Week Review #6 – Semana de Emoções Fortes

Sejam bem-vindos à sexta edição do Week Review, onde destaco os melhores e piores momentos da semana.

Esta semana tenho muita coisa para falar, já que foi semana de evento do Smackdown, entre muitas outras coisas.

WWE vem a Portugal

Começo por referir a notícia do momento! A WWE vem a Portugal, no dia 6 de novembro, num espetáculo do Smackdown Live no Campo Pequeno, em Lisboa.

Este é, sem dúvida, o momento mais aguardado pela comunidade de fãs de wrestling que, através de vários movimentos, pediram para que a WWE reparasse em nós e no que é cá feito. Após vários dias, semanas, meses ou até anos, a WWE atendeu ao nosso pedido e prepara-se para apresentar um espetáculo exclusivo em Portugal.

Eu vou lá estar e espero por todos vós! Vamos fazer a festa e mostrar a razão pela qual somos um país onde o wrestling é valorizado e tem um papel importante.

Todas as informações sobre o espetáculo estão disponíveis aqui.

Big Cass é o responsável pelos ataques a Enzo Amore

O destaque principal do Raw vai para a revelação do responsável pelos ataques a Enzo Amore. Em semanas anteriores, Enzo foi várias vezes atacado e a questão impunha-se: Quem era o responsável?

Felizmente ou infelizmente (depende dos casos), Kurt Angle procedeu, esta semana, a um interrogatório com os principais suspeitos do caso: Big Show e os Revival, a que se juntou, logicamente, Enzo Amore e Big Cass.

Após várias acusações aos suspeitos, eis que Corey Graves apresenta provas importantes que incriminam Big Cass, afirmando que ele nunca foi atacado, como mostraram as semanas anteriores.

A questão mantinha-se e, surpreendentemente, Big Cass revela que foi o autor dos ataques a Enzo. Numa manifestação de desespero, Cass afirma que sempre foi a estrela da dupla e que o parceiro sempre quis puxá-lo para baixo, quando este devia estar em altas e a ganhar títulos, algo que nunca aconteceu. O segmento terminou com uma Big Boot a Enzo Amore, que encerrou o Raw desta semana.

Há umas semanas, destaquei o ataque a Big Cass e referi que esta interessado nos próximos desenvolvimentos. Foi isso mesmo que aconteceu e acho que, agora que o autor foi revelado, a escolha era a mais previsível. Há muito tempo que Big Cass merecia um push e esta história é o ponto de partida para isso mesmo. Fiquei surpreendido com a revelação, embora já esperasse que fosse acontecer.

Provavelmente, a WWE vai apostar numa rivalidade entre os dois, e espero que Cass saia por cima. Infelizmente, não sei o que a WWE pretende fazer com Enzo Amore daqui para a frente, o que me deixa um pouco triste.

E assim termina mais uma equipa na WWE. É triste ver acontecer, mas não se pode insistir sempre na mesma coisa, não é? Enzo e Cass foram uma grande equipa, mas o que sinto é que Cass sempre se destacou e acabou por não chegar mais longe precisamente por Enzo.

Apesar do heel turn, tudo o que Cass referiu na promo acaba por, de uma forma ou outra, ser verdade and “you can´t teach that”.

Baron Corbin é Mr. Money in the Bank

No passado domingo, o Smackdown Live apresentou o Money in the Bank. O main event foi o Money in the Bank Ladder Match entre AJ Styles, Sami Zayn, Shinsuke Nakamura, Dolph Ziggler, Baron Corbin e Kevin Owens.

No que foi um main event de grande qualidade, com grandes spots e o combate da noite do PPV, Baron Corbin levou a melhor, ao empurrar Styles e Nakamura do escadote para subir ao topo e garantir a mala.

Num evento com alguns pontos fracos, este combate acabou por se destacar bastante! A vitória de Corbin também, uma vez que já merecia um push há muito tempo e espero que com a mala acentue e solidifique a sua posição na empresa como “Lone Wolf”. O papel de Mr. Money in the Bank acenta-lhe na perfeição e espero que se mantenha com a mala por muito tempo.

Anúncio de Roman Reigns e regresso de Strowman

Outro destaque do Raw foi o anúncio de Roman Reigns, que revelou que vai desafiar o campeão Universal no SummerSlam.

Na mesma noite, durante um combate entre Reigns e Samoa Joe, Braun Strowman regressou e atacou Reigns, desafiando-o para um Ambulance Match no Great Balls of Fire.

Relativamente ao primeiro destaque, não me surpreendeu! É verdade que muita coisa pode mudar, inclusive o campeão, mas sinceramente pensava que Reigns fosse defrontar John Cena, que está prestes a regressar. É caso para ver os próximos desenvolvimentos.

O regresso de Strowman foi o momento alto da noite! Esperava-se que fosse estar fora por 6 meses, mas acabou por regressar mais cedo do que o esperado. Era previsível que fosse atrás de Reigns, e espero que terminem a rivalidade entretanto, para seguirem novos caminhos. Strowman merece novos desenvolvimentos para a personagem, e não me admiraria que estivesse na rota por um título no futuro próximo.

Vitória polémica em combate histórico

O combate de abertura do Money in the Bank foi o histórico Money in the Bank Ladder Match entre cinco mulheres por uma oportunidade ao Smackdown Women´s Championship a qualquer altura.

Num dos momentos mais aguardados da noite, a vitória sorriu a Carmella, com uma ajudinha de James Ellsworth. No entanto, não foi uma simples ajudinha, pois Ellsworth atacou Becky Lynch e subiu ao escadote, retirando a mala e entregando-a a Carmella, simbolizando a vitória.

A polémica rapidamente se instalou pelo facto de ter sido um homem a retirar a mala, ao invés de ser uma mulher a fazê-lo. Esta ação levou a medidas no episódio do Smackdown, quando Daniel Bryan anunciou que o combate vai ter de ser repetido e, desta vez, Ellsworth vai estar banido do ringue.

A meu ver, é o melhor a fazer, já que o final deste combate no Money in the Bank surpreendeu pela negativa. Um combate que era histórico acabou por não ser bem conduzido na reta final, quando tudo indicava que fosse continuar por mais uns minutos. Acabou por chocar, e resta saber quem vai sair definitivamente com a mala de Miss Money in the Bank no próximo Smackdown Live.

O Poder do Amor reforça o Smackdown Live

O último destaque vai para o regresso de Maria Kanellis e a estreia de Mike Kanellis, ou Mike Bennett, na WWE. O casal apareceu no Money in the Bank e no Smackdown, para um segmento denominado “Power of Love”.

Mike e Maria são a nova aquisição da marca azul, confirmando assim os rumores de que estariam perto de assinar com a WWE. Acabou por acontecer, e são um excelente reforço para o Smackdown. Para além de mostrarem o poder do amor, a questão impõe-se: Qual será o papel de Mike e Maria no Smackdown e na WWE?

E vocês, o que acharam desta semana? Que momentos destacam pela positiva e negativa? Sintam-se à vontade para dar a vossa opinião e discutir os diversos assuntos que marcaram a semana.

Desta forma, concluo o Week Review. Fiquem bem!

Sobre o Autor

Foto de perfil do Facebook
- Sou escritor de wrestling, que acompanho há mais de 7 anos. Gosto particularmente de dar a minha opinião sobre os diversos assuntos, e trocar impressões sobre os vossos pontos de vista acerca da modalidade.

2 Comentários

  1. Anónimo - há 4 meses

    Ainda acho que teremos uma reviravolta em que o Reigns não vai disputar o Universal Title no SS (possivelmente vai ser Lesnar vs Strowman).
    E sinceramente não vejo nada de mais Maria e Mike Kanellis, pra mim eles estarem ou não na wwe não vai mudar absolutamente nada.

  2. Rui Ribeiro - há 4 meses

    Bom artigo.

    Acho que a separação do Enzo e do Cass foi a decisão acertada. A equipa estava sem rumo nenhum e acho que pode surgir uma boa rivalidade. Também receio que o futuro não vá ser nada bom para o Enzo, pois é bem sabido, que entre eles os dois, o Cass é a prioridade para a WWE. Espero que consiga convencer como heel.

    Não acredito que o Reigns lute pelo Título Universal no SummerSlam, pois acho que o combate no Great Balls Of Fire vai servir para determinar o nº1 contender e acho que o Strowman ganha. Claro que também existe a hipótese do Reigns ganhar pois também não estou bem a ver a WWE a dar duas derrotas seguidas ao Reigns frente ao Strowman, mas mesmo assim acho que temos Strowman vs Lesnar no SummerSlam.

    Para mim, tudo neste MITB feminino foi uma estupidez monumental. Foi ridículo terem posto um homem a “ganhar” um combate supostamente histórico, e foi ainda mais ridículo irem repetir o combate. Por essa lógica de cada vez que um wrestler ganhar com batota pode sempre repetir-se o combate. Enfim, WWE e lógica são palavras incompatíveis.

    Estava com “hype” para a estreia/regresso do Bannett e da Maria, mas fiquei desiludido. Ainda é cedo para tirar conclusões, mas as minhas primeiras impressões sobre a gimmick não foram nada boas. É esperar para ver.

Comentar

Editar avatar »