Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Opinião Feminina #187 – The King of Swing

Está a aproximar-se o Money in the Bank e, como de costume nesta altura do ano, os fãs começam a olhar para o roster e a analisar as possíveis estrelas em ascensão. Normalmente, olhamos para possíveis futuros detentores da mala de Money in the Bank que terão assim a oportunidade de desafiar o campeão a qualquer altura, em qualquer sítio.

Este ano, a situação é diferente. É mais fácil olhar para um roster de estrelas e escolher quem poderá vencer a mala de Money in the Bank. Tal como Damien Sandow e John Cena mostraram no passado, nem todos os cash-in precisam de ser bem-sucedidos, logo tal dá uma grande margem de manobra à WWE na escolha do vencedor.

Este ano, o vencedor de um dos combates de Money in the Bank sagra-se campeão, tendo a possibilidade de fazer parte do main-event do Summerslam, o evento mais importante do Verão.

Nesta altura do campeonato, com os títulos unificados e o Summerslam no horizonte, a escolha do próximo campeão terá de recair nos ombros de alguém que a WWE veja como um dos focos de destaque dos próximos meses.

Sete lutadores irão estar envolvidos neste combate. Três deles são novos nestas andanças e é nos seus ombros que recai a maior pressão para darem o seu melhor, não só para o Summerslam, como a longo prazo. Uma dessas estrelas é Cesaro.

Um ano depois de terem corrido rumores que Vince McMahon considerava Cesaro aborrecido, este foi um dos destaques da Wrestlemania XXX e da Raw da noite seguinte. Mas não sem antes fazer parte dos Real Americans e ver a sua popularidade a aumentar gradualmente.

Na altura, os Real Americans ajudaram Cesaro, dando-lhe algo em concreto para fazer, enquanto a WWE debatia o seu uso. A equipa não foi longe, nem atingiu qualquer sucesso, mas permitiu que Cesaro continuasse bem vivo na memória dos fãs e a exibir as suas capacidades.

No fundo, os Real Americans sofriam de grandes problemas que os impediam de ir mais longe e que estavam fora do controlo de Cesaro. Primeiro, o seu colega de equipa possuía – e ainda possui – um rótulo de fracassado. A sua aliança com Swagger apenas dificultava a tarefa de Cesaro de se tornar credível.

Em segundo lugar, a dedicação da WWE ao midcard e à sua Divisão de Tag Team raramente era consistente, especialmente com dois membros de potencial tão diferente. Swagger era alguém em quem a WWE já tinha investido frequentes vezes e fracassado, enquanto Cesaro era alguém a quem a WWE não reconhecia potencial, pelo menos durante um período de tempo.

A disparidade entre ambos tornou-se ainda mais óbvia nos últimos meses da equipa, onde Cesaro estava claramente a destacar-se cada vez mais e a tornar-se mais popular graças a tal.

E isso não foi fácil, pois a explicação para a sua integração na equipa não foi a mais lógica e este não tinha uma personalidade completamente estabelecida ou conhecida. No mundo do Wrestling, Cesaro conquistou os fãs a fazer o que sabe fazer melhor: lutar. Este possui algum carisma e sabe perfeitamente interpretar as reacções de uma audiência e levá-la a reagir ao seu combate. Ferramentas necessárias para triunfar quando o resto falha.

Aliás, os combates de Cesaro são tudo menos aborrecidos, prova disso são os combates que teve com Daniel Bryan, Randy Orton e John Cena na Raw, entre outros.

Na Wrestlemania XXX, a mudança de ideias da WWE tomou forma e Cesaro foi uma das estrelas de destaque do evento, vencendo a Battle Royal em Memória a Andre, The Giant de uma forma poética. A WWE tentou recriar um dos momentos mais icónicos da história do evento, e da carreira do próprio Andre, The Giant, ao ter Cesaro a vencer a Battle Royal atirando Big Show para fora do ringue com um bodyslam.

A vitória de Cesaro foi inesperada, mas bem recebida pelos fãs, assim como o anúncio que Cesaro fez na noite seguinte.

Como bem se sabe, a grande maioria dos fãs presentes na Raw após a Wrestlemania possui mais conhecimentos sobre a indústria que o mero fã casual. São dos fãs mais dedicados ao produto.

Embora não tivessem aprovado o fim da Streak e tal seja algo que querem vaiar, não conseguem esconder o seu apreço e admiração por Paul Heyman. Tal aliado ao reconhecimento das capacidades de Cesaro que, por vezes, escapam ao fã mais casual, tornou a aliança de ambos um dos momentos mais apreciados da noite.

Em teoria, a aliança fazia todo o sentido e era uma que qualquer fã estaria tentado a fazer. Cesaro consegue estabelecer uma excelente ligação com os fãs através do seu trabalho dentro de ringue, mas tem no microfone o seu único ponto fraco. O microfone é exactamente a melhor arma de Paul Heyman, um absoluto mestre naquilo que faz.

É uma questão de juntar o útil ao agradável, com a vantagem de depositar em Paul Heyman a confiança de que este vai reconhecer o talento de Cesaro e promovê-lo da melhor forma possível.

Isto foi mais do que suficiente para que, de forma unânime, todos os fãs delirassem com a aliança, embora não fizesse muito sentido ter Cesaro, babyface recente em ascensão, a aliar-se a Paul Heyman, o manager do lutador responsável pelo fim da Streak de Undertaker.

O fim da Streak de Undertaker irá sempre obter apupos, não só porque a maioria dos fãs queria a continuação da Streak, mas pelo próprio apreço que têm por Undertaker. Quebrar a Streak era um dos maiores actos de vilania que se podia cometer.

Aliar um babyface em ascensão a tanto heat precisava de ter uma boa justificação. Paul Heyman era essa justificação, na altura. Afinal, se alguém conseguia ser o manager de Brock Lesnar, o maior vilão do momento, e Cesaro, uma estrela em ascensão, ao mesmo tempo, seria Paul Heyman. Era um risco que valia a pena correr.

Meses depois, ainda é demasiado cedo para dizer se valeu a pena ou foi um fracasso e tal deve-se ao facto da aliança ainda não ter atingido o seu propósito. Com isto quero dizer que apenas depois da suposta rivalidade entre Cesaro e Brock Lesnar é que saberemos se este plano da WWE valeu a pena.

É claro que neste ponto da discussão precisamos de entrar bastante no mundo da suposição e dos rumores, porque não existe qualquer garantia que seja esta a ideia da WWE. É apenas uma teoria que faz sentido e que se diz que é verdadeira.

Se for, tal justifica várias atitudes da WWE. Como por exemplo, as tentativas da WWE de ter os fãs a apoiar Cesaro distribuindo cartazes pelos fãs. Corriam rumores que a WWE estava a tentar manufacturar a sua própria versão de Daniel Bryan, alguém que os fãs começavam a apoiar espontaneamente, mesmo que este fosse um vilão.

Caso seja verdade, tal trata-se de um plano extremamente arrojado e arriscado. Normalmente, os fãs não reagem bem quando sentem que a WWE está a tentar forçar ou condicionar as suas reacções, por vezes fazendo exactamente o contrário.

Com Daniel Bryan resultou porque foi espontâneo, porque os fãs sentiam que a opressão e as barreiras no seu caminho eram reais. Os fãs não receberam cartazes do staff da WWE para apoiar Daniel Bryan, muito pelo contrário.

Ora, tal não tem tomado as proporções do apoio que Daniel Bryan recebe, mas também nada disso aconteceu da noite para o dia. Além disso, no caso de Bryan, a forma como este era prejudicado apenas instigava mais a revolta dos fãs e o apoio a Bryan.

Portanto, a não ser que a WWE não tenha compreendido bem como e porque é que Daniel Bryan se tornou popular, esta não pode ser a justificação para as tentativas da companhia de tentarem manter o apoio a Cesaro vivo.

Talvez seja, porventura, para facilitar mais tarde a separação de Cesaro de Heyman e consequente rivalidade com Brock Lesnar, onde este último seria, como é natural, o vilão.

Tal como foi frequentemente discutido ao longo dos últimos anos, o responsável pelo fim da Streak teria em ombros uma enorme responsabilidade. Precisaria de ser alguém que conseguisse lidar com a pressão e alguém cuja credibilidade fosse sólida, entre vários outros aspectos.

Brock Lesnar é tudo isso e muito mais. Brock Lesnar consegue, não só, desempenhar o papel de vilão na perfeição, como irá catapultar para o main-event o herói que o vencer. É por isso que Paul Heyman continua, de forma incessante, a relembrar os fãs do fim da Streak, para que todo o heat que Brock Lesnar recebeu por ter derrotado Undertaker na Wrestlemania não perca balanço e possa, assim, ajudar o babyface que eventualmente vencer Lesnar.

Notei várias críticas de alguns fãs que acham que a atenção e destaque que Paul Heyman dá ao fim da Streak e a Brock Lesnar ofuscam Cesaro. É exactamente isso que é suposto fazer. Não no sentido negativo, de fazer os fãs não querer saber de Cesaro, claro.

Mas, ao fazê-lo, Paul Heyman dá cada vez mais razões a Cesaro para se querer separar dele. E irá dar aos fãs mais razões para o apoiarem, pois a forma repetitiva como Paul Heyman continua a mencionar o fim da Streak é algo que todos têm notado.

É algo que, também, se está a tornar um pouco popular, mas Heyman, graças às suas excelentes habilidades, ainda consegue trocar as voltas aos fãs.

Como é natural, não se pode confirmar ainda que a rivalidade de Cesaro e Brock Lesnar é o grande objectivo da WWE com esta aliança, mas a forma como a companhia tem protegido Cesaro, ao mesmo tempo que o mantém afastado de Títulos secundários, dá a entender que a companhia tem um plano para este e está a segui-lo.

Até à conclusão desta história, Cesaro continua a brindar os fãs com excelentes performances, assim como Paul Heyman.

Por sua vez, a lesão de Daniel Bryan colocou a WWE numa situação complicada, forçando-a a alterar os seus planos. Não temos certezas relativamente a estes planos e que mudanças foram feitas. A única certeza é que aconteceram e a única questão, pertinente a este artigo, é como é que esses planos afectam Cesaro.

Se a WWE se mantiver fiel à ideia da rivalidade entre Brock Lesnar e Cesaro, então faria todo o sentido coroar Cesaro como novo campeão no Money in the Bank. Não só dava Brock Lesnar um motivo para regressar e desafiar Cesaro (Lesnar referiu no início do ano que quer lutar pelo Título), como seria uma forma de investir numa nova estrela.

Existem mais duas no combate, mas uma delas não está pronta e a outra não precisa de Títulos ainda para se manter relevante.

Através de Cesaro, a WWE poderia continuar a sua história com Brock Lesnar, fazendo-lhe apenas pequenas adaptações. Já para não referir que dava ainda mais força à seguinte fala de Paul Heyman: “It’s not a prediction, it’s a spoiler.”

Também é possível defender que é demasiado cedo para Cesaro vencer um Título e que, numa situação tão incerta, seria mais fácil jogar pelo seguro e dar o Título a John Cena. No entanto, com Daniel Bryan lesionado, CM Punk de fora e as recentes (mas de pouca gravidade) lesões de John Cena e Randy Orton, acho que a WWE não perde nada em apostar em força em Cesaro no Money in the Bank.

A WWE arriscou bastante ao aliar Cesaro a Paul Heyman, na noite após a Wrestlemania, e agora teria apenas que correr outro risco. Tal pode correr bastante bem e resultar num novo babyface de topo, como pode correr bastante mal, obrigando Cesaro a começar de novo. Caso tal se revele necessário, acredito que Cesaro consiga recuperar. De qualquer das formas, é uma questão de esperar para ver como tudo se desenvolve. Desejo uma excelente semana a todos e até à próxima edição!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

30 Comentários

  1. Tiago Correia - há 2 anos

    Bom artigo mas acho extremamente improvável que Cesaro vença no MITB. Creio até que faria mais sentido ele estar envolvido no combate pela mala, para ir desenvolvendo as potencialidades da sua aliança com Heyman. Assim, considero muito cedo para ser campeão e se essa decisão viesse a ser tomada ia dar asneira quase de certeza.

    No MITB o Cena é campeão e defronta o Lesnar no SummerSlam. Ah, it’s not a prediction, it’s a spoiler! ahah

  2. MicaelDuarte - há 2 anos

    Excelente trabalho.

    Admito que não gostei muito do facto de o Heyman estar constantemente a repetir a típica frase, mas, agora que expuseste a tua perspectiva acerca disso, acabou por fazer todo o sentido.

    Se fosse eu a “bookar” o novo Campeão, este estaria entre o Cesaro e o Bray Wyatt, embora não consiga ver com quem o Wyatt poderia rivalizar para o SummerSlam. Já no caso do Cesaro, haveria alguma facilidade em construir a tal rivalidade com o Lesnar/Heyman.

    Contudo, acredito que a WWE vá jogar pelo seguro e que o Johnny Boy acabe por vencer o Título pela 38572495ª vez…

    • Salgado - há 2 anos

      Obrigado :)

      Sinceramente, era o que esperava que Heyman fizesse e acho que fazem bem. Não podem deixar o assunto do fim da Streak terminar na semana pós-Wrestlemania. É um feito histórico conseguido por um dos lutadores que Heyman orienta, não faria qualquer sentido (especialmente quando temos em conta a personalidade de Heyman) este calar-se. E só dá mais razões a Cesaro para se virar contra a ele e aos fãs para quererem que ele faça.

      O Bray Wyatt pode perfeitamente ser já campeão, mas não considero tal uma prioridade, porque este não precisa do Título para se manter relevante e não estou a ver com quem é que possa rivalizar no Summerslam pelo Título.

      É o mais provável.

      • MicaelDuarte - há 2 anos

        Sim, claro, nem eu estava à espera que o Heyman não fosse referir o fim da “streak” durante algumas semanas, mas chegou a um ponto em que parecia que o Cesaro não era a grande prioridade do Heyman…

        Mas lá está, faz todo o sentido que a rivalidade siga por esse caminho que disseste.

      • Salgado - há 2 anos

        E, a não ser que esteja completamente enganada e a ter demasiada fé no trabalho e intenções da WWE, é exactamente esse o objectivo. Especialmente quando se quer lançar um babyface.

  3. José Sousa - há 2 anos

    Concordo em absoluto com tudo o que dizes sobre o Cesaro e o Heyman. Aliás, tal como dizes o facto dele o dizer constantemente não é inocente é uma forma de criar mais heat para ele e para o Lesnar, o que fará “gigante” a pessoa que derrubar o homem que quebrou a Streak. E acredito que não será qualquer um, se será o Cesaro? Não me importava, mas não tenho certezas.

  4. John_3:16 - há 2 anos

    Bom artigo slagado, acho que a única coisa que impede o cesaro de ganhar no money in the bank é o super man cena, por outro lado tbm não sei se não sera muito cedo pro cesaro ganhar e o cena é sempre o tipo que ganha o titulo quando não se sabe o que á de fazer mais, no entanto á wyatt ou reigns mas la está ainda é cedo pra eles, e como orton ja enjoa, sheamus é USA champ e del rio foi pôs-to ali pra ocupar espaço tem de ser o cena, acho que o heyman tem ajudado muito o cesaro e sei que vai continuar a ajudar mas o colter tbm foi fundamental.

  5. ddRay - há 2 anos

    Gostei do artigo, a opinião é muito semelhante à minha em relação ao Cesaro e está muito bem redigido, parabéns.
    Na minha opinião, a única coisa que dificulta a possibilidade do Cesaro ser já campeão é o Battleground. Se o SummerSlam fosse já o próximo PPV, depois deste avançaríamos logo para Lesnar vs. Cesaro e estaria tudo muito bem encaminhado.
    Sendo assim, só vejo duas hipóteses.
    Ou o Lesnar deixa o orgulho de ser ME do SummerSlam e regressa mais cedo, fazendo o grande combate no Battleground (que seria positivo para este PPV que é ainda meio novidade em relação aos outros), e depois no SummerSlam teríamos outra rivalidade já com Bryan/Reigns/Wyatt/Paige (wtf? xd), ou até mesmo o Lesnar ganhar no Battleground e o Cesaro sair por cima no SummerSlam.
    Ou então dão o título ao Cena ou ao Orton para depois entrar o Bryan denovo na corrida e recuperar o título ou no Battleground ou no Summerslam (adoraria uma triple threat entre estes 3, até porque se não fosse o Bryan a ganhar, a reação do público iria provocar um enorme gozo da minha parte com a carinha de aziados xd).

    Não acho muito viável darem já o título ao Reigns ou darem o dominio da WWE ao Wyatt (para mim ele ter os títulos significaria isto). Ainda é cedo para o Reigns que tem uma feud para acabar com o Ambrose e o Rollins (acho estúpido ele ser posto de parte nisto) e não faria sentido para o Wyatt, que teve uma pesada derrota com o Cena, não teve nada durante o mês para se reafirmar como ameaça e ganhar assim do nada os títulos. Não dúvido que uma feud dele com o Bryan seria do melhor, o Wyatt a fazer o papel de “foste embora e agora tudo mudou, já ninguém quer saber de ti, eu é que tenho tudo na palma da mão” seria excelente, mas se a WWE apostar nisso, eu aposto que o Estoril ganhará a liga europa no próximo ano.

    Separar os títulos seria muito bonito mas sem haver brand split não! E dúvido que a WWE vá fazer uma mudança drástica destas assim de um dia para o outro. No entanto espero que isso volte a acontecer mais cedo ou mais tarde.

    • Salgado - há 2 anos

      Obrigado :)

      Sinceramente, não vejo o Battleground como um problema. Assim a WWE tem um pay-per-view antes do Summerslam para promover a separação de Heyman e Cesaro e para Cesaro ter um excelente combate, antes do embate com Lesnar.

      Acho que Cesaro sairia prejudicado se tivesse que enfrentar Lesnar logo após a vencer o Título. Um pay-per-view de intervalo para ter uma grande exibição e se separar de Heyman parece-me ideal.

      Não acho que o Lesnar tenha problemas de orgulho. Aliás, acho que o Lesnar luta onde a WWE quiser que ele lute, desde que paguem bem. O booking de Lesnar, desde o seu regresso em 2012, não inspira nada que este seja movido pelo orgulho.

      Além disso, com a renovação das subscrições da Network a chegar em Setembro, acharia mais provável a WWE a querer que Lesnar lute no Night of Champions, ao invés do Battleground, tal como já foi noticiado no WPT.

      Também acho que é demasiado cedo para Reigns, mas visto que este agora separou-se do grupo e está sozinho, não me admiraria nada se a WWE tivesse tentada a fazê-lo.

      • ddRay - há 2 anos

        Duvido que eles vão por o Cesaro a campeão e dar-lhe já um bom reinado de 2/3 meses. O Bryan deve voltar em menos de 1 mês e ficaria totalmente ofuscado se eles se fossem concentrar no Cesaro/Heyman/Lesnar.
        O público do Bryan não ia gostar nada e ia ser um inferno ver WWE com uma cambada de aziados no público (e aqui em alguns comentários) que vêm wrestling com cor política, só apoiam 1 superstar e se esse não é campeão até morrer deixam de ver WWE.

        Já ao orgulho do Lesnar, queria exatamente referir-me ao dinheiro. Também concordo que ele queira é lutar e ter rótulo de o melhor (tendo o título), mas não deve levar barato xd

        Já sobre o network eu não sei se vai adiantar de alguma coisa… Se fosse a eles punha um NXT PPV nessa altura, seria muito mais vantajoso. Os PPV normais continuam a dar para ver na TV ou em streams ao vivo, já os da NXT suponho que sejam exclusivos da network. E eles têm tido enorme qualidade nos shows de lá.

  6. danielLP21 - há 2 anos

    Excelente artigo.

    Tal como tenho vindo a dizer, só vejo dois lutadores a ganharem o título no Money In The Bank: Cesaro e John Cena.

    Parece-me óbvio que o Brock Lesnar vai lutar pelo título no SummerSlam – é o que faz mais sentido depois de ter dito que quer o título e, sobretudo, depois de ter acabado com a “Streak” – pelo que, caso o plano seja ele ganhar o título, acho que o campeão vai ser o Cena, e concordo em absoluto com essa decisão, visto que o Cena é o único que não perde credibilidade em ter um reinado curto e acredito que a WWE queria proteger os jovens em ascensão (Roman Reigns, Bray Wyatt e Cesaro). Para mim, esta é a hipótese mais real.

    Depois, há a possibilidade de o Lesnar perder o seu combate, e aí a WWE só tem a ganhar se for o Cesaro a vencê-lo pelo título no SummerSlam. Por mim, era isto que acontecia. Contudo, também pode ser o Cena a vencer o Lesnar, o que seria absurdo… Aposto no Cena para vencedor no MITB porque acho que o Lesnar ganha o título no SummerSlam.

  7. Salgado - há 2 anos

    Obrigado :) Acho mais provável a WWE jogar pelo seguro e dar a vitória ao Cena ou a apressar-se e dar já os Títulos a Reigns, do que ser Cesaro a vencer, mas é o desfecho que me parece mais aceitável, entre todos.

    • Tiago Correia - há 2 anos

      Das os Títulos ao Reigns? Achas esse cenário possível? Caso isso acontecesse seria Reigns vs Lesnar no SummerSlam?

      • Salgado - há 2 anos

        Não acho assim muitoooooo possível, mas é sempre algo a ter em conta quando se sabe que a WWE tem uma estrela na mira.

        Pode ser que não. Eles até agora têm sido extremamente inteligentes no booking do Reigns, portanto pode ser que o metam a vencer o HHH e guardem os Títulos para a RTWM.

  8. JoãoRkNO ® - há 2 anos

    Excelente trabalho , não tenho muito a dizer , quase que ponho as mãos no fogo com o Cena ganha o titulo no MITB . Se tal não se suceder , só vejo Reigns e Cesaro , visto que em relação ao Bray talvez a WWE não lhe conceda esse privilégio , não agora , e os outros dois só lá estão para encher ” chouriços ” .

  9. Julio - há 2 anos

    Belo Artigo :)

    Cesaro tem tudo pra ser Champion o grande desafio dele é Ganhar de John Cena eu espero muito que a WWE não coloqud Cena como Champion. A rivalidade com Paul Heyman infelizmente começará eu acho no Battleground eu preferiria que Cesaro e Lesnar fosse na WM para o Cesaro ter muito sucesso ao lado do Heyman.

    • Salgado - há 2 anos

      Obrigado :)

      É o desejo de muitos.

      O problema é que eu sinto que a aliança de Paul Heyman e Cesaro só tem esse propósito (a rivalidade com Lesnar) e tal não passa obrigatoriamente por Cesaro ter uma temporada bem-sucedida com Heyman como seu manager.

  10. Salgado - há 2 anos

    Obrigado :)

    É o mais provável, sim.

    Os outros três, queres tu dizer (Sheamus, Del Rio e Orton) :P

  11. Hildo - há 2 anos

    Excelente artigo, Salgado.
    Acho pouco provável que o Cesario vença, tal como li parece que a WWE vai dar mesmo os titulos ao John Cena, mas eu acho que seria parar ele ter um reinado curto, acho que a WWE recebeu alguma posição sobre a recuperação de Bryan e está mantendo em segredo de qualquer forma é uma pena apesar de que eu estou torcendo mesmo para o Bray Wyatt..

  12. Tunes9 - há 2 anos

    Excelente artigo sobre o Cesaro, mais um de qualidade, muito interessante, Parabéns! Salgado. :-)

    Concordo com praticamente tudo, muito bom.

    O Cesaro é uma “estrela em ascensão”, disso não tenho duvidas, o seu único ponto fraco é as mic-skills, mas com Paul Heyman esse problema está resolvido (a curto prazo), com a lesão do DBryan, não tenho duvidas que será Brock Lesnar vs Cesaro no Summerslam, só falta saber se será pelo titulo ou não, também acho que o objectivo é o Paul Heyman ofuscar o Cesaro e este depois se vire contra o Heyman e faça um “faceturn”, tornando-se popular e tendo o WWE Universe do seu lado, com o Heyman a continuar ao lado do Lesnar como sempre, é claro que dar o titulo ao Cesaro (neste momento), é uma ideia arriscada e arrojada, mas acho que tem tudo para funcionar, se ele vencer e construírem tudo da melhor maneira, com uma vitória do Cesaro no Summerslam, ele pode tornar-se num lutador de top e chegar finalmente ao Main-Event, de forma digna.
    Há duas hipóteses: Cena e Cesaro, qualquer coisa que não estes dois seria surpreendente; o Cesaro é hipótese por tudo que está escrito neste post, mas aposto no Cena, acho que a WWE vai jogar pelo seguro e dar-lhe os títulos, provavelmente a WWE quer esperar mais uns tempos e o Cena, gostemos ou não, é o homem certo para ter os títulos temporariamente e depois perde-los, sem perder a credibilidade.

    O que eu gostava é que a WWE desse o titulo ao Cesaro, mas pensando bem, se o Cena vencesse e depois perdesse com o Lesnar seria o ideal, o Cena é o “Super-Man” que todos conhecemos, e o Lesnar ao quebrar a streak e ao vencer o Cena e conquistando o WWEWHC em menos de 6 meses, estaria no topo dos topos, e se o Cesaro se virasse contra o Heyman e derrotasse o Lesnar no Summerslam seria épico e estrondoso e daria-lhe muita credibilidade e acho que pode começar o seu sucesso a partir daí, mas vamos ver.

    Por fim, quero só dizer que não acho que o Swagger seja um fracasso, entendo e concordo com o que dizes e também acho que ele é visto assim pela WWE e alguns membros do WWE Universe, mas eu vejo talento nele, é muito bom em ringue, muito bom fisicamente, tem presença, só peca no carisma e nas mic-skills, mas com Zeb Colter está bem e tem feito um bom trabalho, acho que merece mais e também gosto da sua theme de entrada, só isso.

    Bom trabalho. :-)

  13. Caio Ribeiro da WWE - há 2 anos

    Eu acho que o Cesaro vai ser campeão nesse ano, mas não agora no MITB. Provavelmente o Cena ganha e perde o título para o Lesnar no Summerslam. Eu vejo que de repente o Cesaro já pode ser campeão no Hell in a Cell.

  14. Israel Valerio - há 2 anos

    bem grande artigo mas acho ainda cedo para cesaro ou bray serem campeões quanto a quem vai derrubar o brock lesnar acho mas provavel que venha a ser o the rock que manifestou o desejo de o defrontar antes de encerrar a sua carreira como wrestler mas por agora acho que deviam dar o titulo a reigns ou a randy orton porque seria bem interessante ver uma rivalidade entre orton e brock dar a cena acho um pouco chato acho k ja aborrece ver sempre o cena com titulos se for para orton teremos uma rivalidade nova brock vs viper e se for para reigns também acho provavel que venha a ser com hhh ou mesmo com orton mas só espero não voltar a ver cena campeão tão cedo

  15. Tiago Ambrose - há 2 anos

    Excelente artigo, muitos parabéns!!!

    Concordo com o que disseste do início até ao fim.
    Acho que ainda não é boa ideia apostar no cesaro campeão no money in the bank porque seria arriscado e creio que o cesaro ainda não está preparado para ser Face, mas se querem arrisca-lo, então força.
    O único ponto fraco que impede o cesaro de fazer o face-turn deve ser por causa das dificuldades em Mic-skills, disso não tenho dúvidas.Mas tenho a certeza que no futuro mais adiante o cesaro será campeão dos dois títulos ou mesmo só de um cada.
    Quer queiramos ou não, acho que o John cena vence para depois se rivalizar com brock lesnar e perder os títulos no Summerslam.

  16. Nathan - há 2 anos

    ótimo artigo como sempre, infelizmente foi anunciado Cesaro e Paul Heyman para um live event no japão pelo IC no japão no dia 13 e 14, contra Barret e mais outros 2 Wrestlers, como ele está incluso, mesmo eu achando que ele será o futuro ME, não me agradaria ele já no ME, é muito cedo pra apostar nele como ME, ele precisa de novos desafios para se fortalecer até chegar ao ME, todo mundo tá achando que vai dar Cena , pelo card que eu vi no live event no japão , ele vai fazer par com Roman e uma luta contra Bray Wyatt , o que se diz que ele não vai vencer, os únicos que não aparecem no card é Orton e Del rio , se o card estiver certo , a WWE deve dar a vitória a Del rio, pra ser um campeão transitório só pra perder o titulo para Bryan

  17. BNB - há 2 anos

    De facto tenha criticado essa forma do Heyman constantemente falar do Lesnar na sua ausencia e nao destacar o Cesaro. É claro que entendo o objectivo mas continua a nao me parecer o melhor caminho. Se Cesaro for contra o homem que acabou com a streak esse heat todo sera realmente necessario? Nao estará já toda a gente do lado dele praticamente? Por outro lado isso torna as coisas demasiado previsiveis, ou seja, leva totalmente a creer que Heyman vai trair o Cesaro ou vice versa. Se, por outro lado o Heyman destacasse o Cesaro até ao choque com o Lesnar ninguem imaginaria que essa rivalidade viria a ocorrer o que a tornaria mais épica a meu ver do mesmo modo que traria imprevisibilidade à wwe. E aí o Heyman poderia perfeitamente voltar a utilizar a streak, pois esse acontecimento continua bem presente na memoria dos fãs e trairia o heat imediato.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador