Opinião Feminina #179 – Death by Nostalgia

Não existem carreiras perfeitas. A ascensão perfeita ao topo que, mentalmente, fantasiamos para os nossos lutadores preferidos muito raramente acontece. E, mesmo quando acontece, não é garantido que dure.

Atingir o patamar de segurança, aquele que garante alguma estabilidade, é extremamente complicado. É preciso batalhar imenso, trabalhar ainda mais, ter grande talento e um bocadinho de sorte.

De todos os lutadores que vemos passar pelo roster da WWE, apenas uma pequena percentagem tem verdadeiras hipóteses de atingir esse patamar. De entre essa pequena percentagem, são muitos os que simplesmente ficam pelo caminho.

Quando um objectivo depende de tantos factores, é ridiculamente fácil ver o plano falhar por completo e simplesmente ver as mesmas pessoas, anos após anos, a continuarem a tentar e a reinventar-se.

Cody Rhodes é um exemplo de muitos. E, embora seja bastante jovem, Cody Rhodes está há sete anos no roster principal. Ao longo destes sete anos, Cody Rhodes ficou associado a várias equipas, a alguns momentos e a algumas personagens.

Mais importante que isso tudo, Cody Rhodes ficou associado às inúmeras tentativas que fez para ir mais longe, sem qualquer sucesso. A mais recente envolveu a sua parceria com Goldust.

Cody Rhodes e Goldust atingiram vários objectivos juntos. Conseguiram tornar uma rivalidade com Big Show, onde este estava envolvido indirectamente, interessante; gerar verdadeira emoção e interesse em torno  do seu combate, tornando-o no único que vale a pena rever de um pay-per-view absolutamente inútil (Battleground); forçaram a Autoridade a comportar-se como vilões que devem ser, tirando também o maior partido desta dinâmica e, mais importante que tudo isso, conseguiram ajudar a divisão de Tag Team.

Ora, é verdade que não conseguiram isto sozinhos. The Shield foram uma ajuda preciosa e, sem eles, nada disto teria sido possível, especialmente porque foi a vinda deles para o roster principal que voltou a colocar os combates de Tag Team em destaque. Não é por acaso que o main-event do Extreme Rules é um combate de equipas.

A verdade é que a Divisão precisa de mais que uma equipa e Cody Rhodes e Goldust conseguiram trazer de volta o interesse à divisão ao vencerem os Títulos numa situação tão comovente. O facto de conseguirem ter excelentes combates duas vezes por semana, quase todas as semanas, também ajudou imenso.

Durante uns meses, Cody Rhodes e Goldust foram verdadeiras estrelas. Mais uma vez, na carreira de Cody Rhodes, parecia que este estava novamente perto de ser lançado. Enquanto, por sua vez, Goldust parecia estar melhor que nunca.

Afirmei, na altura, que o envolvimento de Goldust não era algo que me cativava especialmente. No entanto, depois de ver a forma como a equipa, a divisão e, acima de tudo, os fãs beneficiavam da sua presença, foi complicado não ceder.

Quem diria que, aos 45 anos, veríamos Goldust a ter excelentes combates, semanalmente, ao lado de seu irmão? Foi um absoluto prazer ver Goldust regressar  com este tipo de produtividade.

É nesta altura da carreira de Cody Rhodes que os fãs se perguntam: “O que correu mal?”, pois algo acontece sempre, levando a que tudo corra mal. Esse algo dá-se pelo nome de New Age Outlaws.

Os New Age Outlaws são uma excelente dupla para usar em ocasiões especiais. Os fãs adoravam-nos, quando estavam no pico da sua carreira, e obviamente ainda sentem bastante carinho pelas suas memórias. No entanto, nem todos os lutadores nos seus 40 e 50 conseguem lutar ao nível de Goldust.

Goldust foi uma feliz excepção à regra. New Age Outlaws não o são.

Por alguma razão, a WWE tornou os New Age Outlaws campeões novamente, quando era claro que estes não tinham o que era necessário para acompanhar as outras equipas, como por exemplo, os Rhodes Brothers.

Desde então, os Rhodes nunca mais voltaram ao que eram. Esta decisão arruinou por completo o balanço que a equipa tinha. Infelizmente, também não fez nada pelos New Age Outlaws, como já se esperava, pelos Usos ou pelos The Shield.

Ninguém beneficiou com esta decisão. Os Usos venceram uma equipa, que ao contrário da anterior, claramente não conseguia dar luta e contribuir com os bons combates a que a divisão tinha habituado. The Shield, por sua vez, podiam ter arrasado com quaisquer três lutadores na Wrestlemania. Não teria feito qualquer diferença.

Os únicos afectados pelo reinado súbito dos New Age Outlaws foram Cody Rhodes e Goldust. Também não ajudou que, embora fossem retratados como heels, nem sempre New Age Outlaws se portaram como tal. O que também é compreensível, pois não é suposto estes serem vilões, afinal os fãs não queriam ver dois lutadores, na casa dos 40 e 50, a reinventarem-se e lutarem pelos Títulos de Tag Team.

Os fãs queriam sentir um bocadinho de nostalgia ao relembrarem o que em tempos adoraram naquela equipa. Não o queriam, certamente, sentir todas as semanas, pois quando é usada com frequência, a nostalgia perde todo o significado.

No momento em que os fãs tiveram de escolher entre apoiar Cody Rhodes e Goldust ou a equipa que os faz sentir nostálgicos, o destino da equipa de Cody Rhodes e Goldust ficou traçado. Mesmo que os New Age Outlaws tivessem feito um esforço enorme para serem apupados – o que não fizeram – não teriam sido bem-sucedidos, pelas razões referidas acima, e o efeito era o mesmo.

No fim do dia, os fãs assistiram a um combate de Steel Cage entre duas equipas que não queriam apupar, o que por sua vez, é uma ideia que não faz sentido. No fim do dia, os New Age Outlaws arruinaram o esforço e trabalho de meses que Cody Rhodes e Goldust tiveram, apenas porque têm uma entrada engraçada que as pessoas gostam de cantar em coro. É cruel colocar as coisas desta forma, mas é um facto.

Goldust, embora tenha surpreendido imenso pela positiva, não sofreu com isto. O seu envolvimento existiu apenas para ajudar Cody Rhodes, a verdadeira vítima de tudo isto.

Na altura, discutiu-se imenso que os Rhodes tinham perdido os Títulos para que, finalmente, tivessem a sua rivalidade e lutassem na Wrestlemania, algo que anda a ser falado há anos.

Acredito que, em tempos, tal tenha estado pensado, no entanto, não acredito que a WWE esperasse que estes tivessem tanto sucesso. A meu ver, os Rhodes chegaram a um ponto em que, tal como aconteceu com The Shield, os fãs não queriam que se separassem.

Uma separação, naquela altura, teria sido demasiado abrupta. Cody Rhodes e Goldust estavam a habituar os fãs a excelentes combates todas as semanas e, como os The Shield têm provado ao longo do último ano, essa fórmula não cansa rapidamente.

Sinceramente, preferia que a sua separação fosse cuidada e bem feita, ao invés de apressada e forçada, apenas porque tinha de se cumprir o calendário e ter um combate entre ambos na Wrestlemania.

Se ambos conseguissem manter a qualidade dos combates, poderiam perfeitamente continuar mais uns meses, preparando a separação para o Summerslam ou até para a próxima Wrestlemania. Sei que seria um pouco complicado, dada a idade de Goldust, mas seria preferível seguir a evolução natural da equipa, do que tirar-lhe todo o ímpeto e deixá-la morrer aos poucos.

Agora, a separação de ambos parece estar a ser preparada, mas sem qualquer interesse da parte dos fãs, porque nenhum dos dois significa alguma coisa. Todo o interesse que conseguiram gerar, todo o balanço que tinham, dissipou-se e uma separação agora não irá significar o mesmo.

Depois dos danos causados pelos New Age Outlaws, o ímpeto de Cody Rhodes e Goldust desceu cada vez mais, até se tornarem apenas mais uns, no meio de muitos, que continuam à procura da melhor forma de se destacarem… outra vez.

Essa é uma das minhas preocupações com a carreira de Cody Rhodes. Quando é que podemos dizer que a credibilidade de Cody Rhodes ficou danificada por estar associada a demasiadas tentativas falhadas? Será que esse dia vai chegar?

Sete anos é imenso tempo, quando se coloca em perspectiva toda a exposição que este tem tido. Cada situação promissora na carreira de Cody Rhodes que não termina de forma satisfatória para o investimento dos fãs torna mais complicado que estes se voltem a investir na próxima.

Esse é um problema real e que, sinceramente, receio que prejudique Cody Rhodes eventualmente. Para não falar da forma como a WWE irá preferir apostar nas novas caras vindas do NXT que possuem um histórico menos desapontante, logo são mais fáceis de promover.

Este é apenas mais um revés, de muitos, na carreira de Cody Rhodes e na história da Divisão de Tag Team.

Depois de uns meses interessantes, a Divisão voltou a evidenciar os problemas do costume. Problemas esses que tinham sido disfarçados pelos Rhodes Brothers. Actualmente, The Usos são os campeões, Curtis Axel e Ryback são os candidatos aos Títulos e os New Age Outlaws, finalmente, desapareceram.

O problema da Divisão é a ausência de equipas credíveis. The Shield estão muito acima da Divisão e tal é claro dada a sua posição no card do Extreme Rules. A Wyatt Family revolve à volta de Bray Wyatt, não do grupo em si, portanto, tal como The Shield, podem envolver-se na Divisão, mas são claramente superiores à mesma.

A única equipa que pertencia à Divisão e que era credível era Cody Rhodes e Goldust. No entanto, tal como foi explicado ao longo deste artigo, a credibilidade deles, como equipa, deixou de existir e, sem equipas credíveis, a Divisão não tem quaisquer hipóteses.

Gosto imenso dos Usos, acho que há imenso tempo que mereciam os Títulos, mas estes já foram há muito tempo rotulados. A forma como a posição dos Usos na Divisão se manteve inalterável ao longo dos últimos anos garantiu aos fãs que estes nunca iriam muito longe. As derrotas e as vitórias que estes têm tornaram-se completamente irrelevantes, porque é extremamente complicado convencer os fãs a vê-los de outra forma. A levá-los a sério.

Basicamente, tornaram-se numa boa equipa de apoio. São uma equipa sólida para ter bons combates, quando necessário, e nada mais que isso. E isso não é o suficiente para suportar uma Divisão.

Um dos exemplos disso foi o ataque de Batista e Randy Orton a Usos. Gostei do facto de Batista e Orton nunca terem derrotado os Usos e que estes os tenham perseguido, à procura de vingança. No entanto,  o facto de terem sido usados com aquele propósito de todo, quando os 3MB estão no roster, diz tudo sobre a forma como a WWE vê os Usos. Como é natural, tal afecta a percepção que os fãs têm deles.

Já que não é possível para eles suportar a Divisão, dados os danos que a sua credibilidade sofreu ao longo dos anos, era necessário que tivessem adversários fortes.

Curtis Axel e Ryback não são esses adversários. Curtis Axel e Ryback são o exemplo perfeito da forma de pensar da WWE. A companhia não sabe o que fazer com nenhum dos dois, portanto juntou-os. É assim que nascem muitas equipas. Depois de ganharem um ou dois combates, mesmo que não tenham qualquer química, história ou sucesso como equipa, são automaticamente candidatos aos Títulos.

Provavelmente serão campeões um dia. E, muito provavelmente, irão voltar a perder na semana seguinte.

Porque é a isto que a Divisão se resume. Equipas criadas sem grande propósito a trocarem vitórias e derrotas entre si, sem qualquer história ou razão, enquanto os Títulos vão mudando de mãos.

As verdadeiras equipas – as grandes equipas – não fazem parte da Divisão, porque a WWE não quer saber da Divisão de Tag Team. A Divisão de Tag Team é um pretexto para os talentos de midcard terem algo para fazer e uma desculpa aceitável para lutarem todas as semanas.

A única equipa que, nos últimos meses, tinha conseguido quebrar essa percepção e dar esperança aos fãs foram os Rhodes Brothers. E, infelizmente, um toque de nostalgia deitou toda a esperança por terra. Agora, resta esperar pela próxima oportunidade que Cody Rhodes irá ter ou criar para si mesmo e ver se, como todas as outras, irá fracassar por completo. Enfim, desejo um excelente Sacrifice a todos, não se esqueçam de apostar na League e até à próxima edição.

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

29 Comentários

  1. MicaelDuarte - há 3 anos

    Eu fiquei bastante contente por saber que os New Age Outlaws ficariam mais tempo no plantel, até porque, na altura, nem associei logo que isso poderia prejudicar os irmãos Rhodes. Afinal, muitos eram os rumores que apontavam para o tão badalado combate na WrestleMania, portanto, eles ter-se-iam que se separar e outra equipa teria que segurar os Títulos (claro que podia ser outra equipa ao invés do NAO)… O problema foi o combate não acontecer…

    Agora, tal como dizes no artigo, esta rivalidade não terá o mesmo impacto que teria se tivesse sido feita quando a equipa em si era relevante. Porém, se esta rivalidade for bem construída, penso que podemos voltar a ter um bom investimento dos fãs na mesma. No fundo, será uma rivalidade entre irmãos e os fãs gostam muito quando uma “feud” é construída à base de algo pessoal…

    • Salgado - há 3 anos

      A questão é que os Rhodes Brothers tornaram-se demasiado populares para os fãs quererem ver já um combate entre ambos na Wrestlemania. Pelo menos, fiquei com a impressão que era demasiado cedo para um combate entre ambos.

      Mesmo assim, já não vai ter o ímpeto que tinha. No início, eram dois irmãos que defenderam o pai, recuperaram os empregos e somaram sucessos juntos. Uma rivalidade de irmãos após isso tudo é excelente, o problema é que agora voltaram à estaca zero e têm que começar de novo para criar alguma emoção.

      • MicaelDuarte - há 3 anos

        Sim, WWE podia ter feito muito mais com os irmãos, é certo… Vamos esperar para ver como isto corre.

        Excelente artigo, by the way xD

      • Salgado - há 3 anos

        Pois, não nos resta fazer mais nada senão esperar!

        Ohm obrigado :)

      • Ri F - há 3 anos

        Mas o combate, a ser construído para a Wrestlemania iria mais tarde ou mais cedo cair nas boas graças dos fãs porque podia solidificar o Cody como um Top Babyface, ficando apenas atrás de Bryan e Cena.

        O Goldust até podia continuar caso separassem novamente os títulos e as brands, um SmackDown com o WHC a ser disputado por Sheamus, Randy Orton, Del Rio, Christian, Goldust e Sandow dava perfeitamente para manter boas histórias e fazer lucros, para além de terem aquele combate especial nos PPV antes do Main Event. Mas isso é conversa para outro dia…

      • Salgado - há 3 anos

        Acredito, a questão é que seria demasiado súbito. Afinal, estes tinham acabado de conquistar os fãs e estavam a habituá-los a excelentes combates de midcard.

  2. José Sousa - há 3 anos

    Eu também via os Usos dessa forma, mas eles o ano passado mudaram a minha opinião durante o período em que estiveram com os Shield. O problema está a ser sobretudo de booking. Quanto ás equipas: os Wyatt vao ter uma oportunidade, caso o contrário está a ser traçado o caminho para que os novos campeões sejam os Ascension. Até já tem contenders no NXT, por isso é uma questão de meses( dois ou três) até eles debutarem no main-roster e serão certamente Tag Team Champions.
    A questão dos Rhodes é valida, mas a verdade é que tudo poderá tudo ser interessante, dependendo de como a WWE construa a separação. Espero que seja o Goldust o heel, mas o mais importante é sobretudo como vao apresentar o Cody, porque ele é que tem que ser o foco no final desta historia.

    • Salgado - há 3 anos

      Eles provaram que era bons com The Shield, mas não acredito que alguma vez conseguirão alterar a percepção que os fãs (as massas, como é óbvio) têm deles. É o mesmo que agora, de um momento para o outro, tentares promover o Kofi Kingston, alguém tão fortemente rotulado com o midcard, como potencial campeão principal.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim em parte é verdade. Mas agora que os aguentem como campeões até surgirem em cena alguém tipo Ascension.

  3. danielLP21 - há 3 anos

    Excelente artigo.

    Sinceramente, não vejo os Usos dessa forma. Pode ser que a maioria os veja assim, mas acho que com os adversários certos e, sobretudo, o “booking” certo, podem apagar essa imagem. Os Rybaxel não são os adversários ideais mas já se viu bem pior.

    Quanto à Divisão de Tag Team, não concordo que a WWE não queira saber dela. Nos últimos dois anos, vimos uma grande evolução nesta Divisão, fruto do trabalho de equipas como os Hell No e os Shield. O momento actual pode não ser tão bom, mas só daqui a uns meses poderemos dizer se a WWE deixou mesmo de apostar na Divisão ou se este é um momento passageiro. E não esquecer que o HHH é fã da Divisão de Tag Team…

    Em relação ao Cody Rhodes, não podia concordar mais. Tem feito um trabalho soberbo ao longo da sua carreira, mas parece que gostam de empurrar para baixo. Quem diria que os Rhodes Scholars, que tinham tudo para ser uma das melhores equipas desta Era, iam ser tratados desta forma menos de um ano depois…

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Apagar, de todo, não acredito, mas conseguem ser bons o suficiente para os fãs colocarem isso de lado.

      Não viste evolução da Divisão, viste duas equipas em que a WWE estava investida. Se o foco fosse mesmo a Divisão, a mesma era forte e aguentaria sozinha, não precisava que a WWE se interessasse por uma equipa em particular para se destacar.

      Os Hell No conquistaram o investimento da WWE graças através do seu humor, porque nunca foram uma “verdadeira” equipa. A WWE juntou-os com o objectivo de gerar comédia e, quando foram bem-sucedidos, manteram-nos juntos. No entanto, assim que perderam os Títulos, deixaram de existir. Isso não é uma equipa.

      Já os The Shield sempre foram protegidos desde o início, porque a WWE sempre soube que queria fazer deles main-eventers. A companhia não trabalha para sustentar e manter a Divisão. A Divisão é que beneficiou do interesse e investimento da companhia nestas equipas.

      Acredito que HHH seja fã de Tag Team Wrestling. Aliás, podemos atribuir a ele o facto de Tag Team Wrestling ter dito cada vez mais destaque ao longo dos últimos anos. Mas isso, como se pode ver, não significa uma divisão mais forte. Porque se significasse, a Divisão nunca estaria dependente de apenas uma ou duas equipas de cada vez.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      A minha opinião vai ao encontro da tua Daniel.Especialmente quando falas do Scholars. Compreendo o artigo da Salgado mas acho que a divisão está ainda em excelentes condições, não como na RTW mas ainda com boa qualidade.

      Em relação ao Cody concordo com a Saldao e tb o daniel…parece que não gostam de dar a spotlight ao homem!

  4. Julio - há 3 anos

    Excelente Artigo

    O problema dos NAO foi eles ter virado heel que isso foi um fracasso sinceramente.Outro problema que teve na divisão de tags foi que os Rhodes Brothers não tinha adversários heels na altura (tirando os Shield) ai botaram os NAO para ser o adversários e os momentos dos Usos deveria ter sido ou na WM ou na EC

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Não só. O facto de os terem usado de forma regular, quando era notório que estes não tinham condições para fazer mais do que apenas umas aparições especiais em nome da nostalgia.

  5. John_3:16 - há 3 anos

    Excelente artigo, de facto tenho pena que os Rhodes brothers tenham perdido a sua credibilidade e o seu ponto alto onde estavam, acontece que a culpa a meu ver também é do fãs ao querem que estes lutassem logo um contra o outro na mania e esse foi um fator alto para tambem terei perdido, mas os planos devem ter fracassado, agora diz-se que lutam no summerslam onde o goldust deve acabar a carreira também vamos ver,os Usos desenvolveram muito, os new age ajudara muito, alias acho que foi muito benéfico terem voltado, e consider e acho que todos consideramos que infelizmente a divisão das tag´s já não é o que era, e concordei com o que disses-te acerca disso, mais uma vez parabéns pelo artigo e boa semana!

  6. Edjandro Martins - há 3 anos

    Como grande fã do trabalho do Cody Rhodes fico imensamente triste com o que está a acontecer novamente com ele, desde a época dos Legacy, onde ninguém via futuro algum pra ele, e com o passar do tempo ele evoluiu de maneira espetacular, se reinventou diversas vezes, com as gimmins de Dashing e Undashin ele esteve muito bem, sua rivalidade com o Rey misterio foi ótima, os combates de alto nível, o seu reinado com IC Champion foi o melhor reinado de mid-card que tenho memória, ele pegou um titulo sem respeito e interesse nenhum e o tornou o mais credibilizado da WWE na época juntamente com o WWE Title, depois disso quanto se esperava que ele viesse a ganhar um Money in the bank, não aconteceu por conta do push ao Del rio, depois de um tempo ele voltou a ter destaque com os Rhodes Scholars juntamente com o Sandow fazendo um trabalho incrível, no Money in the bank foram o centro do combate com o Sandow a trai-lo, a rivalidade entre ambos muito bem feita, um bom combate no Summerslam e quando parecia que era hora de um push para ambos, com o Cody juntamente com Goldust obtendo grandes pops, tirando a streak do shield em PPV´S e se torando campeões de tag-team e o Sandow se tornando campeão mundial para quem sabe no futuro o próprio Cody tirar o titulo dele a WWE fez tudo ao contrário, sacrificou o Sandow contra o Cena e hoje infelizmente ele se tornou um jobber sem qualquer importância e o Cody também predeu completamente o ímpeto que tinha com o irmão.
    Enfim, algumas vezes penso que o melhor para o Cody seria sair da WWE e buscar espaço em outros lados como TNA, ROH ou NJPW, porém sei da relação da família Rhodes e a WWE e que isso dificilmente irá acontecer, espero como grande fã ver ele ter uma chance um dia e não ficar eternamente no mid-card, pois um grande talento como ele merce muito mais do que tem tido.

  7. Tunes9 - há 3 anos

    Muito bom artigo, com um tema interessante, Parabéns! Salgado. :-)

    Os Rhodes Brothers foram a melhor coisa que aconteceu à divisão nos últimos tempos, contando claro com os The Shield no tempo em que o Reigns e o Rollins eram Tag Team Champions, uma equipa de irmãos, o Cody com grande talento e cada vez melhor e o Goldust numa forma soberba para alguém de 45 anos, deram credibilidade à divisão, aos títulos e a feuds (como a Autority) e também nos deram combates de grande qualidade, a divisão voltou a ter interesse quando os The Shield, Rhodes Brothers e os próprios Usos estavam envolvidos na rota dos títulos, mas depois com o afastamento dos The Shield que entraram noutras feuds e com o aparecimento dos NAO, que concordo contigo que foi desnecessário, venceram um combate e de repente eram candidatos ao titulo e tornam-se campeões, depois de anos de ausência, assim do nada e a credibilidade dos Rhodes Brothers caiu a pique, o que é normal, e também não gostei nada, era suposto terem um combate na WM entre o Cody e o Goldust, mas a qualidade que demonstraram e a popularidade que ganharam acabou por “obrigar” a WWE a continuar com a equipa e depois com os NAO estragaram tudo, foram muito mal aproveitados os Rhodes Brothers.

    Quanto à divisão, os Rybaxel são banais, o Ryback estava em alta e tinha popularidade, de repente não passa de um “jobber” sem interesse, o Curtis Axel começou bem e depois foi sempre a cair, como é possível que tenha 2 vitórias sobre o HHH… há os 3MB que são “jobbers” e depois os The Shield e os Wyatts que não fazem bem parte da divisão (têm outras feuds), sobram os Usos que são campeões, mas não têm credibilidade, concordo com o que disseste, mas eu gosto muito deles, o seu estilo da Samoa, a sua entrada, as suas roupas e pinturas, o facto de serem irmãos e depois a qualidade deles no ringue, dão emoção aos combates e são uma Tag Team muito boa, talvez com a subida dos The Ascension a divisão possa melhorar, juntando também alguns lutadores menos utilizados, mas com talento como o Tyson Kidd, Evan Bourne, Zack Ryder, entre outros, a WWE é que parece não ter muito interesse na divisão, caso contrário poderiam voltar a “ergue-la”, é só uma questão de trabalhar nela e criar algumas equipas que até pode começar na NXT a ter combates e feuds.

    Deixo algumas sugestões:
    The Awesome Truth: o R-Truth e o The Miz andam perdidos e juntos como heels foram uma equipa brutal, adorei, gostava que regressassem.
    Zack Ryder e Curt Hawkins: mais dois lutadores perdidos que se podem juntar e formar uma boa equipa, foram uma boa tag team no passado e podem ajudar a divisão.
    Tyson Kidd e mais alguém como o Justin Gabriel ou Evan Bourne, penso que poderia resultar.
    BadNews Barrett e Drew McIntyre, a dupla inglesa, pode ser interessante.
    Entre outras.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Sem qualquer dúvida que Cody Rhodes evoluiu e impressionou bastante durante estes sete anos. Merece, sem dúvida, um investimento mais sério.

      São mesmo banais e, infelizmente, os fãs não têm qualquer razão para se preocupar com qualquer um dos dois.

      Gosto imenso dos Usos, mas não podemos fingir que os últimos anos não aconteceram e que tal não danificou a sua credibilidade.

      Também gostei dos Awesome Truth e tenho pena que não tenham ido a lado nenhum. Não sei se a formação da equipa novamente iria ajudar ambos, visto que tal aconteceu há pouco tempo e não foi propriamente marcante.

      • Tunes9 - há 3 anos

        Concordo.
        Quanto aos Awesome Truth, mesmo assim eu gostava de os ver juntos mais uma vez, foram um Tag Team heel muito credível e ambos andam perdidos no Roster, mas duvido que aconteça, é pena.

  8. Diogo_67 - há 3 anos

    Excelente artigo mas vou ter que discursar contigo em relação aos Usos. A WWE fez um excelente trabalho a fazer os Usos uma equipa credível. Eles não ganharam os títulos assim do nada. Antes de ganharem os títulos trabalharam com The Shield, Rhodes Brothers, The Wyatt Family e finalmente os New Age Outlaws. Ainda chegaram a estar em vários main-events do smackdown e tudo isto sem nunca os enterrarem. E podem dizer que os Rybaxel não são os adversários adequados para eles mas não se esqueçam que estamos a falar de um ex-campeão intercontinental e de um ex-main-eventer.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      A questão não é essa. A questão é que os Usos estrearam-se no roster principal em 2010 e, desde então, só venceram os Títulos uma vez. Não se compensam quatro anos de desleixo para com esta equipa dessa forma. A percepção que os fãs – e por fãs, refiro-me às grandes massas, como é natural – têm desta equipa não é a melhor. O mesmo se aplica a Rybaxel.

      É preciso muito mais para revitalizar a imagem de cada uma destas equipas.

  9. Barrett is back - há 3 anos

    Sem duvida que os NAO tiveram enorme influencia no fracasso dos Rhodes. Mas nao acho que tenha sido apenas isso e apenas por sua culpa. No proprio reinado dos irmãos e antes de os NAO aparecerem os Rhodes já estavam a sofrer às mãos da wwe. Depois de dois reinados absolutamente brilhantes dos Hell No e dos The Shield a wwe rapidamente se preocupou em atribuir uma importancia muito menor aos Rhodes. Basta observar o tipo de lutadores e rivalidades em que os antecessores estiveram envolvidos e o destaque que tiveram e o tipo de vitorias e adversários que os Rhodes tiveram. Já aí a wwe estava a passar a imagem que nao levava os irmaos tão em conta como levava quem teve o titulo antes deles. E isto foi continuando durante semanas e a sensação com que pelo menos eu fiquei foi que os Rhodes tiveram sorte em vencer os The Shield pois perdiam com eles todas as semanas das mais variadas formas. Para juntar a estas decisões menos felizes (eu nao pedia um reinado tao dominante como o dos The Shield ou o dos Hell No. No entanto acho que podiam ter feito mais pelos irmaos que finalmente tiraram o titulo à stable mais dominante do ultimo ano!) a wwe começou de alguma forma a dar todo o destaque a quem nao devia (Goldust) quer em ser o home que fazia o pin quer a roubar o show durante o combate e isso acabou por nao beneficiar em nada o Cody Rhodes que era menos apoiado pelo publico que o irmao e era sempre o elo mais fraco. Acho que aqui sim deviam fazer o que estão a fazer com os The Shield e mostrar um Cody Rhodes mais dominante e a dar nas vistas pois afinal de contas nao é ele que vai ter o push? Ou é o Goldust com quase 50 anos? Nao poderia este reinado ter tido outro genero de adversários e dar destaque à dupla quem sabe até à wrestlemania em que teriamos um brilhante The Usos VS Rhodes VS Real Americans?

    Enfim Cody Rhodes é apenas o que sempre foi na wwe neste momento: mais um. mais um que nao se destaca de ninguem e que está prestes a entrar numa rivalidade que se a wwe quisesse poderia ser épica mas que nao o vai ser porque a wwe simplesmente arruinou tudo o que de bom tinha feito com o Cody.

    Quanto aos The Usos continuo a achar que um pouco à imagem dos irmãos nao estão no patamar dos Hell No e dos The Shield no que diz respeito a importancia que a wwe lhes atribui mas já os consigo ver com outros olhos que nao os via à uns tempos.

    Quanto aos Rybaxel é absolutamente ridiculo a wwe formar uma tag com dois individuos que nao oferecem nada e que sao totalmente desinteressantes quando tem tanta gente talentosa sem nada que fazer na wwe: nao seria mais interessante vermos uma tag com The Miz e Ziggler? Rey e Sin Cara? os proprios PTP players acabaram para isto quando eram uma mais valia? o proprio Del Rio que anda sem fazer nada? Show e Henry? Sandow? De facto acho que é só a wwe querer e aproveita o roster que tem à disposição e devolve prestigio a uma divisão que já teve mais do que aquilo que tem.

    • Salgado - há 3 anos

      A diferença entre os adversários dos Hell No/The Shield para os adversários dos Rhodes Brothers está no facto dos Rhodes Brotheres serem a única equipa, dessas três, que fazia mesmo parte da Divisão de Tag Team. Os Hell No e The Shield eram equipas, foram campeões, mas sempre estiveram claramente acima da Divisão.

      Por isso é que defendi no artigo que a WWE tinha arruinado a única equipa que realmente pertencia à Divisão, depois deles terem conseguido, com tanto esforço, a atenção e dedicação dos fãs. Aí sim é que seria possível destacar a Divisão.

      Eles fizeram isso porque, a meu ver, querem que Cody Rhodes seja heel, quando for enfrentar o irmão. Tal está a acontecer agora mesmo.

      • Super Macho II - há 2 anos

        Cody sempre foi face.

  10. Hildo - há 3 anos

    Muito bom artigo Salgado.

    Concordo com o que disse. A WWE Simplesmente conseguiu praticamente ”matar” uma dupla que durante messes deu brilho a essa divisão, Que agora ao meu ver está muito fraca. É decepcionante ver o que fizeram com os Rhodes. Como você mesmo disse ”Um toque de nostalgia deitou toda a esperança por terra.”

  11. Salgado - há 3 anos

    Não sei se fora da WWE Cody Rhodes teria mais sorte, nem sei se tal estaria interessado em sair da WWE. Espero o mesmo.

    • Super Macho II - há 2 anos

      Cody, parabéns por ser o maior mocinho da luta livre, excelente lutador, corajoso e destemido de sunga, a maior aquisição da companhia em 25 anos.

      Um físico invejável que já o transformou em MR FITNESS e MR ESTADOS UNIDOS.

      Eleito o rapaz mais sexy pela revista VOGUE ano passado.

      Lutador de primeira, não é nenhum Roman Reigns fudido.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador