Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Vintage #21 – Carring The Flag!

Olá e bem-vindos a mais uma edição do Vintage. Em primeiro lugar quero expressar o meu contentamento com o sucesso desta rubrica. Este entretenimento chamado wrestling é quase um “exorcismo” mental para a minha cabeça, pois ajuda-me a passar bons momentos como o de agora enquanto escrevo o vintage.

Isto leva-nos ao tema do artigo. “Carring the Flag” significa levar a bandeira, ou seja neste caso vamos falar de lutadores que envergaram as cores nacionais, seja no equipamento de luta, na música de entrada ou noutro aspecto relevante.
Já tivemos ao longo da história da WWE lutadores que “promoviam” a bandeira Norte – Americana ou vestiam as vestes “White and Blue”.

Quem não se lembra de Hacksaw Jim Duggan com o seu mítico grito “USA”,”USA”. Jim Duggan foi o primeiro lutador a vencer um Royal Rumble, ele tinha uma postura espetacular em ringue não muito dotado mas fazia dele um lutador mítico e adorado pelos fás, ele teve grandes combates, nomeadamente contra Rick Rude ou Undertaker mas o mais conhecido foi o seu embate contra Yokozuna.

Vitoria no Royal Rumblehttp://youtu.be/eUkuQQM5-WA

MR América, The Patriot, Lex Luger, Macho Man, Kurt Angle são muitos dos exemplos de lutadores que também contribuíram para as personagens que defendiam as cores do País e foi -lhes dado essa missão na indústria do Wrestling.
Enganem-se se pensam que só lutadores dos USA tiveram destaque na Luta-Livre.

“The Portuguese Ma-or-War” Aldo Montoya foi um do wrestlers que promoveu a bandeira Lusa.Portugal já teve um lutador na WWE.Para quem não sabe ele inicialmente foi um jobber, lutava com o nome PJ Walker e o que fez sair de papel de jobber para o Low-card foi uma vitória sobre o mítico IRS (Mike Rotunda) …pai …vocês sabem de quem…piada Bo Dallas…e teve uma mudança total na sua gimnick. Treinado na famosa “jaula” de Stu Hart, Peter Polaco de seu nome verdadeiro durou pouco com esta gimnick. Ele tinha descendência lusa e um grande futuro pela frente mas nunca foi aposta seria da WWE.O seu futuro foi a ECW e aí teve sucesso como Justin Credível, onde o seu maior feito foi ser ECW Champion. Aconselho a ver o vídeo da estreia de Aldo. Ted Dibiase tentou comprar os serviços dele mas levou uma nega, é um orgulho ver a língua Portuguesa a ser falada neste segmento.

PJ Walker vs IRShttp://youtu.be/gaKANh5WPsM

Aldo Montoya Debut

Vários lutadores vindo do velho Continente já estiveram na WWE.Um deles foi Ludvig Borga, este Finlandês foi uma força bruta na indústria de Vince, ele tinha um arsenal de manobras bastante inovador e teve rivalidades contra Lex Luger e também Tatanka, este ultimo teve a sua streak acabada devido a Borga.

Entrando com a música “Maamme” (hino finlandês) era um lutador que vincava no seu discurso o “Anti América” e fez o que talvez Cesaro queria fazer, mostrar ao universo WWE como ser um mal-amado e prestigiar a sua terra natal mostrando as deficiências dos USA no plano ambiental e educativo.

Borga foi um power House que talvez colocou a Finlândia no mapa para alguns americanos naquele tempo. Ludvig Borga…grande nome…era talvez dos lutadores mais odiados nos anos 90, recordo – me de um combate entre ele e Marty Jannety onde ele venceu, Jannety era um Baby Face muito querido no publico. Criou um impacto muito bom para as rivalidades seguintes, pena que normalmente estas personagens tem pouco destaque e desaparecem rapidamente da ribalta. Borga só esteve um ano da WWE.

Promo de Borgahttp://youtu.be/n2T1pTbpzfY

Ludvig Borga vs Marty Jannety

A comunidade Mexicana tem um peso enorme no Wrestling, quem não se lembra dos grandes tempos da WCW e dos latinos que lá estavam. Os Cruiserweights era espetaculares e inovadores.

Havia um lutador que tinha uma capacidade atlética fora do comum apesar de ser mais pesado do que muito dos Highflyer´s da WCW.

Mas para falar de Savio Veja vamos recuar para o seu debut na WWE com o nome Kwang. Para quem se lembrar desta gimnick Kwang era um lutador perito em artes marciais que supostamente era oriental. Tinha um manager que sinceramente gostava de seu nome Harvey Hippleman.

Este lutador que era oriundo de Porto Rico usava o famoso Green Mist, utilizado mais tarde por Tajiri. Mas é mais tarde que ele muda de gimnick e transporta a bandeira de Porto Rico.

Relembro de muitos combates dele mas dos melhores foi contra Juventud Guerrera num combate que infelizmente não consegui encontrar o vídeo. Na WWE teve muito destaque, tendo rivalidades contra Goldust e Stone Cold Steve Austin, sem dúvida foi um lutador que também colocou a sua nação em destaque nos ringues do Wrestling.

Kwang Debuthttp://youtu.be/7oT7RWPT0oc

Savio Vega vs Stone Cold Steve Austin

Equipas como os Quebequers, La Resistence, Nikolay Volkoff/Iron Sheik, British Bulldog e os Orient Express foram outros bons exemplos de gimnicks que transportavam as cores dos respectivos países.

“Oh Canada…” estas são as primeiras palavras do hino Canadiado. Bret Hart foi o lutador pioneiro a transportar a bandeira do seu país, quem não se lembra de ele com os seus Hart Foundation em plena Atittude Era a desrespeitar todos os Norte-Americanos e vangloriar-se de ser Canadiano. Um dos casos mais espetaculares de patriotismo foi o de Lance Storm.

Storm foi um Bad Guy tremendo na WCW, a sua entrada era das mais odiadas. O tormento que ele fazia passar o público para ouvir o hino do seus país amado Canada era do mais “tenebroso” para a plateia.

Era um prodígio no ringue e chegou a possuir ao mesmo tempo o Television, Cruiserweight e USA Title este ultimo foi personalizado com o símbolo da folha da bandeira Canadiana. Na WWE não obteve o sucesso e o impacto que teve na WCW mas mesmo assim venceu Intercontinental Title.

Storm era uma máquina de Wrestling tanto é que muitos lhe chamavam “The Canadian Machine”

Lance Storm vs Mike Awesome (USA Belt)http://dailymotion.com/video/x2m33k

Storm vence o I.Chttp://youtu.be/Mu9yRZqVD7g

Esperemos que futuramente vejamos a ver a Shanna nos ringues da TNA porque era um orgulho nacional.

Acham que esta gimmick de lutadores a representar o Pais tem sucesso ou é um caso muito batido no Wrestling?

Até a próxima Quarta-Feira, tenham uma semana Fantástica!

Espero que tenham gostado.

Sobre o Autor

- Autor da rubrica Vintage e escritor de algumas edições do Onde Andas Tu?, e play by play do PSN. Nascido a 7 de Dezembro de 1981, pertenço a uma geração onde os videojogos estavam a começar a desbravar barreiras inacreditáveis, onde 16 bits era uma loucura.Aficionado fervoroso de Wrestling e do glorioso Benfica.Orgulhoso por fazer parte de uma equipa talentosa, como o Wrestling PT.Segue-me no twitter e Facebook - ansnicola@iol.pt e canal Youtube,Daylimotion e sapo videos!

21 Comentários

  1. Miguel Silva - há 3 anos

    Bom artigo André!
    “…tu podes pôr esse dinheiro no teu ouvido.” Adorei ver o português a ser falado num Raw, espetáculo. Por acaso já tinha ouvido falar do Aldo Montoya mas nunca tinha pesquisado muito sobre ele.
    Eu particularmente não acho muita graça a estas gimmicks mas é uma coisa que quase sempre existe por isso é aprender a apreciar.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Ele podia dizer podes colocar esse dinheiro na tua boca…não percebi ouvido…

      Obrigado Miguel

      • Miguel Silva - há 3 anos

        Também não percebi mas adorei vê-lo a falar português xD

  2. FAlmeida_10 - há 3 anos

    Artigo interessante André, mais interessante ainda porque foste desencantar o nosso “wrestler” o Aldo Montoya. Já tinha ouvido falar dele, contudo nunca me empenhei a saber quem era ele. Realmente é espetacular, ouvir a nossa língua num vídeo relacionado com a WWF da altura. Não sabia que ele era o Justin Credible! E se não estou em erro… Sabem contra quem é que o CM Punk se estreou? Justin Credible.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Sem duvida é um orgulho ouvir a nossa lingua e sim acho que tens razão foi contra CM Punk no ECW One night.

      Obrigado!

  3. JoaoVitorCesaro - há 3 anos

    Eu adoro ver lutadores com essas gimnick,era muito legal ver British Bulldog,Bret Hart,os La Resistence e sem dúvida Lance Storm(ele poderia ter tido mais chances na WWE,daria um bom main event).
    Adorei o artigo e só estava faltando um brasileiro para representar a nossa bandeira.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Tens razão sinceramente acho que não houve ninguém mais conhecido, sabes de algum?
      Obrigado por leres e comentares!

  4. Almeidadxx - há 3 anos

    Gostei bastante do artigo e todos os exemplos personificaram cada país. Aldo Montoya… um orgulho ouvir português na WWE ( neste caso WWF ) mas ” põe o dinheiro no ouvido”? Isto foi um bocado parvo xD mas mesmo assim grande Aldo!

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Concordo , mas Polaco que agora é promotor de wrestling tinha muito talento, perdeu-se um grande lutador na WWF
      Obrigado

  5. BRRM - há 3 anos

    Gostei muito do artigo. Nunca percebi porque é que deram o nome de Aldo Montoya ao Peter Polaco durante a gimmick de lutador português que ele tinha quando o nome nem sequer é português. Eu encaro isso como um desrespeito aos portugueses porque a WWE/F nem se deu ao trabalho de pesquisar um pouco e dar-lhe um nome verdadeiramente português, não um que parece mais o nome de um habitante do Tibete ou algo assim.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Tens razão e se reparares quando estão anuciar o nome dele dizem a cidade natal…eu não percebi onde era!?!

  6. danielLP21 - há 3 anos

    O meu pai lembra-se perfeitamente do Aldo Montoya. Já me falou nisso várias vezes.

    Admito que fiquei chocado por saber que ele é o Justin Credible… Realmente chocado!

    • FAlmeida_10 - há 3 anos

      Não foste o único a ficar chocado com essa informação Daniel!

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Mesmo Daniel, ele quando era PJ Walker já mostrava que era bom demais para jobber e depois deram-lhe esta oportunidade como Aldo Montoya mas tinha quase a certeza que ele era o Justin Credible e quando fui pesquisar confirmei…Chocante concordo!

  7. FranciscoAP - há 3 anos

    Ajudem-me aqui… Então a ideia era o lutador ser português e chamam-lhe Aldo Montoya?! Não me admira que os americanos e afins achem que falamos todos a mesma língua, nem o nome lhe deram um português lol Montoya! Chamavam-lhe antes João Oliveira para não haver confusões :D mais tuga que isso não há

  8. LuisMPBO - há 3 anos

    Mais um artigo recheado de bons momentos!
    Ahahah, grande Aldo! Aquele é o Justin Credible?! Really? Aquele que foi ECW Champion e fez equipa com o Sean Waltman? Really? Fiquei banzado… LOL
    Por acaso também acho que de português “Aldo Montoya” não tem nada, mas enfim…

  9. José Sousa - há 3 anos

    Por acaso é verdade, mas eu já sabia essa informação para ai há dois anos, também fiquei surpreendido mas que o homem é fantástico no ringue é. Desculpa por comentar mais tarde mas esta semana, tive stresses que me atrasaram a vida.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador