No NXT da passada quarta-feira descobrimos finalmente o que era o Diamond Mine, sendo uma stable liderada por Roderick Strong e que também conta com Tyler Rust, Hideki Suzuki, além do manager Malcolm Bivens, e que deixou a sua marca ao atacar o NXT Cruiserweight Champion Kushida.

Entretanto e ao que tudo indica, o Diamond Mine não era só para ser composta apenas por estes três lutadores e manager, mas também por mais Superstars. Segundo o Fightful, para além destes, também o brasileiro Arturo Ruas e Marina Shafir, que entretanto foram despedidos da WWE, iriam fazer parte do grupo.

O site avança ainda que Arturo Ruas só poucos dias antes do grupo se estrear é que soube que já não iria pertencer ao mesmo, sendo que sobre Marina Shafir sempre existiu a especulação de que a lutadora, que é casada com Roderick Strong, iria juntar-se ao grupo umas semanas após a estreia.

Para já, parece que iremos ter Roderick Strong a tentar tornar-se o novo NXT Cruiserweight Champion, mas veremos se o Diamond Mine irá manter os seus lutadores no futuro ou se iremos ter novos lutadores a juntarem-se ao grupo.


Gostarias de ter visto Arturo Ruas e Marina Shafir fazerem parte do Diamond Mine?

7 Comentários

  1. Zickelous1 mês

    Realmente uma lástima para o Adrian Jaoude, quando finalmente ia ter um momento de verdadeiro destaque, demitem-no, uma grande sacanagem

  2. El Cuebro1 mês

    Eu acho que será inevitável que a stable aumente, tem tudo para isso acontecer, no mais uma pena não ver o Adrian nela, acho que agregaria muito, também seria interessante ter a Marina com o Strong e claro mais nomes femininos, quem sabe nessa pudesse entrar a Jessamyn entre outras, eu ainda queria ver a UE unida, mas o Strong como líder da stable pode render bons frutos, não sou muito fã do nome, mas esperemos! Seria interessante rever a união da Eh Nois na AEW, Bononi e Jaoude de volta seria incrível e claro contando com a Tay!

  3. Facebook Profile photo

    Gostarias de os ter visto, varia muito sentido. Que acredito que teremos o Roderick Strong como campeão no próximo TakeOver, ou até antes.

  4. Kay Orton1 mês

    Arturo Ruas ia fazer história nessa stable, seriam ótimos combates e possíveis ótimas promos, é uma tristeza pra nós ele não ter conseguido essa chance pra se provar merecedor pra empresa, pq pra nós ele fez mais que o impossível. Posso dizer por TODOS os brasileiros que estamos ORGULHOSOS do que Arturo Ruas, Cezar Bononi e Tay Conti fizeram na WWE, ainda temos esperança na Valentina Feroz.

    • Victor Silva1 mês

      Infelizmente parece que a Rita Reis também não vai durar muito, parece que a WWE quer passar na cara dos brasileiros que Wrestling não é para eles. É triste saber que o Arturo Ruas foi demitido, é mais triste ainda saber que foi demitido justo quando iria ter um push

    • Kay Orton1 mês

      Pela Rita ser mulher eu quero acreditar que ela vai ter um push depois de jobbar algumas vezes. Ela eu espero que consiga se sair melhor no NXT, ainda não vimos muito dela então sou muito curioso pra saber o que Valentina pode nos entregar.

      Indo mais a fundo sobre as 6 mulheres demitidas em 2020 e as 11 em 2021:
      Zelina Vega meio que procurou a demissão e Sarah Logan depois que foi demitida engravidou e decidiu se afastar do wrestling, todas as outras sequer tinham planos pro futuro e nunca tiveram boas chances.
      Billie e Peyton tinham muitas reclamações do booking até antes da separação das IIconics, e por não gostarem de Billie mandaram ambas embora.
      Ruby Riott e Lana na minha opinião foram injustiçadas, pois nunca reclamaram da posição que estavam, apareciam toda semana e mesmo assim foram demitidas.

  5. Anónimo1 mês

    É pena, iam ter algum destaque.