Smoke and Mirrors #217 – Antevisão: WWE Royal Rumble (1)

Apesar do Royal Rumble ser apenas dia 24 de Janeiro e de ser um evento focado no main-event, ele não será composta unicamente pelo Royal Rumble pelo título da WWE. Até porque por mais que esse combate tenha muito mais em jogo este ano do que em anos transactos, sendo mais do que nunca o principal motivo interesse dos fãs no mesmo.

Mas a verdade é que não vamos ter três horas de Rumble, sendo por isso necessário que se coloquem mais combates no card do PPV para que este tenha alguns motivos de interesse que não o main-event. Nesse sentido é bastante provável que tenhamos pelo menos mais três combates, sendo que todos eles deverão ser por títulos.

E até me poderão dizer que consideram os resultados finais dos mesmos previsíveis, mas a verdade é que dada a actual situação da WWE é praticamente impossível garantir que alguém defenderá um título, ou que irá ter determinado combate na Wrestlemania. Esta é claramente a Road to Wrestlemania mais imprevisíveis dos últimos anos, ou pelo menos aquela que menos pistas temos de quais poderão ser os planos da WWE.

Basicamente começamos o caminho sem que tenhamos o mapa, é como se o GPS da WWE se tenha avariado e esteja meia perdida à procura de orientação. E creio que não estarei longe da realidade quando digo isto, até porque por mais que tenham sido feitos planos alternativos a verdade é que a onde de lesões graves afectou claramente os planos, e agora terão que ser feitas adaptações ao card nomeadamente nos principais combates.

E como o Main-Event do Rumble deste ano decidirá muita coisa, e sobretudo têm muito para ser analisado decidi dividir a minha antevisão do evento em duas partes. Uma primeira ( esta semana) que irá fazer a análise aos restantes combates por títulos do evento. Enquanto para a semana irei dedicar integralmente um artigo à antevisão do Royal Rumble( Surpresas, possíveis performances da noite, candidatos e previsões).

Um dos possíveis combates do evento é o combate pelo título de Tag Team entre os New Day e os Usos. Este foi um combate criado no meio da onda de lesões que afectam o roster, pois o cenário mais provável era um combate entre os Lucha Dragons e os campeões neste evento. No entanto o afastamento de Sin Cara alterou os planos, dando origem a um confronto entre os campeões e verdadeira equipa do ano contra a equipa que venceu o Slammy para essa mesma categoria.

E basicamente toda a rivalidade foi construída em torna dessa discussão e das duas vitórias limpas dos Usos sobre os New Day, e isso é muito pouco para que ela tenha sido interessante e bem construída. Mas a verdade é por mais relevantes, e populares que estejam eles têm dois tipos de bookings: o dos segmentos que é impecável e os torna credíveis como viu nas interacções com o Jericho; o outro dos combates que basicamente é igual ao que os restantes membros do roster possuem.

Em todo o caso, e apesar de tudo isso espero que eles continuem campeões após o combate de amanhã. Acredito que apesar de termos visto várias vezes este combate que ele possa ter boa qualidade técnica, e assim seja algo minimamente agradável. De resto, à partida aposto numa vitória dos New Day muito embora seja impossível garantir algo neste momento na WWE.

S&M Odds: New Day 55% ; The Usos 45%

Outro dos combates que precederá o Rumble será pelo título dos Estados Unidos, e terá frente-a-frente Kalisto e Alberto Del Rio no que será o terceiro combate entre eles onde o título estará em jogo em menos de duas semanas. Sendo que este combate será a rematch do combate na Smackdown onde Kalisto perdeu o título que tinha conquista apenas um dia antes, numa decisão questionável da WWE.

Claro que todas as decisões são passíveis de serem colocadas em causa, mas a verdade é que a vitória do Del Rio acabou por retirar o factor surpresa e momentum que tinham conseguido na Raw com a vitória do Kalisto.

Até me poderão dizer que o Kalisto ainda não tinha criado totalmente uma ligação com os fãs, mas a verdade é que vinha numa fase onde a sua popularidade estava em franco crescimento e por isso esta derrota acaba por funcionar como um travão nessa fase. Além que acabou por contrariar uma decisão correcta da WWE, pois por mais que tenha regressado com um ímpeto enorme a verdade é que o Del Rio têm desapontado muito nesta jornada na WWE.

Quanto ao combate do Royal Rumble acabo por ter uma opinião similar à que apresentei no caso do combate de equipas: qualquer um deles poderá vencer, como as decisões dos últimos dois combate comprovam. Em todo o caso espero um bom combate entre eles, e irei apostar numa vitória do Del Rio porque em princípio não farão nova troca de título, embora não fique surpreendido caso ela ocorra até porque com a WWE tudo é possível.

S&M Odds : Alberto Del Rio 55%; Kalisto45%

O segundo combate mais importante do midcard do Rumble é sem dúvida aquele que irá opor Charlotte à sua ex-amiga Becky Lynch, numa rivalidade que tem sido promovida de modo muito eficaz. Não estando ao nível de qualidade de construção de uma rivalidade do NXT, a verdade é que têm sido feito um bom trabalho de valorização tanto da Becky como face, como da Charlotte enquanto heel.

E sem dúvida alguma que este turn foi o melhor que podia ter acontecido à divisão porque em primeiro lugar coloca a Charlotte numa posição mais favorável, porque não existe dúvida alguma que ela é bem melhor heel do que face. Claro que continua dependente do pai, mas com esta postura a presença de alguém como Ric Flair acaba por jogar a seu favor e ajuda-a construir a sua personalidade enquanto vilã.

Em segundo lugar esta postura da vilã acaba por valorizar a face, o que no caso da Becky Lynch está ser óptima para a emancipação da sua personalidade enquanto performer no main-roster, ou pelo menos liberta-a da imagem de “ajudante da Charlotte”. E a verdade é que a irlandesa tem demonstrado uma enorme evolução na sua apresentação a solo tanto nas promos, como nos segmentos ou combates com a Charlotte. E acredito que esta emancipação acabará por lhe trazer frutos mais cedo ou mais tarde, mesmo que não vença o título no Rumble.

O que pretendo dizer com isto é que espero que elas nos presenteiem com um bom combate de wrestling no PPV, porque elas são capazes disso, porque a WWE tem tempo no PPV para isso, e porque já o fizeram no primeiro combate pelo título na Smackdown.  É com essa esperança que parto para o combate da próxima semana, sendo possível de antever que em princípio a Charlotte irá defender o título com ajuda do pai, mesmo que não seja impossível uma vitória da Becky. Porém, esse cenário só acontecerá caso a lesão da Sasha seja de facto muito grave e a WWE sinta que deve apostar de imediato na irlandesa como campeã.

S&M Odds: Charlotte 60%; Becky Lynch 40%

Por fim temos aquele que deverá ser o combate individual mais importante do evento, e possivelmente o opener do mesmo: Kevin Owens vs Dean Ambrose num Last Man Standing pelo título Intercontinental. Esta será sem dúvida um dos combates mais esperados do evento, até porque será o último combate da rivalidade e por isso mesmo acredito que irá com um combate de enorme intensidade.

Aliás, esta rivalidade tem sido muito interessante sobretudo porque ela tem sido muito física, poupando-nos a minutos de promos e conversa. Isto até poderá parecer estranho tendo em conta os envolvidos, mas o facto de a rivalidade estar focada em confrontos físicos ajudou-a a torna-se mais pessoal e intensa. E é deste tipo de rivalidade que os títulos de midcard precisam para se valorizarem, e não confrontos aleatórios e trocas de vitórias.

Os fãs vão chegar ao Rumble convictos que Ambrose e Owens não se suportam, e aquele combate e estipulação vão definir verdadeiramente quem vencerá a rivalidade. Além disso, este é o típico combate onde o derrotado não sairá prejudicado, porque não tenho dúvidas que a WWE protegerá o derrotado no momento da derrota, até porque terão outro tipo de planos para ele para depois deste combate.

Indo ainda mais longe, não terei muitas dúvidas que ambos ou que pelo menos o Kevin Owens ainda participarão no Royal Rumble Match na mesma noite. E digo isto porque já tivemos precedentes de situações similares, e sobretudo porque a lista de lesionados obriga a essa situação. Por mais que refiram o caso do Bryan, duvido que a quantidade de nomes grandes afastados do evento que a WWE abdique da presença de uma superstar em ascensão como é o caso de Kevin Owens.

Desse modo, espero um grande combate por parte destes dois atletas, podendo ser um daqueles combates que será candidato a combate do ano no final de 2016. Quanto ao vencedor do combate não existirá muitas dúvidas que Dean Ambrose irá vencer o combate e defender o título. No entanto, essa derrota não vai afectar em nada a credibilidade do Kevin Owens, pelo contrário só ajudará a credibilizar o reinado do Ambrose como campeão Intercontinental.

S&M Odds : Dean Ambrose 65%; Kevin Owens 35%

Concluo deste modo a primeira parte da minha antevisão do Royal Rumble 2016. Não percam na próxima semana a segunda parte da mesma, desta feita dedicada integralmente à minha análise do Royal Rumble Match pelo título da WWE.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Smoke and Mirrors”.

24 Comentários

  1. Vitor Oliveira - há 11 meses

    Bom artigo.
    Com certeza esses serão os combates que irão compor o card do RR, só colocaria uma 2 out 3 falls na luta do Kalisto vs Del Rio e possivelmente deverá ter uma luta no pré-show que não faço a minima ideia qual será.

  2. BRUNOju - há 11 meses

    Excelente antevisão, só não acho que os The New Day vão defender o título.

  3. Bom artigo. Espero que o resultado do combate de divas não esteja condicionado em função da Sasha, até porque pessoalmente prefiro a Becky Lynch e por isso vejo com bons olhos um bom reinado dela. A Sasha pode esperar mais um pouco.

  4. Anónimo - há 11 meses

    Bom artigo. Parabéns.

  5. Belo artigo. Só espero que Owens vs Ambrose termine com os dois KO

  6. Eugen3 - há 11 meses

    Está toda a gente a esquecer-se da questão mais essencial sobre o Royal Rumble: o que irá o Kofi inventar desta vez?

  7. RickyThedragon - há 11 meses

    Infeizmente a WWE tem vindo a piorar gradualmnete e ja nao tenho aquele interesse de a ver como tinha a uns meses acompanho a WWE desde os meus 6 anos e nunca vi a WWE assim tao ma mas pronto finalizando a colocaçao de o titulo em disputa no royal rumble match e a pior cena de sempre ja para nao falar do regresso de lesnar uma lastima de superstar me termos de tecnica e coloca lo no royal rumble que bosta
    cumprimentos a todos !

    • Artur - há 11 meses

      Como se estivesse tudo as mil maravilhas a meses atrás.

      • José Sousa - há 11 meses

        E por acaso eu sou da opinião que esta Rumble com este formato faz sentido este Ano. Não digo que tenha de ser a regra, mas para quem está contra se calhar preferia um combate onde já se sabia quem vencia como aconteceu nos últimos três anos.

  8. Miguel Carlos - há 11 meses

    Excelente artigo. Concordo contigo no geral e quanto ao Ambrose-Owens. Acho que os New Day vão perder os títulos na WrestleMania, ou pelo menos vão entrar no evento como campeões, por isso acho um pouco improvável a vitória dos Usos, por mais que não seja descartável. O combate pelo United States Championship parece me bastante imprevisível: se por um lado o Kalisto está a ficar mais popular, por outro lado o Alberto del Rio é um nome importante para a WWE e talvez prefiram que seja ele a levar o título que há uns meses esteve nas mãos do John Cena e do Seth Rollins para a WrestleMania; e a vitória do del Rio na SmackDown ainda vem baralhar mais as ideias. Quanto ao combate feminina, por mais que o conceito de face e heel seja muito desvalorizado, infelizmente, pela WWE na divisão das divas, acho estranho que na WrestleMania tenhamos um Charlotte-Sasha Banks, partindo do princípio que a Boss desempenharia o papel que faz melhor: de heel. Por isso, não ficaria muito surpreendido se a Becky Lynch ganhasse o título já no Royal Rumble, por mais que quisessem que a Charlotte tivesse um reinado longo e que durasse até à WrestleMania. Podem é prolongar esta feud até ao maior evento do ano, mas assim a Sasha ficava mais uns meses sem ter uma oportunidade pelo título, o que seria estranho.

    • Alessandra - há 11 meses

      Nikki, Paige e Sasha já retornam no mês de fevereiro então com certeza a WWE tem planos para todas, o iria deixar Paige e Nikki fora da Wrestlemania e o restante são protegidas pelo HHH principalmente Sasha então acho que todas estarão inclusas na mania.

      • Miguel Carlos - há 11 meses

        Não sei se a Paige e Nikki irão estar na WrestleMania. Um dia, quando a WWE apostar nas mulheres a sério, podemos ter mais do que um combate importante feminino. Talvez na ‘Mania a Charlotte defenda contra a Sasha e a Becky num triple threat, e assim até podem ter a Sasha Banks a vencer o título sem termos heel vs. heel.

    • Alessandra - há 11 meses

      Com a falta de “Star Power” na WWE e Paige e Nikki já consagradas e populares por parte dos fans e sendo que o Vince gosta muito das duas acredito que estarão sim, até porque Charlotte não segura uma crowd, Becky está ficando popular e Sasha sim é um caso a parte, acredito que iá ter uma Pack Challange entre todas, talvez uma luta de escadotes… ou até duas lutas, porque a meses atrás da WWE queria fazer Lita e TRish vs The Bellas então poderiam fazer um Fatal 4 pelo o titulo das Divas entre Charlotte,Paige,Becky e Sasha.

    • José Sousa - há 11 meses

      É possível. Sinceramente eu refiro este cenário da Charlotte mas nada é assim tão previsível neste momento, e a possibilidade da Becky vencer existe de facto. Nos restantes combates sinceramente não sei quem vencerá o Del Rio vs Kalisto, e talvez os Usos ainda percam para uma equipa que venha do NXT: Vaudevillains ou mesmo o Enzo e o Cass.

  9. RFBM - há 11 meses

    Bom artigo, acaba por concordar com as tua ante-visão, menos no combate pelos títulos de Equipas, se os New Day derrotarem os Usos ficarão sem nº1 Contenders faces, acho que será mesmo o fim da linha para os New Day.

    • José Sousa - há 11 meses

      Pois. Mas eu acho que pode subir alguém do NXT: Enzo e o Cass . Posso estar errado mas pressinto que irão definitivamente fazer a estreia em breve.

  10. 434 Days - há 11 meses

    Bom artigo José. Concordo com todas as previsões aqui, pois não vejo nenhuma mudança de título no PPV sem ser o titulo da WWE, mas falaremos disso na próxima semana.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador