Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Pensamentos #61 – Aces and 4/10’s

Ripanarapaqueca, é disto que o meu povo gosta! E é com esta homenagem a Jorge Perestrelo que vos dou as boas vindas á minha crónica semanal, a melhor crónica que estão a ler neste momentos. Ora bem, hoje vou directo ao assunto: Vou falar de TNA. E como podem ter reparado, vou falar da stable que anda a dominar o mundo da companhia de Orlando.

Siga Aces and 8’s. É um nome que tem vindo a cimentar-se no mundo do wrestling como uma das melhores stables da história do wrestling. Estou a exagerar? Nem por isso. Se formos o impacto que os homens criaram em tão pouco tempo, chegamos á conclusão que estes gajos andam a fazer história. No inicio, podia pensar-se que iam ser mais uma NWO, que iria ter os cães grandes da companhia, como Hogan e Bischoff, mas a TNA tomou a decisão correcta e envredou pelo caminho de ter estrelas “novas” a terem todo o protagonismo, mesmo que para isso tivessem de usar alguns meios duvidosos.

No inicio, os Aces eram apenas um grupo de rebeldes que se apresentavam contra tudo e todos, com máscaras na cara, sem revelarem o mínimo pormenor de quem eram. Fizeram a sua estreia em grande ao atacar Sting, quando este falava sobre entrar no HOF da TNA. Só isso, foi o cimentar de um grupo que vinha para ficar e que sem dúvida nenhuma tinha a gerência da empresa como alvo, como ficou provado quando estes colocaram Hogan no hospital, ao atacarem a lenda e Sting, novamente. Durante as semanas seguintes, o grupo, agora em maior número, continuou a atacar muitos outros lutadores da empresa, tornando-se num dos maiores grupos rebeldes na TNA. Mas afinal, quem eram estes tipos?

A rivalidade com Hogan e Sting continuou, o que levou a um combate em PPV, em que dois membros do grupo enfrentaram Sting e Bully Ray. Foi o primeiro combate e a primeira vitoria para o grupo e o primeiro membro revelado e que membro: Devon, o campeão da TV. Foi um choque, ao mesmo tempo que previsível, pois o grupo tinha de ter um grande nome por detrás da sua liderança. Apesar de se pensar que este seria o lider, Devon garantiu que era apenas um “sargento” e que todos eles respondiam a uma força maior. Durante as semanas seguintes, vários membros foram sendo desmascarados, até que todos eles foram desmascarados e mesmo novos membros foram “aparecendo”. Mas quem era afinal a força superior a que todos respondiam?

Enquanto as rivalidades avançavam, ficava cada vez mais confuso de se saber quem era. Até que o mais provável das soluções foi revelada: Bully Ray era o presidente, a tal força superior, que liderava o grupo com punho de ferro. E durante essas semanas, Bully conseguiu tudo o que quis: traiu a namorada, traiu o GM e conquistou o Titulo Mundial. O poder esta, agora, todo do lado dos Aces, á medida que a empresa é dominada pelo grupo, tendo membros fortes e aparecendo nas histórias mais importantes da empresa. E é aqui que tudo pode correr mal: Não estará a TNA a exagerar ao colocar toda a pressão nas costas do grupo? Não será demasiado protagonismo para um grupo de lutadores, que mesmo tendo experiência, contem homens quase sem experiência no mundo do wrestling?

Antes de mais, eu pessoalmente, acho um pouco estranho a empresa ter colocado homens como Wes Brisco e Garett Bischoff dentro dos Aces. Apesar de ambos terem um talento acima da média, são as forças fracas do grupo, são aqueles que durante uma guerra, são os primeiros a serem eliminados. Depois temos os enforcers Mike Knux e DOC, que são os homens que quando existe porrada, são os primeiros a distribuir pau, depois temos o Anderson, que eu ainda não percebi o que raio ele está lá a fazer, temos o TAZ, que é o comentador heel do grupo, outro completamente desnecessário e claro, os bosses Ray e Devon. Ora, na generalidade, são um grupo forte, coeso e com capacidade para dominar a empresa com poder e força. Mas falta-lhes algo, falta-lhes alguém que os represente na gerência, alguém como Dixie Carter, por exemplo, ou alguém que poderia ser contratado para ser o representante do grupo na gerência, como por exemplo, e era perfeito, Paul Heyman. É sonhar demais, mas vocês percebem o ponto.

O facto é que até agora, os Aces and 8’s são os chefes de tudo importante da TNA. Controlam o que de maior a empresa tem e possuem o titulo mundial da empresa. Têm tudo para continuar a fazê-lo, até que Ray perca o titulo. Quando isso acontecer, vai começar a queda do grupo e vai começar pelos membros mais fracos como Garett e Anderson. O grupo vai desmoronar-se e cair. Porque nada dura para sempre, principalmente quando esse algo é controlado por Hogan, que no fim da historia, vai acabar por fazer algo para sair por cima. Apesar disso, o futuro aos Aces pertence, assim como o domínio gradual da TNA num futuro próximo! “We are scare bros.”
ps: Desculpem esta crónica ser muito pequena, mas estou um pouco adoentado e acreditem que fiz um esforço para não deixar o espaço em branco. Espero que compreendam!

See you next week, here on WPT!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Pensamentos”.

18 Comentários

  1. danielLP21 - há 4 anos

    “acho um pouco estranho a empresa ter colocado homens como Wes Brisco e Garett Bischoff dentro dos Aces. Apesar de ambos terem um talento acima da média” Ahahahahahahahahahahahah! Bela piada, gostei Ricardinho. Adoro as tuas piadas nos artigos :D

  2. don_ricardo_corleone - há 4 anos

    Vejo que ambos gostamos dos Aces.
    Tenho gostado de como a TNA tem gerido toda esta storyline, nem parece que já passou um ano. Ao contrário, por exemplo, da storyline do Cena com o Ryback, que parece durar há 100 anos, de tão chata que é.
    Não sei se valeria a pena alguém na gerência, mas a ser necessário seria fácil: Eric Bishoff! O Heyman está bem onde está.
    Não concordo quando dizes que o Garrett tem um talento acima da média, ele está a mais no grupo precisamente pela sua tremenda falta de talento. Quanto ao Anderson, é apenas o mais conhecido e leal dos membros.
    Eu apenas mudava o papel do D-Lo Brown, ele ou saia do grupo ou ficava como membro a sério, aquela sua nova posição não vai com nada. E acho que os Aces deveriam ter dominado mais a TNA, faltaram os restantes títulos. Antes da queda dos Aces eles deveriam ter todos os cintos. Por isso mesmo tenho pena que o AJ Styles não tivesse integrado o grupo. A queda dos Aces deveria começar por AJ Styles.

  3. Dolph Ziggler - há 4 anos

    Eu no inicio gostei desta stable e tiveram um bom debut ao atacar uma lenda como o Sting. A boa parte desta stable foi sempre o mistério que havia por volta dela. Ninguém sabia que eram os homens por detrás das máscaras. A revelação do Devon foi algo que não estava á espera pois eu pensei que a TNA fosse escolher um nome mais sonante. Não é que o Devon seja uma má escolha, mas estava á espera de algo mais, se é que me faço entender.

    Agora com todos os membros revelados incluindo o Bully Ray, há ali nomes que dispenso bem. Não me importo de ver o Mr. Anderson na stable pois ele estava perdido como babyface e isto sempre lhe dá alguma exposição. Ainda para mais, gosto da gimmick dele de “asshole”. Mas, por exemplo, há ali membros que os fãs não levam realmente a sério. O Garrett e o Wes são vistos como novatos que não conseguem fazer estragos porque realmente não os fazem. O DOC e o Knux, muito honestamente, são vistos como jobbers aos olhos dos fãs. Ou pelo menos aos meus. Os únicos membros que realmente gosto de ver nesta stable é o Bully Ray e o Devon, mas principalmente o Bully Ray. Nem sei do que seria dos Aces sem um líder como o Bully Ray. É ele que mantém um pouco de credibilidade que esta stable ainda possui e como tu disseste e bem, quando o Ray perder o título, a stable vai-se desmoronar. Eu não olho para esta stable com olhos diferentes porque a TNA não se preocupa em fazer isso. PPV atrás de PPV, os membros dos Aces são sempre derrotados. Leva o Slammiversary como exemplo, onde apenas o Bully Ray conseguiu a vitória e o resto perdeu tudo. É suposto eu levar esta stable a sério? Eu não consigo, pelo menos por agora.

  4. GJD - há 4 anos

    Mr Anderson pelo que me parece ele é o cara das promos

  5. ITS_ME_ITS_ME_ITS_DDT - há 4 anos

    sinceramnte o unico que agora ganha algum combate dos aces é o bully ray os outros perdem quase sempre os bookers da tna não devem saber o que fazem falo do caso do aj stylez tanta coisa pr que para perder para o kurt angle faz-me lembrar quando o brock lesnar voltou ficou tudo maluco e no seu primeiro combate apos o seu regresso perde….. desde ai o publico nunca mais quis saber do lesnar

  6. Cadu Ito - há 4 anos

    Boa crônica e boa análise dos fatos… só acho que fizeram muito bem de dar toda força para o grupo, ainda eu acho que deveriam dominar todos os títulos que a TNA tem antes de começar o declínio…

    Imagino como seria bom eles dominando um PPV, da mesma forma que invadiram o site da TNA, por exemplo.

    Ray = WHC
    Devon = TV
    Anderson e Garrett = Tag
    Brisco = X-Division
    Fora os Enforcers que estariam lá pra fazer a segurança…

    Imagina como seria um PPV de guerra de TNA vs A&8’s… muito bom mesmo, ao estilo do Survivor Series de 2000, quanto tinhamos WCW/ECW vs WWE, foi épico.

    Estou apenas viajando na idéia…

    Ótima coluna!

    • Enigma - há 4 anos

      Só de pensar na imagem horrenda do Brisco tirando o título ao Sabin me enoja.

      • Cadu Ito - há 4 anos

        Em matéria de wrestling não seria bom mesmo o Brisco ganhar do Sabin, mas em matéria de storyline visto aos A&8’s seria muito interessante ver o Sabin sendo um dos principais workers pra derrubar a stable

      • danielLP21 - há 4 anos

        Não. Ver um título à volta da cintura ou no ombro do Brisco é uma imagem horrível e que não se deseja ao pior inimigo…

  7. FranciscoAP - há 4 anos

    O Anderson é dos membros mais fracos? Então vou ali e já venho. Isto a mim parece-me a opinião de alguém que vê o último PPV, vê que o Arderson está num combate de tag-team com os outros marmelos e é o suficiente para achar que ele é um elemento sem sentido na stable. Agora quem praticar esse estranho desporto que é acompanhar os Impacts semanais, sabe que o Anderson é um dos pilares dos Aces, seja por dar credibilidade à stable (afinal de contas é um antigo campeão mundial) ou por fazer excelentes promos, como já é habitual nele.

    De resto, para mim o que difere esta stable é que não precisa de ser composta por grandes nomes para ter impacto. Até pelo contrário, talvez só o Anderson antes dos Aces é que tinha estatuto de main-eventer (o tal elemento fraquinho). Claro que desde então apenas o Bully de facto ganhou esse estatuto mas não deixa de ser incrível como uma stable com tão pouco “star power” tem resultado e tem resultado durante tanto tempo. O fim da mesma está para breve, os Aces depois do Lockdown chegaram ao seu pico de forma tornando-se uma stable invencível enquanto que já neste último PPV, o Slammi, apenas se safaram no main-event. Gostava que tivessem sido mais dominantes nos títulos, mas aí entra a história de até que ponto tinha elementos capazes de serem campeões credíveis.

    • danielLP21 - há 4 anos

      E a parte em que o Brisco e o Bischoff têm talento acima da média? Ahahahah :D

      No Lockdown também só ganharam um combate, quando o Bully Ray foi revelado como o líder… Ah, e o Brisco venceu o Angle, mas prefiro esquecer que isso aconteceu lol

      • FranciscoAP - há 4 anos

        Exacto mas depois no main-event o Bully foi revelado como o líder, o que fez esquecer as derrotas no PPV. Enquanto que neste Slammi tiveram uma vitória sem nenhum grande momento, ao nível do que tem vindo a acontecer nos Impacts basicamente, por isso não foi um PPV de ouro para os Aces, pelo contrário. O fim está próximo, acreditem…

    • Jorge Rebelo - há 4 anos

      Este é um sintoma de quem comenta sem acompanhar com regularidade. Mesmo no chat do Slammiversary também defendiam que o Anderson não era um main-eventer, quando precisamente no último show antes do PPV o main event opôs o AJ Styles ao…Mr. Anderson.

      Eu sempre defendo que haja debates e partilha de ideias, mas é importante ir acompanhando o produto e ler o que a familia TNA aqui no WPT vai comentado.

  8. Enigma - há 4 anos

    A TNA já tentou contratar o Heyman á um bom tempo atrás, mas não chegaram á um acordo porque a Dixie Carter não aceitou os termos do gênio.

    Sem dúvida alguma a Stable será dizimada quando Bully Ray perder o título, provavelmente em outubro.

    • Jorge Rebelo - há 4 anos

      Enigma eu há uns anos defendi aqui no WPT a contratação do Heyman e continuo hoje a defender, mas nunca nos moldes que ele pretendia. O que ele pediu à TNA foi uma verba milionária e uma quota parte muito significativa da empresa. O Heyman é bem capaz de ser um sobredotado em termos criativos e de vendas, mas nunca colocaria nas mãos dele a gestão de um negócio.

      • danielLP21 - há 4 anos

        100% de acordo.

      • Enigma - há 4 anos

        Também concordo com vocês.

        Apesar do homem ser um mestre, era um grande risco para a TNA.

  9. Vince It Factor - há 4 anos

    Nota-se por esta crónica que não acompanhas regularmente a TNA e que analisas-te os Aces pelo que tens visto por alguma ou outra vez…

    O Garett e o Brisco são péssimos, acima da média nunca mesmo, sendo que o Brisco nem evolui sequer, enquanto que o Garett tem vindo a melhorar, mas nunca será nada mais que um jobber de mid-card, não dá para mais simplesmente.

    E quanto ao Anderson, o Anderson é precisamente o contrário do que dizes, e se assistisses regularmente irias entender, visto que o Anderson é dos membros que mais credibilidade dá aos Aces, além de ser um main-eventer muito bom com ótimas mic-skills.

    Os Aces, de resto, irão cair quando o Bully perder o título e ou muito me engano ou será no BFG. Até lá, só não queria que os descredibilizassem, pelo menos isso.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador