Frank casino

Há dias foi reportado que a WWE foi atingida por um novo surto de COVID-19 que se terá espalhado sobretudo pelo NXT e Performance Center, só que entretanto também já foi dito que o vírus pode ter chegado ao main roster, podendo ter atingido um número considerável de pessoas.

Já nas últimas horas começaram a surgir mais informações sobre este novo surto, que Chelsea Green poderá ser uma das pessoas infectadas, os protocolos que a WWE tem cumprido para evitar um contágio ainda maior, e também comunicado por parte da empresa sobre esta situação.

O Fightful reporta que os atletas do Performance Center têm treinado quatro dias por semana e têm sido testados semanalmente e sempre que participam em shows. No entanto, segundo o PWInsider, o vírus espalhou-se de forma assintomática durante uma festa do NXT na qual estiveram também atletas do Performance Center.

É também reportado que a WWE por norma não permite que atletas do Performance Center ou lutadores do NXT, que estão normalmente nas suas instalações de treino ou na Full Sail University, participem nas gravações do Raw e SmackDown que acontecem no ThunderDome, no Amway Center.

No entanto, o PWInsider também informa que existe um medo generalizado dentro da WWE de que o COVID-19 se continue a transmitir do NXT para o main roster, até porque têm sido atletas da brand amarela a desempenhar o papel de vários mascarados dos RETRIBUTION no Raw.

Por fim, a WWE emitiu um comunicado para vários sites em que refere o seguinte:

Como parte dos protocolos de teste estebelecidos, a WWE concluiu a sua segunda ronda de testes semanais de COVID-19 na terça-feira. Os indivíduos com teste positivo ficarão em quarentena por 14 dias, receberão cuidados médicos e só serão liberados quando não apresentarem sintomas e o teste for negativo. Além disso, ocorreu um rastreio extensivo de contacto e outros indivíduos foram também colocados em quarentena de 14 dias, e só serão liberados após o teste ser negativo.

Ainda assim, é de notar as alterações no booking que aconteceram no NXT desta quarta-feira, sobretudo na divisão feminina e na divisão de equipas, e que também poderão surgir no Raw ou SmackDown.

Lembramos que a WWE realiza o Clash of Champions já este domingo, dia 27 de Setembro, e o NXT TakeOver 31 no próximo, a dia 4 de Outubro. Resta esperar para ver se algum combate ou plano será alterado por este surto.


Achas que a WWE está a gerir bem este novo surto de COVID-19?

10 Comentários

  1. Veremos que alterações terão de fazer.
    Agora é escusado andarem a fazer festas no NXT…

  2. Hugo1 mês

    Bom…..
    Não pode haver ajuntamento de atletas do Nxt e dos restantes shows……mas FESTAS já pode haver que não há problema nenhum,o novo surto até não começou ali nem nada.
    Pelo que vejo,a Wwe não aprendeu nada com os problemas que teve no início da pandemia. Por isso tenho pena e acho que esta árvore não vai dar bons frutos no futuro.

  3. O que interessa se atingiu o NXT e não o main roster? A vida de todas pessoas são iguais claro que para a direção é diferente…

  4. Festas não pode haver, é sempre um perigo para todos!

  5. O maior erro foi terem feito uma festa, mas de resto e até pelo comunicado que deram (algo novo) parece que estão a agir de uma forma mais séria.

  6. Facebook Profile photo

    Acho que deve ter o cancelamento dos eventos. Não sabemos qual a extensão que esse vírus pode tomar, ainda mais que se tem o contato corpo a corpo entre os lutadores!!!

    • MC1 mês

      Comentário feito através do Internet Explorer em Março, apenas recebido pelo site agora 😁

      Esse assunto (cancelamento dos eventos) já foi discutido, rediscutido, mastigado e remastigado. As coisas são como são.

  7. Quem foi o idiota que decidiu fazer uma festa?

  8. El Cuebro1 mês

    Espero que todos fiquem bem, se recuperem, voltem sem problemas e num geral que todos se protejam!

  9. Anónimo1 mês

    Fazerem festas em tempos de pandemia? Completamente desnecessário isso.