Faz login e navega sem pop-ups

Jonathan Coachman acusado de assédio sexual

O comentador que recentemente regresso à WWE, Jonathan Coachman, está a ser acusado de assédio sexual por parte da ex-directora da ESPN, Adrienne Lawrence. Segundo o jornal New York Post, a ex-directora apresentou queixa por acontecimentos que aconteceram em 2015.

No processo, Adrienne Lawrence acusa a ESPN, o programa SportsCenter e vários funcionários envolvidos, entre os quais Jonathan Coachman. A ex-directora revela que Jonathan Coachman terá assediado a sua colega de programa Sara Walsh, enviando-lhe fotografias inadequadas.

No entanto, para a ESPN, as acusações de Adrienne Lawrence não têm qualquer fundamento. Resumidamente, a empresa diz que Adrienne apresentou esta queixa por o seu contrato de 2 anos não ter sido renovado, algo que já sabia que iria acontecer no momento em que o assinou.

Jonathan Coachman foi demitido da ESPN em Abril de 2017 e regressou à WWE no passado mês de Janeiro.

Este caso nunca chegou a ser tornado público até este momento e, por isso, a WWE diz estar atenta e a investigar. A companhia é bastante rígida nestes casos e se Jonathan Coachman vier a ser declarado culpado deverá ser, consequentemente, demitido da WWE.

Entretanto, Jonathan Coachman já reagiu e rejeitou toda e qualquer acusação por parte de Adrienne Lawrence. O comentador disse no Twitter que sempre foi um absoluto profissional ao longo dos seus 21 anos de carreira e que a sua reputação, entre os seus colegas e ex-colegas de trabalho, fala por si.

Enviar notícia

5 Comentários

  1. Anónimo há 2 meses

    Mal veio já vai. 😂

  2. Anónimo há 2 meses

    a mulher presta queixas de assédio e nem Siqué foi ela quem foi assediada. isto é ridículo.

  3. A sério??? Vai ser demitido por ter mandado nudes a uma mulher? É assim tão grave??

  4. braullino há 2 meses

    Rich Swann e Enzo Amore vão ganhar um colega na fila do Seguro desemprego.
    Terceiro YOU’RE FIRED de 2018 a vista

Comentar