Foi já reportado anteriormente que a AEW realizou uma reunião com o presidente Tony Khan para abordar todos os problemas e descontentamento que se vêm presenciando nos bastidores da empresa.

A reunião aconteceu antes do Dynamite da passada quarta-feira e está a ser reportado por Mike Johnson do PWInsider que foi pedido que as várias estrelas da AEW “respeitassem os treinadores”.

Ainda assim, foi também reafirmado que o talento da AEW pode apresentar as suas próprias ideias e que podem falar abertamente com todos os membros da empresa.

Chris Jericho também interveio, e os Young Buck mostraram-se disponíveis para tudo o que precisassem de ajuda e a solicitassem.

No entanto, Kenny Omega terá feito um discurso mais “duro” e mais “mão pesada” de todo o talento presente. O “The Cleaner” procurou motivar os lutadores, mas nem todos o terão entendido dessa forma.

Depois destas intervenções, Megha Parekh falou sobre alguns termos legais e Tony Khan fechou a reunião bastante animado e motivado sobre o futuro da empresa.


O que achas destas novas informações? Qual a tua opinião sobre a posição de Kenny Omega?

4 Comentários

  1. coiso1 mês

    Claramente que numa sociedade movida de egos e de empreendedorismo individual iria levar a mal um discurso que os trata como iguais. Mas a mão pesada é precisa e ninguém melhor que o Kenny para meter todo o elenco no sítio.

  2. El Cuebro1 mês

    Essa situação toda está um tanto estranha hein, espero que a AEW (donos, funcionários, lutadores, treinadores, etc) consigam entrar em harmonia, a empresa é muito boa e tem muito potencial e não precisa de problemas agora!

  3. Alex Kidd1 mês

    Tá faltando liderança nesse covil.

  4. Alguém têm de impor respeito para atinarem!