Piledrivin’ Everyone #19 – Um olho no futuro, outro no passado

Bem vindos ao décimo nono Piledrivin’ Everyone, em que falaremos um pouco sobre o PPV de amanhã, o Night of Champions, mas de uma maneira um pouco diferente. Além de fazer minhas breves antevisões, pretendo viajar um pouco no tempo, e relembrar alguns combates memoráveis ou curiosos que aconteceram em outros Night of Champions, envolvendo os protagonistas do PPV de Domingo. Quem me acompanha?

Mark Henry vs Rusev

mark_henry

Rusev fará a sua primeira aparição, e imagino que sairá vencedor deste combate, mas retornando ao ano de 2011, encontramos um grande momento na carreira de Mark Henry. Naquela noite de 18 de Setembro, ele enfrentou o então campeão Randy Orton. Após muitas tentativas de aplicações de World Strongest Slams e RKOs, Henry conseguir aplicar seu finisher e fazer o pin a Orton, garantindo seu primeiro (e único) título maior na WWE – não contando aqui o título da ECW. Após vencer, fez um discurso, instaurando o Hall of Pain e questionando o WWE Universe, pois todos estavam surpresos pela vitória, depois de mais de 15 anos sem vencer um título principal da companhia.

Chris Jericho vs Randy Orton

Orton provavelmente perderá este combate, mas creio que ataque Jericho depois de finalizado. Aqui, me permito viajar um pouco, imaginando que pode ser outra pessoa, e não Orton a atacá-lo. Mas independente de minha opinião, que o atacar (se isso se confirmar) permitirá que uma nova – ou não – feud se instaure quando Y2J retornar. Que seja mesmo Orton, pois apesar da repetição exaustiva dos combates entre eles, acho que têm química e podem ainda proporcionar bons combates quando retornar o líder da Fozzy.

Quanto ao passado, retorno a 2010, em um combate Six-Pack Challenge pelo WWE Championship, que envolveu os dois acima nominados, e ainda John Cena (sempre ele), Edge (saudades), Wade Barret (então líder do Nexus) e o então campeão Sheamus. o Destaque fica para uma estipulação adicionada por Y2J, em que se perdesse o combate, deixaria a WWE. E foi o que aconteceu! Orton o eliminou com 1 minuto e 30 segundos de combate. Pela ordem, Cena eliminou Edge, Barret eliminou Cena, Orton eliminou Barret, e por fim, Orton eliminou Sheamus, se tornando o novo campeão. O combate teve muitos spots em que estavam presentes três e até quatro dos participantes e ainda a interferência de Heath Slater (que vendeu um dos piores RKOs da sua carreira, sendo ele especialista nisso). Vale a pena conferir!

Roman Reigns vs Seth Rollins

Para este combate espero de tudo, desde a provável interferência de Kane à nem tanto de Dean Ambrose. Será que fará seu retorno? Mas se o combate se desenrolar como o esperado, imagino que Rollins vença. Aliás, se vencer, será este seu único grande momento, já que tem em seu poder o trunfo da mala do Money in the Bank? É esperar pra ver.

tag_team_shield_primetime

Como os dois são relativamente novos na companhia, o único Night of Champions em que combateram foram o do ano passado, dois meses após surgirem no Survivor Series. Neste Night of Champions, Dean Ambrose já era United States Champion e a tag formada por Reigns e Rollins era campeã de Tag Team. Todos defenderam com sucesso seus títulos, sendo o combate de tag contra os Prime Time Players, que tinham se credenciado para a luta pelos títulos no kickoff, e não foram páreo para os então The Shield.

Paige vs Nikki Bella vs AJ

Um combate que tem tudo para ser bom, apesar da enfadonha storyline das irmãs Bella. Temos três lutadoras talentosas (questionável) envolvidas, e mais Brie Bella e Stephanie McMahon podendo interferir. O caldo pode engrossar neste combate, e acredito que Paige mantenha o título, mas tenho uma esperança, de uns 25% de que AJ vença. Quem sabe, sendo campeã, não traz CM Punk de volta (risos)!

double_sharpshooter

Duplo Sharpshooter de Natalya a Naomi e Brie Bella

Para encontrar uma delas, recorro novamente ao último Night of Champions, em que tivemos um Fatal Four Way Match pelo Divas Championship, em que somente AJ entre as mais novas postulantes a campeã estava presente. Se juntaram a ela Natalya, Naomi e a Sra. Bella Danielson (Brie). Após AJ ter frustradas algumas tentativas de fuga, o combate se desenrolou sem maiores dominâncias, e quando todos pensavam que Natalya venceria, ao aplicar um Sharpshooter duplo em Brie e Naomi, AJ a atacou e manteve o título após finalizá-la com um Black Widow. Um combate curto (como de costume), mas bem movimentado.

Sheamus vs Cesaro

Acho complicado ver dois talentosos lutadores a brigarem por um título que não seja o principal (visto que agora temos somente um). O que esperar? Sheamus sem um título sempre perambula pelo mid card, visto que sua personagem já não convence. Cesaro tem talento, mas nunca há um booking que o faça alçar voos mais altos. Uma vitória do suíço poderia alçá-lo, começando com um título menor e um reinado sólido.

brogue_kick

A volta do Brogue Kick no Night of Champions 2012

Aqui, relembro a feud que Sheamus teve com Alberto del Rio pelo World Heavyweight Championship, e sua luta jurídica para “legalizar” o Brogue Kick, que foi novamente permitido no Night of Champions 2012, permitindo que o Celtic Warrior mantivesse o título.

Dolph Ziggler vs The Miz

Esta é uma rivalidade que tem me agradado, e torço para que Ziggler mantenha o título, e a feud continue, visto que esta nova faceta de Miz não tem nada de novo, mas é o suficiente para que possa continuar, além do que a “química” entre os dois no ringue é notável. Ziggler, que já esteve na busca pelos títulos principais, tem que retomar sua “remada” correnteza acima, e um sólido reinado pode auxiliá-lo nessa árdua missão.

lebell_lock

Fui buscar um combate que não traz boas lembranças para The Miz. No Night of Champions do ano de 2010, o Mr. Money in the Bank The Miz, mesmo com o auxílio de Alex Riley, não foi páreo para o então LeBelle Lock do ainda “cara limpa” Daniel Bryan, que arrecadou o United States Championship.

The Usos vs Goldust e Stardust

Será que sou eu o único a não suportar esta nova fase do Cody Rhodes? Não acho graça, de verdade! Preferia vê-lo de cara limpa (ou no máximo com aquele bigode ridículo). Mas concordo sim que andam a dar bons combates, e fazem com que o reinado dos Usos seja interessante, afinal, há anos mereciam esta oportunidade. A única coisa que acho ruim é a forma como a rivalidade dos atuais campeões com os Wyatts acabou por deixá-los um bocado sem credibilidade. Enfim, para além de meus gostos pessoais, seria interessante ver uma nova e boa dupla como campeã, e quem sabe um retorno dos Wyatts para uma desforra (não necessariamente no PPV) contra os Usos.

dibiase_rhodes

Remontando ao primeiro Night of Champions, em 2008, Cody Rhodes se envolveu em um combate interessante, pelo extinto World Tag Team Championship. Os então campeões Hardcore Holly e Cody Rhodes defenderiam seus títulos contra Ted DiBiase Jr. e um lutador “surpresa”. Antes do início do combate, Ted pediu o microfone e disse que seu parceiro não poderia comparecer, e o combate se tornou um 2-in-1 match. Com o soar da campainha, Cody e DiBiase iniciariam o combate, mas DiBiase pediu para que o combate começasse contra Holly, pedido que foi logo aceito. Mas logo que entrou no ringue, Holly foi atacado por Cody Rhodes, que se revelou o “lutador surpresa”. Em um combate curto, Ted logo fez o pin a Holly, e a nova dupla se tornou World Tag Team Champion!

Brock Lesnar vs John Cena

Um combate que desperta os mais diversos tipos de sentimentos. Um deleite para a Cenation, um terror para que acha que ele “SUCKS”. Ao mesmo tempo, temos, como já aconteceu com The Rock, um campeão part-timer, que luta quando a grana fala mais alto. Não gosto desse tipo de reinado, confesso, mas aqui a história se torna interessante e suscita diversas dúvidas, e outras quase surpresas.

Se perguntarem a uma boa parte dos fãs, é quase uma unanimidade imaginar que não teremos um Brock Lesnar tão dominante como vimos da última vez. Esse tipo de combate também nos faz sonhar com o Heel Cena, que provavelmente nunca veremos, mas uma atitude mais agressiva (quem sabe até um pouco de sangue, para os mais aficionados) da parte dele é sempre interessante. Como já disse, não gosto muito de part-timer como campeões, mas acredito que Lesnar, com essa história de “besta”, e em muito auxiliado pelo trabalho maravilhoso que Paul Heyman tem feito, pode levantar o recém-unificado WWE Title, para um próximo campeão. torço pra que isso aconteça. Mas e se John Cena vencer? Recomeça o burburinho: OMG, ele vai alcançar o recorde de 16 títulos de Ric Flair! Prefiro pensar como Jim Ross, em um artigo que li há algum tempo: “Se ele teve 16 títulos quer dizer que antes disso perdeu pelo menos outras 15!”. Não chega a ser um número a comemorar, ou um título que Cena lhe retira. É apenas um número! E quase que certamente teremos, se isso acontecer, uma breve tentativa de cash-in de Seth Rollins. Vamos esperar. Por mais que você não tenha interesse nos lutadores que combaterão, os rumos da companhia e de seu principal título serão traçados!

Duplo pinfall no mais event de 2012

Como é o primeiro Night of Champions de Brock Lesnar, vamos a algumas curiosidades sobre John Cena. O único Night of Champions em que ele não participou foi exatamente o último (2013), pois perdeu o título para Daniel Bryan no PPV anterior (SummerSlam). Seu “card” no evento é de 1 vitória (2011), 3 derrotas (2008, 2009 e 2010) e 1 empate (2012, contra CM Punk, em um controverso “duplo-pinfall). Sua única vitória foi por submissão, sobre Alberto del Rio. Dos 5 combates em NoC, ele sempre entrou como desafiante. Cena só esteve presente no poster oficial da edição de 2012.

Está bom por aqui, não? este PPV sempre me chama a atenção por ter todos os títulos em jogo. Agora é aguardar para saber se nossas expectativas serão atendidas, superadas, ou devastadas! Espero que tenham gostado dessa nova forma de antevisão e que tenham um bom Night of Champions!

C ya next time!

Sobre o Autor

Foto de perfil de Facebook
- Professor e futuro Analista de Sistemas. Amo música de qualidade, computadores, wrestling e um bom futebol (não necessariamente nessa ordem).

10 Comentários

  1. John_3:16 - há 2 anos

    Bom artigo!

  2. CarecaPT - há 2 anos

    Excelente artigo só discordo quanto ao stardust que acho bastante “entertaining”

    • Flávio Bruniera - há 2 anos

      Olá Careca!
      Avisa que essa minha opinião sobre Stardust seria um tanto polêmica e até meio solitária…

  3. Hildo - há 2 anos

    Gostei do artigo, e concordo com o que disse sobre a ”faceta” atual do Cody Rhodes.

  4. Mafi - há 2 anos

    Eu gostei do artigo, muito bom o regresso ao passado e a comparação com a actual posição no card deste ano!

    Só achei uma frase que pode gerir confusão a quem não acompanhasse na altura, quando falas do Reigns e do Rollins: “Como os dois são relativamente novos na companhia, o único Night of Champions em que combateram foram o do ano passado, dois meses após surgirem no Survivor Series” Assim dá a entender que estrearam-se em 2013 no NOC do ano passado e que este é após o Survivor Series, quando sabemos que foi em 2012. Basicamente falta só ali o ano de 2012.

    Eu gosto desta nova faceta do Cody Rhodes mas já não sei quantas mais gimmicks ele terá! Bem ao menos a WWE não desiste dele e tenta sempre criar algo de novo, ao menos isso.

    • Flávio Bruniera - há 2 anos

      Olá Mafi!
      Obrigado pela leitura e pela sugestão. Não me ocorreu isso quando da escrita do artigo. Obrigado pela complementação.

  5. Roberto ''THE VIPER'' - há 2 anos

    Belo artigo, Flávio

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador