Durante o WrestleDream deste domingo, Edge estreou-se na AEW para salvar Sting e Darby Allin de Christian Cage, Luchasaurus e Nick Wayne.

Na conferência de imprensa após o evento, Tony Khan confirmou que o “Rated R Superstar” não será um lutador a part time na AEW.

O Adam [Copeland] vai estar connosco todas as semanas. Ele vai lutar, ele é um lutador a tempo inteiro no roster da AEW.

Já passou muito tempo desde que alguém viu o Adam lutar tanto e ao nível que ele tem estado. Ele está a lutar ao mais alto nível nos últimos anos. Ele vai estar aqui todas as semanas.

Adam Copeland explicou as suas razões para ter assinado pela AEW.

Parte da minha vinda para aqui é por querer contribuir. Quero ajudar. Senti que aqui poderia realmente fazer isso.

Olho para este roster e para tantos talentos com que nunca lutei e isso, para mim, que sou uma pessoa motivada por desafios, foi o mais importante. Nunca estive em ringue com Samoa Joe ou em ringue com Sting antes desta noite. Estou a ver o Nick Wayne, o Swerve, há tantas possibilidades para mim.

Nesta fase da minha carreira, isso é muito aliciante e entusiasmante. Senti-me livre. Senti a mesma sensação que tinha quando aparecia nos meus espetáculos independentes, quando era Adam Impact ou Sexton Hardcastle. Era uma coisa nova que eu sempre quis fazer. Essa sensação, senti-a lá fora.

Nesta fase da minha carreira, sentir isso é especial. 31 anos depois, sentir-me assim, é uma dádiva. Isto é tudo o que sempre quis fazer e isto parece-me uma oportunidade de lutar, e não apenas de três em três meses. Vou cá estar todas as semanas. Sou um lutador a tempo inteiro.

Quero fazê-lo durante o máximo de tempo possível. Sinto que é assim que posso ajudar mais. Acima de tudo, é para isso que estou cá.


Que expectativas tens para a carreira de Edge na AEW?

9 Comentários

  1. Ricardo Campos10 meses

    Máquina

  2. Jjboce10 meses

    Extou muito desiludide contigue, porke rejeitaste milhoes do al lilal? 🙁 iamos fazere uma boa duple

  3. 2 casos idênticos que me vêm á cabeça assim de repente:

    Paige – Não liberada para lutar na WWE, mas a AEW pegou nela e milagrosamente parece não haver mais risco.

    Edge – Limitado na WWE, lutando poucas vezes por anos, chega na AEW e agora é um lutador a tempo inteiro?

    O que que se passa aqui? É a WWE que protege demasiado os seus lutadores ou é a AEW que negligência a saúde dos seus lutadores? Claro que é uma dádiva ver estes 2 a lutarem, mas será que não estão a pôr a saúde de lado para bem do entretenimento, recusam-se a abrir mão do que gostam de fazer e a AEW compactua?

  4. Obrigado Tony Khan!

  5. El Cuebro10 meses

    Eu imaginava mesmo que o Edge, ou melhor Adam, ainda tinha o que fazer no pro-wrestling e parece que vai acontecer, confesso que era meio difícil imaginá-lo fora da WWE, mas vai acontecer na AEW, aparentemente contra o Christian e seus comandados no começo, acho que logo veremos os canadenses frente à frente e resta saber se teremos a parceria deles revisitada, pode ser interessante ter o Adam Copeland lutando mais!

  6. Carrega Rated R! A maior contratação da Aew

  7. Decisão acertada do Tony e do Edge.

  8. Matheus10 meses

    Essa é a grande diferença entre WWE e AEW. Se Punk voltar para a WWE, não vou me espantar se ele aparecer poucas vezes e quando estiver em ação servir somente para alavancar jovens lutadores.