Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Visão Brasileira #103 – WWE e a TV

Pessoal estamos rumo ao PPV Extreme Rules, que pelo menos para mim até o momento, não esta a empolgar e claro acho que devemos esperar o decorrer das semanas para que ocorram o aumento das rivalidades. Como nestas ultimas duas semanas a WWE esta a celebrar os 50 anos do WWE Championship, tive uma certa nostalgia e resolvi abordar a inserção da WWE na TV Brasileira, e todos os momentos em que eu pude acompanhar os nossos superstars, sem ser na tela do computador. Até porque estou a muito tempo pensando em homenagear a todos que fazem parte de história e são, porque não os responsáveis por minha paixão pela WWE.

Começo portanto, com estes dois senhores, Carlos Valadares, que nos deixou em 2012 e Bob Léo, tenho a agradecer e muito a estes senhores, pois através da extinta TV Manchete, me proporcionaram as primeiras imagens da WWE na TV Brasileira, pelo programa Super Catch, que inicialmente passava aos sábados as 18 horas e depois foi para os domingos, devido as grandes audiências, isto no ano de 1995.

Também me lembro das cartas que as crianças enviavam ao programa, e era uma grande febre. O formato do programa era o seguinte, eram transmitidas seis lutas, onde 5 eram praticamente squashs e o main event era de um combate entre dois grandes superstars. Infelizmente o programa deixou de ser exibido em meados de 96, sem nenhuma explicação plausível e assim tivemos uma grande pausa das imagens da WWE na TV Brasileira, mas é claro que isso era praticamente o inicio do fim da TV Manchete.

Aqui deixo um link de uma luta entre Lex Luger vs King Kong Bundy: http://youtu.be/swpxqM4X6eU

Aqui farei um pequeno adendo, pois no Brasil, a WWE só retornaria a TV regular em 2008, e neste artigo irei abordar, apenas os programas principais da WWE, como o Raw, o Smackdown e os PPVs, nada dos programas secundários, que por exemplo passam na FX. Voltando ao assunto, aqui, graças a TV Chilena, pela Chilevision, que claro com a narração em espanhol, de Hugo Savinovich e Carlos Cabrera, “voltei” a acompanhar regularmente a WWE.

A forma como isto ocorreu é melhor deixar para lá, mas devo dizer que graças aos satélites, comecei a receber sinal da Chilevision e eis que num sábado a tarde estava zapeando pelos canais e vi que estava passando a Raw. Isso no inicio de 2006, quando Edge era o WWE Champion e recentemente havia feito o cash-in em John Cena no PPV New Years Revolution, foi para mim um momento de grande alegria e daí por diante passei a acompanhar a WWE todas as semanas.

Claro que também acompanhava a WWE, de uma forma paralela, através dos jogos de videogame que eles lançavam a todo o ano, pois eram através deles que sabíamos quem eram os campeões, quais a rivalidades que existiam e tudo mais, me lembro que meu primeiro jogo da franquia, foi o Wrestlemania – The Arcade Game, que era para o Super Nintendo, que inclusive os superstars jogavam magias e o caminho para o cinturão era uma legítima caminhada.

Aqui deixo um link do jogo, que neste vídeo é do Mega Drive, mas o jogo é o mesmo. Nele tínhamos apenas oito superstars, que eram Doink, Razor Ramon, Undertaker, Yokozuna, Shawn Michaels, Bam Bam Bigelow, Bret Hart e Lex Luger: http://youtu.be/14TNxGcxz0I

Depois vieram uma série de jogos, da WWE, desde o Smackdown vs Raw, que tinham todos os anos, e chegando até o WWE13 e todos aguardamos com ansiedade a chegada do WWE14. Quais de nós que não tiveram boa parte ou todos os jogos da franquia da WWE, seja em qual plataforma fosse, mas vamos voltar a presença da WWE na TV.

No Brasil a WWE voltaria apenas em 2008, quando o SBT passaria a transmitir a WWE, aos sábados, tanto Raw quanto o Smackdown, transmitido por Jarbas Duarte e Michel Serdan, aliás outro que muito momentos de alegria me proporcionou, como um grande superstar, no programa Gigantes do Ringue, que assistia pela TV Record, em meados dos anos 80 e 90 na companhia de meu pai.

Me lembro de assitir o Gigantes do Ringue nos sábados a noite. Para os mais apaixonado por wrestling, como eu, deixo um grande combate entre Michel Serdan e Aquiles, de 1988, com narração de Carlos Valadares e os comentários de Bob Léo, aliás este combate já me havia sido indicado por um grande amigo, Rodrigo Bianchini, eu o havia assistido, mas como tinha apenas 7 anos, não me lembrava muito bem dele, mas é um bom combate do wrestling brasileiro.

Michel Serdan vs Aquiles – Luta na Jaula: http://youtu.be/1XkUMZOXxPk

Voltando ao tema do artigo, no SBT o programa estava tendo sucesso, porém infelizmente mais uma vez a WWE não teve uma vida muito longa na TV, pois o Ministério Público implicou com o horário de transmissão do programa e sua classificação. Aqui fica uma breve reclamação, se nos Estados Unidos o programa é PG, isto é, para todas as idades, porque aqui no Brasil criaram problemas com a WWE? Colocaram a classificação para 10 ou 12 anos e o horário a ser exibido deve ser apenas após as 2o horas.

Sendo que todos sabemos que a WWE se trata de um programa de wrestling, onde temos histórias e rivalidades e que tudo isto culmina e resulta em um combate em um PPV. Porque tanta preocupação com este tipo de programa, me lembro que as cenas onde tínhamos os ataques com cadeiras eram cortados e eles apenas mostravam a multidão gritando. Acho até que para aquele momento o SBT era o canal mais indicado a transmitir a Raw e o Smackdown, tanto que a transmissão também era aos sábados assim como no Chile.

Aqui deixo o link de um combate entre Jeff Hardy vs Randy Orton na Raw, no SBT: http://youtu.be/WwGGEMlgV68

Mais três anos se passaram e a WWE retornou de vez ao Brasil, em 2011, com sua chegada a TV Esporte Interativo, assim como ocorria em todas as outras emissoras no Brasil, temos um pequeno atraso de uma semana em relação aos shows dos Estados Unidos, algo normal devido a edição, e assim a multidão pode recomeçar a ver os shows regularmente. A WWE no Esporte Interativo, fica a cargo dos apresentadores Luis Felipe Freitas e Luiz Prota, aliás este último, um amigo que conheci, graças a Raw World Tour no Brasil. A narração e os comentários são de Roberto Figueroa e Marco Alfaro.

Aqui vai a promo histórica de CM Punk, em português, no Esporte Interativo: http://youtu.be/6qslbj6bvpk

Sabemos que hoje com a Internet, acabamos vendo os shows em tempo real e o pessoal mais obcecado pela WWE acaba não querendo acompanhar muito, mas para a grande massa foi uma grande aquisição do Esporte Interativo. Inicialmente o Esporte Interativo estava a transmitir tanto o Raw, quanto o Smackdown, e o sucesso é tanto que se olharmos hoje a página da WWE do Esporte Interativo temos 379.736, um belo número. Se olharmos em números mundiais, a WWE possui 11.934.170, número maior que o do UFC por exemplo, que encontra-se com 10.416.517.

Eis que em novembro de 2012, a RedeTV, resolveu comprar os direitos do Smackdown e passou a transmiti-lo aos domingos as 21 horas, porém como sabemos, esta emissora já desistiu desta ideia e pelo menos por enquanto, os fãs do Brasil estão sem o Smackdown na TV aberta. Aqui fica uma crítica a esta emissora, porque apostar em um produto e desistir dele assim tão rapidamente? Preferiria então que este programa nunca tivesse deixado o EI, pois a RedeTV não dava a mínima atenção ao Smackdown, simplesmente passava o programa em sua grade, sem dar o devido valor.

Uma boa novidade de 2012 é que desde março, o programa Main Event, que ocorre as quartas nos Estados Unidos, também passa a ser transmitido pela TV Esporte Interativo. Portanto temos a Raw as segundas-feiras, e o Main Event, nas quartas. De momento esta bom, mas teremos que aguardar para ver qual será o futuro do Smackdown.

Se bem que com o atual momento da WWE, o Smackdown acaba sendo uma réplica da Raw, pois sem a Brand Split, os programas acabam se tornando repetitivos e muitos dos combates que acabamos vendo no Raw, acabam se repetindo no Smackdown, isto não por culpa da TV, mas sim por escolha da própria WWE.

Portanto se olharmos de uma maneira geral a WWE, não tem por parte de qualquer emissora, a verdadeira atenção que deveria ter, posso até me arriscar a dizer que na Chilevision é que via que a WWE possuía boa visibilidade, pois eles transmitiam inclusive os PPVs, claro que não ao vivo, mas como uma extensão logo após o Raw e o Smackdown e eu passava toda a tarde de sábado vendo os três shows em sequência, espero que o Esporte Interativo com o passar do tempo passa a dar ainda mais valor a WWE, e que tão cedo não abandone o produto.

Espero um dia ainda que a WWE no Brasil tenha o devido respeito e que tenhamos mais espaço na mídia, e que deixem de realizar os comentários maldosos sobre o tema, e que admiram o que esta sendo transmitido, não sei se a ida da Raw ou do Smackdown para uma emissora maior seria interessante, pois duvido, muito que estes canais valorizariam a WWE, de uma forma correta.

Sobre o tema é isto, não vou entrar no mérito de criticar, a forma da narração e comentários, quero apenas agradecer a todos que nos tornaram possível acompanhar a WWE no Brasil. Pois todos estes cidadãos foram responsáveis pela inserção da WWE no Brasil e somente em 2012 é que tivemos pela primeira vez a presença do superstars em um House Show no Brasil, espero que em 2014 eles retornem mais uma vez.

Para encerrar deixo um poema de Mario Quintana para reflexão: “Todos estes que aí estão, atravancando o meu caminho, eles passarão, Eu passarinho”.

Desejo a todos uma excelente semana e até o próximo Visão Brasileira.

Sobre o Autor

- Autor da Coluna Visão Brasileira e da pesquisa dos combates em listas elaboradas pela WWE. Um grande fã da WWE, desde os anos 90. Geógrafo de formação, um riograndino, que vive em Porto Alegre.

39 Comentários

  1. Anónimo - há 4 anos

    Eu não me consigo identificar com este artigo por uma mera razão: sou português!
    Mas gostei bastante de o ler artigo, achei interessante e “fresco”, pois ainda não tinha lido um artigo sobre este assunto.

    A promo do Punk, traduzida, fica uma completa merd*…

    • RuiFerreira222 - há 4 anos

      Este comentário é meu. Esqueci-me de identificar.

    • danielLP21 - há 4 anos

      Não fica assim tão mau… “Anel de honra”= Ring of Honor LOOOOOL

      A tradução está muito boa…

      • Daniel Mac - há 4 anos

        Anel da Honra, hahaha… Mas so de o publico saber o que o wrestler está dizendo, já está bom demais.

      • Mario Magalhaes - há 4 anos

        Vale a intenção de se traduzir ao pé da letra as falas. :D

      • danielLP21 - há 4 anos

        Mas a tradução está quase perfeita, só mesmo o “anel de honra” é que foi engraçado. De resto, está excelente.

    • The Just - há 4 anos

      OLha o WWE no Brasil é uma merda,aí em Portugal é muito boa a narração pq já assisti alguns shows, e Portugal passa os PPV’s por isso que eu amo Portugal , meus avós são Lusos.Eu acho que não adianta ter um canal só de Wrestling e tambem não adianta o WWE Network porque eu vi em um artigo para preencher as horas do WWE Network tinha , eles irão ter que passar 8 vezes o mesmo show, já enche o saco ficar assistindo WWE 2 ou 3 vezes ,imagina 8 então. Eu não vou mentir eu comecei a gostar de WWE no meu aniversario de 10 anos eu então ganhei o WWE Smackdown vs Raw 2009 e 2011 (eu tenho 13 anos mas já entendo uma boa parte de Wrestling) da minha tia mas eu pensei que era tipo um Street Fight no ring, mas eu escolhi o John Cena e me lembrei que já tinha visto ele lutar no SBT, mas os outros eu pensei que era personagens dos games, até que em Março de 2011 em um sabado estava passando o Monday Night Raw no E+I e estava passando Cena vs Del Rio & Clay, daí eu começei a acompanhar, até que vem uma parte engraçada , eu estava assistindo uma luta do Jtg vs Yosi Tatsu, eu achei… Nossa esses caras devem ser os melhores da WWE !!!! Mas daí fui me interessando e acabei gostando de wrestling e até hoje eu sou um fã de wrestling ! #SeleçãoBrasileiraSuck!

  2. cena sucks - há 4 anos

    pelo artigo mario como sempre.Sobre a wwe no E+I ta bom por enquanto pois como tu falasse se fosse passa na emissora maior provavelmente eles iriam desistir depois de um periodo curto.Uma pergunta Mario você acha quem acompanha wrestling mais tempo no Brasil acaba a criticar muito as pessoas que acompanham no E+I?

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Olha Cena Sucks

      Realmente quem acompanha o wrestling direto, acaba por vezes criticando, mas muitas vezes isso ocorre devido a nomenclatura que os fãs que assistem a estes programas acabam aderindo, pois são apresentados a eles estes nomes.

      Mas é muito bom que a cada dia mais e mais pessoas admirem o wrestling.

      • cena sucks - há 4 anos

        vlw mario por responder continue com as cronicas que cada dia está ficando melhor :)

  3. Vitor Ferreira - há 4 anos

    Não adianta,não adianta mesmo,por mais que a gente peça e implore,jamais,jamais mesmo é que a wwe voltara a ter destaque na tv brasileira.Isso porque hoje qualquer programa que passa na tv aberta,já é motivo para as pessoas(brasileiras) começarem a achar defeitos e dizer que isso não presta,ou que é perda de tempo.E é até melhor assim,porque não quero que o wrestling se torne popular,só para pessoas estúpidas,que nem gostam de wrestling,começarem a ver porque virou modinha.Eu torço para a BWF,e apoio,mas é melhor ter poucos fãs,porém fãs de verdade,do que muitos,mas que só assistem para ter o que fofocar com amigos a sua opinião,seja ela negativa e ou positiva.

    OBS: Mais uma vez um bom trabalho Mário,que mostra o quanto seu caráter e conhecimento podem alcançar!

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Valeu Vitor

      Realmente por muitas vezes a grande multidão passa apenas a criticar o wrestling, com os velhos dogmas

      -“Isso não é combinado”
      -“Prefiro o UFC”

      Mas é que as vezes a grande multidão acaba a ser formada pelas camadas jovens e que muitas vezes acabam não realizando a maior defesa a WWE, mas eu não me importo e sempre amarei o wrestling.

  4. DX Rules - há 4 anos

    N dá para falar muito devido a eu ser português, mas tenho de falar que acho interessante os brasileiros e também outros como espanhóis, fazerem dobragens por cima dos ingleses. Sinceramente prefiro ouvir na lingua original, e acho que assim n era preciso tanto atrazado nas emissões devido às dobragens.

    Um bom artigo como o habitual

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Obrigado DX Rules.

      Mas também confesso que por vezes prefiro a narração original, mesmo eu tendo um péssimo inglês.

  5. The Miz - há 4 anos

    Muito legal Mario.
    Eu lembro do Gigantes do Ringue. Eu sou de 95 mas quando tinha um 9/10 anos, o Gigantes passava na Gazeta no domingo a noite e eu cheguei a assistir um show ao vivo na Moca/SP, local que ainda hoje fica a academia de Luta Livre do Michel Serdan. O programa ainda passa no canal 48 (eu acho) em São Paulo.

    Quanto a WWE no SBT, eu comecei a acompanhar na altura do No Way Out 2008 e o meu primeiro PPV (que só assiti uns 4 meses depois) foi a WM 24.

  6. Sin Nick - há 4 anos

    Eu comecei a assistir ano passado no Esporte Interativo achava que tudo era real e ficava torcendo para que o Daniel Bryan (lutador favorito) ficasse face por não concordar com o que ele fazia (que besteira).

    Queria muito ter ido no show house mas naquela altura eu como fá do E+I não entendia nada de wrestling então o melhor mesmo foi não ir se o show fosse esse ano eu com certeza iria por estar gostando muito mais de wrestling do que naquela altura.

    Belo artigo.

  7. gabrielgustavo23 - há 4 anos

    Muito bom artigo Eu só não acompanhei a WWE na TV Manchete ,eu me lembro que tinha Curso de Inglês no Sabado e o professor fazia a chamada no fim então nem respondia direito para poder assistir a WWE no SBT.Mas é incrivel o que a RedeTV vez com a SmackDown,trocou um show falso mais é um espetaculo (mesmo não sendo aquela SmackDown da Attitude Era)Muito bonito por um programa falso que está bem na cara que é falso e que fica mostrando baixaria.

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Obrigado Gabriel

      O maior erro da WWE nestes últimos tempos foi negociar o Smackdown com a RedeTV. Espero que o programa retorne ao EI.

  8. Flávio Bruniera - há 4 anos

    Quem dera o tivesse conhecido antes, Mário. Quem sabe pudesses ter me ensinado como assistir à TV chilena, hehe!
    Viajei no tempo agora… saudoso Carlos Valadares! Sua narração era única, na companhia de Bob Léo.

    Colocaria um adendo com relação à tv CNT/Gazeta, que por muito tempo, depois da época gloriosa do “telecatch” no Brasil, continuou a transmitir os shows, apostando numa modalidade, naquele tempo, já decadente no país.

    Mas é isso. Mais uma ótima edição do Visão Brasileira!

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Valeu Flavio.

      Via pela Chilevision graças aos Azbox :D

      Carlos Valadares e Bob Léo eram realmente espetaculares.

      Me lembro dos combates na Gazeta, mas como depois acabei indo morar no interior do RS, lá não passava. :(

  9. GJD - há 4 anos

    A solução para wwe no Brasil seria a transmissão por um canal de Tv a cabo ,já que na tv a cabo poderia passar a hora que quisesse já que a classificação indicativa não perturba tanto, talvez a criação de um canal só de wrestling igual o combate que é só de mma.

    • Sin Nick - há 4 anos

      Canal de wrestling no Brasil ? Ia viver de que ? kkkkkk

      • GJD - há 4 anos

        Tem o Off que é um canal de documentário de esporte radical e sobrevive por que um de wrestling não teria rentabilidade ? O ei mantém a wwe porque dá boa rentabilidade , o combate quando começou poucos sabiam sobre mma , e hoje é um sucesso comercial e de visibilidade.

      • Sin Nick - há 4 anos

        Nunca vi esse Off mas esportes radicais tem muito mais adeptos no Brasil do que wrestling, esse canal ai passaria o que ? WWE e TNA no mesmo canal ? Esquece, vai passar indys quase 24 horas por dia ?

      • GJD - há 4 anos

        Esportes radicais mais adeptos no Brasil do que wwe para com isso, o X-games deu menos audiência do que o smackdown que era mostrado duas semanas depois do eua e era resumo. Não sei se você é brasileiro, mas aqui no Brasil a maioria dos canais tem horários vendidos, Band que é quarta maior emissora tem 8 horas vendidas para igrejas e quiz tv, rede Tv que é a emissora que passava o smackdown cerca de 10 a 12 horas são vendidas , a record que é a vice vende a madrugada inteira ; e todos canais de tv a cabo repetem os programas só hoje por exemplo o combate vai repetir Tuf Brasil2 5 vezes,Ufc series 3 vezes,Ufc best of 2012 2 3 vezes,Tuf Brasil 3 vezes,Ufc Unleashed Ep.507 que será hoje e com várias reprises amanhã.
        Esse canal de wrestling não mostraria só os programas semanais da wwe e da Tna, teria de mostrar o Bwf, Fill, ases do ringue e outras empresas brasileiras para cumprir a cota de material produzido no próprio país. Poderia mostrar o programa semanal da roh, os ippvs de todas indys, a lucha libre mexicana o wrestling japonês, poderia mostras os ppvs antigos da wwf, wcw até da tna , poderia mostrar os dvds da wwe sobre lutadores como Cm Punk , além disso poderia vender a madrugada e a manhã inteira da programação para alguma igreja para sustentar o canal.

  10. matheus sergio - há 4 anos

    a verdadeira casa no wwe no brasil e o sbt

  11. Darth Mordred - há 4 anos

    Sou brasileiro, e vi três coisas epicas neste artigo:

    1. O artigo propriamente dito, o Mario deve ter idade parecida com a minha e vivência no wrestling também. Épico. Parabens.

    2. Wmania arcade, LENDÁRIO, jogava no fliperama.

    3. A Promo do Punk, qdo eu a vi, eu pensei: Pronto! Escandalo! hahaha
    Alguém tem mais alguma noticia da repercursão dessa promo? Punk fantástico.

    A cara do Cena foi hilária qdo ele disse “Eu já sei que a próxima Wmania é o The Rock o main event HAHAHAHAHA seus PUXA-SACOS HAHAHAHA

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Valeu Darth Mordred

      Obrigado e então pelo visto temos a mesma vivência em wrestling. Ficamos órfãos por uns bons anos, mas temos a mesma paixão.

  12. ♂⌘Seth.Cry☼♂ - há 4 anos

    O Esporte Interativo da um certo falar a WWE! Por ter a Fan Page e postar sempre lá!
    A RedeTV ainda está no site WWE Smackdown 22 horas domingo! A RedeTV só anunciou que ia dar o Smackdown e pronto! Depois parou de dar e não falou mais nada! Sobre a tradução também acho um pouco ruim mas tudo bem né! O EI se preocupou de colocar o Main Event no lugar do Smackdown! Legal WWE para o Mega Drive eu tinha ele quando era criança! E também sobre o Wrestling antigo no Brasil aqui no Rio Grande do Sul deu em 3 semanas todos os sábados reportagens sobre o Wrestling nos anos 80 aqui no Brasil! Achei interessante! Apareceu cenas de lutas e como está hoje, etc!

  13. ♂⌘Seth.Cry☼♂ - há 4 anos

    Também me lembro que olhava WWE em 2006 no SBT e não me lembro por que parei de olhar! Depois em 2011 ganhei de um amigo o Smackdown vs Raw 2011 e comecei a jogar! Soube que dava no Esporte Interativo o Raw e comecei a olhar em Janeiro de 2012 depois o Smackdown! Olhei o Royal Rumble 2012 achei muito legal e comecei a pesquisar e olhar lutas antigas e novas!

  14. Enigma - há 4 anos

    Não costumo comentar o teu artigo Mário, pois atualmente nem sequer tenho assistido aos shows da WWE.

    Mas este tema me trouxe uma grande nostalgia.

    Aliás, este mesmo tema foi uma das perguntas que te fiz ano passado em alguma edição do Perguntas e Respostas, á qual tu me respondeu.

    É legal saber da tua história e como foi o teu primeiro contato com o Wrestling e a WWE.

    A primeira coisa que me tenho em memória sobre o meu contato com o Wrestling foi um boneco do Sting, que vinha de brinde o taco de Baseball.

    Depois disso foi o lendário e meu jogo favorito de sempre, “Smack Down! 2 : Know Your Role”, ainda pra Playstation 1.

    http://www.youtube.com/watch?v=C3V3zZnYGUc

    Ai em 2005 apenas fui descobrir que aqueles lutadores dos jogos realmente existiam de verdade…

    Eu ia na casa do meu primo para assistir ao Raw na TV á cabo.

    Me lembro também quando começaram a passar os comercias que a WWE iria estrear no SBT, foi emoção demais na época.

    Não era tão fácil como hoje em que você tem milhares de Streams ou chega ao outro dia e já tem o show inteiro upado no Daylimotion em HD.

    Todo sábado ás 4 da tarde, assistia ao Raw e depois ao SmackDown, sem piscar xD
    E depois quando o show acabava ficava eu comentando com meu primo tudo o que tinha acontecido.

    Muito bom artigo Mário, que nostalgia…

    • Mario Magalhaes - há 4 anos

      Obrigado Enigma

      Fico feliz que tenha apreciado o artigo.

      Realmente antes sofríamos muito em tentar saber os resultados da WWE, não é como hoje que esta tudo em tempo real. :D

  15. Sin Nick - há 4 anos

    GJD: Se fosse para ter um canal de wrestling sustentado por igrejas eu preferia que não tivesse e de toda forma todos os canais que citou são abertas canais fechados são bem mais difíceis de conseguir esse tipo de patrocinio alem das igrejas e suas ovelinhas reclamarem do MMA não acredito que seja diferente com o wrestling.
    ”poderia mostras os ppvs antigos da wwf, wcw até da tna , poderia mostrar os dvds da wwe sobre lutadores como Cm Punk”. Novamente ter de conseguir acordo com a WWE para isso eu consideraria extremamente dificil.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador