diga o que ela está a dizer na cara, quando a própria está a poucos metros delas é absolutamente ridículo.

Percebo que a WWE não quisesse arruinar a promo por completo ao ter as Bellas e Eva Marie a atacarem AJ, mas o facto de AJ ter apenas insultado todas as Divas e estas não terem feito nada foi algo difícil de acreditar.

Como é natural, achei a promo de AJ um dos destaques positivos da Raw e motivo suficiente para dar origem a outro artigo sobre a divisão feminina. Outro aspecto que queria abordar mais a fundo é o reality-show, Total Divas.

O Total Divas é um reality-show transmitido pelo E! A partir desta afirmação, é óbvio que o público-alvo não é o mesmo público que a WWE visa atingir todas as semanas. É certo que irão existir fãs da WWE que assistem ao programa, se tal não fosse o caso, as audiências não teriam descido pela primeira vez no domingo do Summerslam, mas no fundo, o público-alvo continua a não ser esse.

A WWE está a tentar expandir o produto e conquistar o tipo de demografia menos dominado e, dados os resultados, está a conseguir. O programa tem sido um sucesso e, a meu ver, não há nada de mal com isso. Os fãs não têm que gostar, mas convém ter em mente que o programa não é feito para agradar ao fã típico de WWE.

Já referi que acho o programa hilariante. O mesmo é tão falso e orquestrado que só resta rir. Lá está, é um reality-show e todos os ingredientes essenciais para tal estão lá, como drama exagerado, por exemplo. Além disso, tudo é ridiculamente falso, desde à forma como as Divas são retratadas como se fossem elementos populares entre os fãs, desde à forma como certos comportamentos seriam tratados pela WWE, é simplesmente hilariante.

A opinião geral dos fãs em relação a este reality-show pode não ser a melhor, mas devido ao mesmo AJ protagonizou mais um excelente momento na passada edição da Raw e, graças a isso, outra rivalidade com história, nexo e construção irá acontecer pelo Título das Divas e tal é de louvar.

Infelizmente, no Total Divas,  maioria das Divas não são muito bem retratadas, não dando por isso motivo para que os fãs estejam do seu lado. A mais irritante, a meu ver, é sem dúvida Cameron. Além de extremamente ridícula, Cameron é egocêntrica, contraditória e simplesmente enervante.

A forma como Natalya é apresentada deixou-me muito desiludida, pois esta tem sempre uma razão para se queixar em todos os episódios. Desde não ter combate na Wrestlemania, a ter de ajudar as novas Divas, à sua relação com Tyson Kidd, tudo é motivo de queixa. É verdade que nalguns aspectos a mesma terá razão, mas torna-se uma situação repetitiva e cansativa.

No programa, Eva Marie é o exemplo perfeito tudo o que AJ Lee disse na sua promo. A forma como é retratada não a deixa ganhar muitos fãs, pois tentar chegar ao roster principal de forma desonesta não é bem visto pelos fãs. JoJo, a outra diva recente, não possui qualquer personalidade e deixa-se ofuscar por todas as outras.

As Bellas são as estrelas do programa e as suas relações pessoais obviamente possuem a sua atenção. As diferenças entre as gémeas são óbvias no programa e, pessoalmente, Brie parece-me ser a que é retratada de forma mais positiva, embora tenha tido os seus maus momentos.

A meu ver, a única que realmente passa uma boa imagem e que as pessoas podem querer apoiar é Naomi. Não transborda carisma, mas é extremamente simpática e alguém que os fãs podem facilmente querer apoiar.

Ora, mesmo que a WWE aposte em Naomi e a coloque a defender a honra do elenco do Total Divas, não vejo qualquer hipótese de AJ não ser apoiada em força pela maioria dos fãs. AJ falou o que a maioria pensa e defende e, por isso, irá ter a maior parte do apoio, mesmo que enfrente Naomi ou Natalya no Night of Champions.

Essas são de facto as melhores opções, caso a WWE queira ter um bom combate, mas as probabilidades continuam a favorecer as Bellas, visto que são as Divas com mais destaque e as mais apostadas, da parte da WWE.

Pessoalmente, acharia extremamente infeliz se AJ perdesse o Título nestas condições. Depois da promo que fez, depois de se ter tornado uma babyface novamente, seria triste se perdesse o Título para Divas que são claramente inferiores quando comparadas com a ela, mesmo que algumas não o sejam no que toca ao trabalho dentro de ringue.

Contudo, com as vantagens que o Total Divas trás ao levar a WWE a dar mais atenção às Divas e a criar histórias especificamente para elas, também trás as suas desvantagens e a WWE precisa de criar material que possa ser usado no programa. Após o combate das Divas ter sido removido da Wrestlemania e de tal já ter sido usado no programa, não me surpreenderia se a WWE quisesse que uma vitória pelo Título de uma das Divas fosse um dos pontos de destaque da temporada. Afinal, não podem ser só dramas.

De qualquer das formas, a WWE conseguiu conquistar o meu interesse no que decorre nest divisão e estou curiosa para saber como esta história será desenvolvida. Não tenho as expectativas elevadas, pois AJ é de facto a mais carismática desta história, portanto a resposta do elenco do Total Divas não deverá impressionar, mas continuo curiosa.

O facto da WWE conseguir cativar a curiosidade e atenção dos fãs com um roster tão fraco seria surpreendente senão fosse por AJ, que já o anda a fazer desde o ano passado. E independentemente do que acontecer no Night of Champions, AJ já terá uma carreira muito melhor que todas as Divas do Total Divas juntas. E isso, tal como a mesma dissa, é uma realidade. Uma feliz realidade. Enfim, da minha parte é tudo, desejo uma excelente semana a todos e até à próxima edição!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

43 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    And the Winner is: ME! Bingo!

    Podem perguntar a mais pessoas eu disse logo na quarta que o teu artigo era sobre a pipebomb da AJ. Mais uma vez, notável conseguiste abordar isto como ninguém, eu tenho duvidas que conseguisse explorar de forma tão alongadada este tema. E isto é um elogio ao teu artigo.

    One Word: Perfect!

  2. MicaelDuarte - há 3 anos

    Excelente artigo, Marta.

    Também não concordo com a passagem do título para uma das Total Divas por motivos óbvios. Infelizmente, acredito que umas das Bellas será campeã no NOC…

  3. danielLP21 - há 3 anos

    Artigo muito bom. Não é muto habitual, mas na revisão do artigo escaparam-te alguns erros. Isso, vindo de ti, nota-se sobremaneira. Porém, e como é óbvio, a qualidade do artigo ofusca todo e qualquer erro.

    Sempre me opus ao fim da Divisão Feminina da WWE. Sinceramente, nunca acreditei naqueles rumores que diziam que o Triple H queria acabar com a divisão. Prova disso é a aposta nas wrestlers femininas do NXT.

    Pessoalmente, a minha preferida é a Paige. Parece-me ser a mais completa: carisma, talento “in-ring” e, claro, beleza. A rapariga é mesmo bonita!

    A Emma, até ver, ainda não me mostrou nada de espectacular em ringue, mas é bastante carismática e isso, tal como foi referido no artigo, é bastante importante para quem está no main-roster. Nesse aspecto, está safa.

    A Summer Rae pare-me muito melhor que a Kelly Kelly. Nem há comparação! Ainda assim, tendo em conta que a Kelly Kelly é uma das piores de sempre, isso não significa que a Summer é extraordinária. Como nos primeiros tempos não vai passar de uma dançarina, pode aproveitar o NXT para ir evoluindo, de forma a que um dia seja uma aposta para a Divisão Feminina do main-roster.

    A Bailey, apesar de ser a mais recente a aparecer no NXT, já é a minha favorita a seguir à Paige. A personalidade dela é excelente, adoro aquela maneira fofa e inocente com que ela se apresenta. É mesmo muito querida! Em relação ao talento “in-ring”, tem tempo para evoluir.

    No que ao roster principal diz respeito, sempre fui um enorme fã da Natalya. Pode não ser um exemplo de boa actriz, mas a sua qualidade em ringue, a meu ver, compensa a sua falta de carisma. Para quem ler isto não pensar que estou a ser incoerente ( uma vez que, por exemplo, digo que o Cesaro “só” tem qualidade “in-ring” e que no resto é medíocre, não merecendo o main-event por causa disso), não se pode comparar a Divisão Feminina com o main-event da WWE… Por isso, julgo que a Natalya merece ser campeã mais vezes até acabar a carreira/sair da WWE. É doloroso vê-la a acompanhar o Great Khali e o Hornswoggle!

    A Kailtyn, de maneira geral, é razoável. Aceita-se. Gostei da sua rivalidade com a AJ, mas como actriz deixa muito a desejar! Quando perdeu o título, devia ter percebido que o público não ia ficar do lado dela mesmo que chorasse, por isso devia ter improvisado e saído do “script”, e dessa forma escusava de chorar e ainda ouvir “You tapped out” por parte dos fãs. Era perfeitamente escusado.

    Nunca fui fã da Layla. Considero-a bastante “overrated” por parte dos fãs, não vejo mesmo nada de especial nela. As LayCool era mais “Cool” do que “Lay”, sem dúvida alguma…

    A Naomi é boa em ringue, mas não consigo gostar dela. Se lutar com a AJ pelo título, espero que perca o combate. A Cameron é medíocre.

    A Tamina, para mim, é a segunda melhor em ringue, perdendo apenas para a Natalya nesse aspecto. A continuar assim, que saia da WWE e que vá para a TNA, porque não faz sentido estar desaparecida há tanto tempo tendo em conta a qualidade que apresenta.

    A Aksana tem mérito numa coisa: consegue ser tão má quanto a Kelly Kelly! Hey, respeitem, nem toda a gente consegue fazer isso…

    … mas a Rosa Mendes também consegue! Duvido que vá abanar as ancas com a nova “gimmick” do Primo e do Epico, por isso não me surpreenderia se saísse da WWE em breve.

    As Bellas são ridículas, nunca gostei delas e acho que nunca as vou conseguir suportar. Péssimas actrizes, mas infelizmente uma delas devrá ser a campeão em breve…

    A AJ é, claro, a minha favorita. É o CM Punk da Divisão Feminina, e não só por causa da última promo! Já o era antes, revolucionou o panorama daquela divisão, fê-lo praticamente sozinha… É espectacular e a mais completa do main-roster da WWE.

    Infelizmente, a AJ deverá perder o título no próximo PPV, e deverá ser para uma das Bellas. A perder o título, eu só “aceitaria” que fosse para a Natalya, mas não acredito nem por um segundo que seja esse o caso, apesar das recentes vitórias da “Nattie”, inclusivamente uma sobre a actual campeã.

    Em relação ao Total Divas, nunca vi, mas é daquelas situações em que uma pessoa não precisa de ver para formar uma opinião. E como eu tento fazer comentários PG, vou conter-me, não dizendo o que penso sobre esse programa. Ainda por cima caso se confirme que a melhor wrestler feminina da WWE em anos vai perder o título por causa desse “stupid show”… Enfim…

    PS: não percebi a parte em que disseste que a AJ se tornou babyface. Ainda não pensei nessa hipótese, mas será que é mesmo verdade?

    • Rubinho16@ - há 3 anos

      Ahahahah, “eu como tento fazer comentários PG, vou conter-me, não dizendo o que penso sobre esse pregrama” o que eu me ri com isto xD

      Artigo bastante bom, como é costume! De fácil leitura e sem erros ortográficos, tirando uma ou outra palavra junta.

      Do roster principal, a que mais gosto é a AJ, seguida da Natayla e da Kaitlyn que, ao contrario de muitos, adoro a sua theme song!

      A Paige é a mais completa do NXT e a minha favorita, embora que não a ache tão bonita como muita gente acha, mas isso deve-se ao facto de eu preferir morenas! :D

      Gosto bastante da Emma, mostrou competência no ringue e margem de evolução, a Bailey também mostrou a sua veia carismática e a Summer Rae é bem decente no ringue!

      Menções honrosas para Naomi, Tamina Snuka e as Bellas, que ao contrário de ti Daniel (visto que estou a fazer a minha análise em resposta à tua xD), considero-as bastante decentes in-ringue, principalmente como tag-team e são ambas muito “belas” xD Mas opiniões respeitam-se e cada um tem a sua :)

      PS: Também não percebi essa do face-turn xD espero que seja mentira!

      • danielLP21 - há 3 anos

        “A Paige é a mais completa do NXT e a minha favorita, embora que não a ache tão bonita como muita gente acha, mas isso deve-se ao facto de eu preferir morenas!”
        What?

      • TheChat - há 3 anos

        não percebi essa imagem não gostas de face nem Twitter lol?

      • danielLP21 - há 3 anos

        Também não é para perceberes. E se não gostar?

      • Rubinho16@ - há 3 anos

        Quis eu dizer que gosto mais de morenas. A Paige parece o Sheamus em versão feminina e mesmo de cara, é bonita, mas não a acho tão linda como muita gente acha.

      • danielLP21 - há 3 anos

        Ahhh estás a falar do tom de pele! Pensei que te estavas a referir à cor do cabelo! Agora já percebi.

      • akujy - há 3 anos

        Se não gostares serás banido da sociedade tal como a conhecemos, Daniel. xD É o fim, é um escandalo, devia ser proibido. Vamos fazer um movimento anti-Daniel, não queremos pessoas anti-“sociais” (pun intended) neste site! Boooooo!!!!! No more Daniel! x)

      • FAlmeida_10 - há 3 anos

        “You are not booing daniel! You’re just saying Bo (Dallas)!”

        If You know what I mean xD

    • LuisMPBO - há 3 anos

      Excelente avatar Daniel.

  4. akujy - há 3 anos

    Mais um excelente artigo, Salgado. Um pouco mais down to earth do que o ultimo, o que é normal, mas ainda assim de muita qualidade. Penso que é uma justa análise à divisão. Discordo de algumas coisas, principalmente que apenas das Divas depende o seu futuro, quando n é bem assim. A WWE também tem responsabilidade, especialmente por ser quem as contrata. Claro que depois de lá estarem, dependem do que forem capazes de fazer, ou de não fazer, na maior parte dos casos, mas a WWE não está nada isenta no processo.

    Mais um bom trabalho. Aguardo pelo próximo e fico a pensar qual será o tema.

  5. danielLP21 - há 3 anos

    Então malta?! Ninguém comenta isto?! Nem sabem o que perdem!

  6. silvia.TheShield - há 3 anos

    Excelente artigo! Queria continuar a ver AJ como campeã. Adoro-a, e sem dúvida que de todas é a melhor Diva, em variados aspectos.

  7. Mario Magalhaes - há 3 anos

    Excelente artigo Salgado.

    Confesso que pensei em escrever sobre a Divisão de Divas, mas não tive um número considerável de idéias a cerca do assunto. Felizmente você abordou com maestria o tema e faço minhas as suas palavras.

    Tomara que as Divas do NXT, cheguem em algum momento a WWE, para pelo menos termos a esperança que o panoramda da Divisão de divas se modifique.

  8. Roberto Barros - há 3 anos

    Grande artigo Salgado, concordo com boa parte do que você falou, sobre a Emma, acho que ela é boa em ringue, a mesma e proveniente do circuito independente, sem contar nomes como Bayley, Paige e até Summer Rae, particularmente gostaria que a Natalya fosse a desafiante, a promo da Aj foi sensacional, o próprio cm punk elogiou ela.

  9. Bernardo_JR - há 3 anos

    Grande artigo.
    Eu acho uma ideia maluca , mas se as divas do NXT invadissem a WWE como os Nexus fizeram no passado , tornando uma luta entre divas da WWE e womens do NXT.

  10. Diogo7 - há 3 anos

    Excelente artigo, Salgado.

    A AJ, neste momento, é a melhor Diva da WWE. Ela é boa em ringue, é bastante carismática e sabe fazer excelentes promos. Prova disso, foi a Pipe Bomb Shell sobre as Total Divas na RAW da semana passada. É a mais completa do Roster.

    Sobre alguma das Divas do reality-show tirar o Título à AJ, acho isso completamente ridículo. A AJ merece ter um excelente reinado como Divas Champion e eu só lhe tiraria o Titulo na WrestleMania. Se for para uma das Total Divas, que seja a Natalya ou a Naomi se mudasse de gimmick. O que eu queria mesmo era AJ vs Paige pelo Título na Wrestlemania.

    As Divas do main roster que não têm talento nenhum e que eu dispensaria são a Aksana, Cameron e a Rosa Mendes.

    As Divas do NXT têm talento e isso deixam-me esperançado para o futuro da divisão.

    A Paige é melhor Diva da divisão, sendo por isso a primeira Women’s Champion do NXT. Acho que ela é muito boa em ringue, só lhe falta melhorar um pouco o carisma. Vai estar no main roster dentro de pouco tempo.

    A Summer Rae é também bastante competente em ringue e consegue ter bastante heat como heel. Não é por acaso que já se encontra no main roster como dançarina do Fandango.

    A Emma é decente em ringue e consegue ter uma boa ligação com os fãs com a sua dança.

    A Bayley é adorável e tem uma personagem que apreciou bastante. Gostei do combate dela contra AJ.

    Ainda temos a filha do Ric Flair, a Charlotte e a Sasha Banks que ainda têm muito para mostrar.

    Excelente artigo, mais uma vez!

  11. guilherme - há 3 anos

    Uma coisa que eu não concordo com a AJ, ela não chegou aqui porque ela boa, ela chegou aqui por uma sorte que a WWE deu pra ela!, como qualquer outra Diva poderia ter ganhado,e outra ela não foi a unica diva que o povo gritou, Kelly Kelly podia ser pessima no ring mais ela encatava a plateia e quando ela fazia sua entrada todo mundo gritava!

  12. Tunes9 - há 3 anos

    Grande Artigo, Parabéns. :)
    Quanto ao tema, acho que a divisão das divas tem algumas divas com pouco talento, em todos os aspectos, algumas só mesmo pela beleza estão na WWE e outras por causa deste novo programa “Total Divas”.
    Divas como Aksana, Cameron, Rosa Mendes, Eva Marie e Jojo são divas que são bonitas, mas, talento, seja em ringue, seja como personagem, deixam muito a desejar.
    Kaitlyn e Naomi e Layla são aceitáveis, Naomi é boa in-ring, mas, é limitada no resto, Kaitlyn é, em geral, razoável e a Layla acho que é um bocado sobrevalorizada, é aceitável em ringue, mas, no resto não é assim tão talentosa como a qualificam.
    Tamina é uma diva que considero ser uma das melhores em ringue, talvez só atrás da Natalya, ou perto da melhor e que acho que devia ter mais tempo, combates e ser melhor aproveitada, na TNA seria uma boa diva e faria combates muito bons, de certeza.
    Natalya é uma diva que aprecio bastante e que acho que tem sido mal aproveitada, não é perfeita em termos de carisma, mas, tem muita qualidade in-ring e gostava que fizesse o turn para heel e que a sua personagem fosse focada no seu talento de ringue, acho que bem aproveitada pode ser uma grande diva, agora acompanhar The Great Khali´s e Hornswoggle´s é que não.
    Quanto ás Bellas, não gosto muito delas, são lindas, mas, não sou assim grandes actrizes e mesmo em ringue não são nada de especial, mas, por serem bonitas e estarem no programa “Total Divas” e também por estarem a namorar com os dois faces mais importantes da companhia, neste momento, são os motivos para terem este protagonismo.
    A AJ, nada a dizer, é a minha favorita do Main Roster, é como se fosse o Punk feminino, como se costuma dizer e como o Punk é o meu lutador preferido da era moderna, a AJ tem que ser a minha favorita, desde que chegou ao Main Roster que começou a revolucionar a divisão feminina e esta promo foi só o culminar desse trabalho que tem desenvolvido ao longo do tempo que está no main roster, foi uma história de wrestling semelhante ao Punk e gosto muito dela. Acho que é boa in-ring, tem melhorado cada vez mais e no resto é perfeita.
    Quanto ao NXT, tem lá divas muito talentosas e cada uma tem qualidade á sua maneira.
    Paige é a minha favorita, Muito Bonita, Sotaque perfeito, roupa e gimmick fixes e que combinam com ela, carisma, e em ringue tem qualidade e agressividade, vai ser top no futuro, gosto muito dela.
    Emma é uma diva que também aprecio, Bonita, tem uma gimmick engraçada e divertida, é carismática e tem uma dança esquisita, mas, que consegue empolgar e meter os fans a dançar com ela e é muito divertida e é engraçada a falar, no ringue tem melhorado e com trabalho e o passar do tempo pode vir a ser uma boa diva.
    Summer Rae é uma espécie de Maryse, em termos de gimmick com algumas coisas de Kelly Kelly, não tem a qualidade da Maryse, mas, é muito melhor que a Kelly Kelly, em ringue é boa, tem carisma, tem maldade, é uma boa heel e pode ser uma diva a ter em conta.
    Bayley é uma diva interessante, tem uma personagem que lhe fica bem, é fofa e bonita, faz mesmo uma pessoa gostar dela e ter pena dele e fica-lhe bem essa gimmick, em ringue não é má e vai ter tempo para evoluir, é muito querida e é uma diva que gosto porque ela e a sua gimmick fazem gostar dela.
    São estas as principais divas do NXT.
    O Total divas é um programa interessante, para vermos o que se passa no backstage, trabalhadores que não vemos no dia-a-dia, conhecer melhor a vida pessoal de alguns wrestlers e divas e como são (personalidade) no dia-a-dia, algumas coisas são feitas, mas, mesmo assim dá para ver, só não concordo que usem o wrestling, feuds e storylines para as divas que entram no programa terem protagonismo.
    A AJ vai perder o titulo no Night of Champions por isso mesmo, é o mais provável, a perder que seja para a Natalya que até merece e é a mais talentosa de todas as divas do programa, é a única situação “aceitável”, para as outras é um disparate e vou detestar.
    Espero que comecem a apostar em quem tem talento e não quem é só bonita e não tem mais nada, ainda por cima, muitas vezes, por causa de um Reality Show, queremos ver beleza, wrestling, feuds e storylines de qualidade e há muitas divas que tem todos esses pontos e nos podem dar espectáculo com esses pontos e aumentar o nível da divisão feminina.

    • Guilherme - há 3 anos

      Summer Rae não chega nem nos pés do que a Maryse foi dentro da companhia, Maryse tinha mais carisma que qualquer outra Diva, acho que até Aj não consegue chegar as pés da Maryse!

      • Tunes9 - há 3 anos

        Se isso é uma afirmação sua concordo, se está a dizer-me isso porque eu disse contrário então leia de novo, porque foi isso que eu disse.

  13. who - há 3 anos

    AJ é tão overrated. Não vejo nada de bom nela. Quem deveria ter feito essa promo é a Natalya. :)

    • danielLP21 - há 3 anos

      Natalya, essa mulher carismática…

    • Tunes9 - há 3 anos

      O comentário que fiz em baixo é como resposta a ti, desculpa lá enganei-me.

    • ThaGr8One - há 3 anos

      A Natalya, exacto… Faz todo o sentido, especialmente quando iria estar a criticar um programa do qual ela faz parte! LOL. A AJ não é overrated, ela é a melhor Diva actualmente, e acho que não há dúvidas disso. Porquê? Bem, porque é uma Diva que conseguiu manter um reinado decente e que revolucionou, (como foi dito) praticamente sozinha, a divisão à qual pertence. Nenhuma das Divas do roster (exceptuando a AJ) seria capaz de produzir tal promo, aquilo foi uma promo à Punk, literalmente, e ninguém melhor para a fazer que ela. Já agora (e não tendo nada contra a Natalya), por alguma razão a AJ esteve ligada a estrelas como Daniel Bryan, Ziggler, Punk, Cena e Kane e a Natalya continua ligada ao Khali… Just saying.

  14. Tunes9 - há 3 anos

    Pela história de vida e pela sua carreira, a AJ foi a diva certa para fazer aquela promo, a Natalya é uma executante excelente in-ring, mas, se fosse ela a fazer a promo acho que ficaria mal e nada de mais, além de que ela é uma das participantes do “Total Divas” e veste-se e age da mesma maneira que as outras divas e a AJ falou disso e não faria sentido ser a Natalya, a AJ não é overrated, está onde merece e estar onde está pela sua ambição, garra e trabalho, concordei com tudo dito na promo, menos na parte em que ela disse: “I didn’t get here because I was cute…”, porque acho que ela é muito bonita, mas, percebi que não foi neste sentido que ela falou, mas, sim que não tem aquele aspecto de mulher alta, com os vestidos e os saltos altos, etc, mas, isso pouco interessa quando existe talento, Grande AJ, a minha diva favorita do Main Roster desde que chegou, merece tudo!!!. :)

    • who - há 3 anos

      Achei a promo sem sentido, pois a AJ se enquadra com o resto da divisão. Naomi e Natalya são melhores do que ela e pode ter certeza que querem tanto quanto ela, mas não recebem a ibope que a AJ tem. Essa que, desde que entrou no roster principal, não mostrou nada demais in ring. E além disso tem uma mic mediana (que todo mundo paga pau). A voz dela é irritante e ela faz diversas expressões há todo momento, como uma retardada, o que é desnecessário. Se acham essas promos boas, é porque não viram Melina e Trish (heel) no mic.
      E sim, ela é overrated. Porque quando não tinha esse belt, vivia no ME metida nas feuds dos superstars. A WWE e vocês estão dando ibope demais para alguém que só tem uma gimmick ~diferente~. :)

      • danielLP21 - há 3 anos

        Naomi superior à AJ… Esta já me fez ganhar o dia xD

      • Ribeiro46 - há 3 anos

        Ibope = Push?

      • who - há 3 anos

        AJ = “CM Punk da Divisão Feminina”
        Acho que você ganhou o dia com essa, né! rs

      • Tunes9 - há 3 anos

        São opiniões e gostos e isso não se discute, respeito a sua opinião e tenho a minha.

  15. who - há 3 anos

    Ah, esqueci de citar que ela foi até GM em pleno RAW 1000. De tão over… Pena que não chega nem aos pés da Steph.

  16. LuisMPBO - há 3 anos

    *Mantendo o meu recente e estranhamente casuístico hábito de ser o último a comentar o OF…*
    Mais uma vez, excelente artigo.
    Estou totalmente de acordo com… tudo.
    O roster atual de Divas da WWE é demasiado medíocre. A única Diva do main roster que é completa é a AJ. De resto, todas falham em vários ou imensos aspetos. O simples facto de a WWE só ter 14 Divas (se não me engano) e, com um roster feminino tão curto, haver lugar para wrestlers (se é que podem ser chamadas disso…) como Aksana, Cameron, JoJo e Eva Marie é deprimente. Mas, tal como tu, acho que há esperança tendo em conta o NXT, onde encontramos várias Divas superiores a 2/3 daquelas presentes no main roster atual.
    A tua descrição da promo da AJ foi perfeita. Tudo o que disseste que era suposto que ela fazer os fãs sentir, eu senti. Que mark que eu fui durante o segmento. Funcionou na perfeição. A WWE conseguiu formular uma storyline com pés e cabeça, agora é esperar que continue assim. E, de facto, é impossível que a AJ não seja a favorita dos fãs no NOC, mas isso também não há de ser um grande problema.

  17. ThaGr8One - há 3 anos

    Luís, desculpa desiludir-te, mas desta vez não és o último!

    Adjectivos para descrever isto? Alguém se lembra de mais algum (positivo, obviamente) que não tenha sido já usado? É que eu não!

    A tua escrita é fantástica, a maneira como abordas os assuntos também o é e este não foi excepção! É complicado para um cronista arranjar tema para falar todas as semanas e produzir artigos bons consecutivamente, mas porra mulher, tu fazes isso melhor que ninguém! É um gosto todas as semanas acompanhar este espaço e ler as coisas que escreves, pois nunca cansa! Tive o privilégio de num dos meus artigos para o concurso ver a minha maneira de escrever e abordar os assuntos comparada com a tua, foi uma honra!

    Mas bem, relativamente ao conteúdo em si: A AJ é a melhor Diva da divisão, ponto final, não tem discussão possível. Ela tem evoluído bastante nestes últimos tempos esta feud com a Kaitlyn e a mais recente promo serviram para exemplificar exactamente isso. Poucas foram aquelas que marcaram a diferença na divisão feminina da WWE, mas AJ é sem dúvida uma das que irá ficar na história por tudo aquilo que até hoje ofereceu à empresa. Só espero que não acabem o reinado dela naquele combate no Night Of Champion apenas e só devido a um reality-show que de real tem muito pouco. Será triste ver tal coisa acontecer, seja qual for a Diva escolhida para ficar com o título (Naomi, Natalya ou Brie).

    Quanto à divisão feminina do NXT, sem dúvida que é uma divisão com destaque e que promete no futuro. Vejamos no futuro o que acontece e quem será a primeira NXT rookie a subir ao main-roster.

    Mais uma vez, excelente artigo Salgado, mais um dos 145 que já produziste!

    PS: Sei que não és muito de comentar, mas tinha uma pergunta para te fazer. Acreditas na estreia de Paige como Paul Heyman Girl, ou achas que por enquanto se vão cinjir à divisão masculina para atribuir essa chance?

    • Salgado - há 3 anos

      Primeiro que tudo, muito obrigado pelos teus largos elogios. Sinto-me extremamente lisonjeada que os artigos sejam bem recebidos por todos.

      Relativamente à tua questão, pessoalmente não acredito. Não estou a ver a WWE a fazer isso e penso que tal ideia irá cinjir apenas à divisão masculina. Heyman poderá apoiar Paige de forma indirecta, quando esta chegar ao roster principal, mas torná-la “Paul Heyman Girl” já não acredito.

      Sinceramente, não estou a ver a WWE a perder tempo com as Divas dessa forma. Seria gastar os atributos de Heyman numa situação que nunca ficaria à altura do seu valor e distinção de “Paul Heyman Guy/Girl”.

      Paige é extremamente talentosa e não haveria problemas em colocá-la com Heyman, mas facto é que as suas rivalidades e a sua situação nunca estarão à altura de Paul Heyman enquanto esta for uma das for uma das poucas – muito poucas, diga-se de passagem – Divas que consegue de facto ter um bom combate no roster principal.

      Já imaginaram Paul Heyman a promover uma rivalidade na divisão de Divas, a usar o seu enorme talento para a valorizar e fazer com que os fãs se preocupem, apenas para depois ser um combate envolvendo uma das Bellas? Um combate que, à partida, não vai mesmo corresponder às expectativas?

      Seria desperdiçar e banalizar esta associação e magia que Paul Heyman trás consigo.

      Não tenho quaisquer problemas ou reservas em ver Paul Heyman trabalhar com as Divas caso valha a pena e a Divisão tenha mais talento consolidado.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador