Wrestling, Diz Ele #38 – WrestleMania e a Battle Royal

12. Faltam 12 dias para a véspera da WrestleMania XXX e à falha do combate Money in the Bank, que se tornou característica deste show, existe um outro combate que caracteriza o “Grandaddy of them All”. Falo claro está do mítico Battle Royal. Esta semana, no Wrestling Diz Ele, e continuando a saga de artigos da WrestleMania, como não poderia deixar de ser, segue-se um que resume as cinco maiores Battle Royal’s da WrestleMania, tendo por base de tópicos um artigo do bleacherreport.

12. Este também é o número de Battle Royals que já foram realizadas na WrestleMania, sendo que a última ocorreu há 4 anos atrás, onde Yoshi Tatsu eliminou Zack Ryder, num combate que também teve como concorrentes Carlito, David Hart Smith, Jimmy Wang Yang, Kung Fu Naki, Slam Master J, Mike Knox, Vance Archer e Vladimir Kozlov. Este ano, na comemoração dos 30 anos daquele que é considerado o SuperBowl do wrestling profissional realizar-se-á em memória de Andre the Giant uma nova edição do Battle Royal. Quanto mais não seja, um grande acréscimo neste combate e para o vencedor, para além da taça (literalmente falando) é a responsabilidade de entrar para os livros de história como o primeiro vencedor deste combate, e do tributo à memória da “Oitava Maravilha do Mundo”.

Como devem calcular este tipo de combates, nos últimos anos em que foi realizado tem servido para encher a WrestleMania com atletas que não seriam utilizados no show em si, apesar de no início dos tempos a abordagem ser outra. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades é verdade, e desta forma, vamos ao countdown de cinco das Battle Royals da WrestleMania.

WrestleMania XXIV

kane

Na 24ª edição da WrestleMania tivemos uma Battle Royal com 24 atletas, como se alguém tivesse claramente planeado. No entanto, e como não poderia deixar de ser foi o combate que os fãs tiveram direito no pre-show. O grande destaque desta Battle Royal foi o facto de o vencedor poder lutar, na própria WrestleMania pelo título da ECW. Assim, o vencedor do combate lutaria contra Chavo Guerrero pelo Título. Mais ainda, o combate teve destaques como Brian Kendrick, Kofi Kingston e Shannon Moore já eliminados e Jamie Noble a andar por cima dos corpos destes evitando ser eliminado (qual momento à Kofi Kingston no Royal Rumble). Posto isto, e com Kane a ganhar o combate John Legend reinterpretou “America the Beautiful”.

Com a vitória de Kane, este avançou para um combate com Chavo Guerrero pelo Título da ECW ganhando o respetivo título em 11 míseros segundos.

Goste-se ou não, o facto é que por todas as circunstâncias apontadas, esta é uma Battle Royal de referência pelo espetáculo e pelo sentimento de preparação para a entrada na WrestleMania.

WrestleMania XIV

sunny

Esta Battle Royal é algo que normalmente não vemos hoje em dia na WWE. Na 14ª edição da WrestleMania, em pleno ano de 1998, a WWE planeou uma Tag Team 15-Man Battle Royal. Basicamente aplicavam-se as mesmas regras que numa battle royal normal com a exceção que se um membro de uma equipa fosse eliminado, o outro membro teria de abandonar o combate igualmente.

De entre Rock ‘n’ Roll Express, Bob Holly e Bart Gunn, The Nation of Domination, The Headbangers e The Quebecers, LOD regressaram e acompanhados pela “Diva Original” Sunny ganharam o combate garantindo o lugar no panorama dos Títulos de Tag Team da WWE contra os New Age Outlaws, no PPV seguinte.

Duvidas houvessem, este foi um combate original que realçou a divisão de Tag Team da WWE que anos mais tarde deram origem a várias lendas, atletas formidáveis e que nesta WrestleMania relançaram o panorama da divisão para novos níveis.

WrestleMania 2000

15 Minutos. Título Hardcore. O que se obtém? Uma fantástica Battle Royal em que o Título Hardcore, que como sabem, ou passam a saber, poderia ser defendido a qualquer altura, em qualquer lugar, o que deu origem a uma panóplia de campeões e a passagens de título absolutamente formidáveis. E falando disso mesmo, 10. Esse é o número de campeões que foram estabelecidos desde o início deste combate, passando por, aproveito, Viscera (Descansa em Paz).

Posto isto, este combate foi o ideal para realçar a divisão mais hardcore da WWE, com membros como o já falecido e referido Viscera, Tazz, Crash Holly, Funaki, e mais 8 atletas incluindo o eventual vencedor Hardcore Holly. Para quem gosta de Battle Royals e mais com uma pitada de violência extra, é sem dúvida uma excelente oportunidade de uns belos 15 minutos.

WrestleMania II

2

Rosemont Horizon. 1986. A primeira battle royal na história da WWE. E sem qualquer sombra de dúvida que Battle Royal, principalmente devido ao “twist” que apresentou ao juntamente com atletas da WWE competirem atletas/jogadores da NFL. De qualquer forma, aos olhos da atualidade isto pode parecer absurdo tal como foram as participações de Shaquille O’Neil ou Floyd Mayweather Jr. nos últimos anos na WWE. No entanto, temos de atender que nesta altura a WWE desejava tornar-se um nome soante no desporto internacional e como tal misturar num triplo main-event lutadores da NFL foi a melhor cartada que poderiam ter dado.

De qualquer forma, para terem uma ideia falamos de atletas como Tony Atlas, Hillbilly Jim, The Iron Sheik, Big John Studd, Jim Neidhart, Bruno Sammartino, Bret Hart, William “Refrigerator” Perry (posteriormente anunciado no WWE Hall of Fame e jogador da NFL) e o eventual vencedor Andre The Giant (tributário deste ano de 2014) foram alguns dos concorrentes.

Outra curiosidade é o facto de até à WrestleMania III, qualquer combate que envolvesse Andre the Giant só teve um resultado. E esse vocês já sabem qual é.

WrestleMania IV

Se podia ser melhor que isto? Não não podia, esta Battle Royal é o exemplo perfeito do porque da WWE ser considerada como imprevisível e completamente “gut-turning” em alguns momentos. Tal como Mark Henry chocou o mundo há uns tempos com o seu “discurso de reforma”, esta battle royal levou a que Bret Hart tivesse o babyface turn que até aos dias de hoje teve as repurcussões que teve. Aliás, se isto não tivesse acontecido talvez não tivessem acontecido as histórias que todos sabemos com o Hitman. De qualquer forma, esta battle royal é fenomenal porque concilia bem todo o sentimento que floresce na WrestleMania, e se a deste ano sequer se aproximar deste sentimento então dou-me realmente por satisfeito.

Independentemente dos nomes que possam ser anunciados, parto apenas da conclusão de que esta WrestleMania, muito já devia ter sido trabalhado e estruturado e aparentemente, e até onde as notícias têm saído, é provavelmente a WrestleMania mais secreta dos últimos tempos onde se sente uma estranha expectativa, descrédito, dúvida, receio mas vontade de ver até onde é que a WWE vai, e como supera os mais diferentes obstáculos.

Quanto à Battle Royal deste ano, a ideia é excelente, os atletas já anunciados também são formidáveis e capazes de dar um bom show digno de um Pre-Show. Quanto à posição na grelha, sou da opinião que dado a estrutura da WrestleMania é mais do que compreensível e é, a meu ver a escolha certa. Isto porque mantém o interesse no show antes mesmo do show começar dando uma nova credibilidade e expectativa ao combate, do que ser um “simples” Battle Royal.

Assim, que acham deste André the Giant Tribute 30-Man Battle Royal?

Quem gostariam que participasse no combate? Quem retirariam?

Quem ganhará?

Até para a semana ;)

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Wrestling, Diz Ele”.

7 Comentários

  1. Miguel Cacote - há 3 anos

    Acho que é um combate para encher tempo e que vai ser ganho por Big Show.

  2. The Miz - há 3 anos

    Eu nao acho que deva ser no pre-show. Aliás se de mim dependesse elementos como os 3MB e outros tantos que nao fazem falta nenhuma seriam retirados do combate e reduziria o numero de superstars apenas para os crediveis e faria uma batalha mais reduzida mas mais épica em pleno show com o vencedor a ter uma shot por um dos titulos principais ou colocando o proprio IC Championship em jogo já que com um so titulo o IC precisa de uma credibilidade que Big E nao dá.

    E assim podia ser uma luta com The Miz, Dolph Ziggler, Christian, Sheamus, Del Rio, Barrett, Rey Misterio, Fandango, Big E, Big Show, Damien Sandow, Sin Cara/Hunico, e Mark Henry por exemplo!! Nao colocaria o Rusev apenas e só pelo facto de que se ele entrar terá de vencer e gostava que outro superstar estagnado tivesse essa oportunidade uma vez que Rusev já terá o seu push de qualquer das formas!!

    Acho que The Miz, Ziggler e Barrett seriam os mais claros vencedores até para os devolver ao patamar que pertencem. Sheamus e Show considero que apenas devem ali estar para elevar alguem pois nao precisam da vitoria. Christian é daqueles casos em que actualmente ja nem tenho vontade de o ver a triunfar ja que quando o devia ter feito nao lho permitiram. Del Rio pelos vistos nao vai renovar daí atribuir-lhe uma vitoria deste nivel nao fazer sentido. Fandango quer se queira quer nao nao possuiu gimmick que lhe abra este tipo de horizontes. Big E colocaria mais pelo peso do titulo e Sin Cara para uns spots. Henry poderia ser eliminado por alguem que por tal acção receberia certamente destaque e quanto ao Sandow era tb uma boa maneira de o devolver à ribalta embora actualmente tudo indique que será o primeiro eliminado depois dos jobbers ou quem sabe até mesmo antes!

    • THE_WOLVERINE - há 3 anos

      aposto tudo no The Miz ele vem aparecendo bastante ultimamente e voltando a ser Heel , aposto nele até pq a WWE não vai querer que ele perca a sua invencibilidade

  3. Don_Ricardo_Corleone - há 3 anos

    Vou ser sincero, eu detesto Battle Royals, odeio a estipulação “over the top rope”, apenas assisto ao Royal Rumble porque o vencedor vai à Wrestlemania e por mim esta Battle Royal não teria lugar…Aliás, eu vejo a WWE a usar e abusar destas estipulações de “tudo ao molho e fé em Deus” nesta Wrestlemania.

  4. Fandangooo!! - há 3 anos

    Assim, que acham deste André the Giant Tribute 30-Man Battle Royal? Vai ser interessante, gostava que não fosse no pré-show porque vão estar presentes grandes lutadores nesta battle royal

    Quem gostariam que participasse no combate? Quem retirariam?não retiraria ninguém e gostaria que participassem o El Torito para ver mais um pouco dele em ringue e quem sabe o Evan Bourne que não luta faz muito tempo.

    Quem ganhará? Acredito numa vitória de Dolph Ziggler ou The Miz, ou até mesmo Alexander Rusev

  5. Hildo - há 3 anos

    Acho que essa Batlle Royal vai ser superior a todas outras que foram disputadas Em Wrestlemania.

  6. rodrigomcb99 - há 3 anos

    Bom artigo!!
    Respondendo ás tuas perguntas eu acho que esta batle royal é uma excelente ideia e vai homenagear um grande lutador.Sem duvida que do combate tiraria os 3MB pois acho que estão a ocupar três lugares desnecessariamente.Para dar ainda mais credibilidade ao combate eu adicionaria algumas estrelas e lendas que estariam no combate para elevar outros lutadores, estou a falar de adicionarem por exemplo RVD (caso ele volte), Stone Cold (este é praticamente impossível aparecer), Edge (que será difícil aparecer), punha CM Punk como participante surpresa (talvez em sonhos).Tirando estes que são extremamente difíceis de aparecer adicionava Rusev, Kofi, Zach Ryder e o Evan Bourne fazia o seu regresso.
    Acho que não deviam dar a vitoria ao Big Show só por ele ser grande.Na minha opinião devia ganhar ou Ziggler ou Miz resta esperarmos para ver

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador