Depois do Crown Jewel da passada quinta-feira, a WWE transmitiu esta segunda-feira uma edição de season premiere do Raw na USA Network, a partir do Toyota Center em Houston, Texas, já com o roster atualizado pelo Draft e rumo ao Survivor Series do dia 21 de Novembro.

Resultados

– Dirty Dawgs (Dolph Ziggler & Robert Roode) venceram Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford) e Alpha Academy (Chad Gable & Otis)
– Queen Zelina venceu Doudrop
– WWE United States Champion Damian Priest venceu T-Bar (por desqualificação – Contender’s Match)
– Carmella venceu Liv Morgan
– Keith “Bearcat” Lee venceu Cedric Alexander
– Austin Theory venceu Dominik Mysterio
– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram Dirty Dawgs (Dolph Ziggler & Robert Roode)
– Seth Rollins venceu Rey Mysterio, Kevin Owens e Finn Bálor (WWE Championship Nº1 Contender’s Fatal 4-Way Ladder Match)

Report

O Raw começou com o WWE Champion Big E, que não perdeu tempo em falar da vitória de Xavier Woods no King of the Ring, sendo que também elogiou Drew McIntyre pela luta que lhe deu. Quando Big E perguntou quem seria o próximo adversário, Seth Rollins veio ao ringue e o WWE Champion relembrou logo que este perdeu para Edge, o que fez o “Messiah” irritar-se imediatamente, tendo explicado que ele merece uma hipótese, mas Roman Reigns teve medo dele.

Seth Rollins tentou convencer Big E que ele lhe deveria dar um combate, mas foi interrompido por Rey Mysterio. O lendário luchador falou do seu currículo e que quer uma hipótese. Finn Bálor apareceu em seguida e disse que já teve todos os títulos menos o WWE Championship. O “Messiah” tentou convencer Big E que não deveria ouvir os outros lutadores, mas ficou de cabeça perdida quando Kevin Owens também se dirigiu ao ringue e começou a explicar o seu currículo e que até venceu o WWE Universal Championship nesta arena.

Seth Rollins fartou-se desta conversa e antes que mais alguém aparecesse atacou Kevin Owens, mas os três pretendentes ao título de Big E juntaram-se para atacar o “Messiah”, que teve de fugir. O segmento terminou com Sonya Deville a aparecer e a dizer que os quatro vão enfrentar-se num Fatal 4-Way Ladder Match para descobrir quem é o próximo candidato principal ao WWE Championship.

– Dirty Dawgs (Dolph Ziggler & Robert Roode) venceram Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford) e Alpha Academy (Chad Gable & Otis): Este Triple Threat Tag Team Match abriu de forma lenta, sendo que quando a velocidade aumentou foram os Street Profits que acabaram por dominar, mas a experiência dos Dirty Dawgs virou o combate a favor deste duo, que isolou Montez Ford durante algum tempo.

Quando este fez o tag a Angelo Dawkins, este entrou com tudo e despachou ou seus quatro adversários, tendo até quase vencido este embate. Porém, o caos ficou instalado e tudo parecia indicar que os Street Profits iriam vencer, mas Omos apareceu e atacou Montez Ford e Angelo Dawkins, o que abriu espaço para os Dirty Dawgs vencerem este embate e assim ganharem a hipótese de enfrentar os RK-Bro pelos títulos ainda no Raw desta noite.

A seguir tivemos a coroação da Queen Zelina e esta começou logo por insultar Mike Rome por não a apresentar como deve ser, e a seguir afirmou que nenhuma das outras lutadoras teve hipótese, que ela vai ser a rainha da WWE e que todos devem ter medo dela e respeitá-la, pois ela é a melhor de todas. Doudrop fartou-se da conversa e veio ao ringue, e isso levou-nos ao segundo combate da noite.

– Queen Zelina venceu Doudrop: Doudrop usou a sua força para dominar Queen Zelina, sendo que a rainha só com batota é que virou o combate a seu favor. Queen Zelina decidiu então tirar o canto da terceira corda e quando o árbitro se distraiu com isso, usou a seu ceptro para acertar na cabeça da sua rival e vencer assim este embate.

A seguir tivemos a Raw Women’s Champion Becky Lynch em ringue, que relembrou que conquistou este título na WrestleMania 35 e que nunca ninguém a venceu, e que pensa em continuar a fazer o mesmo. A “The Man” relembrou que venceu Sasha Banks e Bianca Belair no Crown Jewel e que agora está ansiosa para vencer outras adversárias.

Porém, a “EST da WWE” interrompeu a “Big Time Becks” e relembrou que esta fez batota na Arábia Saudita e que não foi ela que sofreu o pin e que por isso quer o Raw Women’s Championship. Becky Lynch explicou que ela trabalhou para ser uma heroína para o WWE Universe, enquanto Bianca Belair foi colocada diretamente no topo da divisão e que a vida lhe estava a correr bem, até ela regressar à WWE.

A “EST da WWE” explicou que Becky Lynch está é irritada por os fãs continuarem a apoiá-la e que ela sem o título não é ninguém e que quer lutar hoje no Raw. A “The Man” mandou a sua rival para o fim da fila e isso irritou Bianca Belair, e tivemos uma grande brawl entre as duas que acabou com a campeã a fugir. No final, Becky Lynch disse que se a “EST da WWE” quer o seu combate vai tê-lo, mas não será hoje.

Nos bastidores tivemos Kevin Owens e Finn Bálor a conversar e o “Prizefighter” explicou que o “Príncipe” sabe que existem poucas pessoas que ele respeite mais do que ele, mas hoje é cada um por si. Finn Bálor disse exatamente o mesmo antes de sair de cena.

De seguida vimos a nova entrada do WWE United States Champion Damian Priest.

– WWE United States Champion Damian Priest venceu T-Bar (por desqualificação – Contender’s Match): T-Bar entrou com tudo e dominou o WWE United States Champion, tendo até feito um Moonsault que quase lhe deu a vitória.

Porém, o campeão estava a virar o embate a seu favor e fora do ringue T-Bar acabou por atirar uma das cadeiras dos comentadores contra o “Archer of Infamy”, tendo assim causado a sua própria desqualificação.

O WWE United States Champion perdeu a cabeça com este ataque e usou a cadeira para o retribuir, tendo destruído T-Bar por completo, sendo que terminou o ataque com o seu Reckoning.

Nos bastidores tivemos Carmella a dizer que é a lutadora mais valiosa da WWE e que todas as outras têm inveja dela, em especial Liv Morgan.

– Carmella venceu Liv Morgan: Carmella entrou de forma bastante agressiva e dominou a sua rival durante vários minutos, mas Liv Morgan fora do ringue virou o combate do avesso, tendo até atirado a cara da sua rival contra a mesa de comentadores, mesmo à frente de Corey Graves.

Já de novo em ringue, as duas envolveram-se numa sequência de quase vitórias, mas no final com um Facebuster foi Carmella que venceu o combate.

– Keith “Bearcat” Lee venceu Cedric Alexander: A força de Keith “Bearcat” Lee foi um problema para Cedric Alexander desde o primeiro momento e o lutador dos Hurt Business ainda tentou dar luta, mas acabou por sofrer o Big Bang Catastrophe e saiu derrotado.

A seguir tivemos imagens de Dominik e Rey Mysterio a conversarem, sendo que os dois foram interrompidos por Austin Theory, que pediu ao jovem para tirar uma foto dele com o “Mestre do 619”. Dominik não gostou deste pedido e disse que não era fotógrafo e o convencido lutador desafiou o filho de Rey Mysterio para um combate no Raw.

– Austin Theory venceu Dominik Mysterio: Os dois jovens começaram este combate de forma bastante equilibrada, sendo que quando parecia que Dominik estava a ganhar algum ímpeto, Austin Theory atirou a garganta do seu adversário contra a corda, tendo a seguir acertado o seu ATL que lhe deu mais uma vitória no Raw.

Depois do combate ainda houve tempo para mais uma selfie.

Nos bastidores, Riddle queria discutir qual seria o disfarce deles no Halloween, mas o “The Viper” explicou que eles podem conversar sobre isso depois do Raw, mas primeiro têm de vencer os Dirty Dawgs.

A seguir tivemos um video package a promover a “chegada” de Veer ao Raw.

– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram Dirty Dawgs (Dolph Ziggler & Robert Roode): O combate pelos Raw Tag Team Championships começou de forma lenta, o que fez com que os RK-Bro dominassem os primeiros minutos, sendo que o combate virou a favor dos Dirty Dawgs quando Robert Roode atirou Riddle contra o apron do ringue.

O domínio durou vários minutos, sendo que Riddle conseguiu fazer o tag a Randy Orton, que entrou com tudo, mas com alguma batota à mistura também acabou por ser dominado por Dolph Ziggler & Robert Roode. Quando o “The Viper” conseguiu fazer o tag a Riddle, o “Original Bro” virou o combate do avesso, sendo que o caos ficou instalado, mas no final Riddle com um Inverted Crucifix Pin venceu o combate.

Nos bastidores, Seth Rollins foi entrevistado e afirmou que é a maior ameaça ao reinado de Big E, que teve de passar por um Hell In a Cell Match na semana passada e que é o visionário, “Messiah” e o próximo WWE Champion.

Depois foi mostrado um tweet de Bobby Lashley, onde este prometeu regressar em breve e mais focado do que nunca.

– Seth Rollins venceu Rey Mysterio, Kevin Owens e Finn Bálor (WWE Championship Nº1 Contender’s Fatal 4-Way Ladder Match): O main event começou de forma extremamente agressiva e caótica, com vários escadotes a serem usados logo desde o primeiro minuto. Os quatro lutadores decidiram usar os seus corpos como armas e vimos vários golpes incríveis na tentativa de vencer este combate, mas nenhum destes conseguiu vencer de forma rápida.

Com o passar dos minutos e com o caos já mais que instalado, o cansaço foi sendo cada vez mais evidente, mas estes quatro estavam a lutar como se não tivessem no seu corpo. Vimos primeiro Kevin Owens a fazer Rey Mysterio atravessar uma mesa e depois vimos o “Messiah” a fazer o “Prizefighter” atravessar um escadote que estava fora do ringue.

No final, Finn Bálor ia subir o escadote para vencer, mas Seth Rollins atirou-o contra o ringue, tendo em seguida acertado o seu Stomp. O “Messiah” subiu até ao topo do escadote e pegou no contrato, que faz dele o próximo candidato principal ao WWE Championship de Big E.

Já depois do combate tivemos um cara a cara entre o WWE Champion Big E e Seth Rollins, mas não houve nenhuma altercação física entre os dois.

Já nos bastidores e a fechar o show, Seth Rollins foi entrevistado e explicou que o Raw é o seu programa e que ele é o próximo WWE Champion.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

26 Comentários

  1. John mit1 mês

    A wwe não tinha enterrado o Rollins? Estou vendo uma feud, entre Seth e big e por 3 meses…. Está chegando a hora de uns dos membros do New day trair o big e, de resto que falta faz o edge…

  2. Broddie griffin1 mês

    Perdeu para Edge! O enterro do rollins!!! Hahahahahaha. totós da net…

    • Surf1 mês

      Neste momento perder pro Edge é levar um push 😂

    • Facebook Profile photo
      Diogo1 mês

      Voces falam como a rivalidade ja acabou e o rollins tivesse ganho i titulo….agora quando se fala em enterro nao e pelo edge ter ganho mas sim o Rollins nao sair por cima de uma feud desde que teve com o Rey

    • Surf1 mês

      A meu ver o Seth ta cada vez melhor, ta a melhorar cada vez mais mesmo perdendo e enterro? Esta a ser pushado para a rota do titulo..

    • O Seth Rollins não foi enterrado contra o Edge, ele já estava num ponto em que estar numa rivalidade contra uma estrela já era bem bom.
      Acho que até descredibilizava o Edge perder numa feud contra um gajo que raramente ganha seja contra quem for

    • Diogo, gostava de saber que filmes costumas ver. O Rollins é um vilão, e os vilões perdem (quase) sempre no fim. Ou ele ia derrotar o herói (Edge) depois de tudo o que lhe fez? Por amor de Deus.

    • Facebook Profile photo
      Diogo1 mês

      Daniel eu nao critico o Edge ter ganho mas sim o booking em que o rollins andar a ter que nao sai uma feud por cima desde com o Rey…para mim o Rollins devia estar num patamar acima junto com Roman pelo wrestler que é…posso estar errado kas e a minha opiniao…quando falei que nao gostei da derrota foi o final nao pelo Edge vencer mas sim com o finisher do Rollins..e perferia ver o Edge a lutar pelo titulo pk dps dessa feud estava mais credivel para tirar o titulo ao Big E pk assim penso que o rollins vai perder mais uma feud pk nao esta over..

  3. Broddie griffin1 mês

    Um outro ponto é o kevin owens, a wwe o deveria colocá-lo a ronda de ter uma feud com damian priest

  4. Cm punk20001 mês

    Ótimo main event, no fundo o Raw até foi bastante bom!

    • Luís1 mês

      Sinceramente não vejo onde é que foi bom!!
      Em 3 horas tens só 8 combates, sendo que somente 2/3 foram bons o resto foram fracos e fora as horas de bla bla bla.
      Sinceramente não entendo o vosso gosto, são mesmo muito pouco exigentes com a qualidade FRAQUISSIMA, dos shows e as constantes mudanças em cima do joelho, sinceramente foi mais um programa de merda onde deu para adormecer constantemente.. Boring

    • Surf1 mês

      Deves pensar que o wrestling é lutar a toda hora, logo dps de um PPV em que teem de fazer build ups de rivalidades para o proximo PPV

    • Surf as proximas feuds é o mix entre brands devido ser o survivor series e em nada referiram isso e o proprio ppv nem um video promo do ppv passou, acredito que comece na smackdown alguma coisa, uma promo do reigns a provocar o big e acho eu

    • Surf1 mês

      Pois mas agora imagina um show com 3h de wrestling e 0 micro

  5. joao (diferenciado)1 mês

    priest a heel/tweener? t-bar cada vez mais a transicionar para o seu personagem antigo? seth a lutar contra big e? sign me up. só não gosto de alguns themes bons que a wwe está a trocar.

  6. BigMando1 mês

    Mais uma vez que a Liv é enterrada. Até a Becky Lynch dá a entender que quer lutar contra ela (palavras dela na promo que fez no Raw), só o Vince é que não está muito virado para isso.

  7. Gostei:
    – Promo de Big E, que é interrompida por Seth Rollins, Rey Mysterio, Finn Balor e Kevin Owens. Todos estes 4 começam à pancada até Seth Rollins fugir e Sonya Deville anuncia uma Ladder Match para hoje entre os 4. Um ótimo começo para o show e, com este segmento inicial, vemos que o main event do Raw beneficiou imenso do Draft.
    – Street Profits vs Dirty Dawgs vs Alpha Academy. O combate foi bom, teve os seus momentos, com os Dirty Dawgs a conseguirem a vitória surpresa (sendo que o timing da manobra vencedora saiu mal).
    – Coroação de Zelina Vega. Ela faz uma promo depois mas é interrompida por Doudrop, que leva a um combate entre as 2. Uma boa promo de Zelina, tem potencial para funcionar com esta nova gimmick.
    – Promo de Becky Lynch, que é interrompida por Bianca Belair. As 2 eventualmente começam à pancada que termina com Becky a fugir e a aceitar o desafio de Bianca. Este segmento foi ótimo! Excelente trabalho por parte de ambas e suponho que a próxima semana será o blow-off desta ótima feud.
    – Segmento entre Kevin Owens e Finn Bálor. Não me importava que saísse uma feud amigável entre ambos a partir daqui.
    – Após Priest vs T-Bar, Priest ataca brutalmente T-Bar. Será que vamos ter um heel turn? Interessante.
    – Keith Lee vs Cedric Alexander. Keith Lee squasha Alexander numa boa exibição do Bearcat. Após o combate, Shelton Benjamin mostra interesse em Lee. Keith Lee nos Hurt Business? Yes, please!
    – Dominik Mysterio vs Austin Theory. Uma boa disputa, gostei especialmente aquele spot onde Theory imita Eddie Guerrero. Bom heat, rapaz. E ele consegue mais uma vitória. Booking sólido e consistente para Theory, gosto!
    – RKBro vs Dirty Dawgs pelos títulos. Mais um bom combate, com um ótimo final.
    – Entrevista a Seth Rollins. Seth Rollins está a ficar mais doido e adoro. A progressão na sua personagem tem sido fantástica.
    – Kevin Owens vs Seth Rollins vs Rey Mysterio vs Finn Bálor numa Ladder Match. Esperava-se um combate incrível e foi exatamente isso que tivemos. No final, temos Kevin Owens a matar o seu corpo como normal, Seth arruma Finn e vence o combate, com Big E a aparecer depois para o confrontar. Vejam este combate!
    – Após o main event, Seth Rollins dá uma entrevista rápida que é digerível.

    Não Gostei:
    – Zelina Vega vs Doudrop. O combate não foi mau, até apreciei a Doudrop a dominar e a perder por batota, mas não é algo que se recomenda a ver.
    – Damian Priest vs T-Bar. O combate é curto, mas até nem foi mau. Aliás, T-Bar até teve uma boa exibição. Agora o combate ter terminado por DQ… meh.
    – Carmella faz uma promo que é mais do mesmo. O combate dela com Liv Morgan é o mais fraco do show até agora, com Carmella a vencer (novamente).
    – Segmento entre os Mysterios e Austin Theory, que vai levar a um combate entre Dominik e Austin. Não é assim grande coisa, mas proporciona aqui um combate promissor.
    – Segmento com os RKBro. Estes segmentos no início achava-lhes uma grande piada, mas agora só estão a ficar repetitivos.

    Overall: 7/10. O Raw começa a voltar a entrar nos eixos. Os segmentos de abertura, Bianca e Becky e o main event foram os destaques fáceis de hoje. O meio do show foi misto, mas ainda tivemos lá boas coisas.

  8. Bad Guy1 mês

    Lembrando que a Liv havia conseguido ficar over que com o publico no Money in the Bank, mas recebe esse tipo de tratamento desde então, é bem típico do Vince, todo ano ele faz isso, ele adora sabotar o que tem potencial.

    O booking da wwe não é pensado a longo prazo, e dado o histórico não da para esperar que vão fazer algo bem feito ao final dessa feud.

    • Surf1 mês

      O booking nao é pensado a longo prazo ou es tu que nao te das ao trabalho de pensar?

  9. De um modo geral, creio que foi um episódio sólido.
    Destaco: o bom segmento inicial; o “bate-boca” intenso entre Becky Lynch e Bianca Belair; o raro combate no main roster entre dois jovens talentos de apenas 24 anos, com Austin Theory a enfrentar Dominik Mysterio; e o main event entretido.

  10. Anónimo1 mês

    Bom início de show. Bom segmento entre a Becky e Bianca. Bom combate entre RK-Bro e Dirty Dawgs. E bom main event, foi um ótimo combate.

  11. Gostei bastante do RAW, destaco um main event pelo WWE Championship opportunity e destaque para a Becky e Bianca!