Navega no Wrestling PT sem pop-ups

Reality Check #11 – Time to Survive

Boas pessoal, o meu nome é Luís Correia e sejam bem-vindos a mais uma edição do Reality Check aqui no Wrestling.PT.

Como já tinha referido, nesta edição vou-vos falar do Survivor Series que se realiza hoje, farei uma análise ao card do PPV e darei inclusive a minha opinião sobre quais podem ser os desfechos para cada um dos combates do evento.

No Kick-Off do PPV iremos ter um rematch relativo ao combate que se sucedeu no PPV do passado mês de Outubro, o TLC. Enzo Amore irá defender o seu Cruiserweight Championship contra Kalisto naquele que pode ser o último combate da rivalidade caso a vitória sorria para Enzo, o que a meu ver é muito provável de acontecer. Apesar de muitos virem a discordar comigo, Enzo Amore como Cruiserweight Champion tem sido uma coisa bastante agradável de ver relativamente aquilo que se perspectivava inicialmente, este como heel e pelo facto de não ter muitas ring skills tornam este reinado ainda mais interessante, o facto do WWE Universe não gostar das suas ações tornam Enzo um Heel legítimo que é o que é pretendido.

É óbvio que Neville como campeão era uma coisa muito mais agradável de se ver, mas devido à sua atual situação com a WWE, arrisco-me a dizer que Enzo é mesmo a melhor opção para Cruiserweight Champion neste momento. Sim, muitos podem não estar de acordo quando digo isto, mas passo a explicar: Enzo Amore pode não ser o mais talentoso no ringue mas a nível de personagem e mic skills está a um nível muito superior em relação ao restante roster do 205 Live, o que para mim é suficiente para o classificar como melhor opção para ter o título da divisão à cintura. Kalisto, por exemplo, é um face bastante bom, cativa o público e é bastante bom em ringue, mas falta qualquer coisa que o torne a escolha perfeita para ser a cara da divisão, o mesmo se aplica a nomes como Cedric Alexander, Rich Swann ou Akira Tozawa.

Dito isto, e como já referi indiretamente, Enzo Amore é quem deve arrecadar a vitória no Kick-Off do Survivor Series. Devido ao sucesso e legítimo ódio que este tem recebido por parte do público, o seu reinado é para continuar por mais algumas semanas diria eu ou então Kalisto pode arrecadar a vitória amanhã só mesmo para esta feud ter uma continuidade, o que já seria demais na minha opinião. Uma divisão como a de Cruiserweight tem de ter rivalidades de curta duração de modo a podermos ver o maior número possível de membros do Roster a receber oportunidades de demonstrar a sua qualidade, tanto no mic como no ringue. Estou à espera de um combate de boa qualidade e que possamos ver algum progresso em ringue por parte de Enzo para começarmos então o evento da melhor maneira possível.

Vou agora falar sobre os combates Interbrand Champion vs Champion, excluindo o combate entre Brock Lesnar e AJ Styles, dada a dimensão deste combate irei falar dele apenas no final do artigo. Começando com o combate que envolve a Smackdown Womens Champion Charlotte Flair e a Raw Womens Champion Alexa Bliss e que será um dos dois combates da divisão feminina neste PPV. Em termos de resultado é um combate a meu ver previsível, devido ao facto de Charlotte ter conquistado o título na última Terça-Feira e não poder de forma alguma perder impacto apenas 5 dias depois dessa conquista.. Mas outro cenário possível que pode acontecer é Alexa Bliss sair vencedora devido a, por exemplo, uma interferência de Natalya de forma a prejudicar a atual Smackdown Womens Champion para dar continuidade à rivalidade entre ambos, mas as probabilidades deste cenário acontecer são bastante reduzidas.

Segue-se o combate entre The Miz e Baron Corbin, Intercontinental Champion contra United States Champion. Ambos têm tido uma acesa troca de palavras nas redes sociais que de certa forma nos deixaram empolgados sobre o que pode acontecer amanhã e de que forma o combate se vai desenrolar, contudo, os dois encontram-se num patamar completamente diferente. The Miz é uma das principais estrelas da WWE atualmente e um dos melhores Intercontinental Champions da história, já Corbin conquistou recentemente o US Title a ainda está à procura de deixar a sua marca como campeão. Espero um combate interessante mas nada de espetacular, sendo que o “A-Lister” a meu ver deverá ser o vencedor com a ajuda da Miztourage de forma a cimentar cada vez mais o seu nome e obter uma vitória para a brand vermelha.

Outros dos combates Interbrand Champion vs Champion que veremos será entre os The Bar e os Usos, que será sem dúvida o mais interessante entre os 3 que já falei no meu artigo. Por um lado temos os RAW Tag Team Champions que conquistaram os títulos recentemente e por outro os Smackdown Tag Team Champions que já vão no seu 5º reinado como campeões e parecem não querer ficar por aqui. Este é um dos combates que mais aguardo e de certeza que não vou ficar desiludido pois teremos frente a frente duas das melhores Tag Teams na WWE atualmente e ambas vão querer dar tudo para saírem com uma vitória para a sua brand. No que toca ao resultado este é um combate muito difícil de prever devido ao facto das duas equipas serem muito equilibradas em termos de qualidade, mas acredito que Sheamus e Cesaro poderão ser os vencedores para elevar cada vez mais o Raw, que a meu ver será a brand vencedora na edição deste ano do Survivor Series.

E chegamos então a outro dos combates que aguardo mais ansiosamente, o embate entre os The Shield e os New Day. Apesar da feud não ter tido uma construção assim tão complexa em relação a outras, iremos sem qualquer dúvida assistir a um grande combate entre as duas maiores Stables da WWE na última meia dúzia de anos. Com os The Shield a terem o seu regresso no passado mês de Outubro torna-se mais que evidente que estes irão sair vencedores na noite de amanhã e também pelo facto dos New Day estarem, a meu ver, muito perto de uma possível separação e quem sabe esta ainda se possa suceder nos próximos meses. Acrescento ainda que poderemos perfeitamente ter aqui um dos melhores combates de equipas do ano e quem sabe até o melhor mesmo.

Seguindo agora para os Traditional 5-on-5 Elimination Matches do Survivor Series, vou começar por falar do combate feminino. Um combate em que iremos poder ver algumas das melhores atletas que passaram pela WWE nesta década como Natalya, Becky Lynch, Sasha Banks, Nia Jax e claro Asuka que chegou mais recentemente ao Main Roster. Pegando precisamente neste último facto que constatei, esta pode muito bem ser uma das razões para o Raw arrecadar mais uma vitória no PPV, a recente chegada de Asuka ao Main Roster não pode ficar já manchada com uma derrota ainda que seja num combate de equipas e penso que por isso as vencedoras deste confronto seja mais que previsível a meu ver.

E cá está, o combate 5-on-5 que pode muito bem vir a ser um dos melhores combates da história do Survivor Series, não só pela tremenda construção da história entre ambas as brands nas últimas semanas, tal como pela qualidade contida nos 10 lutadores que irão marcar presença neste embate. Dum lado Triple H, Kurt Angle, Samoa Joe, Finn Bálor e Braun Strowman e do outro Shane McMahon, Randy Orton, John Cena, Shinsuke Nakamura e Bobby Roode. Acredito que a intensidade e ritmo deste combate não serão tão elevados como os que nos temos habituado nos últimos anos devido ao facto de termos no ringue alguns veteranos como Triple H, Shane McMahon e Kurt Angle que já se encontram numa idade avançada e terão de ter algum cuidado nesse aspecto, mas a verdade é que já vimos que estes 3 ainda se encontram para as curvas e por isso mesmo o que acabei de constatar pode não se suceder, é esperar para ver.

Quanto aos vencedores acho que existe uma possibilidade de vermos Kevin Owens e Sami Zayn a aparecem de forma a prejudicar a Team Smackdown e dessa forma a equipa do Raw consiga arrecadar uma vitória de forma a cimentar cada vez mais o predomínio da brand vermelha, mas por outro lado também não me admirava se o Smackdown saísse por cima tal como se sucedeu o ano passado e depois então Owens e Zayn apareçam de forma a prejudicar a brand azul e continuarem a sua storyline, pois continua a ser muito estranho o facto de ambos não terem qualquer combate no evento e a sua ausência nele não me parece que tenha sido feito por mero acaso.

Para terminar esta edição do meu artigo não poderia deixar de falar daquele que muito provavelmente será o Main Event da noite, o confronto entre o Universal Champion Brock Lesnar que irá estar a representar o Raw e o recém-coroado WWE Champion AJ Styles que defenderá as cores do Smackdown. Este combate que tem tudo para ser muito bom e a escolha de AJ ao invés de Jinder Mahal para enfrentar Lesnar foi sem dúvida alguma a decisão mais acertada que a WWE tomou nos últimos anos, algo que pessoalmente é raro de se ver nos últimos tempos por parte da empresa e Vince McMahon.

Se tivesse de escolher um vencedor seria Brock Lesnar não só pelo facto de este ser o nome maior da WWE atualmente e a necessidade que este tem de continuar a parecer forte nas poucas vezes que aparece em televisão, mas também pelo facto de achar que iremos ver Jinder Mahal a interferir neste combate a prejudicar AJ Styles de forma a que este saia derrotado no final da noite. Como sabemos o “Modern Day Maharaja” ainda não teve a sua merecida desforra pelo título e não creio que este queira ficar muito mais tempo à espera dele e o Main Event do Survivor Series é o cenário perfeito para Mahal demonstrar as suas intenções no que toca ao WWE Title.

E tu, quais são as tuas expectativas para o Survivor Series? Acreditas que a edição deste ano do PPV pode ultrapassar em qualidade a do ano passado e de muitos outros anos? Quais são os combates pelos quais tens maiores expectativas?

Até para a semana. Fiquem bem!

Comentar

Editar avatar »