Navega no Wrestling PT sem pop-ups

More Than Words #1 – Inconsistência

Olá a todos, o meu nome é Vasco Reis, já me devem ter visto o meu nome aqui no site seja através de notícias ou de artigos que eu já publiquei aqui e agora decidi começar um espaço semanal ao qual dei o título de More Than Words. Eu decidi dar este nome ao meu artigo pois acho e espero que aquilo que eu vou escrever neste artigo não sejam simplesmente palavras mas sim opiniões estruturadas sobre algum tema atual na WWE.

Neste primeiro artigo vou falar da inconsistência que a WWE apresenta atualmente. Não a inconsistência dos wrestlers mas sim a inconsistência da tão polémica equipa criativa da WWE no que toca ao carácter dos wrestlers e às storylines em que estão envolvidos.

No passado Raw vimos o plantel do Smackdown comandado pelo seu GM Shane McMahon a invadir o show de Kurt Angle e a espalhar o caos pelo backstage da brand vermelha, atacando todos os lutadores que lhes apareciam à frente. Este até tinha sido um segmento interessante se nesse grupo não tivessem incluídos babyfaces como Becky Lynch, Tye Dillinger, Chad Gable entre outros, a apoiar fervorosamente ataques de 12 contra 1 ou 2 por exemplo. Todos estes babyfaces durante este segmento viraram heels na minha opinião, porque é que todos eles estavam a apoiar Baron Corbin quando este atacou um membro do staff do Raw que não tem culpa de nada?

Até o Tye Dillinger que saiu há pouco tempo de uma rivalidade com Baron Corbin estava a apoiá-lo, porque é que o AJ Styles que tinha lutado ao lado dos The Shield no início do Raw duas horas depois já os estava a atacar? Porque é que rivais como Bobby Roode e Dolph Ziggler, Tye Dillinger e Bobby Roode, Becky Lynch e Natalya estavam todos a entender-se às mil maravilhas? Estas são as falhas de lógica que a WWE muitas vezes comete, principalmente com os babyfaces, que se vê pelo facto de babyfaces puros como Sami Zayn e Jack Gallagher tenham que se tornar heels para ganharem mais destaque.

A WWE tem que perceber que tal como os seres humanos não mudam de caráter sem qualquer explicação por detrás dessa mudança, os wrestlers também não o podem fazer, é uma questão de dar um caráter mais humano aos lutadores. É certo que muitos destes babyfaces – falando agora outra vez da invasão do plantel do Smackdown – deram a justificação de que queriam provar que o Smackdown era a melhor brand e que os lutadores do Raw acabam sempre um maior destaque nos PPV’s em conjunto. Então porque é que não podiam provar que eram superiores aos superstars do Raw, derrotando-os em ringue no Survivor Series? Era o que lhes bastava para afirmar a sua supremacia sem ter que recorrer a métodos pouco nobres para o conseguir. Mas a WWE apenas quis forçar um motivo para que estes combates tradicionais de 5 vs 5 acontecessem.

São estas inconsistências relativamentes aos traços de caráter dos lutadores que fazem com que hoje em dia na WWE se apoie mais os heels que os faces, que fizeram com que Bayley perdesse todo o ímpeto e o apoio dos fãs que levava do NXT, que fizeram que muitos fãs não tivessem outra opção senão perder o interesse por um lutador que outrora os cativava.

A WWE preocupa-se demasiado em cumprir as storylines que estão planeadas, em vez de se preocupar com a forma como vão ser contadas, é certo que muitas vezes a WWE prova que é capaz de contar storylines que fazem sentido e com grande atenção aos pormenores, o problema é que são mais as vezes que não o fazem do que as que o fazem e isso muitas das vezes deixa os fãs desinteressados na história que está ser contada devido a estas pequenas inconsistências relativamente ao carácter dos lutadores, enquanto a WWE não resolver isto não irão haver estrelas polarizadoras capazes de substituir nomes como The Rock, Stone Cold Steve Austin e John Cena, enquanto não houverem superstars com um carácter bem definido com que os fãs sejam capazes de se identificar, por mais que os lutadores se esforcem, não iram conseguir ter o estatuto que as três lendas do wrestling que eu referi acima tiveram

Como é que um Roman Reigns que é suposto ser um grande babyface e é capaz de tentar matar Braun Strowman com uma ambulância? Como é que um The Miz que é suposto ser um grande heel e ser detestado por tudo e por todos, é o superstar que mais diz verdades nas suas promos? Mais uma vez estas perguntas só têm uma resposta: Inconsistências de Carácter e de Storyline.

Obrigado a quem teve paciência de ler este artigo até ao fim, espero que tenham gostado e volto no próximo domingo com mais uma edição do More Than Words.

8 Comentários

  1. Juangprata - há 3 semanas

    Legal só tô rindo pq no 3 parágrafo vc citou Bobby r dolph z …BOBBY ROODE NOVAMENTE

    Mas queria que não demorasse a sair ;-; e nois Vasco ! Sucesso com seu quadro novo \●/

  2. Ismael Cabral - há 3 semanas

    Muito bom artigo Vasco Reisos os meus parabéns. Continua assim ganhaste mais um fã. Eu sou fãde WWE há vários anos e também fiquei a fazer as mesmas perguntas deste artigo no momento da invasãodo SmackDown Live. ABRAÇO.

  3. Sou do Russo - há 3 semanas

    bom artigo amigo, não desanimes que é sempre um prazer ler os teus artigos

  4. Rui Ribeiro - há 3 semanas

    Bom artigo Vasco. Subscrevo tudo.

  5. Anónimo - há 3 semanas

    Parabens ótimo artigo..falou verdades!

  6. Anónimo - há 3 semanas

    Concordo plenamente, ótimo artigo
    Infelizmente a wwe não tem concorrência, permitindo essa incoerência e uma série de burradas…

Comentar

Editar avatar »