A Anthem Sports & Entertainment transmitiu esta quinta-feira, a partir dos Skyway Studios em Nashville, Tennessee, mais edição do Impact Wrestling na ASX TV, a última antes do Against All Odds deste sábado, dia 12 de Junho.

O Impact Wrestling é transmitido na ASX TV, Twitch e Impact Plus

Resultados

– Crazzy Steve venceu Deaner (Before The Impact)
Rosemary venceu Havok
– Knockout’s Tag Team Champion Tasha Steelz venceu Kimber Lee
– Petey Williams & Trey Miguel venceram Chris Bey & Rohit Raju
– Eddie Edwards venceu Joe Doering (por desqualificação)
– W. Morrissey venceu Willie Mack (No DQ Match)

Vídeos

Impact Plus

Watch Wrestling

Report

O Before The Impact desta semana começou com a entrega dos prémios de social media, antevisão de alguns combates e também promoção do Against All Odds, antes de seguirmos para o combate que já estava agendado.

– Crazzy Steve venceu Deaner (Before The Impact): A poucos dias dos Violent By Design defenderem os Impact World Tag Team Championships contra os Decay no Against All Odds, Deaner sofreu aqui uma pesada derrota contra Crazzy Steve. No final, o membro dos Decay aplicou um incrível DDT vindo da top rope e arrecadou a vitória, ganhando ímpeto para o title match de sábado.

Em mais uma edição do Iceman Intel, George Iceman informou que Ace Austin vai participar num motion picture de Hollywood.

Este Impact Wrestling começou com o vice-presidente executivo Scott D’Amore a dar as boas vindas ao presidente da AEW, Tony Khan, e a eles juntou-se também Don Callis, para discutirem a situação em torno do Impact World Championship.

Depois do que aconteceu na semana passada, Scott D’Amore sugeriu que o Impact World Championship Match do Against All Odds passasse a ser um Triple Threat Match incluindo Sami Callihan, mas Don Callis não gostou da ideia e afirmou que este último lutador é perigoso e não o quer perto de Kenny Omega.

Ficou então decidido e foi anunciado que o Impact World Championship Match do Against All Odds vai acontecer no Daily’s Place, casa da AEW. No final, Scott D’Amore acrescentou que o vencedor do combate entre Kenny Omega e Moose irá enfrentar Sami Callihan no Slammiversary de 17 de Julho.

No backstage, Don Callis disse aos Good Brothers para despacharem Sami Callihan antes do Slammiversary. Scott D’Amore apanhou-os e anunciou que no Against All Odds teremos uma Street Fight entre os Good Brothers e a dupla de Sami Callihan e um parceiro à sua escolha.

Brian Myers continua a ensinar Sam Beale como ser um profissional, mas as coisas complicam-se quando este último faz uma promo em que começa a elogiar Matt Cardona.

Em conversa conjunta com Scott D’Amore, Tommy Dreamer oferece-se para ser o parceiro de Sami Callihan no Against All Odds, para enfrentarem a dupla dos Good Brothers num Street Fight.

– Rosemary venceu Havok: Neste combate estava em jogo a hipótese de Havok entrar na corrida pelo Knockout’s Championship de Deonna Purrazzo, sendo adicionada ao combate do Against All Odds. No entanto, Rosemary não deixou isso acontecer e acabou por vencer o combate com um Spear, mantendo o combate de sábado um Singles Match.

Depois do combate, a Knockout’s Champion Deonna Purrazzo, Kimber Lee e Susan apareceram para atacar Rosemary e Havok. Logo a seguir, Kimber Lee desafiou a Knockout’s Tag Team Champion Tasha Steelz a vir ao ringue e o combate entre as duas começou de imediato.

– Knockout’s Tag Team Champion Tasha Steelz venceu Kimber Lee: As duas lutadoras procuravam ganhar ímpeto para o Knockout’s Tag Team Championship Match de sábado e Kimber Lee controlou a campeã por alguns minutos. No entanto, no final Tasha Steelz reverteu um Senton de Kimber Lee com os joelhos e aplicou-lhe um Sitdown Slam para a vitória.

Depois do combate tivemos uma grande brawl entre várias lutadoras, com Rosemary e Havok a também se juntarem à “festa” e a despacharem Deonna Purrazzo e Kiera Hogan.

Foi transmitida mais uma promo de Steve Maclin, em que afirmou que está encostado à parede e agora ou luta ou morre.

Gia Miller estava a entrevistar o ainda X-Division Champion Josh Alexander, mas este foi interrompido por Ace Austin, que veio dizer que vai vencer o Fatal 5-Way do Against All Odds e tornar-se o novo candidato ao título. Já o campeão afirmou que estará preparado para quem quer que seja o seu próximo adversário.

– Petey Williams & Trey Miguel venceram Chris Bey & Rohit Raju: Neste Tag Team Match envolvendo 4 dos 5 lutadores que irão disputar o lugar de candidato principal ao X-Division Championship no Against All Odds vimos a dupla de Petey Williams & Trey Miguel a começar melhor, mas Rohit Raju deu a volta ao combate fora do ringue. No final, Petey Williams aplicou um Codebreaker em Rohit Raju e Trey Miguel aplicou a submissão Hourglass para a vitória.

Depois do combate, Ace Austin e Madman Fulton foram ao ringue atacar os vários lutadores e o X-Division Champion Josh Alexander apareceu em auxílio. No final vimos Petey Williams a despachar Madman Fulton com um Canadian Destroyer da top rope.

Willie Mack disse a Rich Swann que independentemente do que acontecer, ele quer combater W. Morrissey sozinho no No DQ Match de mais tarde.

Uma guerra de palavras acontece em mais uma edição do All About Me, no qual Tenille Dashwood convidou Rachael Ellering para ser a anfitriã. Esta trouxe Jordynne Grace consigo, mas não foi bem-vinda. Rachael Ellerring desafiou Tenille Dashwood para um combate no Against All Odds, mas Jordynne Grace chegou-se à frente e vai ela enfrentá-la este sábado.

Eric Young depositou a sua confiança em Deaner para defender os Impact World Tag Team Championships ao lado de Rhino no Against All Odds, contra os Decay (Crazzy Steve & Black Taurus). Depois virou a sua atenção para Joe Doering, motivando-o para o combate contra Eddie Edwards desta noite e contra Satoshi Kojima no Against All Odds.

– Eddie Edwards venceu Joe Doering (por desqualificação): O membro dos Violent By Design começou o combate dominante, mas Eddie Edwards foi resistindo e equilibrou na parte final. Rhino tentou interferir, mas Eddie Edwards conseguiu despachá-lo. No final, Deaner fez Eddie Edwards tropeçar, causando a desqualificação.

Depois do combate, os Violent By Design atacaram Eddie Edwards até que Satoshi Kojima apareceu em seu auxílio, despachando Joe Doering rumo ao Against All Odds.

Moose admite que Rich Swann era melhor do que ele quando o venceu rumo ao Rebellion, mas que ao contrário deste, ele irá vencer Kenny Omega no Against All Odds e recuperar o Impact World Championship para a promotora de Nashville.

– W. Morrissey venceu Willie Mack (No DQ Match): Neste main event tivemos então num No Disqualification Match entre W. Morrissey e Willie Mack, dois lutadores que já se tinham enfrentado no Under Siege de Maio, sendo por isso um combate bastante duro e com várias armas à mistura.

O tamanho de W. Morrissey foi sempre um problema, mas Willie Mack conseguiu equilibrar recorrendo às escadas, uma corrente, uma cadeira e tudo mais. No final, Willie Mack acertou um Six-Star Frog Splash numa cadeira, permitindo a W. Morrisey capitalizar com uma Big Boot na cadeira, acertando na cabeça do adversário.

Depois do combate, W. Morrissey continuou a atacar Willie Mack, até que Rich Swann veio em seu auxílio. O Impact Wrestling terminou numa brawl entre os dois adversários do Against All Odds, que foram separados por seguranças.


O que achaste desta edição do Impact Wrestling?

1 Comentário

  1. El Cuebro3 dias

    Bom episódio do Impact, antecipando o próximo grande show da empresa, começando pelo final, gostei muito da luta entre Mack e Cass, para mim a melhor luta que eu vi do gigante, espero que o Mack possa ter mais destaque, quem sabe ajudando o Swann contra o Cass! Gostei muito do anúncio feito pelo Scott D’Amore e pelo Tony Khan, tirando o ímpeto do Callis, Moose vs Omega em um lugar um tanto longe do Against All Odds, vai ser uma luta incrível de se ver, acredito que chegou a vez do Moose e o Sami esperará no Slammiversary! Gostei muito da atuação do Kojima, acho o Doering vai sofrer um pouco, também gostei muito das lutas das mulheres no show, essa dupla de Havok e Rosemary é um tanto forte, pode vir a dominar no Slammy, quem sabe com ambas vindo a ter ambos os títulos femininos no futuro! Para mim o melhor combate do show foi o envolvendo os contenders ao X-Title, todos em forma muito boa, muita boa ação e no final o Canadian Destroyer no Fulton foi incrível, o melhor momento do programa, parabéns ao Impact por mais um bom show!