Why? #4 – Porque é que Braun Strowman está a ser um sucesso?

Bem-vindos à quarta edição do “Why?”, o meu nome é Nuno Paço e hoje vamos falar sobre o mais recente caso de sucesso da WWE, “The New Face of Destruction” Braun Strowman.

Antes de partirmos para a pergunta de partida gostaria de convidar todos os leitores do “Why” a fazer sugestões de perguntas nos comentários que possam servir de título/tema para futuros artigos deste espaço. Teria imenso gosto em selecionar algumas perguntas vossas para desenvolver em artigos. Fica o convite.

Resta-me agora explicar-vos “Porque é que Braun Strowman está a ser um sucesso?”

A WWE sempre gostou de indivíduos grandes e não é de estranhar, já que é uma empresa de wrestling onde a imagem conta bastante. André The Giant, Big Show e Great Khali são os típicos atletas que foram tratados quase como indestrutíveis (pelo menos no inicio das suas carreiras) essencialmente devido à sua condição física.

Seguindo esta lógica, Braun Strowman é o sonho de qualquer produtor de wrestling pois reúne todos os atributos físicos para representar a clássica gimmick de “Monster” ou “Giant”.

Braun fez a sua estreia no dia 24 de Agosto de 2015 numa edição do Raw como um novo membro da Wyatt Family. Apresentado por Bray Wyatt como a “Black Sheep” da Sister Abigail, o atleta apanhou toda a gente desprevenida e certamente não passou despercebido devido ao seu tamanho. No entanto, pode-se dizer que a sua primeira run não foi das mais bem conseguidas.

Nos primeiros tempos a WWE tentou fazer do wrestler uma arma indestrutível da Wyatt Family derrubando atletas como Roman Reigns e Dean Ambrose, mas infelizmente com o passar do tempo a moeda inverteu-se e a sua aura e dominância começaram a diminuir ao ponto de este estar constantemente a cair no ringue ou a ser atirado para fora do mesmo.

No meu ver, o culminar desta build não conseguida junto da Wyatt Family aconteceu no Fastlane de 2016 onde Braun Strowman, Luke Harper e Eric Rowan perderam contra Ryaback e dois dos atletas com menos momentum na altura, Big Show e Kane.

A acrescentar a isto, Strowman não apresentava um wrestling muito dinâmico e bem conseguido devido talvez a alguma inexperiência, não só no ringue, como também à frente das câmaras.

O resultado foi algum desinteresse por parte dos fans que deixaram de ver Strowman como uma grande ameaça e da própria WWE que começou a ficar sem soluções para estabelecer Braun como um força a temer.

Ora, felizmente a situação melhorou exponencialmente após a inesperada Brand Split. Na verdade, Strowman foi um dos atletas que beneficiou mais com esta mudança ganhando espaço para uma segunda oportunidade. “The New Face of Destruction” acabou mesmo por se separar da Wyatt Family fixando-se no Raw e, tal como referi supra, a partir deste ponto a sua build foi bastante bem conseguida. Vejamos:

Os primeiros combates de Strowman foram Squash Matches contra wrestlers locais que, na minha opinião, são os melhores combates para fazer uma build inicial segura de atletas cujo plano é passarem por indestrutíveis.

O passo seguinte foi colocar Strowman contra atletas lower card como R-Truth e Curtis Axel mas mantendo o combate tipo “Squash”.

Finalmente, a WWE decidiu que Sami Zayn seria a primeira grande rivalidade de Strowman. Esta decisão foi um pouco contestada mas na minha opinião foi acertada. Nesta fase Strowman já vinha com uma série de vitórias consecutivas mas faltava-lhe ainda uma rivalidade com um superstar credível da companhia. Sami Zayn foi o escolhido.

No decorrer do feud Zayn teve alguns momentos em que parecia estar a conseguir dar a volta ao resultado mas Strowman acabou sempre por ser a figura dominante dos combates, destacando-se uma vez mais.

Desde o final do feud que Braun tem permanecido praticamente sempre na upper card do Raw sendo tratado como o wrestler mais perigoso e forte do show, talvez até mais que Roman Reigns, e claro, excluindo os part-timers.

Para além disto, a sua recente performance no Royal Rumble contou com 7 eliminações que consolidaram ainda mais a sua figura de “Monster” face ao restante roster. Se pensarmos, a dada altura, Strowman foi mesmo considerado o favorito para ganhar a disputa. Não poderá ter sido por acaso.

Em suma, para além de Braun ter melhorado substancialmente a sua técnica ao nível do ringue, tem ganho gradualmente o respeito dos fans devido a uma build bem planeada pela WWE Creative Team. Esta situação permite-me fechar o artigo de hoje concluindo que este é sem dúvida um dos casos recentes de sucesso na WWE e a prova que uma segunda oportunidade aliada a uma build inteligente pode fazer milagres para qualquer wrestler.

Em relação ao futuro, acho que “The New Face of Destruction” tem capacidade para uma run mais que brilhante e espero que a WWE o mantenha por um longo período de tempo como heel de forma a não prejudicar a sua gimmick.

Um obrigado a todos os que leram este artigo. Aguardo ansiosamente para ler as vossas opiniões, sugestões e responder a perguntas que tenham. Resto de uma boa semana para todos!

38 Comentários

  1. FambroseDxDx - há 4 meses

    Bom artigo,Nuno! Concordo com tudo.
    Achei engraçado quando pediste para fazerem perguntas para servir de tema para futuros artigos, tinha pensado começar a fazer o mesmo daqui a umas semanas. Aqui tens a minha pergunta:
    -Terá Bray Wyatt qualidade para participar no main event da WrestleMania?

  2. Sou do Russo - há 4 meses

    Bom artigo, Nuno. Um dos temas que podias falar num futuro próximo é: O porquê da rivalidade entre Miz e Daniel Bryan acontecer quando o Bryan não pode voltar aos ringues?…
    É uma pena, pois estão a dar esperanças aos fãs de um combate que não poderá acontecer…

    • Nuno Paço - há 4 meses

      De facto essa rivalidade não poderá terminar num combate tal como disse, é uma pena. Muito obrigado pela sugestão!

      • Sou do Russo - há 4 meses

        Sou PT :), não me trates por ”você”… Cumprimentos

      • R. Esteves - há 3 meses

        Ai que está a graça! É uma rivalidade que nunca termina, e que começou desde o primeiro encontro do Miz e do Bryan no NXT antigo.

  3. Caio - há 4 meses

    Bom artigo. Minha pergunta é a seguinte: poderá a WWE tornar Sami Zayn o top face depois de John Cena?

  4. Diamond - há 4 meses

    Não acho que esteja a ser um sucesso, pois precisa de uma grande vitória diante uma grande estrela, como Roman Reigns em que acredito que essa vitória irá ocorrer no FastLane, para. em seguida, Reigns derrotar Strowman na WrestleMania.

    Strowman deve continuar a ser uma aposta, pois é dos lutadores mais completos que já existiram em versão giant: tem mais rapidez que Andre The Giant, Big Show, Kane ou Undertaker e tem um físico que não lhe permite ter pontos fracos. Acredito que comece gradualmente a cheirar o Main Event, juntamente com Reigns, Rollins, Owens, Finn Balor, Bray Wyatt ou Samoa Joe.

    Está na altura de começar uma grande era no Wrestling novamente, pois esta geração de atletas é para aproveitar.

    • Anónimo - há 4 meses

      percebi o que disses-te mas reparei que ves wrestling a 5 anos so pode, ja que falas-te do undertaker kane e big show que qualquer um deles nao eram rapidos, visto que os 3 sao todos maiores que o strowman! enfim abraço.

    • o undertaker o big show e o kane sao os 3 maiores de altura que o strowman e tu so deves ver wrestling a 5 anos so pode, o big show kane e o undertaker antigamente ate era rapidos e em relaçao ao wrestling, eles era do melhor que ha e ouve em relaçao aos gigantes, nao é a toa que sao 3 consagrados! ;-)

    • Diamond - há 4 meses

      Rapazolas, vejo a WWE desde o momento em que esta era WWF, na Attitude Era, cuja altura vocês ainda não eram nascidos sequer.

      Na Attitude Era, Undertaker, Kane e Big Show não foram desenhados para serem considerados rápidos e ágeis como está a ser Braun Strowman. Aqui ninguém falou em altura. Tinham uma caraterização diferente daquela que está a ter Strowman.

      Obviamente que não está a ter o mesmo impacto inicial que Kane, Undertaker ou Big Show tiveram porque a conjuntura é totalmente diferente mas acredito que possa vir a ter um crescimento gradual e que consiga solidificar e consolidar a sua posição num local onde estamos a ver/ressurgir o aparecimento de Main Eventers.

      • ok ok tenho 33 anos, a Attitude Era e a WCW eu vi e crechi a ve-los ;-)

      • Diamond - há 4 meses

        Ah ok. É que não parece..

      • fica com a tua idea que eu fico com a minha que sei que tenho razao lool

      • Litos - há 3 meses

        Antigamente vias Big Show a fazer dropkicks da top rope… vais dizer que o Strowman está acima dele em termos de atleticismo?

    • David Silva - há 3 meses

      Assiste desde os tempos da WWF!!!!!!!!!!!!!
      Bem você acompanhou estas 3 lendas no auge de suas carreiras e vem falar que Strowman é mais ágil que eles mesmo quando eles eram novos.
      Definitivamente você não deve ter visto a mesma WWF/WWE que eu.

  5. Diamond - há 4 meses

    Já agora, a WWE devia apostar na marca Universal em detrimento da World, assim que criaram o WWE Universal Title.

    Está na altura da marca RAW ou SmackDown se aposentarem (ou quiçá as duas) para dar lugar a uma nova que dê relevo e projeção aos títulos Universais.

  6. Destroyers - há 4 meses

    Ótimo artigo Nuno,a minha pergunta é a seguinte:

    – Será que o Neville “salvará” a divisão Cruiserweight ?

  7. rodriko - há 4 meses

    Muito bom artigo. Aqui vai a sugestão : Porque é que miz está a ser um sucesso?

  8. Pedrko - há 4 meses

    A aposta da WWE no Strowman foi clara desde início, os Big Shows, Mark Henrys, Khalis e outros que tais escasseiam no plantel e havia (e ainda há) a necessidade de ter um wrestler relevante com o físico do Strowman.
    Desde que ele ficou sozinho no RAW quiseram fazer dele uma besta destruidora ao vencer os lutadores locais, e nessa altura não era grande sucesso, pois toda a gente já sabia a que se ia passar e os combates em que participava eram constantemente apupados.
    Na minha opinião, acho que o momento em que o Strowman passou a ser visto com outros olhos e mais apoiado/respeitado foi quando atacou o Reigns e o Rollins, sobretudo o Reigns pelas razões óbvias.
    Acho por exemplo que foi mais importante para o Strowman ter atacado o Reigns no combate pelo título contra o KO do que propriamente ter eliminado 7 elementos no Rumble.
    Continuação de bom trabalho!

  9. Awesome One - há 4 meses

    Sugestões:
    Porque é que atualmente a wwe não cria estrelas como costumava criar noutros tempos?

  10. Diegão - há 3 meses

    Acho que já está mais do que na hora do brawn stroman disputa algum título

  11. Ricky Nakamura - há 3 meses

    Acho que, porventura, não devemos comparar Strowman com os outros gigantes em termos de mobilidade ou agilidade. Mas, já agora, vejamos: é, com certeza, mais rápido que André The Giant e Great Khali. Mesmo em termos de “corrida” pode ganhar a Big Show, Kane e Undertaker (no auge, que agora é mais fácil). No entanto, Big Show nos tempos da WCW e nos primeiros de WWF/WWE por vezes entrava a saltar por cima das cordas e ainda mandava uns bons “kicks”; Undertaker, há uns anitos, como por exemplo nas memoráveis WrestleManias com o Shawn Michaels, fazia dives e voava para fora do ring, e fazia movimentos como o Old School, equilibrando-se na corda; Kane ainda hoje sobe à terceira corda, nos cantos, e lança-se. Por isso, acho que fica claro que há um arsenal bastante amplo para “giants”.
    Quanto à pergunta, deixo quase em jeito de possível discussão:
    Why? Porque é que os SAnitY deviam subir para o SmackDown e ser em pouco tempo uma “Stable” dominante, ganhando os títulos feminino, de equipas e o Intercontinental (aqui para o Young e para não ir logo mexer com o main event)? [o mesmo poderia valer para o NXT, mas para não ocupar o NXT Championship, o Killian conquistava o UK title e o Young ficava com o Tag title, o que não destacaria o líder].

    • Nuno Paço - há 3 meses

      A minha comparação foi feita com base mais nas gimmicks do que na capacidade de cada atleta. Obrigado pelo comentário e pela sugestão!

  12. R. Esteves - há 3 meses

    É uma pergunta diferente, mas queria sua opinião ou sabedoria pra saber..
    “Porque a WWE não investe mais em Stages diferentes e unicos?”

    Antigamente viamos PPVs e Shows com Stages diferentes e particularmente gostava muito. Os Royal Rumble eram diferentes, Summerslam, e etc.

  13. David Silva - há 3 meses

    Se ele não se tornar um novo Ryback que começou da mesma maneira ganhando uma squash match atrás da outra e depois venceu várias lutas contra o mid card e até alguns astros do main event e depois o book c…… e sentou em cima e o rapaz caiu em declinio até já não ter mais crédito nenhum.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Desenvolvido por Luís Salvador / Wrestling PT © 2006-2017