Smoke and Mirrors #146 – Luzes, Câmara, Acção!

Esta semana decidi mudar de ares, ou melhor, o Smoke decidiu mudar de estilo ou pelo menos irá abordar um tema diferente. Ou seja, esta semana o Smoke vai ao cinema, ou o cinema vem ter com ele, porque irei falar do cinema no Wrestling. Mais concretamente vou falar de superstars que começando no pro-wrestling acabaram por ter aventuras em Hollywood, sendo que alguns deles foram mais bem-sucedidos que outros.

Até porque nem todos eles são particularmente excelentes actores, por isso em alguns dos casos que serão apresentados não é surpresa que eles tenham falhado nessas aventuras. Aliás, surpreendente seria se tivessem sido um sucesso porque tanto eles, como alguns dos projectos em que entraram são claramente fraquinhos.

E neste momento se calhar questionam-se o porquê de ir falar deste tema, e eu digo-vos o motivo já de seguida. Eu escolhi este tema porque quis analisar e comparar os dois principais Blockbusters de verão, e quis porque ambos têm dois wrestlers em destaque, e em parte o sucesso desses filmes poderá apresentar-nos as reais possibilidade de um regresso de um destes enterteiners.

Por isso, sentem-se bem nas vossas cadeiras antes de lerem o artigo, e não se esqueçam de comprar as pipocas e Cola para aproveitarem ao máximo esta aventura. Ou seja, está na hora de me deixar de conversas e mergulhar na aventura do Cinema no wrestling, esperando que seja uma aventura do vosso agrado.

1. Aventuras de Wrestlers no Cinema

Quando falamos de aventuras de wrestlers no cinema tenho obrigatoriamente de falar em Hulk Hogan, que sendo a primeira mega-star do wrestling a chegar ao grande ecrã, foi igualmente dos que teve aventuras mais rentáveis no cinema. Mesmo assim, e verdade seja dita a grande maioria dos filmes em que ele entrou foram um pouco para o fraco, mas mesmo assim e muito devido á popularidade dele alguns dessas películas foram sucessos comerciais.

Mas como é lógico, filmes como Mr.Nanny, a Triologia Thunder in Paradise, um dos filmes dos 3 Ninjas, são tudo filmes que não ficarão na história do cinema, mesmo daquele mais light. Sendo que na minha memória guardo com mais apreço as curtas participações na mítica série Walker: o Ranger do Texas, e como não podia deixar esse ícone do cinema semi- de terror Gremlins 2.

Mas a geração que se seguiu a do Hogan também teve figuras com aventuras no cinema, nomeadamente Stone Cold Steve Austin, Big Show, Triple H, Kevin Nash, e Mick Foley. No caso do Nash só posso abordar como participação interessante aquela onde desempenhou o mítico papel de Shredder no filme das Tartarugas Ninjas II que data de 1994, porque de resto a carreira cinematográfica dele é totalmente para esquecer, mas isso não deveria ser surpresa alguma. Tal como não é a carreira do Big Show, que na minha opinião é medíocre mas isso também não me surpreende em nada.

Já Triple H só consigo mesmo destacar a sua participação no Blade: Trinity como um dos vampiros aliados do “Líder”dos Vampiros e “irmão do Scofield” no Prison Break. No caso do Foley a carreira também é escassa de destaques, mas apesar de tudo aconselho a quem goste de comédia que veja a participação dele na série 30 Rock na qual fez de Mankind. Por fim, o Stone Cold sinceramente nunca me pareceu ter vontade para apostar a sério nessa carreira, porque ele poderia ter sido um bom actor como bad ass , mas mesmo assim sempre que fez participações em filmes foi sempre muito eficaz como comprovam os filmes os Condenados, e mesmo a participação nos Grown Ups 2 e na série de TV Chuck.

Mais recentemente temos assistido á ascensão de novas estrelas de filmes de acção vindas do wrestling, sendo os expoentes máximos o Batista e o The Rock, mas sobre eles e os seus mais recentes filmes irei falar mais á frente. A par deles surgem nomes ainda menores como o John Cena que tem feito sobretudo filmes da WWE, e por isso ainda não poderá ser considerado como uma verdadeira estrela de Hollywood. Mas, também devo destacar a participação como membro do cast permanente do Haven do Edge, e mesmo os filmes do Kane que não sendo geniais não são maus dentro do género, sobretudo o See No Evil.

Por fim, tinha que falar dos senhor Ted di Biase e Mr.Kennedy(ou Anderson) que tiveram papeis principais em filmes da WWE( Marine II, e Behind Enemy Lines: Colombia) com desempenhos sem qualquer destaque, tal como foi o caso do Randy Orton no 12 Rounds: Reloaded. Mais recentemente nomes como Dean Ambrose e sobretudo o Money Maker o Miz têm filmes onde serão protagonistas, e mesmo que sejam filmes da WWE, eles são motivo de orgulho para eles sobretudo para o Miz. Todavia, o verão tem sido marcado pelo confronto Hércules e Guardiões da Galáxia, e é nesse confronto que me irei focar de seguida.

2.Hércules

Comecemos pela análise do épico de acção mitológica protagonizado por The Rock, e onde tivemos a senhora Ronaldo, ou melhor Irina Shayik teve a sua estreia enquanto actriz. Num elenco que conta igualmente com participações de luxo como Ian McShane, ou mesmo o excelente actor John Hurt. Tendo igualmente um realizador reconhecido dentro do género do cinema de acção, Brett Ratner destacando-se entre outros os filmes da saga Hora de Ponta, e um dos filmes da série X-Man, sendo igualmente o realizador do episódio piloto da série Prison Break.

Enquanto película o filme dentro do género parece-me ser bem construída, e com um argumento próximo da lenda mitológica original, mesmo que em algumas situações sejam ligeiramente diferentes. No entanto, isso é compreensível dado que se trata de um filme de acção claramente ajustado ao seu protagonista, sendo que o maior elogio que posso fazer ao Rock é que ele consegue trazer um lado humanos á personagem do Hércules. Aliás, arrisco-me a dizer que o filme é centrado nele, e ele consegue aguentar bem o filme, o que é sinal das melhorias do Rock enquanto actor de Cinema.

Assim, é um Rock próximo do Rei Escorpião o que podemos encontrar nas cenas de acção, mas muito mais eficaz na abordagem das emoções humanas. E mesmo não sendo o meu género de eleição, temos aqui um filme relativamente bem conseguido, tendo como principal defeito pelo menos na minha opinião a secundarização das restantes personagem em relação á do Rock.

3. Guardiões da Galáxia

Antes de analisar o filme devo dizer que não sou muito fã deste tipo de filmes da Marvel, e não por não gostar de Comics, pelo contrário acho que é o facto de ter esse lado geek que me torna mais exigente em relação a estes filmes. E verdade seja dita, á excepção do Iron Man do grande Downey Jr, e da trilogia Batman com o Christian Bale que não temos tido grandes filmes de super-heroís. E em parte não são bons filmes, não porque as pessoas não gostem do género mas sim porque são muitos raros os que humanizam os heróis e os colocam como “iguais” às pessoas comuns.

Sendo que na minha opinião é isso que torna apelativo o filme Guardiões da Galáxia, um conjunto de heróis que apesar do aspecto bizarro da maioria deles são personagens com as quais é fácil simpatizar. Não são claramente os típicos heróis, e isso torna a aventura mais atractiva como é óbvio, depois é uma aventura muito light e que conjuga bem o lado de acção com um lado mais de comédia. E nesse aspecto o elenco está bem construído, e todos os actores desempenham bem a função deles, e o Batista não é excepção, muito pelo contrário, mesmo que as minhas personagens preferidas seja a dupla Groot e Rocket.

Em suma, Guardiões da Galáxia é um filme de heróis, mas é um filme bem conseguido e que conta de forma inteligente e eficaz uma história, recorrendo a humor e elementos dos anos oitenta (nomeadamente a música). Por isso, é sem dúvida um filme que me surpreendeu porque estava céptico em relação á sua qualidade, tal como sobre a performance do Batista que foi igualmente surpreendentemente positiva. Sendo muito eficaz tanto nas cenas de acção, como nas cenas de comédia.

4. Avaliação dos Blockbusters

Antes de apresentar a minha avaliação final de cada um dos filmes, penso ser importante referir que se trata de uma opinião pessoal, e mesmo tentando sem o mais imparcial possível não deixa de ser apenas a minha visão. Qualquer um de vós na maioria das categorias que vou apresentar poderá ter uma opinião diferente.

Argumento: Aqui ganha claramente o Guardiões, e ganha porque parece-me ser um argumento mais coeso e com mais pontos de interesse, deixando pistas para a sequela mas sempre de forma inteligente. Enquanto o Hércules tem um argumento interessante para o estilo de filme, mas claramente não tão cativante quanto o seu rival, por isso um ponto para o Batista e companhia.

Rock 0; Batista 1

Cenas de acção- Aqui tenho que dar o ponto ao Hércules, porque por mais espectaculares que sejam as cenas de acção do Guardiões, acho que não existe dúvidas que as cenas mais naturais e intensas de luta estão no Hércules. Por isso, aqui temos o ponto do empate para o Rock.

Rock 1 ; Batista 1

Elenco- Enquanto elenco não posso ser falso, e aí o Guardioes ganha claramente porque é uma performance mais coesa enquanto grupo de actores do que no caso do Hércules. Claro que isto é uma opinião pessoal, mas pelo menos na minha opinião o Hércules é centrado no Rock e como já referi esse facto retira espaço ao restante elenco.

Rock 1 ; Batista 2

Prestação Individual- Aqui é claramente um empate, ou seja um ponto para cada um porque dentro dos estilos dos filmes ambos estiveram muito bem. Tal como referi o Rock esteve bem como já é habitual, e o Batista surpreendeu por isso sim é um empate nesta categoria.

Rock 2 ; Batista 3

Valores de boxoffice(bilheteira):

Receitas de bilheteira USA Receitas de bilheteira fora dos EUA Receitas do primeiro fim-de-semana Receita Total
Hércules  $70,186,241 $90,700,000 $29,800,263 $160,886,241
Guardiões da Galáxia $256,734,812 $245,300,000 $94,320,883 $502,034,812

Aqui socorri-me de dados concretos sobre as receitas de ambas as películas, e o resultado é arrasador para o Hércules, ou melhor, a derrota é clara. Tanto internamente, como no fim-de-semana de estreia, como fora da América o Guardiões teve mais expectadores do que o Hércules, e por isso é claramente mais bem sucedido que o Hércules. Isso não retira valor ao filme do Rock apenas revela que não foi tão bem sucedido quanto seria esperado.

Rock 2 ; Batista 4

Estes resultados não são reveladores do futuro deles na WWE, ou no máximo significará que o Batista dificilmente voltará tão cedo porque estará demasiado ocupado em participações em filmes da Marvel, e outras participações. Quanto ao Rock, e sendo ele um dos possíveis membros do Hall of Fame de 2015 é possível que participe na próxima Wrestlemania.

Mas isso é algo para ser debatido noutra altura, até porque daqui até á Mania muita coisa ainda acontecerá na WWE. Assim, e sem mais para dizer despeço-me desta edição do Smoke and Mirrors, prometendo regressar para a semana com novo tema do pró-wrestling actual. Mas não podia deixar de ir sem ter uma palavra sobre o Jake Roberts:

A tua luta nunca será esquecida, mesmo tarde tentaste emendar os teus erros do passado. Tiveste amigos, família e todos os fãs a apoiar-te nessas horas difíceis, mas a vida é madrasta e quando pensamos que a luta acaba, uma nova luta surge. E mesmo que seja a tua última luta, luta até ao fim, luta sem nunca desistir porque é isso que define os guerreiros como tu, aqueles que provam que é possível mudar, e deixar uma última imagem mais positivas aos que te são mais próximos.

Figuras da Semana

Bobby Lashley – O Campeão continua imparável, e a vencer de forma limpa o que é bom para o reinado dele. Não tivesse ele promos mais fracas, e a TNA tinha aqui um excelente campeão.

Storm e Great Sanada – O Storm operou uma revolução na pessoa do Sanada, e a verdade é que a nova gimmick parece ter motivos de interesse e poderá significar um momento de viragem na carreira do japonês na TNA.

EC3 – Cada vez melhor enquanto heel, e é difícil não elogiar as performances de EC3 enquanto heel, mesmo não sendo ainda um wrestler que tenha convencido todos em termos de qualidade dentro do ringue.

Team 3D – Bom combate de abertura da Series pelo título de Tag Team, marcada pela vitoria da Team 3D que assim definirá a estipulação do próximo combate.

Seth Rollins e Roman Reigns – Bom segmento entre os ex-Shield onde assistimos ao inicio da rivalidade entre eles. Mesmo não sabendo a duração da rivalidade, não deixa de ser positivo que a WWE não se tenha esquecido que o Reigns foi também traído, mesmo com atraso.

AJ e Paige – Apesar da “pseudo” tensão amorosa entre as duas, o segmento delas na Raw foi apesar de tudo um dos momentos mais agradáveis dessa edição.

Goldust e Stardust – O Turn dos Bizarros poderá trazer mais interesse á gimmick e á equipa dos irmãos Rhodes nas próximas semanas.

Brock Lesnar e Paul Heyman – Excelente promo da dupla do momento. É verdade que não tiveram fisicamente mas não é por isso que não deixou de ser uma boa promo.

Surpresa da Semana

Regal no GM do NXT- Foi uma bela surpresa ver que o King Regal é o novo GM do NXT, e espero que tenhamos a continuação de um bom produto e rivalidades durante a Era Regal.

Desilusão da Semana

Main-Event da Raw – É daqueles momentos que consegue tornar um programa aceitável para algo que irrita mais os fãs. Tal como disse o JR no dia seguinte: Tenho dúvidas que este foi o melhor booking para valorizar o Cena, e receio do impacto desta decisão no Bray Wyatt.

Perguntas da Semana

Qual a tua opinião sobre os Wrestlers passarem para o Cinema? E quais foram os casos de maior sucesso? E os de menor sucesso?

Qual achas o melhor Blockbuster do verão? Hércules ou Guardiões da Gálaxia ?

Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

54 Comentários

  1. Tiago Correia - há 2 anos

    Muito bom artigo.

    Não posso emitir a minha opinião, pois não vi qualquer um dos filmes citados. No entanto gostava de te congratular por mais um tema extremamente original. Continuação de bom trabalho!

  2. MR Perfection André Santos - há 2 anos

    Bom Tema!

    Qual a tua opinião sobre os Wrestlers passarem para o Cinema? E quais foram os casos de maior sucesso? E os de menor sucesso?

    Maior sucesso sem duvida o Rock o menor talvez o “all might” Hogan. Ele tem participações bem fraquinhas mas isto é a minha opinião… O filme que fez : No Holds Barred

    https://www.youtube.com/watch?v=HJrOzjhP30g

    Qual achas o melhor Blockbuster do verão? Hércules ou Guardiões da Gálaxia ?

    Não vi nenhum meu caro e em principio não vou ver :P

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?

    Estive um bocado desligado do wrestling esta semana e somente vi a RAW e a promo do heyma e lesnar foi TOP!

    • José Sousa - há 2 anos

      Eu sinceramente vi os dois, e gostei do segundo apesar de achar que os filmes do género são sempre para o fraco. O do Rock é filme á Rock, quem gostar do estilo gosta. Ai o Hogan é horrível como actor em cinema, mas olha que a filha é pior( já vi um filme dela e é terrível).

      • MR Perfection André Santos - há 2 anos

        Tenho que ver :D

  3. José Sousa - há 2 anos

    Muito obrigado.!

  4. Anon - há 2 anos

    É quase um insulto comparar o Hércules aos Guardiões da Galáxia, eu não vi o Hércules e depois do que vi no trailer não quero nem sequer vê-lo, mas fui ver os Guardiões ao cinema e posso dizer que foi excelente, provavelmente o melhor filme da Marvel.

    Já agora, sabiam que há outro filme do Hércules com o John Morrison chamado “Hercules Reborn”? Descobri a semana passada e parece que o filme ainda é pior que este, tem uma classificação de 2,8 no IMDb e está cheio de erros históricos.

    • José Sousa - há 2 anos

      Ui é horrível. Eu tentei ver 5 minutos e é terrivel. E atenção que eu gosto do Morrison como wrestler, mas a carreira de actor não é para ele, pelo menos não desta forma.

    • DX Rules - há 2 anos

      Facto curioso. Esse filme foi feito pelo The Asylum que é uma empresa que se dedica a fazer filmes de qualidade rasca baseando-se em blockbusters populares para se aproveitarem da sua fama e conseguir vendas. O que é triste é que conseguiram sempre recuperar o investimento que fizeram num filme.

      • Anon - há 2 anos

        Fui pesquisar a empresa e parece que afinal já conhecia alguns dos trabalhos dela, como o famoso “Sharknado” e aqueles filmes estúpidos do “Mega Shark” e “Sharktopus” e esse tipo de monstros ridículos, eu lembro-me de ver uma série de trailers desses filmes e partia-me a rir com a estupidez dos filmes.

    • Allweneedislove - há 2 anos

      Epá os Guardiões da Galáxia é assim tão bom? Tenho que ver então.

      • Anon - há 2 anos

        Eu adorei, não só por as cenas de acção serem boas mas também porque o filme é verdadeiramente engraçado e é difícil eu rir-me a sério com um filme como me ri com os Guardiões da Galáxia. E também o facto de, tal como o autor do artigo referiu, eles não serem os típicos super-heróis com super poderes, mas sim um grupo normal de pessoas (e animais e ET’s e etc) que se reuniu por acaso.

  5. MicaelDuarte - há 2 anos

    Bom trabalho, José.

    Lembro-me perfeitamente de ver o Hogan no filme dos três irmãos Ninja. Na altura, eu nem ligava às “performances” dos actores pois só queria ver as cenas de porrada, mas, mais tarde, voltei a recordar aquilo e foi doloroso…

    A primeira recordação que eu tenho do Rock em cinema foi quando este participou num filme d’A Múmia, em que apareceu como o Rei Escorpião. Depois, também o vi no filme “O Rei Escorpião” e devo dizer que gostei. Tal como disseste, se eu bem entendi, também acho que o ponto fraco do Rock é mostrar um lado mais emocional, ou seja, ele não é um actor que tenha facilidade em moldar-se em diferentes papéis.

    Dos dois filmes que referiste, tenciono ver o “Guardiões da Galáxia”, mais que não seja para ver se corresponde ao “hype” que foi criado. Além disso, tenho alguma curiosidade em ver como se safa o Batista…

    Gostei do texto dedicado ao Jake Roberts. Espero que tudo corra pelo melhor.

    • José Sousa - há 2 anos

      Sim. Apesar de ter achado que no Hércules mostra melhorias nesse aspecto. Mas sim é diferente seres wrestler e seres actor de cinema, o tipo de capacidade que te são pedidas são diferentes. A minha memória é ver o Shredder( nem sabia que era o Nash), mas felizmente que não sabia, e vi porque em miúdo era fã das Tartarugas Ninja, mas o filme é terrivel. Depois como adulto lembro-me muito bem e como disse do Triple H com o Dominic Purcell no Blade.

  6. DX Rules - há 2 anos

    Um artigo diferente mas muito bom.

    Qual a tua opinião sobre os Wrestlers passarem para o Cinema? E quais foram os casos de maior sucesso? E os de menor sucesso?

    -Um wrestler tem tudo para ser um grande ator, especialmente de ação porque tem a capacidade de executar as cenas de ação sem precisar muito de um duplo. O caso de maior sucesso e o “caso a estudar” é sem dúvida o do The Rock. Ele agora é um ator relevante em Hollywood e um peso pesado dos filmes de ação. Não dúvido que qualquer dia aparece num dos filmes dos Mercenários. Os de menos sucesso acho que é o Big Show que eu nem sabia que tinha carreira neste ramo o que só demosntra o seu pouco sucesso.

    Qual achas o melhor Blockbuster do verão? Hércules ou Guardiões da Gálaxia ?

    -Eu gostei do Hércules. Cumpre bem a sua história e intenção e apesar de mudar a lenda do hércules em alguns pontos gostei mesmo assim. Se desse uma nota dava um: 8/10

    -O Guardiões da Galáxia foi sensacional para mim e um dos melhores filmes da Marvel. A perfomance do batista foi muito boa e aliás foi uma das personagens que me mais fez rir. Se desse uma nota dava um: 9/10

    -Por isso o melhor blockbuster é o Guardians of The Galaxy.

    -Quero concluir a dizer que não só o Batista estará ocupado com a Marvel como também poderá no futuro aparecer num Velocidade Furiosa. Eu digo isto porque ele fez em 2013 o Riddick com o Vin Diesel, fez em 2014 o Guardians of The Galaxy com o Vin Diesel e sendo o Velocidade Furiosa o menino do Vin Diesel quem sabe.

    -Digo mais uma vez que foi um artigo muito bom e foi uma boa ideia abordares esta área.

    P.S. Irmão do Scofield no Prison Break WTF?

    • José Sousa - há 2 anos

      Mas tu nem dá por ela que o Vin Diesel entra no filme, verdade seja dita. A minha personagem preferida claramente Rocket( Bradley Cooper). Exacto o maior defeito do filme é alteração da mitologia.

      Já agora eu acho que o Batista tão cedo não volta devido ao sucesso que está ter com o filme. Atenção que o Hércules não é mau, mas os resultados de bilheteira são esmagadores para o Guardiões da Galáxia.

      • DX Rules - há 2 anos

        O Vin Diesel é o Groot. Eu acho que se nota a presença de um gajo gigante como aquele xD. O Rocket para mim é o melhor também.

  7. Tunes9 - há 2 anos

    Excelente artigo, com uma tema diferente e original, mas com WWE envolvida, os meus Parabéns José Sousa. :-)

    Quanto ao tema em si, não posso opinar, visto que não vi nenhum dos filmes, não sendo um especialista em cinema ou apreciador em especial, gosto de cinema (como a maior parte das pessoas), e pretendo ver ambos os filmes brevemente, sobretudo para ver as prestações do The Rock e do Batista, assim como a história, mas confio nas tuas capacidades e sigo a tua opinião, muito boa análise.

    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

    Quanto às perguntas:

    Qual a tua opinião sobre os Wrestlers passarem para o Cinema? E quais foram os casos de maior sucesso? E os de menor sucesso?

    Acho que os Wrestlers podem funcionar bem no cinema, na WWE são actores e fazem cenas de acção, portanto é meio caminho andado, mas é preciso ter o carisma necessário e nem todos têm, mas acho que pode funcionar e é uma maneira de procurarem outros desafios nas suas carreiras.
    O The Rock é claramente o caso de maior sucesso, parece-me evidente, mas agora está a aparecer o Batista e pode ter sucesso, começou bem e agora é ver como correm os próximos projectos, depois o HHH fez poucos filmes, mas gostei bastante da sua participação no Blade (foi hilariante como sempre), mas talvez escolha o Big Show como o caso de menor sucesso.

    Qual achas o melhor Blockbuster do verão? Hércules ou Guardiões da Gálaxia ?

    Como disse acima, não vi nenhum dos filmes, ambos são Wrestlers que aprecio bastante (na WWE) e parece-me que fizeram um excelente trabalho e, como tu disseste, os filmes foram bons dentro do seu género, vou ter de ver os filmes e só depois opinar, mas confio na tua opinião.

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?

    Quanto à WWE, concordo com as figuras, surpresa e desilusão da semana.

    – Acrescento que não estou a gostar do rumo da feud Paige/AJ, está confusa e começa a ficar desinteressante, mas são muito talentosas e é natural que sejam competente na maior parte dos segmentos, foi o caso desta semana, realmente estiveram muito bem;
    – O Main-Event foi mais um “enterranço” ao Bray Wyatt por parte do Cena, é o Y2J a trabalhar e elevar e o Cena a estragar tudo, assim não dá, até irrita;
    – Por fim, com as mais recentes aquisições da WWE em termos de talentos para o NXT (Kenta, Devitt e Kevin Steen) a juntar aos outros no roster e agora o William Regal como GM, estão reunidas as condições para termos feuds interessantes, combates de qualidade e bom espectáculo em todas as semanas, assim como nos PPV´s, mal posso esperar.
    – De resto, também gostei da promo do Lesnar/Heyman, do segmento dos ex-Shield e dos Dust´s, portanto concordo.

    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

    • José Sousa - há 2 anos

      Concordo contigo. Sem dúvida que o NXT parece estar cada vez melhor. A minha parte preferida da promo já o disse no dia foi o Lesnar dizer que quase lhe vem uma lágrima quando pensa na tareia que o Cena vai levar.

      • Tunes9 - há 2 anos

        Está cada vez melhor, mais interessante e está a deixar-nos mais ansiosos e expectantes para o futuro próximo, sem duvida.

        Sim, eheh, aquele Lesnar é mesmo mau e não dá tréguas ao Cena, é uma pena. :-)

      • José Sousa - há 2 anos

        Então não é. Já sabemos que será o Reigns, e apesar das criticas ao menos vai criar uma nova estrela. Aquele main-event do NXT vai ser muito bom : FACT!

  8. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    Qual a tua opinião sobre os Wrestlers passarem para o Cinema? E quais foram os casos de maior sucesso? E os de menor sucesso?

    Nada contra a malta ir para o cinema mas fico desiludido com alguns que parece terem ido para o wrestling com o bjectivo de ir para o cinema e depois esquecem de onde vieram ou só aparecem de vez em quando. Faz lembrar as divas que se reformam ainda na casa dos 30’s com apenas meia dúzia de anos de carreira.
    O que já acho mal é a WWE dedicar-se ao cinema e deixar que isso se sobreponha ao wrestling levando à ausência forçada dos superstars, como acontece com o Ambrose.

    Qual achas o melhor Blockbuster do verão? Hércules ou Guardiões da Gálaxia ?

    Nem um nem outro, o fantástico e os super-herois não me cativam nada. No entanto devo dizer que para que um filme sobre super-herois ser melhor que um sobre uma figura da mitologia grega, então os realizadores do Hércules devem ter feito uma grande asneira!

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?

    Concordo com todos. O Bray Wyatt já estava morto antes da feud com o Jericho, depois disto acabou. Como levar a sério o Bray?

  9. José Sousa - há 2 anos

    Sim a situação dele já era débil e a WWE matou a personagem. Não foi ele que teve culpa, mas é impossível conseguir olhar para ele da mesma forma por mais que eu seja fã dele.

  10. Labras - há 2 anos

    Excelente artigo!

    Agora vamos às perguntas:

    Qual a tua opinião sobre os Wrestlers passarem para o Cinema? E quais foram os casos de maior sucesso? E os de menor sucesso?

    Eu vi poucos filmes com wrestlers, mas lembro-me bem do Blade com o HHH, do Riddick em que o Dave participou e lembro-me de alguns filmes do Rock e do SCSA.
    O Rock, acho que tem tido um boa evolução, não só a representar mas também na qualidade dos filmes em que participa, e creio que ele foi o actor, ou um dos actores que mais dinheiro fez o ano passado.
    Também me lembro de uma aparição do Edge, numa série que costumava ver, chamada Sanctuary.

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?

    Concordo com tudo mas não foi só o ME da Raw, que foi uma desilusão, também o da SD… ainda não percebi o push que estão a dar ao Show e ao Henry. Não podiam juntar 3 heels ao calhas para jobbarem para eles? Ou então faziam com que os Wyatts perdessem por DQ e depois quando estivessem a “perder” apagavam-se as luzes e eles desapareciam.
    Por outro lado, podendo estar a correr o risco de estar a ser ingénuo, estas derrotas da família podem servir para o Bray acolher um novo membro

    • José Sousa - há 2 anos

      Mesmo assim dificilmente isso ajudará a melhorar a situação, ou pelo menos não basta isso.

      • Labras - há 2 anos

        Pois, veio o Jericho “salvar” a familia… a rivalidade nem chegou ao fim e já os estão a enterrar outra vez… Agora para os salvar quase era preciso o Wyatt ganhar ao Lesnar com uma submissão.

      • José Sousa - há 2 anos

        Pois. Sinceramente mal por mal eu cortava pela raiz. Ou seja, dava o turn em todos, ou do Harper e o Rowan no Wyatt.

      • Labras - há 2 anos

        Também acho que isso seria o mais acertado a fazer… a “personagem” deles não tem de ser necessariamente heel…

  11. gonçalo"the best in the world" - há 2 anos

    Excelente artigo Jose!

    Eu so foi ver os Guardiões da Gálaxia e digo que não me arrependi nada, adorei! Eu não costumo gostar dos filmes da Marvel(tirando o Batman) e fiquei muito supreendido com este filme que consegiu dar uma boa historia e usando a comédia de uma forma que a Marvel não costuma fazer. As personagens tambem ajudaram sendo muito carismaticas.

    O Batista foi uma supresa agradavel acho que ele se sente muito bem neste tipo de filmes.

  12. Vinícius Nunes - há 2 anos

    Artigo diferente José, ainda não vi os filmes, mas não posso opinar muito, acho difícil ver o Rock lutando de novo na WWE, pra mim isso é praticamente impossível, já o Batista, ele teve um sucesso maior que o esperado, então, acho difícil também o seu retorno, creio que será mais requisitado no cinema, vamos ver como calham as coisas…

    Creio que o Rock seja o mais sucedido e o Ted o menos…

  13. BRRM - há 2 anos

    Gostei muito do artigo.

    Qual a tua opinião sobre os Wrestlers passarem para o Cinema? E quais foram os casos de maior sucesso? E os de menor sucesso?
    Não tenho nada contra os “wrestlers” passarem para o cinema, é claro que fico com um bocado de pena quando são “wrestlers” que gosto, mas percebo a escolha deles pois vão ganhar mais dinheiro, já para não falar que não poem tanto o corpo em risco.
    O caso de maior sucesso é obviamente o Rock e o de pior o Hogan (se bem que a filha ainda consegue ser pior).

    Qual achas o melhor Blockbuster do verão? Hércules ou Guardiões da Gálaxia ?
    Sinceramente, ainda não vi nenhum dos filmes mas tenciono fazê-lo em breve.

    Concordas com as figuras, surpresa e desilusão da Semana?
    Sim, penso que escolheste bem (como sempre).

    • José Sousa - há 2 anos

      Ai a filha é pior. Aquele filme dos tubarões a história é do pior que eu já vi, e o pior é que quando o vi( por acaso) passei o raio do filme a pedir que ela morresse.

  14. Matheus V. - há 2 anos

    Ótimo artigo. Ainda não há como comparar o Rock e Batista no cinema. Este foi o primeiro filme notável de Batista, enquanto Rock já está em Hollywood há quase 10 anos, sem falar que é o segundo ator mais bem pago da indústria. Acho que o Animal quer no momento se consolidar como ator, não apostaria numa volta dele tão cedo.
    Quanto a minha opinião sobre os filmes é que são “gostos adquiridos”. Tanto Hércules (falo do arco contado) quanto Guardiões da Galáxia são baseados em HQs . Acho ambos competentes, mas gosto mais de ‘Guardiões’, que dos Blockbusters que vi este ano foi o que mais gostei., tanto por apresentar muito bem ser sobre personagens desconhecidos do grande público, ser bastante cômico e ter uma trilha sonora sensacional.

  15. danielLP21 - há 2 anos

    Gostei do artigo, diferente do habitual.

    Não vi nenhum nenhum dos filmes. Era para ter visto o Hércules no cinema, mas acabei por não o fazer. Não são propriamente os tipos de filmes que eu aprecio (nem sou apreciador de cinema em geral).

    Não sabia que o Batista tinha tido assim tanto sucesso. Bom para ele, e que se dedique a 100% a essa carreira. Por mim, não precisa de voltar à WWE e o regresso dele este ano foi um fracasso. Se voltar, paciência. E acho estranho o Batista ganhar um “One-on-One” ao The Rock no que toca a Hollywood (ou seja no que for), mas lá está, não posso avaliar.

    • José Sousa - há 2 anos

      Pelo menos neste filme venceu. Claro que noutro qualquer não venceria, se fosse o Batista o protagonista a solo. Neste caso estamos a falar de uma produção bem construída e mais forte.

  16. Lord of Darkness - há 2 anos

    Gostei do artigo, acho que cobre uma parte secundária mas também importante acerca do ramo.

    Em relação a qual dos filmes seria melhor, pelos trailers ambos os filmes pareceram muito bons, se bem que o Guardiões da Galáxia foi o que me captou mais a atenção. Só vendo é que poderei formar uma opinião.

    No que toca a figuras, surpresas e desilusão tou, no geral, de acordo. O Lashley teve uma prestação dominante sobre o Dreamer no início do Impact, continuando a aumentar o seu poderio. Pessoalmente, gostei do segmento Rollins x Reigns, na eulogia a Ambrose. Acho que tudo foi bem estruturado, a forma como Ambrose é “forçado” a abandonar, Rollins vangloriando-se e esquecendo-se de Reigns, Reigns lembrando ao Rollins quem ele é, e tudo culminou, na minha opinião, num grande handicap match. Também gostei bastante do segmento entre a Paige e a AJ. Penso que caso a Ronda não venha estas 2 vão continuar a lutar entre si pelo título. Nikki Bella pode tirar partido de se ter juntado à Stephanie, mas não estou a ver ela a derrotar Paige ou AJ. Na minha opinião, na Royal Rumble, o mais tardar, esta feud fica resolvida. Mas continuando com a AJ e a Paige, isto foi AJ being AJ. Black Widow, a rainha dos mind-games, depois do beijo no Raw, os chocolates no SmackDown, e o facto de a Paige ter cuspido os chocolates acentua bem aquele traço de “frenemies” que há entre elas. Sobre Lesnar e Heyman não há nada a dizer. Lesnar, com o apoio de Heyman, voltou, viu, e infelizmente venceu (digo isto num panorama de Streak), porque pessoalmente gosto do Lesnar. Como também gosto do Cena. Gostaria de dar uma sugestão. Caso não tenha sido ainda feito, proponho que façam um artigo pormenorizando a relação Lesnar/Heyman, os bons momentos, e os maus momentos, tudo. Na minha opinião, acho que daria um artigo excelente.

    Concordo em absoluto com a surpresa da semana, não esperava de todo ver Reagal voltar à WWE, pelo menos nesta fase. Foi uma surpresa agradável.

    Sobre a desilusão, acho que é um tema bastante discutível. É verdade que esse main-event passou para o público pela 1ª vez uma imagem de um Bray a ser dizimado, sem ofensiva, esperando pelo próximo ataque simplesmente. Cena tem uma grande carreira, se calhar não precisava disto para ser valorizado, mas a verdade é que, depois da sova que levou, era preciso ser feito algo que dissesse que Cena não morreu, que abafasse os sons de “Cena sucks”. A verdade é que acabou, de certa forma, por se calar um movimento que tem vindo a crescer. De certeza que alguém vai discordar com o que eu estou, e vou dizer, mas para mim até faz sentido. Cena leva a sova da vida dele, cria-se um fórum com 3 Hall of Famers, dos quais só Hogan depositou confiança no Cena. Cena intervem, dizendo que vai ao NoC não para ganhar, mas para retribuir o que o Lesnar lhe fez. Ainda por cima o Wyatt disse que o Cena estava vulnerável, e que seria uma presa fácil. Penso que, da forma como a storyline foi desenrolada, era melhor que fosse Cena a vencer. Até porque foi o verdadeiro “payback” depois de tudo o que os Wyatt lhe fizeram, e foi ao mesmo tempo uma mensagem para o Lesnar. Provavelmente o conteúdo da mensagem foi exagerado, mas penso que a vitória do Cena foi algo que tinha que acontecer.

    PS: gostaria de apresentar outra proposta. Uma comparação entre a WWE com Linda McMahon, e sem Linda McMahon. Quais as diferenças, os pontos fortes e fracos, e o que um retorno da Linda poderia trazer à WWE nesta fase. Abraço e parabéns pelo artigo, continuação de um bom trabalho

    • José Sousa - há 2 anos

      O artigo foi feito, vais á edição da semana passada e tens esse trabalho feito ;).

      • Lord of Darkness - há 2 anos

        Eu li esse artigo, e tenho de dizer que estava muito bem elaborado, descrevendo a relação ao pormenor. A sugestão que eu dei era um bocadinho diferente. Quer dizer, era isto, mas olhando para toda a história entre Lesnar/Heyman, a forma como Heyman o ajudou quando ele apareceu. A forma como eles se separaram. Lembro-me perfeitamente que o Undertaker, se não estou em erro, o salvou do Big Show e de outro que não me lembro, arrastou o Heyman para o ringue e o Lesnar fez-lhe 2 F5. Mas este artigo também está excelente, parabéns ;)

      • José Sousa - há 2 anos

        Muito obrigado. Sim esse trabalho no inicio foi muito bom, de grande qualidade é claramente a melhor dupla de sempre da WWE.

      • Lord of Darkness - há 2 anos

        Claramente a melhor dupla de sempre no que toca à relação wrestler/manager. Provavelmente sem Heyman Lesnar nunca se safaria, ou não teria tanto sucesso na WWE, e por isso é que esta relação fica à frente de outras de grande sucesso, como Undertaker e Paul Bearer, porque o Undertaker, apesar de ter tido uma grande dupla com Bearer, foi à sua própria custa que construiu a sua lenda. O Undertaker é um lutador completo, enquanto que o Heyman completa aquilo que falta ao Brock. Na minha opinião, obviamente. Se houver outra opinião escutarei com todo o gosto

  17. José Sousa - há 2 anos

    Pois não é DC.

  18. José Sousa - há 2 anos

    Foi o que eu disse, o Batista vence ao Rock em comparação entre os filmes. Acho o Guardiões melhor filme, não por causa do Batista( mas ele está bem), todo o elenco é bom e sobretudo são personagens que sendo desconhecidas fora dos EUA conseguem tornar-se apelativas. O problema do Hérculés é mesmo ser centrado no Rock, e o resto do elenco fica num plano secundário.

  19. José Sousa - há 2 anos

    O menos é o Morrison. Eu vi 3 minutos do filme dele é terrivel.

  20. JoãoRkNO ® - há 2 anos

    Marcar a diferença é sempre bom , e este tema , apesar de diferente , foi atrativo , bom artigo . Dos filmes que mencionaste não vi nenhum , apenas vi o 12 Rounds Reloaded com o Orton , os See No Evil com o Kane , e os Marine . Tenho apenas pena que , no panorama atual , cada vez se vê mais os wrestlers a interessarem-se mais por uma carreira em Hollywood do que o wrestling . Aí levanto as minhas verdadeiras dúvidas se eles querem ter sucesso nesta modalidade , ou se apenas querem fama .

  21. José Sousa - há 2 anos

    Sem dúvida. Alguns até merecem esse salto, outros nem por isso, e alguns não tem o talento para esse patamar. fazer Cinema, pelo menos bem é difícil.

  22. Diogo7 - há 2 anos

    Bom artigo José. Gostei bastante desta tema.

    Só vi o Hércules e gostei bastante. É verdade que a história centra-se no The Rock, no entanto acho que foi um bom filme com uma boa história. O Guardians tenho que ir ver um dia destes porque as criticas ao filme foram muito boas, assim como a tua opinião acerca do filme. E pelos vistos o Batista deu-se bem neste filme, o que também é surpreendente.

    • José Sousa - há 2 anos

      Sem dúvida. aliás ele ainda hoje falou sobre isso, ao dizer que em 2014 não o vemos mais na WWE, devido a compromissos como actor.

  23. Miguelfcarlos - há 2 anos

    Bom artigo. Eu não estou a par dos filmes por isso não vou comentar nada em relação a isso, mas não deixou de ser um tema interessante. Eu não acompanho o NXT (infelizmente), mas acho que a promo da Nikki Bella é que foi a surpresa da semana, ela surpreendeu-me muito.

  24. John_3:16 - há 2 anos

    Gostei bastante do artigo josé, lamento não ter estado aqui nos últimos artigos mas as ferias não me premitiram, gostei bastante do artigo, o rock tranformou-se de facto um sucesso no cinema desde que me lembro, o hogan é tão bom ator como o passos coelho é horrivel no cinema pelo menos o que ja vi, quanto ao filme hercules o filme não está uma perfeição mas está razoável, o rock faz bem o que sabe fazer, )a irina diz uma frase e ganha milhões mas enfim de atriz é 0), os guardiões ainda não vi. continuação de bons artigos

  25. akujy - há 2 anos

    Mais um excelente smoke. Ainda n vi os filmes, por isso n vou opinar sobre os temas, mas confio na tua opinião. De resto concordo com os destaques. É interessante ver o que vai sair deste reinado do Lashley, ou melhor dizendo, como vai acabar. Espero q seja o Roode o sucessor. Vamos lá a ver.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador