Demorado mas mais presente que o Miro na AEW e, espero, mais bem recebido de volta que o Vince McMahon, é o Top Ten! De volta, já de papo cheio e, de preferência, pronto a esvaziar os excessos agora nesta fase inicial do ano. Diga-se que já deu para se tirar a barriga de misérias durante o Natal, para agora voltarmos ao Top Ten, ou seja, às misérias.

Estamos prontos para 2023, espero eu, mas ficou um ano do caraças para trás. Para o bem e para o mal! Que 2022 foi esse, tão louco, que nos deixa com tanta coisa memorável para enumerar. Aconteceu tanta coisa! Então e o fundo? Já sabem como é o Top Ten. Então, ainda por cima, no que diz respeito a “Best of” e outros dessa categoria, já estão a ser cobertos e muito bem aqui por este espaço.

O Top Ten vai sempre por uma via diferente e esta inauguração do ano de 2023 é com uma tradição, algo que se faz sempre. Recordar o que não se lembram. Até podem ter muito disto bem gravado na vossa memória, mas é assim que isto se faz, assume-se que todos esqueceram. Ora listem lá, quais destes se tinham varrido da vossa mente?

1 Comentário

  1. El Cuebro2 semanas

    Realmente muita coisa para se esquecer nessa lista, algumas até poderiam ter ficado, no caso a parte da Undisputed Elite, mas seus membros foram se lesionando, aí quando voltaram o Fish saiu, o Kyle ainda continua e nem se sabe seu futuro, e o Adam Cole parece que vai seguir solo e face, seria muito interessante vê-los juntos no futuro de novo, mas acho que seja pouco provável! No mais falando sobre o item 1 da lista, o Ziggler se tornou uma “ponta solta” na WWE, ele encara praticamente todo mundo, mas não tem muito sucesso, o Roode ainda encara uma lesão complicada, MVP parece estar às vésperas de reunir a Hurt Business e seu aparente ex-protegido Omos sumiu da programação e parece que não terá mais chances.