Há dias foi notícia que Kevin Owens poderia estar de saída da WWE, e pouco depois foram reportadas informações algo contraditórias de que o contrato de Sami Zayn com a WWE também estaria perto de terminar e que este poderia seguir o mesmo caminho do seu amigo e rival, rumo à AEW.

Ainda assim, depois de ter sido garantido pelo Fightful que o contrato de Sami Zayn com a WWE não terminaria no final deste ano, Dave Meltzer veio entretanto referir na Wrestling Observer Newsletter desta semana que, afinal, o mesmo irá expirar ainda antes do final deste ano de 2021.

As informações continuam a ser por isso contraditórias, mas caso se confirme que o contrato do “Great Liberator” termina ainda este ano, e caso a WWE e o lutador não cheguem a um acordo para a sua renovação, este poderá ficar livre para rumar a outra empresa dentro de poucos meses.

Depois da WWE já ter “perdido” Andrade, Malakai Black, Adam Cole, Bryan Danielson, entre outros para a AEW só nos últimos meses, quem sabe se Kevin Owens e Sami Zayn não serão os próximos a percorrer o mesmo caminho.


Achas que Sami Zayn vai sair da WWE nos próximos meses rumo à AEW?

25 Comentários

  1. Showstealer6 dias

    Muito provável, infelizmente quase sempre foi tratado com uma piada… É caso para dizer: “El Generico is #AllElite” xD
    Depois desses grandes nomes que já perdeu, além de CM Punk e Ruby Soho, se não conseguem segurar o Kevin Owens e o Sami Zayn e estes vão para a AEW, a WWE fica um bocado desfalcada…
    Além disso, há ainda outros nomes de valor como o Windham Rotunda (Bray Wyatt), o Adam Scherr (Braun Strowman) e o Buddy Matthews (Murphy, que talvez ainda apareçam na All Elite este ano.

  2. MC6 dias

    Keyword: pode. Chill

  3. CoffinMeme6 dias

    Kevin Steen e El Genérico is all elite

  4. Facebook Profile photo
  5. Bruno Fec6 dias

    Daqui a pouco Reigns ainda vai ter de lutar com Paul Heyman

  6. Facebook Profile photo

    Sempre gostei do Sami Zayn na WWE desde que virou heel.

    Aproveitaram o potencial dele ao máximo? Não. Basta ver as rivalidades com o Owens e com o Neville no NXT para entender isso. Mas mesmo assim, a Run no main roster não está ser má de todo. É um heel muito sólido e nota-se que tem a confiança do Vince.

    Sinceramente acho que a AEW tem de abrandar nas contratações. As pessoas não se podem esquecer que o roster da AEW já vem sendo trabalhado desde 2019.
    Juntaram a um roster já estabelecido nomes como o Big Show, Mark Henry, Christian, CM Punk, Bryan Danielson, Andrade, Ruby, Malakai Black, Adam Cole.. Está perto de contratar o Bray Wyatt, e ainda há um Murphy ou um Strowman no mercado, tendo já havido rumores sobre eles.

    Naturalmente que quantos mais entram, outros vão perdendo espaço.

    Neste último All Out, tivemos o Page, o Cody, o Malakai, os FTR, o Lance Archer, o PAC, o Andrade, os membros secundários do Inner Circle, a Team Taz e o Cage fora do PPV. E star power no PPV não faltou!! Ainda tivemos dois dos “Originals” mais populares do roster no pre-show: Jungle Boy e Orange Cassidy.

    Acho que o roster está ficar um pouco lotado, e pelo menos para já, acho que a AEW devia focar-se em trabalhar com o que tem (que chega e sobra), e daqui a uns bons meses, aí sim, pensar em contratar mais pessoal de “Elite”.

    Eu até me trevo a dizer que neste momento, secalhar, o Kevin Owens e o Sami Zayn dão mais jeito à WWE que à AEW

    • Facebook Profile photo

      Para além disso, seriam mais dois ex-WWE.

      Aceito que a maioria veja as coisas de maneira diferente, não veja tanto um rótulo de “ex WWE” e olhe só para o que os lutadores podem trazer para empresa com o seu talento e renome.

      Eu sou daqueles que gosta “da prata da casa”, e gostava de ver o MJF, o Darby, o Page, o Guevara, o Starks e o Jungle Boy a ganharem cada vez mais destaque.

    • Aew só tem 2 shows e un deles tem pouco tempo acho que a ideia do tony khan é aumentar o tempo do rampage e ter 2 brands de igual qualidade e peso, podendo pensar numa 3° até, se olharmos desta forma acho que o roster já nao é tao extenso e faz sentido querer ter um roster destes e com estes nomes.

      Junto a isto á uma coisa que é a a AEW é a concorrente direta da WWE e os responsaveis virem dizer que nao é nada disso é só treta é o mesmo que no futebol quando dizem nao haver concorrencia é só para tentar acalmar os animos mas a verdade é que isso existe e a AEW está a trabalhar muito bem no que diz respeito a tentar se tornar a n°1 do wrestling

    • Se relararmos até os nomes que ainda sao ativos que sao mais conhecidos pelos fãs casuais estao quase todos na AEW só por a i ganham uma boa parte de fãs e agora contratam os grandes nomes atuais do wrestling como adam cole por exemplo onque puxa mais fãs ainda para os seus shows, junto a isso é um booking sério, rivalidades bem construidas destaque para varios deles e mesmo assim á sempre aquela coisa dos records de vitorias e derrotas que ajuda sempre a trazer lutadores menos vistos á luz da ribalta

    • Facebook Profile photo

      Eu não acho que o plano passe, pelo menos a curto/médio prazo, por separar o roster em duas brands.
      O Rampage está longe de estar estabelecido, e nunca poderia estar ao nível do Dynamite neste horário e numa sexta-feira. Claro que se separassem o roster havia mais espaço para todos, mas duvido sinceramente que isso aconteça tão cedo.

      Concorrente direta numa questão de disputarem talvez alguns lutadores. Tirando isso, hoje em dia, dá para acompanhar e dar dinheiro a ambas as empresas.

      Claro que estes nomes vão sempre atrair fãs, todas as contratações tiveram o impacto que tinham de ter. Mas acho que para dar continuidade a este impacto e criar outros grandes momentos, deviam para já trabalhar com o que têm e daqui a uns meses voltar a trazer outros renomes, quando as estreias do Punk e do Bryan não estiverem tão frescas na cabeça dos fãs.

      Eu pessoalmente não gosto dos moldes dos rankings nem do win/loss record no mundo do Wrestling.

    • nota6 dias

      Todos os wrestlers da AEW podem lutar em empresas independentes quando quiserem, nunca se pode esquecer desse detalhe quando se fala do roster ser grande demais.

    • Facebook Profile photo

      Nem está em causa, Nota. Mas mesmo assim, não deixam de ter pouco espaço nos shows da AEW. E estou a falar da forma como são usados na empresa.
      Essas aparições nas independente não lhes dão a exposição que uma aparição no TNT numa quarta à noite lhes pode dar.

      Mas entendo o teu comentário, e esse para mim é um ponto positivo no meio deste problema: Apesar de não estarem a ganhar destaque na AEW, não têm que ficar na prateleira, podem sempre ir fazer uns troncos aos independentes.

    • Eu honestamente tenho o feeling que em 2022 talvez no verao aga um novo grande momento que será mesmo um “draft”

    • Facebook Profile photo

      Só corrigir ali um erro meu:

      * Fazer uns trocos

      Não sei Gangrel, parece-me cedo. O Dynamite agora com o Punk, Bryan e com todo o hype que a AEW tem conseguido nas últimas semanas, acredito que comecem a fazer números ali entre os 1.1 e 1.2 milhões (e até posso estar a ser pessimista, se for para fazerem mais, espero estar errado).

      Dividir o roster é dividir o star power, e o Dynamite pode sair afetado com isso. E lá está, com o Rampage nestes moldes, não me parece sustentável fazer uma brand spilt.

      Repara o Vince para criar uma brand spilt demorou cerca de 20 anos, e só o fez porque literalmente comprou a competição (WCW). O SmackDown já tinha 3 anos quando avançaram com ela.

      A longo prazo, se a AEW continuar a crescer, acredito que eventualmente separem o roster, mas acho que para já ainda é cedo para pensar sequer nisso.

    • Carlos mas essa divisao de star power que dizes e muito bem que iria afetar o dynamite acaba por ser compensado com a contratacao de novos grandes nomes e enormenstar power e assim tens grande star power em ambas as brands

    • Facebook Profile photo

      Mas lá está, quando avançarem com a brand spilt, faz sentido trazer novos lutadores para fortelecer o star power.

      Para já o melhor é abrandar para não estarem a acumular talento, porque a meu ver isso é um projeto para daqui a uns anos, ir acumulando talento já não seria benéfico porque quando chegasse a altura de dividirem os rosters, o hype destes lutadores não seria tão grande.

  7. Isto é quase uma não notícia, na WWE qualquer um pode estar de saída a qualquer momento, são todos dispensáveis á exceção do Roman

    • E a charlotte, embora eu tenho o feeling que a queen em certa altura daqui a 1 ou talvez 2 anos vá preferir sair…

      Já agora sabes oubalguem aqui sabe como está a lacey evans? Ja teve a menina? É alguem que faz muita falta á wwe e merece um titulo pelo menos

  8. Andrey6 dias

    o lado bom é que podem apostar em parcerias pros lutadores que estão desfalcados no roster, NJPW, Impact e GCW tão aí

  9. Eduardo6 dias

    Por Mim SAMY ZAYN pode ir Nunca gostei Dele apenas Keria K O Owens ficasse

  10. O Tozé6 dias

    Qualquer dia a WWE vai ao Centro de Emprego contratar pessoal desempregado como eu.
    Daqui a nada eles já nem têm wrestlers.

  11. El Cuebro6 dias

    Eu acho o melhor para ele no momento, melhor do que ser um rebelde sem causa na WWE que só faz piada dele, deviam ter mantido o personagem dos tempos de NXT, quem sabe uma dupla com o KO pudesse ter feito bem também, o Sami merece mais e acho que poderia conseguir isso seja na AEW, Impact, ROH, ou qualquer outra empresa!

  12. Anónimo6 dias

    Falam uma coisa, depois falam outra. Acho que está tudo em aberto.

  13. Paulo Vitor6 dias

    Na minha opinião ele não sai..

  14. Acredito que não saia mas nunca se sabe!