Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Sharpshooter #22 – Família

“Família-ê, família-á, família!” e inspirado na música da banda brasileira Titãs é que o Sharpshooter desta semana irá tratar. Uma das coisas que acompanham algumas carreiras são o fato de isto passar gerações no Wrestling, que vai do pai para o filho e, quem sabe, isto não possa seguir mais?

Sim, também há os irmãos que acompanham a carreira, mas esta semana irá dar destaque as famílias que passaram mais de uma geração nos fazendo emocionar e vivenciar o Wrestling em si. Irá abordar quatro famílias que passaram mais de uma geração televisionada.

4. FAMÍLIA POFFO

Por mais de 40 anos tivemos Angelo Poffo a ser dos heels da companhia, divertindo o público com este carisma. O wrestler passou geração para dois filhos de Angelo Poffo, primeiro para “Leaping” Lenny e em 1973 chegaria a pessoa mais conhecida desta família, que por razões suspeitas nunca teve seu nome no Hall of Fame: Randy Savage estreou na WWF em 1973 após sua carreira como jogar de beisebol fracassar, para se tornar King of the Ring, WWF Champion e Intercontinental Champion. Sem dúvida uma grande família!

3. FAMÍLIA GUERRERO

Primeiro começou com Gory Guerrero, que seria um vilão sem muito sucesso nas luchas libres mexicanas, mas seus filhos teriam mais impacto, sendo Hector, Mando e o principal de todos eles: Eddie Guerrero, que foi o primeiro mexicano a ganhar o WWE Championship após ganhar de Brock Lesnar em 2004.

Outros que podemos citar seriam a esposa do falecido Eddie e atual General Manager da SmackDown, Vickie Guerrero, que tem seus destaques como manager e gerente geral das brands da WWE. Também se cita o sobrinho de Eddie, Chavo, que hoje trabalha na TNA e conquistou WWE Tag Team junto com o tio Eddie.

2. FAMÍLIA RHODES

Começamos dizendo por Dusty Rhodes, o pai. Lendário que proporcionou grandes combates com lendas como Harley Race e Ric Flair, qual ganhou inúmeros campeonatos durante sua carreira e entrou para o Hall of Fame da WWE em 2007.

Sendo assim, Dusty Rhodes se tornou pai de Goldust e de Cody Rhodes, que até hoje tem, quando se encontram, uma certa “rivalidade” e ambos já conquistaram juntos cinco Intercontinental Champions. Pra estes irmãos só falta um título mundial, que pode estar bem perto de chegar a Cody Rhodes ainda este ano!

1. FAMÍLIA HART

O legado dos Hart começou em na cidade canadense de Calgary, no estado de Alberta, com Stu Hart, pai dos irmãos Owen e Bret, com a fundação da academia de Wrestling Stampede em 1948. Stu Hart treinou Bret e Owen Hart de forma severa, quando ele aplicava o Sharpshooter em Bret ou em Owen, era de costume na infância que eles tivessem problemas de visão e nas costas, de tanto que o pai “puxava”.

Mas tudo teve seu êxito, Bret começou na WWE fazendo uma tag-team junto com Jim Neidhart (também da família) qual ganharam duas vezes o WWF Tag Team Championship. Bret na carreira solo viria a se tornar cinco vezes campeão da WWF e duas vezes seria campeão Intercontinental. Bret saiu da WWE após o polêmico Montreal Screwjob, mas hoje é de nosso conhecimento que ele fez as pazes com Vince McMahon.

Enquanto o irmão Owen Hart não teve o mesmo sucesso do mais velho, talvez por falta de tempo. Owen ganhou King of the Ring, o European Championship, o Intercontinental, só faltou o cinturão mundial, que poderia ter vindo depois se não tivesse ocorrido aquele acidente no Pay-per-View Over the Edge de 1999. Muitos defendem a entrada dele no WWE Hall of Fame, mas a viúva, Martha Hart, não quer que a WWE “usufrua da morte de Owen”.

E hoje nós vemos a família ainda na WWE na divisão feminina da empresa, com a sobrinha de Bret Hart, Natalya, a Diva em que a WWE perde tempo em deixá-la como manager de Superstars em vez de dar a ela um belo push individual e fortalecer a divisão que anda tão esquecida na companhia.

Estas são algumas famílias que estiveram presentes por gerações no mundo do Wrestling, é claro que é há outras que todos devem ter pensado (como os Hennig, os Bischoff e os Maivia), mas acredito que estas são suficientes para todos se recordaram e não me alongar tanto. Quem sabe no futuro não seja diferente? Daqui alguns anos eu não esteja eu escrevendo sobre outra família em “desenvolvimento” no Wrestling, como, por exemplo: Família Angle?

Espero que gostem e comentem! Estou aberto a sugestões!

Sobre o Autor

- Curitibano, brasileiro e torcedor do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense e colaborador no WPT, como escritor do quadro Sharpshooter. A quem gostar dos artigos e quiser me adcionar ao Facebook para ter mais de Wrestling e demais assuntos do nosso cotidiano, sinta-se à vontade! Apenas procure por: Bruno do Nascimento Costa. Peço apenas que, caso adicione, me mande uma mensagem, se identificando como leitor assíduo do WPT.

20 Comentários

  1. Stunner - há 3 anos

    Gostei muito do artigo

    As minhas familias que mais “gosto”, por assim dizer, sao a familia rhodes e a familia guerrero.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, Stunner! Realmente são grandes famílias, que foram citadas no artigo e fazem parte das minhas famílias favoritas também!

  2. Sergio Fantastico - há 3 anos

    Bom artigo gostaria de ver a família dos Maivia e dos Bischoff também acredito que não iria alongar tanto o texto e obviamente o Owen Hart se não tivesse falecido iria ter igual ou maior sucesso que o irmão.

    • Sergio Fantastico - há 3 anos

      Ah não ser que a WWF desse uma das suas e não aproveitasse ele direito como não aproveitou bem dezenas de talentos.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, Sergio. Realmente se Owen não tivesse falecido cedo e de uma maneira trágica ele poderia ter tido tanto sucesso quanto o irmão teve. Eu já via Owen como um superstar um pouco “underrated” neste período, pois tinha muito potencial dentro do ringue como fora dele. Owen, sem dúvida, poderia ter sido um grande superstar!

      Ele só não faria sucesso se acontecesse o que falaste. Se a WWE não o aproveitasse da maneira como deveria (como faz até hoje com The Miz, Wade Barrett e outros superstars).

  3. BRRM - há 3 anos

    Bom artigo, o trabalho que o Stu fez com o Bret e o Owen foi incrível os dois eram excelentes lutadores apesar de eu achar o Owen superior ao Bret e muito mais underrated. A Martha Hart precisa de ter consciência pois uma indução ao HoF não é um aproveitamento à morte do Owen mas sim o reconhecimento por todo o seu trabalho. E também acho que o Macho Man tem de ser induzido rapidamente ao HoF, ele merece e muito.

    • Anónimo - há 3 anos

      Obrigado, BRRM! Realmente Owen era bem Underrated, dá pra se notar quando ele tinha a gimnick Blue Blazer naquela época, ele já poderia estar em feuds por cinturões mundiais, mas a WWE perdia tempo colocando ele na feud pelo Intercontinental Champion e outros secundários. Ele até teve uma feud com Bret pelo WWF Champion, mas não ganhou.

      O Owen e o Macho Man, de acordo com Shawn Michaels e Bret Hart, já deveriam ter sido induzidos no Hall of Fame, ambos pelo seu trabalho. A questão de Savage é pior por causa de duas histórias que correm por trás:

      1. A primeira hipótese é que ele teve relações com Stephanie McMahon quando ela ainda era uma adolescente.

      2. A segunda hipótese é porque ele disse uma vez a Vince que, mesmo se morresse, só aceitaria entrar no Hall of Fame se seus irmãos também entrassem.

  4. Miguel Silva - há 3 anos

    Bom artigo ;)

  5. FábioVaz - há 3 anos

    Bom artigo Bruno, a Familia Hart é lendária, o Sharpshooter é a herança que passa entre eles.

    Quanto aos Rhodes, Cody é um dos meus preferidos, e espero mesmo que venha a vencer um titulo mundial.

    Nao entendi muito o Starship Pain ao final, mas está certo hahahaha, Bom Artigo.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      É, o Starship Pain… eu, no final dos artigos, sempre costumo colocar uma imagem que não tenham muito a ver com o artigo. No caso de hoje foi este, o intuito é apenas descontrair e abrir outros assuntos nos comentários.

      Obrigado por gostar do artigo, Fábio! A família Hart representa muito dentro do Wrestling, inclusive dentro da WWE. Os Rhodes também, e também espero que Cody venha a vencer o título mundial.

      • FábioVaz - há 3 anos

        ah certo, nao sabia disso, eu fiquei meio tentando adivinhar o porque kkkk

  6. tiago wwe - há 3 anos

    tem dua familias que você esqueceu de citar a mcmahon e a do rock,reings,umaga ,usos entre outros

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Exatamente como disse no final, todos iriam lembrar de mais famílias. Acredito que estas eras suficientes!

  7. famartinho - há 3 anos

    Mais um bom artigo! A família Guerrero é claramente uma das mais interessantes (principalmente no tempo em que o Eddie e o Chavo estavam juntos).

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, Famartinho! Realmente a família Guerrero é muito interessante de se pesquisar, até porque eles representam muito dentro da WWE e do Wrestling!

  8. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Bom Artigo!

    A família Hart é a minha favorita!Em relação ao Macho Man,também o seu irmão esteve no wrestling.”The Genius”, antigo manager/wrestler.Um dos lutadores que foi manager…MR Perfect!

    Parabéns!

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Muito obrigado, André Santos! A família Hart também é a minha favorita, pelo fato do grande talento que têm dentro do Wrestling e pelo que eles representam!

  9. GJD - há 3 anos

    Bom artigo.
    Esqueceu de mencionar Von Erich family

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, GJD. Como disse no artigo: todos iriam lembrar de mais famílias. Acredito que estas eram suficientes!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador