Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Wrestling For All #21 – Top20 Wrestling Feminino (2)

Bem continuando a segunda parte da lista, como já falei nenhuma lista e unanimidade, elas representam a minha visão sobre nomes que considero importante para o Wrestling Feminino, e fiquem a vontade para discordar da mesma, sou aberto a discussões, e não vejo problema que as mesma ocorram.

A segunda parte vai ser composta por Wrestler que participaram das Majors, na verdade todas já foram da WWE e em minha opinião tem grande importância para o desenvolvimento da divisão Feminina em toda sua história.

15.CHYNA

Algumas pessoas poderão discordar dessa escolha, atualmente atriz que faz a vida deixando marmanjos felizes por todo mundo, em minha visão foi bastante importante para desenvolver a participação feminina no Wrestling, talvez uma das mulheres que participou de mais momentos importante na história da WWF/E.

A mesma participou da formação do surgimento da D-Generation X, seus reinados como Intercontinental Championship, aliança e feud com Eddie Guerrero, entre outros momentos marcantes da história da WWF, mas para quem pensa que ela saiu direto das competições de Fitness para a WWF estar muito enganado.

Depois de passar por vários problemas familiares, Joan Marie Laurer teve uma vida bastante difícil, tendo problemas com vários familiares, o seu desenvolvimento diferente assustava muitas pessoas, e depois de tentar fazer várias profissões, sem nunca obter sucesso percebeu que no Wrestling com seu físico poderia ser valorizado.

Em 1995 Joanie treinou na escola de Wrestling de Killer Kowalski e depois de algumas semanas fez sua estreia no ringues contra o homem devido a seu porte físico, nos próximos dois anos Joanie participaria de várias companhias independentes pelos Estados Unidos, inclusive tendo o apoio de The Fabulous Moolah, mas tudo mudaria quando Paul Levesque e Shawn Michaels viram uma fita com várias lutas de Joanie e acharam que ela poderia entrar na companhia como uma “Guarda-Costas”, Vince de inicio não gostou da ideia porque achou que o publico não compraria uma mulher que defrontaria homens e conseguiria derrota-los, mas com o interesse da WCW sobre Joanie, a WWF decidiu contrata-la.

A estreia de Laurer In Your House 13: Final Four quando interferiu em favor de  Triple H contra Goldust, a ideia inicial e que ela seria uma espécie guarda-costas de Triple H, mas a mesma interferiu em várias lutas a favor do mesmo e depois de um tempo começou a chamado de Chyna e participando da formação da DX.

No começo muitos lutadores ficaram hesitantes em relação a Chyna, mas logo passou quando viram o seu profissionalismo, em 99 e que tudo mudaria para Chyna, quando ela seria a participante n° 30 do Royal Rumble, se tornando a primeira mulher a participar da competição, no dia seguinte na Raw ela faria seu heel turn traindo a DX para ficar do lado de Vince e Kane, mas foi temporário quando a mesma também trairia Kane que enfrentava Triple H na Wrestlemania XV, quando todos pensavam que a DX voltaria com força, os dois traíram X-PAC se juntando da The Corporation e depois na Corporate Ministry.

Mas o ano de 99 também marcaria seu primeiro reinado como Intercontinental Champion, depois de ter chegado a se tornar 1° Contender pelo WWF Championship e de ter participado do King of the Ring, mas o que marcaria seria sua feud com Jeff Jarrett que fez com que ela recebesse grande recepção do público, a mesma viria a conquistar o título em uma Good Housekeeping match no PPV No Mercy.

A próxima feud de Chyna seria para mim a mais marcante da carreira dela como Wrestler individual, principalmente em se tratando de lutas, a mesma teria uma feud de alguns meses com Chris Jericho, conseguindo derrotar ele uma vez, mas perdendo o título para ele no Armagedom.

Sua contribuição para a divisão Feminina foi a feud com Ivory que fazia parte do grupo Right to Censor, a mesma teve uma “lesão” voltando na Wrestlemania X-Seven para derrotar Ivory em uma luta bem rápida e conquistar o WWF Womens Championship, defendendo contra Lita no Judgment Day de 2001, ela deixaria o título livre devido a sua saída da companhia, muitos apontam que o principal motivo da saída foi Stephanie que na época namorava o Ex-namorado de Laurer na vida real Triple H, fazendo a mesma ficar magoada.

Em 2002 Chyna ainda lutaria na New Japan Pro Wrestling, fazendo algumas lutas por lá, em 2011 também faria algumas participações na TNA.

Explicando melhor a minha escolha Chyna botou a mulher em grande foco no Wrestling Americano mostrando que poderia ter destaque, incentivando outras lutadoras a seguirem essa carreira, uma dos exemplos claros disso foi uma tal de Lisa Marie Varon, mais conhecida como Tara ou Victoria, só não estar melhor posicionada porque não contribuiu diretamente para divisão feminina da WWF.

Chyna vs Chris Jericho: http://youtu.be/gB83hUtx_e4

14. BETH PHOENIX

Eu acredito que todos sabem que ela iria aparecer mais cedo ou mais tarde nessa lista, o que falar de Elizabeth Carolan Kocanski, que ficou mais conhecida como Beth Phoenix, uma Wrestler com grande qualidade técnica, que assim como Kurt Angle veio do Wrestling profissional, inclusive conquistando um torneio em New York. Com um físico admirável mostrava que podia fazer uma Power House com grande credibilidade, e melhor que diferente de lutadoras que tem esse estilo, a mesma luta muito bem com Wrestler menores, na WWE e OVW onde a mesma fez história, mas para se tornar essa grande Wrestler a mesma teve que treinar muito e competir por diversos ano em companhias independentes, inclusive vale destacar que a mesma participou do primeiro show da Shimmer, companhia de Wrestling feminino no qual já escrevi sobre o assunto, só por curiosidade a estreia no Wrestling foi contra uma tal de Alexis Laree, mais conhecida como Mickie James.

Após três anos competindo em companhias independentes chamaria a atenção da WWE que faria um teste com ela e decidiria assinar um contrato de desenvolvimento, sendo mandado para a OVW tendo no começo ficou como manager de Chris Master e Aron “The Idol” Stevens, mas ela mostraria serviço dentro de ringue quando teve boas feuds com nomes como Serena, ODB e Katie Lea, conseguindo em sua passagem pela OVW conquistar o título feminino duas vezes.

Em 2006 fez sua estreia na WWE como parceira de Trish, ajudando a mesma na feud com Mickie James, mas em uma luta teve uma seria lesão que fez a mesma ficar um tempo fora, só voltando para WWE em 2007 com uma Gimmick Revitalizada.

Ela começaria a ficar conhecida como Glamazon me começou a se tornar a lutadora mais dominante na divisão tendo logo chegado a virar 1° Contender ao Women´s Championship tendo começado uma feud com Candice Michelle que possuía o título na época, perdeu a primeira luta, mas ganharia o título no PPV No Mercy, tendo defendido um título por alguns meses, perdendo ele para Mickie James em um Raw de 2008.

Beth também formaria um casal com Santino, que ficou conhecido como Glamarella, os dois faziam vários segmentos de comedia com Beth a mostrar quem mandava na relação, ela conseguiria recuperar o título quando derrotou Mickie James no Summerslam.

Em 2008 também seria coroada como Diva do ano e ficaria em 2° lugar na lista da PWI de 50 melhores lutadoras do ano, mostrando que 2008 tinha sido um ano especial para Beth, o Glamarella se separariam após Santino ganhar o Miss Wrestlemania na Wrestlemania 25.

Nos anos seguintes teve grandes feuds com Melina, Mickie James, Michelle McCool, Layla entre outras Wrestlers, valendo destacar a formação do Divas of Doom com Natalya e a Tables Match que aconteceu no TLC de 2011, com a vitória de Natalya e Beth Phoenix.

Uma das Wrestlers mais técnicas da história WWE, participou de várias lutas e feuds marcantes na companhia, o maior defeito de Beth era ao micro, mas ela tentava compensar com atitudes e com sua habilidade dentro de ringue, como Heel sempre foi mais convincente, mas não e de se desprezar o seu trabalho como Face.

Candice Michelle Vs Beth Phoenix – 2 out of 3 falls: http://youtu.be/Wco_S0Zd35g

13. MOLLY HOLLY

Bem não e somente de Lita e Trish que viveu a golden Era da Divisão Feminina da WWE, Molly era uma Wrestler que também não deixava nada a dever a nenhuma daquela época, uma lutadora bastante competente dentro do ringue e que também sabia criar uma boa personagem, principalmente fazendo o papel de Heel como ficou mais conhecida na WWF/E.

A mesma começou a praticar Wrestling em 97 quando foi treinada por Dean Malenko, tendo competido em várias companhias independentes, até ir para a WCW em 99, onde ficaria por 1 ano, tendo algum destaque e chamando a atenção da WWF, indo para o território de desenvolvimento, estreando no roster principal alguns meses depois, quando ficaria conhecida como Molly Holly acompanhando os primos Crash Holly e Bob Holly, mas ela praticamente não lutava sendo manager dos primos.

Somente em 2002 que sua gimmick mais popular, se tornando uma típica mulher puritana Americana, ela derrotaria Trish no King of the Ring e ganharia pela primeira vez o Women´s Championship, perdendo alguns meses depois no Unforgiven para a mesma Trish Stratus.

A mesma só voltaria a vencer o título em 2003 quando derrotou Gail Kim, depois disso Kim se juntaria a Molly e as duas atacariam Trish que seria salvo por Lita que voltava de lesão, no Unforgiven de 2003 lita e Trish venceram a Tag Team Match contra Molly e Kim, após isso Lita entraria na rota pelo título só que não conseguiu derrota-lá.

Molly manteve o título por vários meses, só o perdendo em fevereiro de 2004 para Victoria, as duas lutariam na Wrestlemania em Title vs Hair, com Victoria a ganhar e cortar o cabelo de sua rival ao vivo no evento, após esse momento histórico começaria a perder espaço na companhia, nunca se soube o porque, teve uma pequena feud com Stacy Kieber perdendo as três lutas.

No ano de 2005 e 2006 não teve nenhum grande destaque, tendo algumas oportunidades ao título feminino, mas não estava sendo tão bem construída como tinha sido em 2003, a mesma abandonaria a companhia de modo amigável,  muitos dizem que ela ficou incomodado como a WWE vinha trabalhando a divisão Feminina, principalmente em relação ao programa Divas Search, mesmo assim ela já participou de várias Raws especiais e também chegou  a lutar na Wrestlemania 25 naquela Divas Batle Royal.

Se tornou uma Wrestler de grande importância para o Wrestling Feminino apesar da curta carreira se dedicou integralmente a esse mundo e teve um retorno sendo reconhecida como uma das melhores de sua época, essa pode ser chamado de lenda sem nenhum constrangimento.

Lita & Trish Stratus Vs Molly Holly & Gail Kim (Unforgiven 2003):

12.MICHELLE MCCOOL

Mais uma ex-WWE, para mim a única grande lutadora que foi revelado pelo divas Search, alguma outra boa lutadora como Eve, mas nada excepcional, geralmente somente modelos que nada acrescentam a divisão e outra questão e que Michelle já tinha um certo domínio de artes maciais e ginástica, então era uma pessoa que tinha mais habilidade para a pratica de um esporte.
Sejamos sinceros Michelle era uma ótima lutadora, mas apesar de ter sido a primeira Divas Champion como face, o seu maior destaque foi com uma personagem Heel, principalmente na época das Laycool, foi quando a mesma pode mostrar toda sua habilidade no microfone e também confirmar a boa habilidade dentro do ringue.

Para se ter uma ideia de como Laycool teve impacto o site da WWE quando fez a lista de um Top Ten de Trash Talkers, botou a tag de Michelle e Layla em 8° lugar, a feud que elas tiveram com a Mickie James e provavelmente a melhor feud desde do surgimento do título de Divas, o modo como as duas trataram Mickie, inclusive fez pensar que a mesma tinha levado aquela feud para o lado pessoal de tão bem que tinha sido montada, e apesar de Layla fazer um bom trabalho quem realmente se destacava era Michelle que era melhor em ringue e no micro também.

Em 2010 e que seria o ano de grande destaque de Michelle a mesma ganhou o Women´s Championship e o Divas Championship de Melina em uma Lumberjill Match junto com Layla unificando os títulos, sendo a primeira Unified Divas Champion, após isso teria uma feud fantástica com Natalya que conseguiria conquistar o título após derrotar a Laycool em uma Handicap Match no Survivors Series, tendo gerado aquela Tables Match muito boa no TLC com as laycool perderem novamente para Natalya e Beth Phoenix. Para fechar o ano de 2010 com chave de ouro a PWI elegeu Michelle como a Wrestler do ano, sendo a primeira colocada no ranking da revista.

Em 2011 o grande destaque das Laycool foi a feud com Trish Stratus que gerou a luta da Wrestlemania XXVII, com as Laycool perderem a luta, após isso as duas se separaram e se enfrentaram no Extreme Rules com a estipulação que a perdedora deixaria a WWE, Michelle perdeu e se despediu do Wrestling e de seus fãs.

Uma Wrestler que mostrou que com muito esforço pode evoluir, começou em 2005 na WWE, mas seu destaque só veio em 2008 quando foi campeã pela primeira vez, uma grande Wrestler no ringue e uma das melhores no micro.

Michelle McCool vs. Mickie James:

11. AWESOME KONG

Mais uma lutadora Americana só que de ascendência Japonesa, essa talvez seja a Wrestler “Japonesa” que mais obteve sucesso em uma carreira fora de sua região, tendo que vista que Kong iniciou sua carreira no Wrestling no Japão, obtendo grande sucesso na  All Japan Women’s Pro-Wrestling tendo feito parceria com Aja Kong e ter conquistado vários títulos pelas companhias Independentes do Japão, essa wrestler pode ser considerada um verdadeiro “Monstro”, poucos conseguiram obter o sucesso que ela obteve com esse tipo de Gimmick, com o visual muito intimidador teve feuds históricas pelas companhias independentes e na TNA, sua passagem pela WWE, não teve a mesma relevância devido a problemas de saúde e de cunho particular.

Ela ficou em torno de 5 anos no Japão, quando em 2007 a TNA contrata ela para fortalecer uma nova divisão que surgia na companhia, a divisão de Knockouts, tendo a primeira luta valendo o título em uma Batle Royal no Bound For Glory que foi vencido por Gail Kim, após isso Kong iniciaria uma feud com Gail Kim, se tornando provavelmente a maior feud da história da Divisão feminina da TNA, tendo de destaque uma No Desqualification Match valendo o título no PPV Final Resolution.

Essa feud fez com que a divisão crescesse e tivesse atenção do público, Kong sairia da feud após derrotar Kim em um episódio do Impact, 2008 seria provavelmente o melhor ano da carreira de Kong com várias grandes lutas e conquistando o título feminino da TNA por duas vezes, a PWI elegeu ela como a melhor Wrestler Feminina de 2008, vale destacar que era a primeira vez que a revista fazia essa classificação com a divisão Feminina e isso só provou como aquele ano tinha sido espetacular para ela.

Kong ficaria na TNA até 2010 onde conseguiu conquistar 2 vezes o título de Knockouts e 1 vez o de tag team feminino junto com Hamada, tendo feuds marcantes com Taylor Wilde, Tara, as The Beautiful People, entre outras lutadoras do roster da TNA na época.

Além de grande passagem pela TNA, também teve lutas e feuds marcantes pelas companhias independentes, na Shimmer a sua feud com Sara del Rey e considerada uma das melhores da companhia, também lutou contra Mercedes Martinez sendo uma das lutadoras que foram derrotadas no seu reinado que durou mais de 3 anos, também teve grandes feuds com Cheerleader Melissa e MsChif em outras companhias independentes.

Em 2011 assinou pela WWE tendo uma estreia bastante marcante deixando todos empolgados com a vinda de Kong para a divisão Feminina da WWE, ela ficaria conhecida como Kharma e teve um debut bastante marcante atacando Michelle após a luta dela no Extreme Rules,  todos acharam que seria um novo fôlego a divisão feminina, mas infelizmente não deu certo devido a problemas de saúde e pessoais, Kia Stevens (Kharma) não teve o devido sucesso, não fazendo nenhuma luta oficial na divisão Feminina, também vejo um pequeno problema de Booking que demoraram a fazer a estreia oficial dela.

Kia Stevens mais conhecida como Kong ainda luta por companhias independentes a mesma já conquistou cerca de 15 títulos em sua carreira, sendo uma parte no Japão e outra nos Estados Unidos, só não teve uma classificação melhor devido a seu “fracasso” na WWE e também sua habilidades no micro não são grande coisas, mas sinceramente ela nem precisa a sua presença já basta para chamar atenção

Awesome Kong vs. Gail Kim vs. ODB:

E acabo por aqui a segunda parte da lista espero que vocês tenham gostado dela, desculpe qualquer erro mais grosseiro, o meu tempo estava curto, mas não podia deixar essa semana em branco. Quais vocês acham que serão as próximas Wrestler a aparecerem nessa lista?

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Wrestling For All”.

14 Comentários

  1. GJD - há 3 anos

    Chyna : Sinceramente nunca gostei dela e do estilo de luta dela , a luta dela contra a Ivory foi a segunda pior luta feminina nas wrestlemania só é melhor que Sable vs Tori, ela ter ganho o intercontinental é uma das coisas que eu sou contra, é a mesma coisa do Santino vestido de mulher ser eleito Miss Wrestlemania , e o Horns vencer o Jimmy Noble e ser campeão.
    Beth Phoenix: Nem preciso falar do talento dela.
    Molly Holly: Eu gostava dela .
    Michelle e Awesome Kong estariam no meu top 5

    • Roberto Barros - há 3 anos

      Eu também acho que a luta da Chyna foi uma das piores de todas as Wrestlemanias em divisões femininas, mas teve tanta luta ruim nos anos 2000, que enfim, agora uma coisa que não podemos falar é que a mesma talvez seja a mulher que participou de grandes Storylines principalmente na DX.

      Sobre Michelle para mim não merece o top 5 na minha opinião pela curta carreira e também que ela só começou a ter destaque com as Laycool em 2009 e 2010, por isso não chega perto do meu top 5, mas o trabalho dela foi sensacional e com certeza estar na história.

      Sobre a Kong se ela tivesse dado certo na WWE com certeza estaria no meu top 5 também, mas claro que isso é minha opinião, obrigado pelo comentário

    • Rúben Rosa - há 3 anos

      Essa luta da chyna com a Ivory foi má pois foi um Squash

      Roberto espero não ver a Sable nem a Debra na lista de melhores wrestlers XD

      • Rúben Rosa - há 3 anos

        Esquece a parte da Sable não reparei que já existia um artigo anterior a este. Muito bom artigo

  2. Miguel Silva - há 3 anos

    Roberto, excelente artigo!
    Eu acho que a Chyna se tivesse estado mais tempo na WWE teria tido muito mais sucesso e talvez um dia pudesse atingir o Hall of Fame sozinha.
    Sobre a Beth, bem ela era fantástica e foi uma pena ter saído da WWE pois ainda tinha muito para dar à companhia.
    Molly Holly – outra excelente wrestler, aquele combate do Title vs Hair foi engraçado, se bem que podia ter tido mais tempo.
    Michelle McCool – simplesmente genial! Foi mesmo uma pena ter saído tão cedo da WWE, pois acho que ainda podia ter tido muito sucesso e vencer o título mais vezes.
    Awesome Kong – um “monstro” em forma de wrestler, mas não sendo por isso má em ringue, muito pelo contrário. Uma excelente wrestler que nos deu grandes combates. Estou-me agora a lembrar daquele contra a Gail Kim pelo título das Knockouts, acho que era No DQ ou uma estipulação do género e foi genial.

    Enfim, grandes escolhas!

    Quais vocês acham que serão as próximas Wrestler a aparecerem nessa lista?
    Bem, temos a Trish, a Lita (tenho quase a certeza que estas ainda não serão na próxima, acho que têm que estar no teu top 5 – pelo menos estão no meu top 1 e 2 respetivamente), Tara/Victoria – deve estar a aparecer, não? Se calhar és capaz de falar da Mickie James, não sei.

    Continua com o que está a ser um excelente top e aguardo a parte 3!

    • Roberto Barros - há 3 anos

      Posso lhe garantir que as que você citou estarão bem classificados nessa lista hehe e concordo com você, claro que teremos surpresas, alguns vão querer me matar, mas tudo bem.

      E concordo com que você falou sobre a Chyna, Beth, Molly Holly, Michelle e Kong, a luta que você fala foi uma no Dq Match que é sensacional,

      • Miguel Silva - há 3 anos

        “…claro que teremos surpresas, alguns vão querer me matar, mas tudo bem.” Hum…estás a deixar-me com curiosidade.

  3. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Roberto…que dizer…mais uma vez um trabalho incrível!

    Se o teu Top teve estas Divas, nem quero imaginar o que aí vem, mas pressinto qual é o primeiro lugar…

    Parabéns!

    • Roberto Barros - há 3 anos

      Obrigado Andre

      Na verdade o próximo top vamos ter alguns nomes que surpreenderão alguns, alguns talvez achem que não mereçam essa posição, mas como disse e uma opinião pessoal.

      E sobre o primeiro lugar, acho que não vai surpreender ninguém

  4. danielLP21 - há 3 anos

    Boa 2ª parte Roberto. 5 nomes incontornáveis na História do Wrestling Feminino.

  5. José Sousa - há 3 anos

    Adorei o Artigo, e a partir de agora tens mais um leitor, muito bem argumentada a tua opinião. Agora até eu quero saber quem colocaste á frente de bestas como Beth e a Kharma.

    • Roberto Barros - há 3 anos

      Obrigado Jose, tenho que dizer que acho seus artigos muito bons, você tem um ótimo poder de argumentação e fico feliz que você agora vem acompanhando os artigos que escrevo no universo.

      Sobre quem eu botei na frente de nomes como Kong e Beth, na verdade e algo bem pessoal, mas lhe garanto que são Wrestlers fantásticas também, se Kong tivesse tido sucesso na WWE pode ter certeza que ela estaria no top 5, ou pelo menos melhor posicionado nessa lista.

      Beth acho que faltou ela ter um reinado melhor, em 2008 ela teve um grande ano, foi uma das melhores wrestlers do mundo, mas acho que faltou alguma coisa.

  6. LuisMPBO - há 3 anos

    Epa, grandes nomes nesta segunda parte. Estou para ver o top 10.
    Bem, não tenho muito a dizer, mais uma boa edição.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador