No final do All Out deste domingo, Bryan Danielson causou um choque no mundo do Wrestling ao estrear-se na AEW para confrontar e atacar os The Elite, dando assim início a uma rivalidade contra o grupo liderado por Kenny Omega.

Na conferência de imprensa após o All Out, Bryan Danielson falou de como foi o seu dia antes e durante o grande evento, de como o show em homenagem a Brodie Lee foi especial para si, da sua boa relação com Vince McMahon, da última proposta que a WWE lhe fez e também o que o motivou a “fazer a troca”.

Foi interessante, mas pela primeira vez em muito tempo, puseram-me numa caravana. Eu estava escondido na caravana. Por isso tive de voltar à caravana depois de tudo acontecer e sabem, falei com a minha mulher e tudo. Depois fiquei ali sentado, a meditar e sentia. Tantas vezes deixamos passar estes momentos. Não sei, quantos de vós meditam? Eu sei, é uma treta, mas só de sentir a sensação disso, ainda estou a sentir. Essa é uma das coisas muito únicas sobre Wrestling, é que se vais ao ringue e pode-se sentir. Na maior parte, a maior parte da minha carreira, quase sempre que cheguei ao ringue e senti realmente alguma coisa, e esta noite foi uma sensação que não parava até que eles viessem e me tirassem da caravana.

Na semana passada, ouvi algo que uma das coisas que realmente transformou o CM Punk foi o espectáculo de homenagem a Brodie Lee. Foi também uma das coisas, eu vi-o e muitos de nós gostavam muito dele e por isso vimos e vimos como foi especial para a AEW. E pensei que isso era realmente especial para mim também.

Foi então que comecei realmente a pensar no meu contrato [da WWE], mas a decisão final, honestamente, foi exactamente como comecei a pensar nas coisas. A WWE foi tão graciosa comigo até à oferta que me fizeram agora. Eles iam deixar-me ir fazer outras coisas fora da empresa, mas, e detesto dizer isto, Vince às vezes… Ele e eu temos uma grande relação. Eu adoro-o, adoro-o. Às vezes, ele é super-protector comigo. Eu quero ser capaz de ultrapassar os meus limites. Essa é uma das coisas que eu adoro nisto, é como a fisicalidade do que fazemos no exterior, e ser capaz de ultrapassar os meus limites e ser capaz de o fazer aqui de uma forma segura, é uma das coisas que realmente me atraiu na AEW.

Depois há também, acho que há uma excitação, percebes o que quero dizer? Há apenas uma excitação. Vê-se a multidão. Quero dizer, penso que todos vêem, provavelmente estavam todos lá fora e sentiram-no. Sentiram como as pessoas estão entusiasmadas com este produto e sente-se a vibração. Mesmo só de se ver através da televisão numa caravana. Estou ali sentado a dizer: “Meu Deus, isto é espectacular”. Eu quero fazer parte disto. Então foi isso. Embora tenha saído, não sei, pensei bastante, porque há lá muitas pessoas que considero família, que na verdade são legitimamente a minha família, e sabem, pessoas que amo lá [na WWE]. Por isso, foi uma decisão muito difícil.


O que pensas destas declarações de Bryan Danielson?

21 Comentários

  1. Hernane2 semanas

    AEW é muito sem graça

    • The Name2 semanas

      Isso é a wwe há anos 😂
      A aew veio salvar o pro wrestling e a paixão de muitas pessoas voltou graças à aew, isso ninguém pode negar!

    • Ainda vais a tempo de apagar a mensagem Hernane

    • Hernane2 semanas

      AEW só contrata lutadores anões, não tem nenhum big man de respeito. A AEW está a anos luz da WWE. Essa promotora sem graça ainda vai acabar. Escrevam isso.

    • Nome2 semanas

      ‘cezar bononi nao é um big man????????, lance archer veja um pouco da aew depois de uma opiniao

  2. MC2 semanas

    Adorei as palavras do Bryan, um senhor do início ao fim que nunca faltou com o respeito com casa nenhuma por onde passou, nem com a WWE (que muitos, mal saem, adoram espezinhar). Nem mesmo depois de tudo o que se passou na WWE, o quase ser enterrado inicialmente, a relutância em deixá-lo lutar, etc. Ele sabe que o que lá vai, lá vai e soube respeitar e em consequência dar-se ao respeito. Um espetáculo de discurso, uma lufada de ar fresco para mim que estou farto de ver toxicidade de lutadores de um lado e do outro (e dos fãs então…)

    Confesso não acompanhar a AEW assim muito ou pelo menos não para lá dos resultados, mas estas palavras do Bryan sem dúvida que me cativam a acompanhar o seu trabalho. (E claro, o do Punk e do Adam Cole, 3 dos meus all time favorites)

    Uma vez mais, e para resumir/concluir: ESPETÁCULO!

  3. Italo DX2 semanas

    Acho que esqueceram de avisar ao Bryan que quem chega na AEW não pode falar bem da WWE, ja começou com o pé esquerdo, espero que isso não prejudique ele na AEW

    • Wrestling Fan2 semanas

      Se o Tony Khan se chamasse Vince

    • sw2 semanas

      É Tony Khan..Liberdade de expressão é o que não falat na AEW

    • eheh2 semanas

      o pessoal parece aqueles obcecados pelas ex namoradas ve elas em todas as namoradas

  4. Facebook Profile photo

    O Tony Khan nestas conferências parece uma criança ao lado do seu ídolo xD.

  5. Pelo menos um que sai da WWE e não fala só mal da mesma assim que chega noutra empresa!

  6. Anónimo2 semanas

    O Bryan é uma excelente pessoa.

  7. Jonyfcp2 semanas

    É isto, é mesmo tendo saído respeitar onde já esteve e lhe deu muito tal como ele deu também a WWE, isto só prova a grandiosidade do Bryan não só dentro de ringue como fora dele também

  8. Facebook Profile photo

    Entendo agora porque a mulher dela não entrou no Summerslam

  9. como o cm punk disse: adora o vince e a wwe mas prefere estar na Aew

  10. WholeRollinsShow2 semanas

    Este ao menos não cospe no prato onde comeu, o que até é inteligente da parte dele, afinal de contas, estamos a falar de Wrestling.

    Por isso convém falar bem de toda a gente, que o mais provável é, um dia, acabar por regressar à WWE e mais vale falar bem dele, até porque toda a gente sabe que o Vince lá vai continuar, que o homem já admitiu ser imortal.