A WWE obrigou as suas Superstars a abandonar os seus canais de Twitch, mas há algumas personalidades ainda ligadas à empresa que tendem a resistir contra esta medida que lhes é agora imposta. Uma delas é Paige, que depois de criticar a WWE, revelou o futuro do seu canal.

A antiga lutadora e General Manager do SmackDown, através de uma recente live stream na Twitch, revelou que planeia continuar a fazer streams no seu canal. Ao contrário de AJ Styles ou Mia Yim, Paige não tenciona abandonar o seu canal nem parar com as suas transmissões.

Vou continuar a fazer o que estou a fazer porque, vocês sabem, não tenho muita coisa a acontecer. Realmente não tenho. Estou muito feliz por causa de todo o apoio que recebi. Eu não tenho muita coisa a acontecer. Então, isto é realmente especial para mim. Sou sempre aquela que fala o que pensa.

Esta declaração surge depois de Paige ter afirmado que “já não conseguia lidar com a WWE”. Talvez o facto de Paige não ser uma Superstar activa lhe permita continuar com o seu canal, ou então a ex-lutadora vai libertar-se da empresa para poder continuar na Twitch.

Lembramos que Paige é uma das personalidades ligadas à WWE que mais se tem oposto a esta medida, inclusive falando com o político Andrew Yang, que nos últimos meses também tem sido bastante crítico com a empresa. Sobre isto e a possibilidade de formar um sindicado, Paige disse:

É meio agridoce, porque eu posso meter-me em problemas por ser honesta e ter uma opinião, ou pode ser algo muito positivo em que ajudei muitas pessoas. Gosto de defender o que é certo. Não só por mim, mas por todo mundo.


O que achas de toda esta situação? Achas que Paige vai meter-se em problemas por se opor à WWE?

7 Comentários

  1. Eu percebo o lado de Paige e é de louvar querer “fazer a coisa certa”. Contudo, penso que ela vai acabar por se envolver num imbróglio com a WWE tendo em conta os precedentes desta…

  2. Anónimo8 meses

    Que continue fazendo o que achar melhor pra ela, WWE tem que parar de lidar assim com seus funcionarios, quase como um regime totalitario.

  3. Sim, pode se por em problemas mas espero que não para o bem dela!