A AEW transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do Rampage no canal TNT, a partir da Van Andel Arena em Grand Rapids, Michigan, rumo ao Battle of the Belts deste sábado e ao Dynamite Quake by the Lake de 10 de Agosto.

Resultados

– AEW Interim World Champion Jon Moxley venceu Mance Warner
– Konosuke Takeshita venceu Ryan Nemeth
– Madison Rayne venceu Leila Grey
– AEW World Tag Team Champions Swerve In Our Glory (Keith Lee & Swerve Strickland) venceram Tony Nese & Josh Woods (Street Fight)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– AEW Interim World Champion Jon Moxley venceu Mance Warner: Jon Moxley e Mance Warner começaram à pancada fora do ringue, ainda antes do combate ter começado de forma oficial, e de forma algo inesperada, o estreante na AEW conseguiu apresentar mais agressividade que o AEW Interim World Champion, sendo que fez o campeão ir de cabeça contra os degraus fora do ringue.

Mance Warner dominou então durante vários minutos, mas Jon Moxley nunca se deixou ficar e com uma cadeira, fez o seu adversário ficar a sangrar, mas mesmo assim o estreante foi dando luta.

O AEW Interim World Champion conseguiu meter a quinta mudança e de forma bastante agressiva virou o combate de tal forma a seu favor, que fez Mance Warner desmaiar com o seu Bulldog Choke.

A seguir, tivemos imagens de uma entrevista a Ricky Starks que aconteceu durante a passada quarta-feira, mas este foi rapidamente interrompido pelos The Factory que tentaram oferecer proteção ao “Absolute” que recusou o quer que seja do grupo liderado por QT Marshall.

– Konosuke Takeshita venceu Ryan Nemeth: Konosuke Takeshita entrou com tudo e controlos os minutos iniciais, sendo que Ryan Nemeth ainda conseguiu ter alguma ofensiva, por causa duma distração de Peter Avalon.

Porém, o impressionante lutador nipónico não se deixou controlar e virou o ímpeto a seu favor e conquistou a vitória depois de uma grande joelhada.

Assim que o combate terminou, Peter Avalon tentou atacar Konosuke Takeshita, mas este também lhe acertou uma grande joelhada.

Em seguida, vimos uma entrevista aos Best Friends, e estes explicaram que a vida não lhes está a correr bem, mas eles estão no seu melhor, quando estão os três juntos. O segmento terminou com o trio e Danhausen a gritar a palavra “trios”.

– Madison Rayne venceu Leila Grey: Este combate começou de forma técnica, e Madison Rayne mostrou toda a sua experiência e dominou a sua adversária, até que Stokely Hathaway começou aos saltos como se fosse uma criança, o que abriu espaço para Leila Grey virar o ímpeto a seu favor.

Leila Grey foi dominando durante vários minutos, mas foi ficando frustrada por a veterana não se deixar vencer, sendo que do nada, Madison Rayne acertou o Cross Rayne e venceu esta sua estreia.

Assim que o combate terminou, a TBS Champion Jade Cargill apareceu e afirmou que se Madison Rayne tiver coragem, no Dynamite irá responder ao seu desafio aberto, mas que se prepare para levar uma tareia. Kiera Hogan ainda tentou atacar a veterana pelas costas, mas esta conseguiu acertar mais um Cross Rayne.

A seguir, tivemos um video package a promover o Tornado Tag Team Match que irá acontecer no próximo Dynamite entre os Lucha Bros e a Faccion Ingobernable.

Antes do main event, tivemos as duas equipas a trocarem várias farpas, com os AEW World Tag Team Champions Swerve Strickland & Keith Lee a afirmarem que os seus adversários não serão mais que uma nota na sua história.

– AEW World Tag Team Champions Swerve In Our Glory (Keith Lee & Swerve Strickland) venceram Tony Nese & Josh Woods (Street Fight): Os quatro lutadores entraram de forma bastante agressiva e este main event teve logo várias armas desde os momentos iniciais deste embate.

Tony Nese & Josh Woods conseguiram controlar os campeões durante alguns minutos, isto até que Keith Lee conseguiu usar a sua força para virar o combate do avesso.

Nos minutos seguintes, as duas equipas foram tendo várias hipóteses para vencer, sendo que “Smart” Mark Sterling interferiu, o que lhe valeu uma viagem através de uma mesa. A seguir, Josh Woods estava a tentar acertar um German Suplex em Keith Lee do apron para várias mesas e conseguiu-o quando Tony Nese acertou um Superkick no “Limitless”.

Já no final, o “Premier Athlete” foi contra várias cadeiras à conta de Swerve Strickland, que em seguida acertou o seu habitual Stomp da terceira corda e conquistou a vitória.


O que achaste deste AEW Rampage?

3 Comentários

  1. Gostei:
    – Jon Moxley (c) vs Mance Warner. Não conhecia este último, mas foi um ótimo combate para o exibir. 2 cães a matarem-se em ring durante mais de 10 minutos. Combate violento e divertido de se assistir.
    – Konosuke Takeshita vs Ryan Nemeth. Combate bem curto, mas divertido de se assistir. Takeshita está rapidamente a tornar-se num dos meus favoritos.
    – Swerve In Our Glory vs Nese & Woods. Era muito difícil este combate não ser bom. Um ótimo main event, com vários spots divertidos de se assistir (exemplo, o german suplex no Keith Lee pela mesa). Foi bom ver o Mark Sterling a ir pela mesa 🙂

    Não Gostei:
    – Madison Rayne vs Leila Grey. Não foi mau, nem foi bom. Serviu bem para construir a Rayne como a próxima adversária da Jade Cargill.

    Overall: 6/10. Um Rampage divertido. Destaco Moxley vs Warner e o main event.

  2. Swerve in our glory mereceram ser campeões mas não gosto deles como atuais campeões, adorava ver the acclaimed como campeões.
    Quanto ao show poderia ter sido bem melhor.

  3. El Cuebro2 semanas

    Que main event foi esse hein, eu não botava muita fé em Nese e Woods, mas eles deram muito trabalho aos campeões, luta incrível, assim como foi para Mance e Mox, Takeshita é um grande talento, esse cara merece mais destaque na AEW, adorei ver a Madison na AEW, mas a luta contra a Leila poderia ter sido um pouco melhor, parece que em certa altura do combate elas se cansaram um pouco, mas enfim a Jade já terá uma rivalidade para o Quake e espero ver a Athena lutando pelo TBS Title ainda para o All Out!