Junta-te ao nosso grupo de Facebook: "Fãs de Wrestling"!

The Bottom Line #30 – Thank You CM Punk!

Foi com grande surpresa, espanto e, sobretudo, tristeza, quando recebi a noticia de que CM Punk tinha abandonado a WWE. Quando descobri as razões para tal, a minha tristeza desapareceu um pouco, pois após as suas razões serem descobertas, poucos o podiam censurar as suas acções. As opiniões dividem-se, pois uns acreditam que o Punk abandonou de vez a WWE e que não regressa tão cedo, enquanto que outros acreditam que isto é mais uma storyline originada pela WWE, relatos de pessoas que, talvez, não queiram acreditar que um lutador como CM Punk tenha abandonado a WWE. Eu acredito que o CM Punk esta realmente fora da WWE e no artigo de hoje, gostaria de fazer um tributo a um dos meus lutadores preferidos de sempre, Phil Brookes. Olá a todos e sejam muito bem-vindos a mais uma edição do “The Bottom Line”.

Não sei dizer o dia ao certo, apenas podendo apontar o mês em que tal aconteceu. Era mais ou menos Novembro/Dezembro de 2006. Era um Domingo e era cerca das 19:30/20 horas. Á uns dias atrás, tinha descoberto que a Smackdown, que na altura dava no dia e hora mencionados, iria ser substituído pela ECW, Brand que tinha sido adicionada naquele mesmo ano. Enquanto que a Smackdown ia passar da Sic Radical para a TVI, no horário das 2 horas da tarde, a ECW iria aparecer pela primeira vez em televisões portuguesas no horário que era da Smackdown. Ao principio eu, na altura rapaz de 12 anos, tinha ficado desapontado, pois gostava muito de ver a Smackdown, onde estavam wrestlers como Chris Benoit, Batista, Booker T, Undertaker, Mr.Kennedy, Kane, entre outros. Porém, o meu ar desapontado mudou, pois lembrava-me que à uns meses, no Storyline entre WWE vs ECW, os comentadores bem fartavam-se de dizer que a ECW mostrava um estilo bem Hardcore onde armas eram constantemente usadas. Quando me lembrei disso, mal podia esperar por Domingo, para ver esse estilo diferente a que estava habituado. Convém mencionar de que, na altura, não tinha descoberto ainda as maravilhas que a  internet poderia trazer e não a tinha à disposição para efeitos de exploração de wrestling.

Quando a dita hora chegou, fiquei bastante desapontado. Os combates que se via não era nada diferentes do que se via na Raw ou na Smackdown. Lembro-me dos combates dessa noite perfeitamente. O Rob Van Dam e Test enfrentavam-se num combate bastante básico, nada espetacular. No Main Event, o campeão da ECW na altura, Bobby Lashley, enfrentava os irmãos Basham num combate Handicap. Porém, o que salvava este Show, era o combate que se encontrava no meio. Mike Knox, um grandalhão completamente desconhecido para mim, enfrentava este pequeno e magricela (comparado com a maioria) de nome CM Punk. Este tinha Tatuagens e apresentava um estilo de wrestling bastante interessante. Os comentadores diziam que o CM Punk era um Straight-Edge, algo que na altura me escapava, pois não sabia o seu significado

Num Show bastante medíocre, a única coisa que se aproveitou foi esta minha descoberta deste CM Punk. Sabia, naquela altura, que pelo menos tinha uma boa razão para ver a ECW. Os meses foram passando e o Punk continuava a ser uma das razões para eu ver a ECW. Em Junho de 2007, Punk ia ter a oportunidade de se tornar no campeão da ECW, com combate programado para o Night of Champions contra Chris Benoit. Devo admitir de que, na altura, ainda era mais fã de Benoit do que o Punk, e queria que Chris ganha-se o título. Porém, graças aos acontecimentos de que todos sabemos, Punk não enfrentou Benoit naquela noite, mas sim um substituto, de nome Johnny Nitro, que viria a mudar de nome, semanas depois, para John Morrison. Nitro venceu o Punk naquela noite e eu estava furioso que este tipo tivesse chegado de repente, me desse um combate diferente e tivesse ganho o título.

Punk viria a ganhar o título uns meses depois, no que era para mim, o ponto alto do meu visionamento do programa da ECW. Na Mania 24, Punk vence o combate Money in the Bank. Mais uma vez queria que outro lutador ganha-se o combate (Chris Jericho), mas Punk era uma boa segunda opção e eu, mas do que nunca, mal podia esperar pelo tal Cash in. Isso aconteceu poucos meses depois, pois Punk faz o Cash in em Edge e ganha o título Mundial. Eu era o maior Mark a festejar esta conquista do Punk, muito por odiar o Edge na altura (ya, era um grande Mark!!). O reinado do Punk deixou muito a desejar, mas o melhor estava para vir no ano seguinte.

CM Punk

2009 foi um ano bastante desapontante para a WWE, quer em termos criativos, quer em qualidade de talento. Porém, existiu boas coisas nesse ano, tais como a rivalidade entre CM Punk e Jeff Hardy. Esta rivalidade foi aquilo que me fez gostar do Punk mais que a maioria de todos os wrestler e tornei-me numa das pessoas que passou a adora-lo após isto. Esta rivalidade teve um gosto especial para mim, pelos os motivos apresentados. Por um lado tínhamos um lutador do qual nunca gostei muito de ver no Main Event, de nome Jeff Hardy. Para ajudar o meu desprezo deste tipo, o facto de este ter sido constantemente apanhado a consumir substancias improprias, não ajudava. Punk, por outro lado, era Straight-Edge, sendo que nesta altura já sabia bem o que isso era. Eu conseguia identificar-me com o CM Punk. Na altura, quando estava prestes a fazer 15 anos, a maioria dos meus amigos mal podia esperar para ter a idade suficiente para começar a beber álcool. Desde pequeno que eu sabia o que o vicio do tabaco e da droga fazia a uma pessoa, mas no que toca ao álcool pouco me tinham informado. Claro que sabia que em demasia tudo fazia mal, mas ao que parece, se ingerido em pouca qualidade, o álcool não faz mal a ninguém. Ingerir álcool nunca foi algo que me atrai-se muito e, anulando as outros vícios do Tabaco e da Droga, o CM Punk parecia ser um exemplo de vida a seguir. Até aos dias de hoje, provei álcool e nunca gostei, nem sei se um dia irei gostar, afirmando muitas vezes que me considero um Straight-Edge.

Punk era um Straight-Edge legitimo, não sendo apenas uma Gimmick. O facto de eu não querer “abraçar” nenhum dos vicios do Mundo, fazia-me querer torcer por este wrestler, que tinha coisas bem em comum comigo. Ele era como qualquer outra pessoa, apenas escolhera não tomar nenhuma das 3 coisas mencionadas, muito por experiencia do passado. Foi com isto que eu passei a ser um grande fã de CM Punk. Fiquei felicíssimo quando este venceu a rivalidade com Hardy. Enquanto muitos se tornaram grandes fãs do Punk depois do Shoot em 2011, no meu caso foi em 2009 com esta rivalidade. Neste mesmo ano, Punk faz a Straight-Edge Society e eu gostava tanto desta Gimmick que mandei fazer uma T-shirt com o símbolo de propósito.

Em 2010, Punk continuava em rivalidades de que eu gostava muito como a rivalidade com Rey Mysterio, mas eu sabia que ele merecia estar novamente no Main Event e sentia-me frustrado por tal não acontecer. Isto continuou e continuou até que vejo o Punk a anunciar em pleno Capital Punishment 2011, PPV da WWE, de que o seu contracto chegava ao fim em Julho desse ano. Eu fiquei bastante triste, pois uma das razões para eu ver a WWE ia, de repente, embora. Porém, nunca imaginava o que viria a acontecer uma semana depois. CM Punk faz uma promo que foi ouvida em tudo o lado, um Worked Shoot. De repente, a incerteza começa a instalar-se. Será que Punk ganharia o título na sua última noite na companhia e venceria John Cena.

Devo dizer que esse combate foi absolutamente brilhante, sendo o meu combate mais antecipado de sempre. CM Punk venceu o Cena, na sua cidade natal em Chicago e abandonava a companhia como campeão da WWE. Como todos sabemos, o Punk regressaria uma semana depois apenas, mas finalmente acontecerá o que eu queria: CM Punk era agora um Main Eventer estabelecido e legitimo. E ai começou uma grande viagem, mais concretamente, uma viagem de 434 dias.  É verdade! No final de 2011, Punk derrota Alberto Del Rio e começa o seu reinado como campeão que viria a durar durante 434 dias, o maior em 25 anos. Isto deu-nos grandes rivalidades com Chris Jericho, Daniel Bryan, Cena, entre outros. Punk era o melhor do mundo, sem tirar nem por.

Em 2013, após Punk ter perdido o Título, este ainda era grande, mas mostrava grandes problemas a nível de saúde. Punk começou no último ano a mostrar problemas com o seu corpo, algo que só meses poderiam curar. Porém, o que fazia o Punk continuar envés de tirar uma longa pausa para descansar era o Main Event da Wrestlemania 30. A companhia já lhe vinha prometido à muito o tal Main Event da Mania que ele tanto cria, aquilo que lhe faltava na carreira. Porém no inicio de 2014, Punk descobre que não ia ter o combate que tanto ansiava. Sentindo-se traído pela companhia onde ele deu tudo, Punk decide ir para casa, abandonando a WWE.

Como já tinha referido, realmente acredito que o Punk foi mesmo embora. Este é o fim do Punk na WWE? No Mundo do Wrestling? Não sei. Mas o que sei é que esta pessoa fez coisas encriveis dentro do ringue. É com grande sinceridade que eu digo “Obrigado CM Punk”, uma grande parte que me prendia à programação da WWE todas as semanas, acabou de abandonar o “recinto”. Espero que tenham gostado deste meu tributo. Deixem os vossos comentários sobre o quanto importante era o Punk para vocês enquanto fãs. Adeus e até para à semana!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The Bottom Line” e Ex- escritor do artigo "One on One". Acompanha Wrestling à 10 anos.

34 Comentários

  1. GonRodri - há 4 anos

    Bom artigo Ruben !

    Ja ta confirmada a saida dele ?? Pensava q ainda so eram rumores …

  2. CJ Punk - há 4 anos

    Vai mesmo embora…não adianta??? Voltei ao wrestling.pt hoje depois de ver um post do Luis no face!!! E nada de problema resolvido???!! Vão deixar o Punk sair??? Assim fácil???? Não quero acreditar!!!! Vou parar de ver WWE durante uma temporada… Está a ser muita má notícia seguida…Esta do regresso do Batista foi a gota de água…com Punk de fora… para mim pessoalmente perdeu todo o interesse…Bryan é Top mas pra mim não é Punk…lamento WWE…eu ainda passarei por aqui mais um par de vezes…espero que isto não seja real e que revertam as decisões tomadas por ambas as partes!!! Como não poderia deixar de ser…adorei o artigo claro!!! Qualquer coisa escrita dedicada ao Punk é um excelente artigo… ;-)!!!

    • Rúben Rosa - há 4 anos

      A Maioria acredita que é mesmo sério a sua saída. Eu referi no principio do artigo que era um daqueles que acreditava realmente que ele saiu mesmo, mas que existia uma possibilidade de realmente não ser verdade. Eu fiz o artigo a pensar que ele realmente está de saida

      • João Morgado Pereira - há 4 anos

        Obrigado Ruben, obrigado por não te esqueceres de algo realmente importante e obrigado acima de tudo por não seres genérico, os artigos neste site têm se resumido a uma pessoa o que cansa. Ver te fazer esta homenagem tambem ao meu wrestler favorito emocionou-me, vê-se qu etambem és um verdadeiro fã do Best in the world e sim pus sem aspas porque ele é de facto o melhor do mundo =).

      • Rúben Rosa - há 4 anos

        Obrigado pelo elogio João.

    • Hygor - há 4 anos

      O Vince McMahon esta DESESPERADO pra que o Punk volte, porque ele pensa que o Punk é o melhor wrestler que tem no roster atualmente. Triple H, por outro lado, ficou ofendido com os motivos de CM Punk sair da WWE, mas ele disse que não dar influencia na decisão de Vince. Apenas o Mr. McMahon pode negociar com Punk…agora temos que esperar apenas, mas o contrato do Punk com a WWE expira em Julho deste ano, então ele tem 5 meses pra conseguir que o CM Punk volte…

  3. MicaelDuarte - há 4 anos

    Bom artigo Rúben.

    O Punk é o meu “wrestler” favorito (de sempre), por isso, não podia deixar de ver o que tinhas a dizer sobre ele, mesmo sabendo que tu és fã deste grande senhor.

    Tal como tu, sempre gostei do Punk desde que o vi na ECW. Ainda me recordo tão bem da rivalidade que teve com o Morrison, rivalidade essa que apreciei bastante.

    No entanto, sem dúvida que comecei a gostar mais dele na altura em que entrou naquela “feud” com o Jeff Hardy. Eu também gostava do Hardy, mas comecei a olhar para o Punk de uma forma diferente. Ah, e a tal “feud” com o Undertaker que também gostei bastante…

    E depois o resto… A Tal “Pipebomb” protagonizada pelo Punk, em 2011, em pleno final de Raw, que o lançou para um patamar completamente acima daquela em que ele se encontrava.

    Enfim, eu só espero que isto não tenha sido o fim e que ainda volte a ver algo deste género, porque a WWE, neste momento, merece um valente abanão e alguém o tem de dar:

    http://www.youtube.com/watch?v=2OS9wZGb_3g
    http://www.youtube.com/watch?v=c9PIdDXmLgY

  4. Carlosilva - há 4 anos

    Adorei o artigo Rúben,finalmente alguém faz um da saída do Punk.
    O Punk e o Lashley eram a razão pela qual eu via Ecw,sempre gostei do Punk lá.
    Depois veio para a Raw e como era de esperar foi para o Mid-Card,embora ter tido aquele reinado fraco e estúpido,como tu mencionaste.
    Depois na SD,e depois do heel turn voltei a gostar muito mais dele.Simplesmente,não gostava,e não gosto do Jeff Hardy,as pessoas têm que ter em mente que um atleta não deve consumir certo tipo de substâncias.Por isso,como tu,comecei a ganhar muita admiração pelo Punk na rivalidade com o Jeff.
    O ano de 2010 não posso avaliar,porque durante esse ano tinha deixado de ver Wwe.
    Em 2011 voltei a ver,porque me disseram que a Wwe tinha muitos novos talentos que faziam valer a pena voltar a ver(Barret,Del Rio,Sin Cara,Justin Gabriel,Daniel Bryan…)E eis que o Punk se torna o meu lutador favorito devido à Pipe Bomb e à feud com o Cena,que combinou em 2 grandes combates.Desde então Punk tem sido,juntamente com Bryan,o meu favorito,mesmo quando foi heel.
    Tenho pena que tenha saído desta maneira,mas ainda acredito que Vince o convença a lutar até ao fim do contrato 🙂

  5. Bad News Barrett - há 4 anos

    Nunca gostei dele. Nunca produziu em mim aquele entretenimento que privilegio num bom superstar de topo, apesar de lutar bem nunca me empolgou por aí além nos seus combates, nunca teve nada que eu considerasse especial ou de destaque ou que me fizesse gostar mais dele do que dos outros. Enquanto um Edge, um Stone Cold, um Rock, um Orton ou um Y2J tinham algo diferente que me fazia querer vê-los todas as semanas e apoiá-los incondicionalmente mesmo tendo noção que por vezes a sua vitoria nao era o melhor para o negocio. CM Punk sempre foi um superstar que me passou completamente ao lado. Aprendi a suporta-lo mas nao era ninguem que eu gostasse muito.

    Agora no plano individual considero-o um grande wrestler, muito talentoso quer no ringue quer no micro, na construçao das historias, no carisma e no legado que deixou na wwe com muitos fãs e com o trabalho reconhecido.

    Se fiquei triste quando soube que ele ia embora? Nao pelos motivos que mensionei acima. Enquanto nos casos de um Edge, de um Benoit, de um Morrison ou de um Rock fiquei tremendamente triste e desiludido isso nao aconteceu com Punk pelo que ja expliquei.

    Se considero que fará falta à wwe? Imensa pois era a meu ver o melhor performer da actualidade a tempo inteiro a seguir ao Randy Orton!!

    • João Morgado Pereira - há 4 anos

      Eu costumo respeitar as opiniões dos outros, mas a tua é impossivel, não gostares da personagem é uma coisa agora dizeres que te passa ao lado e que nao tem nada de diferente? A personagem do Punk é a unica relevante e interessante no panorama da wwe em anos e essa do orton ser melhor performer que ele tambem foi gira.

  6. weezy - há 4 anos

    de verdade msm ta cada vez mais difícil acompanha a wwe agora fica quase impossível querer acompanha como eu queria q voltasse ser a wwe 2008

  7. danielLP21 - há 4 anos

    Excelente artigo. Viu-se que foi escrito com o coração e que és mesmo um grande fã do CM Punk.

    Ora bem, o CM Punk, em 2011, “transformou-se” no meu “wrestler” favorito em actividade, uma vez que o Edge se tinha reformado em Abril, o Undertaker e o Triple H já não lutavam a tempo inteiro, o Shawn Michaels tinha-se reformado no ano anterior… Enfim, a minha motivação para ver a WWE não era muita, e aquela “promo” mudou tudo.

    No entanto, não comecei a gostar ou a dar atenção ao CM Punk apenas naquele dia. Em 2006, quando comecei a ver a ECW, ele chamou-me logo à atenção. Se era dos meus favoritos? Não, uma vez que nessa altura havia Edge, Randy Orton, Shawn Michaels, Undertaker, Batista, Triple H… Mas, dentro do plantel da ECW, era o meu favorito. Adorei a “feud” e a sequência de combates que ele teve com o John Morrison em 2007. Acho que só à 4ª tentativa é que ele ganhou o título…

    Fiquei bastante surpreendido quando, no Survivor Series 2006, o público gritou o nome dele num combate que tinha os DX, os Rated RKO e os Hardy Boyz… Isto devia querer dizer alguma coisa, não?

    Não festejei o primeiro “cash-in” dele porque foi feito no Edge, mas também não fiquei chateado. Percebia que aquela era a altura ideal. Infelizmente, a WWE deu-lhe um reinado da treta e ele perdeu o título poucos PPV’s depois, sem que eu me importasse muito, devido à (falta de) qualidade do seu reinado.

    Em 2009, concordo contigo, tudo mudou: um “heel-turn” extraordinário, uma grande “feud” com o Jeff Hardy, uma das poucas coisas de jeito que a WWE fez nesse ano.

    Em relação à “Straight Edge Society”, sou sincero: na altura, cheguei a detestar o Punk. Aquela coisa asquerosa metia-me nojo e eu tinha saudades do Punk que tinha visto desde 2006. Hoje, olhando para trás, vejo o tremendo trabalho que ele fez nessa altura. E a maior prova disso mesmo é que ele conseguiu que eu não gostasse nada dele.

    Uma das minhas fases favoritas do Punk foi no final de 2010, quando ele tinha aquele corte de cabelo e era comentador. Depois, quando atacou o Cena e se juntou aos Nexus, festejei. Foi aí que começou a subir na lista dos meus favoritos. Sim, eu sei que os Nexus nessa altura já não eram nada, mas o Punk era a única razão para eu ver aquele grupo. A “feud” com o Cena acabou por não dar em nada, sendo adiada por uns meses.

    O ano de 2011 foi extraordinário, o de 2012 idém, e o de 2013 também. Quando o Chris Jericho (ai meu Deus, aquela “feud” entre os dois…) não está presente, o CM Punk é o “Best In The World”. Caso realmente se confirme a sua saída da WWE, tenho muita pena e também lhe agradeço por tudo. Ainda assim, tenho esperança que, mesmo sendo real, esta história possa vir a transformar-se numa “storyline” bastante interessante.

    • Rúben Rosa - há 4 anos

      Esta semana não conseguia escrever mais nada acerca de wrestling. O Punk tinha que ser o tema. Obrigado pelo elogio ao artigo

    • Hygor - há 4 anos

      Na verdade, ele não perdeu o titulo. Se vc assistir o documentário do CM Punk chamado: “CM Punk: Best in the World DVD” vc vai entender, que o Punk ficou extremamente chateado com Vince, pois no dia do 2008 Unforgiven PPV, o Vince chamou o Punk na sala dele, e disse quem invés de lutar e perder o titulo, ele ia ser atacado por Orton e ia sofrer uma “lesão” e Chris Jericho ia tomar seu lugar e ganhar o titulo. Tambem, quando Punk entrou na WWE, Vince queria despedir ele, SEM MESMO FAZER O DEBUT NO MAIN ROSTER!!! Mas quando a ECW voltou como brand, Paul Heyman ficou encarregado das storylines da ECW, não o Vince, mas Paul Heyman. Heyman escolheu o CM Punk da Ohio Valley Wrestling, territorio de desenvolvimento da WWE na época, e deu um push imediato ao Punk. Quando Heyman saiu da WWE em Dezembro de 2006, Punk sabia que iria embora cedo ou tarde…mas…foi de outro jeito!

  8. José Sousa - há 4 anos

    Espero que ainda possamos dizer dentro de semanas que o Best in the World está de volta. Ele merece todas as homenagens, um dos meus momentos preferidos dele fora a pipebomb, é na Straight Edge quando entra pelo ringue vestido de Jeff e a destribuir DVD´´s do Jeff, acabando é por gozar com os fãs.

  9. Jabardo - há 4 anos

    Gostei do artigo, só tenho é uma coisa a apontar: erros ortográficos, erros ortográficos everywhere.

    • Rúben Rosa - há 4 anos

      Oh noooooooooooooooooooooooooooooooooooo 😮
      Eu sei, malditos erros ortográfico e malditos olhos que os deixam escapar hehe

  10. john3:16 - há 4 anos

    Foi um artigo excelente, tambem foi com tristeza que aqui li a noticia da sua saida, tal coko muitos espero que volte, afinal ele e o best in the world !!!

  11. MR Perfection André Santos - há 4 anos

    Também acredito como tu e também agradeço todo o seu esforço na wwe.

    Sou suspeito…para mim ele era uma das razões de ver wrestling, mas se consegui aguentar a reforma de Edge, aguento tudo ao que wrestling diz respeito!

    Bom Artigo e Homenagem!

    • lisandrolopes20 - há 4 anos

      tens razão nessa parte de ”aguentar a reforma de Edge, aguento tudo ao que wrestling diz respeito!”

  12. akujy - há 4 anos

    Uma boa homenagem ao CM Punk. Vejo aí uma imagem que já vi em algum lado…I wonder where. xD Epá, não sei se vou comentar isto em detalhe ou não, pq imagino que eu mesmo possa vir a falar sobre o mesmo tema eventualmente, por isso não me quero repetir. Mas toda a gente sabe que o Punk é o meu wrestler preferido (da actualidade) e por isso foi de forma bastante entusiasmada que li a tua merecida homenagem ao Best In The World. Espero que volte, acho msm q irá voltar. Resta saber em que moldes. Mais um bom trabalho, hj sendo especial por ser dedicado ao BITW.

  13. cm punk - há 4 anos

    Excelente artigo Ruben.

    Cm punk é o meu wrestler preferido desde sempre.comecei a ver wrestling em 2011. E quando o vi pela primeira vez ele era um grande provocador e ainda hoje continuou a ser.Gostei muito quando ele ganhou o título da wwe no survivor séries em 2011 contra o Alberto Del Rio.E até lá conseguiu defender o título contra Chris jericho,dophl ziggler,John cena,ryback e muitos que ainda não disse.até que um dia the rock venceu o cm punk no Royal rumble 2013 conseguindo acabar o reinado de cm punk que durou 434 dias.depois ele não conseguiu vencer o undertaker na wrestlemania mas ganhou dois férias.Até que retornou no payback,conseguindo derrotar o Chris jericho.Depois Paul heyman traiu o cm punk no money in the bank.até que se iniciou uma rivalidade que durou até ao hell in a cell.depois juntou-se ao Daniel bryan para enfrentar os wyatt family no survivor séries de 2013.no tlc venceu os the shield.quando chegou o momento em que eu estava à espera que o cm punk saísse vencedor do Royal rumble de 2014.mas tinha que ser o Batista a estragar.O cm punk se esforçou bastante bastante para conseguir ter esta oportunidade que tanto esperava.se eu fosse o mr.mcmahon daria a vitória ao cm punk no royal rumble e talvez até conseguia arranjar outra rivalidade para o Batista na wrestlemania.E tenho alguns exemplos:undertaker,sheamus e roman reings.O cm punk vai mesmo fazer muita falta na wwe e vai ser uma das maiores perdas.

  14. lisandrolopes20 - há 4 anos

    grande artigo nao partilho a mesma historia mas partilho o mesmo favoritismo em CM Punk.
    acredito ou quero acreditar que ele so tenha tirado umas ferias tipo de 1 ano talves 2.

  15. Kinzinho 14 - há 4 anos

    Adeus e obrigado CM Punk….a WWE não vai ser a mesma….penso que ele agora vai para a TNA

  16. Edjandro Martins - há 4 anos

    Grande artigo! sou suspeito pois o CM Punk é meu wrestler preferido desde a época que comecei a acompanhar wretling em 2009 com aquela feud espetacular com o Jeff Hardy, em 2010 com o heel-turn a S.E.S a minha admiração só aumentou, em 2011 com a formação do New Nexus, o seu domínio na Royal Rumble Match, sua rivalidade com o Orton e o excelente combate na WrestleMania já fizeram dele meu wrestler favorito, obviamente que depois da Pipe Bomb, daquele combate contra o Cena no Money in the Bank(o melhor combate que vi ao vivo), o reinado de 434 dias e tudo que o Punk fez de 2009 até aqui, se hoje sou um fã de wrestling se deve em grande parte a CM Punk. muito obrigado por tudo, mais acredito que veremos o Punk em atividade em algum canto, talvez na própria WWE ou talvez na NJPW ou
    ROH(Punk vs hero ou Punk vs Styles seria épico) ou quem sabe até na TNA(Punk vs Samoa joe. Punk vs Angle seria muito bom também), desejo a ele que se recupere totalmente e quando se sentir bem e decidir voltar será um prazer assistir o BEST IN THE WORLD novamente.

  17. Igor - há 4 anos

    Excelente artigo. É uma pena a saída deste que pra mim é o melhor lutador da empresa, seja no Mic, seja no Ring, seja na mesa comentando porque como ele disse, ‘Nobody Can’t Touch Me’. Penso que isso seja apenas uma história e que ele voltara no verão, la pela epoca do SummerSlam no melhor estilo CM Punk de sempre, com uma grande ovação mais do que merecida e vencendo o Title de algum Orton ou Botchista.

    Lembro que comecei a assistir WWE em 2008-2009 e quando comprei Smackdown Vs Raw 2010 na epoca para PS2, gostava muito de jogar com Cena, Taker e de repente vi o Punk, lutador normal a primeira vista, mas tinha um talento enorme. Comeceia acompanhar ele nos shows e cada vez mais virei fã dele, a nao ser quando ele estava na Nexus, pra mim aquela foi a pior fase dele.

    Se isso for verdade, sentiremos saudades Punk, deixo aqui o meu obrigado ao MELHOR LUTADOR DE TODOS OS TEMPOS. THANK YOU PUNK!
    #BestInTheWorld

  18. diogo vieira - há 4 anos

    So Começei a acompanhar wwe em 2013 mas os cerca de um ano e meio que acompanhei o grande PUNK fez me ver logo que ele era o verdadeiro

    THE BEST IN THE WORLD

  19. Rafael Davidoski - há 4 anos

    Vamos ver pelo outro lado de 2009,sou fã do Hardy,não gostei q ele saiu em 2009,sempre carreguei uma mágoa do punk,mas temos q olhar pelo lado profissional,ele é um excelente lutador e speech excepcional,nao consigo ver a wwe futuramente sem o Punk,acho q com essa saída dele a wwe vai começar a andar mal das pernas….

    bom artigo.

  20. Warlison Souza - há 4 anos

    Sem Comentarios CM PUNK Melhor Astro Da WWE Ao Lado Do Randy e Sheamus Abandonando A Empresa . A WWE Da Muito Valor Ao CENA Mais O CENA hj Nao Tem Porte Pra Ser a Cara Da WWE , McM Ta Errado Em Preferir O CENA Ao PUNK . Muito FODA

  21. Malco Canedo - há 4 anos

    Grande artigo.
    Eu comecei a acompanhar o CM Punk em 2009 com a feud entre ele e o Hardy, nessa época eu assistia mais por causa da feud entre eles e aquela entre o Taker e o HBK, mas foi em 2010 que ele chamou a minha atenção completamente, ele conseguiu ser um heel incrível, e aquela feud com o Mysterio foi na minha opinião uma das melhores dele.
    Foi o Punk que me fez conhecer o estilo de vida Straight Edge, eu me considero um, eu lembro que me tornei um adepto quando um amigo meu que na época tinha 15 anos trouxe uma garrafa cheia de vodka pra escola e aí eu pensei: não quero ser um escravo desse vício, consequentemente eu me tornei um.

    Vou sentir saudade do Best In The World.

  22. Mario Magalhaes - há 4 anos

    Excelente artigo Rúben, e me utilizarei de alguns trecho do teu artigo, até para me auxiliar na retrospectiva da carreira de CM Punk que será meu Visão Brasileira desta semana.

    Olha eu só tenho elogios a Punk, ainda mais depois de conhece-lo pessoalmente, eu já era seu fã e me tornei ainda mais, depois da Raw no Brasil.

    É uma grande perda, um de meus superstars favoritos ter deixado a WWE.

  23. Douglas - há 4 anos

    Se a saída de Punk se confirmar, infelizmente não veremos mais coisas geniais como essa: http://www.youtube.com/watch?v=Za2TcFM1mdE

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Newsletter Wrestling.PT

Subscreve a nossa Newsletter receberás conteúdos exclusivos no teu email!