Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Opinião Feminina #178 – A True Roller Coaster

John Cena é a maior estrela da indústria do Wrestling Profissional dos últimos anos. A sua posição no card tem sido constante nos últimos anos e apenas reafirmada pelos seus recentes combates com The Rock. Nada disto é novidade. Estamos fartos do constatar.

Porém, este continua a ser o talento mais difícil de gerir. Ou, melhor dizendo, o talento cuja gestão é mais complicada de aceitar. Para a WWE, a gestão de John Cena é bastante simples e resume-se a fazer todos os possíveis para maximizar o seu rendimento. Mesmo que isso implique não alterar absolutamente nada. Afinal, sempre se disse que em equipa vencedora não se mexe.

Mais uma vez, não há quaisquer novidade. Isto são tudo argumentos e discussões que os fãs têm tido ao longo dos últimos anos.

Todavia, quando a WWE decidiu investir em Bray Wyatt e colocá-lo num combate contra John Cena na Wrestlemania, acreditei que tal significasse que Wyatt não seria sacrificado, como muitos outros foram antes dele. Que o diga Wade Barrett. Felizmente, Bray Wyatt tem algo que outras vítimas não tinham: uma incomensurável quantidade de talento e paixão. E, como muitos dizem nesta indústria, talento acaba sempre por prevalecer.

Esse é o único aspecto que tem mantido Bray Wyatt a salvo do enorme receio que a WWE tem de deixar de lucrar com John Cena.

Este receio leva a WWE a tentar compensar a personagem de John Cena por situações que o fã mais comum nem questiona. Sempre que John Cena mostra alguma vulnerabilidade, a WWE sente a necessidade de compensar com uma vitória desnecessária, um reinado fútil ou uma série de piadas sem graça. O intuito é passar a mensagem que John Cena não ficou afectado.

John Cena representa tanto na WWE, que a companhia não se mostra disposta a correr riscos, mesmo que para nós, estes não existam. Quando digo para nós, refiro-me à porção adulta e, de certa forma, mais conhecedora da audiência. Algures, devem existir jovens fãs que receiam e sofrem por John Cena, tal como muitos nós um dia sofremos.

Esta atitude da WWE não é de agora. Todos a conhecemos, reconhecemos e nos queixamos dela. E é exactamente por isto que não fui fã de algumas atitudes de John Cena durante a rivalidade com Bray Wyatt. Na última edição que discuti este assunto critiquei apenas as piadas e a atitude jovial de Cena, sem fazer a mínima ideia que logo no dia a seguir este iria ter um suposto “ataque de pânico”.

Tal não foi algo que tivesse gostado particularmente. Não odiei, mas deixou-me bastante receosa por várias razões. Primeiro, a progressão da história deixou de fazer qualquer sentido. Não faz sentido apresentar uma versão sorridente e comediante de John Cena numa semana e mostrá-lo a ter “ataques de pânico” apenas duas semanas depois.

A evolução da personagem de John Cena perante a apresentação de Bray Wyatt deixa de ter qualquer sentido. A WWE não está a apresentar uma história entre o bem e o mal, onde Bray Wyatt tenta usar as suas influências na constante que é John Cena. O que a WWE está a apresentar é as suas próprias inseguranças.

Por um lado, a companhia quer apostar em Bray Wyatt porque, tal como muitos fãs, vê o potencial deste. Bray Wyatt tem todas as ferramentas necessárias para ser uma das maiores estrelas da companhia ao longo dos próximos anos. Tal é inegável.

No entanto, o receio de tornar John Cena vulnerável e as possíveis consequências de tal gesto levam a companhia a constantemente mudar de direcção. Numa semana, John Cena está assustado e a promover o poder de Bray Wyatt. Na outra seguinte, a WWE cancela tudo o que foi apresentado até ao momento com algumas piadas, porque quer garantir ao público mais jovem que o seu herói não se deixou afectar.

Não existe qualquer fluidez ou coerência no contar desta história.

A segunda razão pela qual não gostei do suposto “ataque de pânico” é o combate na Wrestlemania. Quanto mais vulnerável John Cena fosse retratado, mais tentada estaria a WWE a dar-lhe a vitória. Sempre defendi que John Cena precisa de ser sério quando lida com Bray Wyatt. A atitude dos adversários de Bray Wyatt para com ele é o que vai ditar a sua credibilidade. É mais importante que qualquer vitória ou derrota, no entant, é um facto que uma vitória na Wrestlemania face a John Cena teria ajudado bastante.

Não fiquei terrivelmente desapontada com a derrota, porque senti que a performance de Bray Wyatt foi fenomenal. Wyatt, desde a sua entrada, foi apresentado como uma estrela e portou-se como uma estrela. Bray Wyatt convence os fãs, ou pelo menos convence-me, que a sua personagem não é apenas uma personagem.

A forma como se Wyatt se mexe em frente à câmara e muda de tom ao longo de uma promo é hipnotizante e exige a atenção absoluta dos fãs. Bray Wyatt é uma das provas de que uma apresentação orgânica e natural é uma apresentação vencedora. É impossível tirar os olhos de Bray Wyatt durante uma promo e este conseguiu transladar essa sensação para os seus combates.

Os seus maneirismos durante o combate e a história que estava a tentar contar foram provas do sucesso que esta personagem pode ter. Bray Wyatt é único. O combate em si foi um pouco desapontante, dadas as expectativas, mas estes pequenos detalhes na performance de Bray Wyatt compensaram. Mesmo assim, a decisão da WWE de dar a vitória de John Cena, de forma limpa, não deixou de ser frustrante.

No ano passado, John Cena venceu The Rock. E, mesmo que não tivesse vencido, uma derrota contra Bray Wyatt não significa nada na sua carreira. Absolutamente nada.

Uma vitória de Bray Wyatt na Wrestlemania XXX, um dos eventos mais importantes dos últimos anos, contra John Cena, a maior estrela dos últimos anos, significaria tudo. Era algo que Bray Wyatt poderia usar para se gabar até ao fim de carreira e funcionaria na perfeição.

Tenho grandes esperanças na personagem de Bray Wyatt. Acredito mesmo que este tem o talento, a paixão e apresentação suficiente para sobreviver a grandes erros. Por isso, prefiro ver esta derrota na Wrestlemania como apenas uma oportunidade desperdiçada, embora signifique mais que isso. Esta derrota é outra prova da falta de coerência desta história.

O Extreme Rules sempre foi o pay-per-view com as desforras dos combates da Wrestlemania. No entanto, a estipulação do combate de Bray Wyatt e John Cena faria mais sentido se John Cena tivesse perdido devido a interferência. Não foi isso que aconteceu. John Cena, como sempre, superou as dificuldades e, mesmo estando em desvantagem numérica, venceu de forma inquestionável.

Que sentido faz ter então um combate de Jaula? Que sentido faz ter John Cena a propô-lo? E, porque será que, depois da edição de Elimination Chamber que tivemos este ano, tenho a sensação que esta estipulação é apenas sinónimo de mais interferência, quando é suposto evitá-la?

O facto da estipulação sem sentido ter sido proposta num segmento absolutamente ridículo também não ajudou. E é com as imagens manipuladas que John Cena volta exactamente ao início.

Esta brincadeira das imagens manipuladas é usada frequentemente pela WWE. Raramente tem alguma piada ou acrescenta algo às rivalidades em questão. Uma das vítimas deste sentido de humor tão brilhante foram os Nexus. John Cena também apresentou uma montagem com eles. Será que John Cena se lembra do que aconteceu aos Nexus?

Mais uma vez, no espaço de uma semana, John Cena deixa de ser agressivo e estar no limite de ceder à pressão psicológica de Bray Wyatt, para passar novamente a gozar com ele através de piadas que têm tudo menos piada e são incrivelmente despropositadas. Não acrescentam nada à história, nem ajudam Bray Wyatt. John Cena venceu Bray Wyatt e gozou com ele. Como é que isso faz de Bray Wyatt credível?

Suponho que, de acordo com a construção que tivemos até à Wrestlemania, John Cena ainda tenha um outro ataque de pânico antes do Extreme Rules.

Felizmente, o trabalho de Bray Wyatt é tão sólido que consegue sobreviver a estes disparates, conseguindo destacar-se na mesma. No entanto, questiono-me até quando é que isso irá durar.

Embora compreensível, é incrivelmente frustrante o receio que a WWE tem de perder o valor de John Cena, pois quando é bem feito, faz maravilhas. O combate que John Cena teve, antes da Wrestlemania, com Luke Harper foi prova disso. Harper foi extremamente valorizado e a forma como o segmento acabou, com John Cena atado às corda e a máscara na face, foi brilhante.

Não foi demais, nem exagerado. Foi exactamente aquilo que esta rivalidade deveria ter sido. Infelizmente, esta rivalidade tem sido tudo menos constante e lógica, salteando entre grandes momentos e momentos embaraçosos e desnecessários. É mesmo triste que a WWE não tenha conseguido manter uma história de semanas consistente, quando consistência é uma das chaves para o sucesso de qualquer apresentação.

Esta rivalidade deveria ter sido simples e, durante um certo período de tempo, estava a resultar. Os fãs, que fazem sempre questão de mostrar a sua embirração amigável para com John Cena, estavam a apoiá-lo contra Bray Wyatt. Tal é algo que, pessoalmente, não esperava.

A dicotomia do Bem contra o Mal estava a funcionar e os fãs mostraram o seu apoio a John Cena. É frequente ver os fãs a não reagir da forma que a WWE pretende, por vezes estragando a dinâmica de uma história e forçando mudanças e adaptações. Passou pela cabeça de muitos fãs que tal fosse acontecer nesta. A WWE esteve bastante perto de conseguir fazer a história funcionar. Prova disso foi a reacção dos fãs quando John Cena usou a vestimenta típica da Wyatt Family e atacou Bray Wyatt.

John Cena não precisava de ser mais do que aquilo que já é. O herói nobre que enfrenta os seus medos e é testado frequentemente. Era o herói perfeito para as características de Bray Wyatt. Era a história perfeita para os jovens fãs da WWE e de John Cena. A história em que John Cena era confrontado com os seus medos e, eventualmente, enfrentava-os. Era demasiado simples para ser apresentado desta forma.

No que toca ao Extreme Rules, acredito que Bray Wyatt vença, embora duvide que signifique muito. Uma vitória no Extreme Rules não se compara a uma vitória na Wrestlemania. Mesmo assim, acredito que Wyatt irá consiguir tirar o melhor proveito possível da mesma.

Receio a interferência da Wyatt Family. Depois do que se passou no Elimination Chamber, onde a WWE recorreu repetidas vezes a interferências para solucionar as suas histórias, receio que o repita, apenas porque quer compensar a potencial vulnerabilidade que John Cena irá evidenciar ao longo das próximas semanas.

Não seria o fim do mundo, mas não deixaria de ser uma decisão frustrante. Espero estar enganada e não ver os meus receios confirmarem-se.

Independentemente destes altos e baixos, acredito firmemente que Bray Wyatt vai ser uma grande estrela. Esta personagem garante-lhe uma carreira de sucesso. Tal como disse há várias semanas, basta conseguir adaptar-se e evoluir com o passar dos anos, como por exemplo, Undertaker fez, e tem a carreira feita. E, com isso, lucramos todos nós. Enfim, da minha parte não há muito mais a dizer. Desejo a todos uma excelente semana e até à próxima edição!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

36 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    Excelente artigo. Eu sou da opinião que o problema da feud tem sido esses pequenos momentos de gozo do Cena que tornam a historia inconsistente e fragiliza a historia. Mas o Bray tem o poder de sobreviver a todas essas asneiras, o que só mostra que ele ao contrario do Barrett vai sobreviver a isto tudo, e ele vai ser uma grande estrela.
    Ele, tal como a ti já me convenceu, já me tinha cativado no NXT, e valeu a pena estar na lista tal como tu daqueles que tiveram paciencia e apoiaram o homem, mesmo quando duvidaram das performances dele no ringue( como já tínhamos falado antes da Mania). A performance dele na Mania foi fantástica, ´magica, ele consegue prender alguém ao ecrã com as historias que conta no ringue.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Sinceramente, quando vi Husky Harris, tanto no NXT como no roster principal, não fazia a mais pequena ideia que este seria capaz disto tudo. Graças a isso, fico sempre agradavelmente surpreendida com o seu trabalho.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim mas o Wyatt do NXT( com esta gimmick) já me tinha chamado a atenção. Claro que o Husky com Motor Ferrari( como ele dizia) não me dizia quase nada.

      • Salgado - há 3 anos

        Ah sim, isso sim. Aliás, qualquer pessoa que tenha assistido ao trabalho de Bray Wyatt no NXT conseguia ver que ele tinha imenso potencial.

  2. MicaelDuarte - há 3 anos

    Excelente artigo.

    Infelizmente, também acho que esta rivalidade tem sido composta por altos e baixos… Basta recordar a Raw após a WrestleMania, no combate de 3vs3, em que a Wyatt Family vence o combate e, logo de seguida, as câmaras filmam o Cena no chão, já fora do ringue, com um olhar assustado e uma expressão corporal que transmitia medo. Uma semana depois, está o Cena a fazer piadas sobre a Wyatt Family… De qualquer das formas, não achei o segmento tão “trágico” devido à forma como o Bray Wyatt deu a volta e respondeu ao Cena depois de ter sido gozado.

    Tal como tu, também acredito que os restantes membros da família irão interferir no próximo combate, o que é uma pena. O Wyatt deve vencer o próximo combate, e deveria fazê-lo de forma limpa (o que é altamente improvável).

    Eu já acompanho o Wyatt desde o NXT e acredito que ele suporta estes erros, tal como tem suportado outros que já ocorreram desde que se estreou no plantel principal. O Wyatt sempre correspondeu às expectativas e, muitas das vezes, acabou por superar estas expectativas, por isso acredito que daqui para a frente continuará a ser igual.

    Eu tenho gostado bastante das “performances” dele em ringue, e a da WrestleMania não foi excepção.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      A sorte de Bray Wyatt, e o que o distingue de muitos outros, é isso mesmo: a sua capacidade de transformar qualquer problema em algo que o beneficie. Sem dúvidas que Bray Wyatt consegue dar a volta por cima, mas não é por isso que certas situações deixam de ser inevitáveis.

      Não vale de nada ter uma personagem como Bray Wyatt, quando um lutador não é capaz de a levar a sério durante meia dúzia de semanas consecutivas. Bray Wyatt é fantástico, mas não vai muito longe enquanto a WWE não usar alguma consistência nas suas rivalidades.

  3. JoãoRkNO ® - há 3 anos

    Bom trabalho . É caso para dizer que o Cena ” tem se esticado um bocado ” em relação ás piadas que não tem piada nenhuma, não vejo a vantagem que ele tira daí, é mau para ele, mau para o Bray e acima de tudo, mau para a feud . Não vou ser hipócrita ao dizer que sempre acreditei nele no ringue, porque tal não se sucedeu, devido nos primeiros tempos do seu debut estar simplesmente a fazer um incrível trabalho no Mic, no ringue era pouco utilizado, mas nos últimos tempos rendi-me completamente . Posso dizer-te que desde o Rumble até agora, a qualidade dos combates foi do excelente-magnífico a surreal, em fantástico em tudo o que faz, merece tudo e mais alguma coisa .
    Boa páscoa .

  4. patinho Donald - há 3 anos

    Sempre a criticar o Cena.
    Eu até percebo porque a inveja é muita.

  5. CashDaniel's - há 3 anos

    Já passou da hora do John Cena mudar esta gimmick de palhaço, porque pelo amor de Jesus Cristo, enche o saco. Eu fui um fã de John Cena quando tinha uns 10 anos, cheguei a chorar quando ele perdia ou alguém o atacava. Hoje tenho 17 anos, e depois de ver Chris Jericho, Roddy Piper, Shawn Michaels, Edge, John cena é só uma pequena memória kkk. Quanto a rivalidade, sabemos que a WWE(Authority) vai dar quase que todo apoio ao Cena, dando vitórias, mais piadas sem graça e etc. Mas quanto ao público, estou confiante ele dê apoio ao Wyatt. Quem viu a luta Wyatt Family e Cena & Sheamus & Big E na Raw pós WM, viu um público ovacionando os Wyatt em sua entrada, gritando o nome de Bray, Eric Rowan e Luke Harper, e bastava o Cena ou alguém do trio dele bater em um Wyatt, que os boos vinham a tona. Espero uma vitória do Bray na Extreme Rules, mas não só uma vitória qualquer, mas uma vitória que humilhe o Cena e que mude a gimmick dele, o que é meio impossível, mas…

    • Salgado - há 3 anos

      Foi exactamente por existirem casos desses que referi que muitos de nós já sofreram, em tempos, com o Cena.

      Tudo pode acontecer, é uma questão de esperar para ver.

  6. David Silva - há 3 anos

    Não acho que alguem aqui tenha inveja do Cena,só que se você é fã do Cena acampanhou a carreira do mesmo viu o que ela foi nos seus primórdios e ver no que a WWE o tornou nos ultimos anos é dificil de gerir.

    E sei muito bem que se não fosse o receio da empresa em mexer com esta imagem de super herói que criaram pra ele nos ultimos ele poderia sim lutar muito melhor do que luta hoje.
    E quando se critica o Cena e principalmente a WWE é na questão que já estamos batendo na tecla a anos a promoção de novos talentos.
    Alguns anos atrás era pra ele ajudar a promover a stable NEXT e tudo o que ele fez por ter um ego grande demais foi enterrá-los.
    Outra coisa Cena tem um histórico imenso de vitórias na Wrestlemania,vitórias contra Shawn Michaels,Triple H,The Rock entre outros qual diferença faria uma vitória a mais ou a menos na carreira dele.Absolutamente nenhuma.
    Já para Bray Wyat teria signnificado muito ajudaria a eleva-lo más de novo tem que prevalecer o super herói ou o super ego.
    Daqui a alguns anos não teremos John Cena,Randy Orton,Batista,Triple H,Sheamus,Kane,Big Show,Rey Mistério e as pessoas apercebem-se disto e começam a cobrar por coisas novas pois elas terão a obrigação de manter o nome da empresa.
    E muitas vezes ao invés de promove-los a empresa insiste em enterrá-los.
    Felizmente Bray Wyat teve uma performance que o engrandeceu mesmo tendo perdido o combate e se a WWE e o ego de certas pessoas não porem tudo a perder como já vimos outras vezes ele tem tudo para ser um futuro astro.

    E não me esquecendo excelente artigo como sempre.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Exacto, por isso é que não quis perder muito tempo em, como disseste, bater no mesmo assunto, quando é algo que já discutimos há anos. Preferi deixar como referência na introdução.

  7. Salgado - há 3 anos

    Obrigado :)

    Sim, quando Bray Wyatt era Husky Harris não tinha qualquer espécie de fé nele, nem nunca me passou pela cabeça que fosse tão longe.

    Igualmente :)

  8. Salgado - há 3 anos

    Na realidade, a crítica é mais dirigida à forma como a WWE gere o Cena. Aliás, tal foi especificado logo num dos primeiros parágrafos.

  9. Julio - há 3 anos

    Excelente Artigo Salgado
    Eu acho que o Cena assim como muitos pensam tem que mudar de gimmick o problema ele que lucra a WWE a chance de mudar a gimmick e muito pouca.
    Concordo com você na parte em que o Bray Wyatt tinha que vencer na WM e como é steel cage ai sim o Cena deveria vencer acho que se a WWE apostar no Bray ele não vai desapontar.

  10. PANK JAMAICA - há 3 anos

    Caramba,que belo artigo amigo.Um dos melhores que eu já li no Site.

  11. danielLP21 - há 3 anos

    Ahahahah!

  12. danielLP21 - há 3 anos

    Nada a acrescentar. Excelente trabalho.

  13. BrayWyatt - há 3 anos

    Bray Wyatt é genial , ele colabora em suas promos e quando aquele cara , pega um microfone você sabe que dali vai sair algo bom,mas voltando o assunto bray e cena , nunca esperei que o bray vencesse por que do outro lado tem o super cena 8 anos como principal cara da empresa , querendo ou não é a verdade , comcordo com o(a) salgado que quando alguem faz uma piada com o bray ,ele tira a seriedade da grimninck do bray , sem comparar , é como a do taker , não combina fazer piadas ,bom artigo comcordo com quase tudo retratado

    • Salgado - há 3 anos

      Nota-se bastante isso no seu trabalho. A diferença entre o trabalho de alguém que contribui para a sua própria personagem e o trabalho de quem se limita (ou é forçado) a seguir apenas as directrizes dadas é imensa.

      Obrigado :)

  14. Tunes9 - há 3 anos

    Excelente artigo, como sempre, Parabéns! Salgado. :-)

    Quanto ao tema, concordo com praticamente tudo, a feud foi sempre inconstante e umas vezes o Cena tinha medo e dava credibilidade aos Wyatts e outra estava a rir-se e a gozar com eles, até podemos entender como ele a disfarçar o seu medo em piadas, como se risse para não chorar, mas torna tudo mais difícil, a vitória do Cena na WM XXX foi ridícula, como é que ele sozinho pode vencer três Homens enormes e fortes que são supostos “monstros diabólicos”, depois as piadas não ajudam nada, todos sabemos que a WWE é scripted, mas é suposto dar a entender que é verdade, correcto??? então o Bray Wyatt é suposto ser aquilo que a sua personagem demonstra, o Cena com as piadas apenas está a dizer que ele não passa de uma farsa e é como se lhe retirasse a personagem naquele momento e ele passasse a ser simplesmente, um Homem chamado Windham Lawrence Rotunda, nada mais, isso tira qualquer credibilidade ao Bray Wyatt e só estraga todo o trabalho que tem sido feito e o possível sucesso deste superstar.
    O Cena é o verdadeiro “enterra” da WWE, mas ele não tem culpa, a WWE é que tem, os Nexus foram “queimados”, o Barrett podia ser um Main-Eventer e podia estar como o DBryan, mas depois dos Nexus teve que dar 1001 voltas para voltar a encarreirar, parece que pode ser desta como Bad News Barrett, esperemos que sim, mas isto atrasa a evolução dos Superstars, mas gostei da parte em que o Bray Wyatt disse que o Cena, sempre que se sente encurralado e encostado à parede, tem necessidade de ir buscar as suas piadas para se safar das situações, foi storyline, mas ele disse a verdade, o que vale é o Bray Wyatt tem um talento enorme e sempre que cai, ele consegue inventar algo e dizer algo com tanta convicção e qualidade, que as pessoas acreditam e ele volta a ter credibilidade, penso que é isso que o vai safar e ele vai tornar-se numa “estrela”, acredito a 100%.
    É difícil para mim entender como é que o Husky Harris, que não me retirava qualquer sentimento e emoção, que parecia não ter assim tanto talento, se tornar neste fenómeno, um talento de outro Mundo, isto demonstra que as pessoas podem ser talentosas, mas se não tiverem as oportunidades certas e trabalharem, não vão conseguir alcançar o seu potencial completo, o Bray Wyatt recebeu esta personagem que encaixa com ele, trabalhou muito, nunca desistiu e os resultados estão à vista, ele merece e nos podemos desfrutar deste “monstro”, sou fan dos Wyatts e espero que a WWE comece a fazer as coisas bem, que não haja interferências, que o Bray vença no Extreme Rules e que os Wyatts saiam por cima na feud. #FollowtheBuzzards :-)

    • Salgado - há 3 anos

      Muito obrigado :)

      O Wade Barrett é, na realidade, a grande vítima do falhanço dos Nexus, pois tinha tudo para estar agora noutro patamar.

      • Tunes9 - há 3 anos

        Devemos elogiar e dar os Parabéns a quem merece e gostei bastante deste artigo, portanto de nada ou como diz o outro: “You’re Welcome”. :-D :-)

        Sem duvida, espero que o Wade Barrett tenha o destaque que merece e um “push” aceitável, pelo menos, já recuperou alguma da popularidade que chegou a ter. :-)

      • Salgado - há 3 anos

        Ohmm :) Esperemos que dure! :)

      • Tunes9 - há 3 anos

        Yep, esperemos que sim. :-)

  15. Matlock - há 3 anos

    Não concordo absolutamente nada que a vitória do Cena na WM30 tenha sido uma má decisão. Penso é que o timing desta feud foi péssimo. A Wrestlemania 30 é lugar para desfechos, culimanar de rivalidades, não para servir de capítulo introdutório a mais uma storyline. Estando o mal feito, com o timing da feud, a única solução óbvia seria a vitória do Cena. Agora até onde é que esta feud vai dar já é outra história… Sendo o John Cena a figura que é, não concordo com storylines que “ponham o seu legado em causa”, pois já se sabe para onde vai cair o desfecho. Espero que a família Wyatt continua a ter protagonismo, mas esperava outros rumos. Sempre pensei que fossem eles a lutar com o Undertaker, isso é que era.

  16. Hildo - há 3 anos

    Excelente Salgado! Não há muito a acrescentar mais uma vez.

  17. Salgado - há 3 anos

    Muito obrigado :)

  18. Tunes9 - há 3 anos

    Ninguém tem inveja do Cena, eu falo por mim, ele tem o que merece e trabalhou para isso, tem mérito, mas neste artigo está se a discutir a forma como a WWE o gere e nada mais.

  19. Salgado - há 3 anos

    É, de facto, bem visto. Sem dúvida que o timing está errado, mas compreenderia melhor a situação se John Cena sofresse algo com a derrota, o que não é o caso. Compreendo o que dizes e concordo, mas para cada caso e para cada erro, a WWE deve adaptar-se e escolher o meu caminho possível, dadas as circunstâncias.

    Na visão deles, uma vitória de Cena é o caminho certo, pelas razões que mencionei no artigo. Mas, facto é que quem tinha e tem mais a perder, é Bray Wyatt.

    Seria um interessante choque de personagens, sem dúvida.

  20. Barrett is back - há 3 anos

    “Que o diga Wade Barrett. Felizmente, Bray Wyatt tem algo que outras vítimas não tinham: uma incomensurável quantidade de talento e paixão”

    Nao sei se a comparação é com o Barrett mas se for não concordo pois acho o Barrett muito mais completo do que o Wyatt algum dia será.

    Quanto ao resto concordo com tudo de facto nao faz sentido algum estas mudanças de atitude radicais do Cena de semana para semana quando supostamente deveria estar furioso com os Wyatt simplesmente entra sorridente e a gozar com eles. De facto isto nao tem cabimento algum e com isto a wwe está apenas a fazer aquilo que sempre fez a acabar com as aspirações de outro superstar de chegar ao pouco. Não é que isso me faça diferença a mim até porque nao sou fã dos Wyatt mas já me fez no ano passado e vejo o Bray a passar pela mesma situação agora. Acredito que se as coisas forem levadas no rumo certo valorizando agora o Bray no Extreme Rules e dispensando mais segmentos do genero os danos possam ser minimizados.

    Nao acho que uma vitoria do Bray na wrestlemania fizesse uma diferença assim tao grande e só uma forma de gerir as coisas muito bem feita daria o sucesso garantido à familia porque afinal de contas o The Miz também venceu o john Cena na wrestlemania! E de que lhe valeu isso?

  21. Diogo7 - há 3 anos

    Excelente artigo Salgado.

    Concordo com a inconsistência da história. O Cena em alguns momentos está bastante sério, e noutros momentos está a gozar com os seus adversários. A sorte é que o Bray Wyatt consegue resistir a tudo isso porque é uma grande estrela.

    Momentos como aquele na RAW passada, fazem com que eu às vezes não goste nada do Cena. E eu não sou um “hater” porque quando ele faz as coisas bem, também o elogio-o. Como foi o caso na RTWM, que ele fez um excelente trabalho nesta “feud” até à WM, mostrando-se sério e com medo do seu adversário.

    Também acho que o Bray Wyatt vai vencer no Extreme Rules devido a uma interferência dos outros membros da família. Enfim, deveria de vencer limpo.

  22. Diogo Santos - há 3 anos

    Apesar de ser a primeira vez que comento ja ha mais de um ano que acompanho este site e agradeço pelo vosso trabalho de alta qualidade que me faz tornar-me um melhor intendedor de wrestling porque eu venho ca todos os dias para ler as noticias,shows ou para ler os maravilhosos artigos como este.Obrigado wrestling.pt!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Agora sobre o artigo eu concordo com quase tudo que foi dito no artigo ou nos comentarios,apesar de ser fã do cena tenho que ser sincero que ele esta estagnado e que nao eleva outro wrestlers mas para mim a culpa nao e dele mas sim da wwe nao tou a falar deste caso porque para mim bray wyatt nao vai deixar de receber um push por causa de perder na mania com o cena eu acho que ja foi muito bom para o bray e tenho quase a certeza que ganha no ER.O bray tambem ele tem umas mic skills que vai fazer lo um heel de topo.Para mim o que a wwe devia fazer era mudar o cena toda a gente quer que o cena volte ao thugnomics e voltar a ter as grandes promos que tinha esse sim conseguia fazer frente ao cm punk,e que ja tou farto como ja vejo wwe ha mais de 11 anos e o cena nao parece ele mas sim um palhaço a fazer piadas esempre a sorrir e e o mais forte que tudo,isto ja começa a fartar so para agradar as crianças.Para finalizar vou acabar com esta frases quando somos crianças so ligamos a coisas discartaveis como hoje temos um boneco que vai ser substituido por outro mas quando somos adultos ha coisas que ficam na memoria ou no caração por isso volta doctor of thuganomics!!!!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador