Depois do Extreme Rules deste domingo, a WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do Heritage Bank Center em Cincinnati, Ohio, rumo ao Draft e ao Crown Jewel de 21 de Outubro.

Resultados

– WWE Champion Big E vs Bobby Lashley (No Contest)
– Angel Garza venceu Erik
– WWE 24/7 Champion Reggie vs Ricochet (No Contest)
– Keith Lee venceu Akira Tozawa
– WWE United States Champion Damian Priest venceu Sheamus (No Disqualification Match)
– Jinder Mahal, Veer & Shanky venceram Jeff Hardy, Mustafa Ali & Mansoor
– Karrion Kross venceu Jaxson Ryker
– AJ Styles venceu Raw Tag Team Champion Riddle
– Raw Women’s Champion Charlotte Flair venceu Doudrop
– WWE Champion Big E venceu Bobby Lashley (Steel Cage Match)

Report

– WWE Champion Big E vs Bobby Lashley (No Contest): Bobby Lashley, ainda irritado por já não ser campeão, entrou com tudo neste embate, tendo dominado por completo tanto dentro como fora do ringue. O domínio do “All Mighty” durou vários minutos, mas Big E começou a virar o ímpeto e foi quando tivemos as aparições de Shelton Benjamin e Cedric Alexander com t-shirts do Hurt Business.

Esta confusão abriu espaço para que Bobby Lashley quase vencesse o combate, mas Xavier Woods & Kofi Kingston vieram em auxílio do seu amigo e tudo isto criou uma confusão e este opener acabou em no contest.

Tivemos então uma brawl incrível que que os oficiais da WWE tiveram dificuldades em parar, sendo que tudo terminou quando Adam Pearce apareceu irritado e explicou que hoje vai-se descobrir quem é o melhor entre Big E e Bobby Lashley, pois os dois irão voltar a enfrentar-se num Steel Cage Match.

– Angel Garza venceu Erik: Angel Garza entrou melhor que Erik e até levou a melhor no corpo a corpo. O domínio durou alguns minutos, mas a força de Erik acabou por vir ao de cima e quando parecia que se preparava para vencer, Humberto Carrillo distraiu o viking e isso abriu espaço para que o seu primo, com um Superkick e depois o Wing Clipper, vencesse mais uma vez.

A seguir revimos o que aconteceu entre a Raw Women’s Champion Charlotte Flair e Alexa Bliss no Extreme Rules, onde a “Queen” destruiu a boneca Lilly.

– WWE 24/7 Champion Reggie vs Ricochet (No Contest): Reggie e Ricochet começaram a mostrar toda a sua agilidade, mas quando os dois estavam fora do ringue, R-Truth, Drew Gulak e Drake Maverick causaram a desqualificação para tentarem ficar com o 24/7 Championship.

No final, Reggie conseguiu fugir dos três lutadores e também de Akira Tozawa, sobrevivendo para mais um Raw.

Nos bastidores, Riddle explicou que hoje está sozinho, porque Randy Orton está de férias e que já lhe disse que um dia ele poderá levar um RKO. Riddle continuou com as conversas sem sentido que já todos estamos habituados e o segmento terminou com o “Original Bro” a ser intimidado por AJ Styles e Omos.

Ainda no ringue, Akira Tozawa pegou no microfone e explicou que quer um combate esta noite, mas quem respondeu ao desafio foi Keith “Bearcat” Lee.

– Keith Lee venceu Akira Tozawa: Como seria de esperar, Keith Lee destruiu Akira Tozawa sem problemas e venceu este embate em poucos segundos.

Nos bastidores, os New Day foram entrevistados e o WWE Champion Big E explicou que se Shelton Benjamin & Cedric Alexander querem meter-se nos problemas dele vão sofrer. Já sobre Bobby Lashley, Big E explicou que avisou que ia fazer cash-in e fez, e que hoje ele avisa que irá destruir o “All Mighty” e que o irá fazer dentro da jaula.

– WWE United States Champion Damian Priest venceu Sheamus (No Disqualification Match): Ao contrário do que seria de esperar, os dois rivais começaram num ritmo baixo, mas rapidamente começou a guerra que se esperava neste combate sem desqualificações. Sheamus virou o combate do avesso quando saltou do apron e aplicou um White Noise em Damian Priest e fez este atravessar uma mesa.

Depois de um golpe destes, o “Celtic Warrior” dominou durante alguns minutos, mas Damian Priest não queria perder o WWE United States Championship neste Raw e com um kendo stick tentou virar o combate do avesso, mas este tipo de embates são a “praia” do lutador irlandês.

O WWE United States Champion começou a equilibrar a contenda e o cansaço foi começando a ser evidente entre os dois lutadores, que foram ficando cada vez mais perto da vitória. No final desta guerra, Damian Priest atirou Sheamus contra uma mesa que estava no ringue e depois aplicou o Reckoning, para assim reter o título.

Nos bastidores, Mustafa Ali e Mansoor estavam a discutir por o jovem lutador ter pedido a Jeff Hardy para fazer equipa com eles, com Mustafa Ali com pouca vontade de fazer equipa com o “Charismatic Enigma”. Jeff Hardy interrompeu a conversa e disse que a equipa liderada por Jinder Mahal é perigosa, mas ele está pronto para os vencer.

– Jinder Mahal, Veer & Shanky venceram Jeff Hardy, Mustafa Ali & Mansoor: As duas equipas tinham duas estratégias bem diferentes, sendo que foi o trio liderado por Jinder Mahal que dominou durante alguns momentos, isto até Jeff Hardy entrar em ringue e virar o ímpeto e aumentar o caos. No meio do caos foi a equipa liderada por Jinder Mahal que venceu, quando Veer com um grande Lariat em Mustafa Ali arrecadou a vitória.

A seguir vimos mais uma promo de Karrion Kross onde este afirmou que se sente cada vez mais revigorado e que vai continuar a destruir os seus adversários na WWE.

– Karrion Kross venceu Jaxson Ryker: Karrion Kross entrou com tudo e Jaxson Ryker ainda tentou dar luta, mas não teve hipótese. Karrion Kross fechou o combate depois de acertar o seu Doomsday Saito seguido do seu Krossjacket.

Nos gabinete de Adam Pearce e Sonya Deville, estes estavam a conversar e foram interrompidos por Doudrop, que perguntou se poderia ser ela a responder ao open challenge da Raw Women’s Champion Charlotte Flair, pedido esse que foi aceite.

Ainda nos bastidores tivemos Bobby Lashley irritado com Big E, dizendo que agora que não há cash-in para ele ser surpreendido pelo agora WWE Champion, o irá destruir e recuperar o título no Steel Cage Match.

– AJ Styles venceu Raw Tag Team Champion Riddle: Riddle entrou melhor neste embate, mas depois de uma distração por parte de Omos, AJ Styles colocou-se no controlo e assim dominou durante vários minutos. A agressividade entre estes dois foi aumentando e com isso o “Original Bro” começou a equilibrar a contenda, muito em especial por causa dos seus strikes, sendo que AJ Styles, apesar de tudo, pareceu ser sempre o lutador com mais ímpeto.

Nos minutos finais, os dois quase venceram por várias vezes, mas de forma incrível foram-se mantendo na luta, isto até o “Phenomenal One” acertar um Burning Hammer seguido do seu Styles Clash e assim vencer Riddle.

Já depois do combate terminar, Omos decidiu que a noite de Riddle ainda não tinha terminado e acertou um Chokeslam no “Original Bro”, deixando assim uma mensagem aos Raw Tag Team Champions.

A seguir tivemos imagens do ataque que Shayna Baszler fez à sua antiga companheira Nia Jax na semana passada. Nos bastidores, Sarah Schreiber tentou entrevistar a “Queen of Spades”, mas esta não respondeu.

– Raw Women’s Champion Charlotte Flair venceu Doudrop: Doudrop entrou com tudo e até parecia que poderia mesmo sair deste Raw com o título, mas uma aparição de Eva Marie distraiu a sua antiga aprendiz. Charlotte Flair aproveitou e conseguiu vencer este embate, retendo o Raw Women’s Championship.

Já depois do combate, a “Queen” mostrou não ter ficado feliz com esta aparição de Eva Marie e atacou-a.

Em seguida revimos o momento em que Bobby Lashley atacou o filho de Goldberg no SummerSlam e tivemos uma entrevista ao Hall of Famer, que acusou o “All Mighty” de ser mentiroso. Depois, Goldberg afirmou que prometeu à sua família e agora promete a Bobby Lashley que o irá magoar e que irá divertir-se a fazer isso.

Ainda no ringue tivemos Eva Marie a dizer que se tivesse a oportunidade que Doudrop teve teria conquistado o Raw Women’s Championship e que ela pode vencer qualquer lutadora daquele balneário.

Foi então que Shayna Baszler veio ao ringue e sem dificuldades aplicou o seu Kirifuda Clutch, no que foi só o início da destruição da criadora da “Eva-Lution”. Tal como a semana passada, o ataque terminou com a “Queen of Spades” a fazer um stomp no braço da sua vítima contra as escadas de acesso ao ringue.

Nos bastidores tivemos as WWE Women’s Tag Team Champions Rhea Ripley & Nikki ASH a explicarem que elas são totalmente diferentes, mas que em ringue dão-se bem. A “Quase Super-Heroína” ainda tentou convencer a “Nightmare” que ela deveria vestir-se de super-heroína, mas a ideia foi rejeitada.

– WWE Champion Big E venceu Bobby Lashley (Steel Cage Match): Ainda antes de entrarem dentro da jaula, Bobby Lashley atacou o seu rival pelas costas e fez questão de ganhar o controlo ainda antes deste main event começar.

Já dentro da Steel Cage, o “All Mighty” dominou durante alguns minutos, sendo que o WWE Champion nunca se deixou ficar e quando parecia que tinha uma hipótese para sair da jaula, Shelton Benjamin e Cedric Alexander vieram em auxílio de Bobby Lashley, mas os New Day vieram ajudar Big E.

Já com os dois novamente sozinhos, o cansaço foi sendo um factor cada vez mais decisivo e com isso as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes, com ambos os lutadores a conseguirem sobreviver a finishers.

No final, os dois lutadores acabaram a lutar na segunda corda e foi Big E que mostrou maior vontade de vencer e depois de várias cotoveladas, pegou em Bobby Lashley e acertou um Super Big Ending para vencer este Steel Cage Match.

Já depois do combate, Big E estava a festejar a sua vitória e foi então que tocou a música de Drew McIntyre, que já pode lutar novamente pelo WWE Championship e quis marcar posição como possível próximo candidato ao título.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

31 Comentários

  1. Victor Silva3 semanas

    Hurt Business? Sei que havia a possibilidade. Mas porque não quando o Lashley era campeão?

    • joao (diferenciado)3 semanas

      porque o lashley na altura não precisava. não te lembras da história da separação? em storyline, o cedric e o shelton estão ali para ajudar o lashley a recuperar o título. tens agora 3 grandes grupos na wwe: bloodline, new day, hurt business. ainda vão dar muito que falar.

    • Victor Silva3 semanas

      Lembro sim joao, mas não acho que tem muita coerência, enquanto o Lashley estava na Run pelo título eles o ajudaram, depois que o Lashley tornou-se o campeão, eles foram descartados, inclusive tomando uma sova do próprio Lashley em várias semanas diferentes. Porém estamos falando de WWE, o que faz sentido por lá né? Mas tens razão. Não deixa de ser interessante ter variações de Stables nesse momento, principalmente a Hurt Business que foi algo interessante no último ano

  2. Facebook Profile photo

    Um raw interessante? 👀👀👀

    • Dragão3 semanas

      Sinceramente, nota 5. Em relação ao que vem sendo apresentado é até uma nota boa. Realmente o que está decepcionante é a divisão feminina e o que fizeram com o Ricochet? Damian tem futuro brilhante e o final com Drew desafiando o E foi interessante.

    • Muito bom mesmo, estou a gostar daquilo que vejo!

  3. joao (diferenciado)3 semanas

    a sério que anunciaram o goldberg? nao faria mais sentido este aparecer de surpresa depois do main-event? espero que o lashley ganhe na arábia, nao o quero ver enterrado depois disto tudo.

  4. Kevin3 semanas

    O que fizeram com o Ricochet mds que palhaçada

  5. Facebook Profile photo

    Este novo nickname do Keith Lee, Bearcat, para quem estiver interessado em saber, é em honra de um antigo lutador dos anos 60, chamado Bearcat Wright, que foi o primeiro campeão mundial negro na história do Wrestling.

    A WWE podia ter explicado a história por de trás desta alcunha, mas amanhã de certeza que isso será reportado, e os fãs certamente que não se irão importar com esta mudança de Limitless para Bearcat.

  6. Facebook Profile photo

    Eu gosto de Big como campeão ele é espetacular mas Bobby campeão até wrestlemania seria épico para enfrentar Brock lesnar isso sim seria bom de ver

  7. joao (diferenciado)3 semanas

    2 RAWs bons seguidos? vem daí merda

  8. Gostei:
    – Big E vs Bobby Lashley pelo WWE Championship. O combate estava a ser decente, mas foi marcado pelo regresso dos Hurt Business!!! F*ck yeah!!! Eu festejei isto como se fosse um golo da vitória da seleção portuguesa aos 90 minutos! Big E vence por DQ quando os Hurt Business e os New Day metem-se à bulha.
    – Após o combate, a bulha entre stables continua e que mais tarde Big E e Bobby Lashley voltarão a lutar, dentro de Steel Cage! Eu amei este segmento. Os Hurt Business estão de volta e estão numa feud com os New Day. A vida é bela. Vejam este segmento!
    – Após Reggie vs Ricochet, Ricochet despacha toda aquela malta do 24/7 e Tozawa falha mais uma vez em apanhar Reggie. Estes segmentos da malta a tentar apanhar o Reggie tem sido divertidos.
    – Entrevista a Riddle, que vai enfrentar AJ Styles. Uma boa promo aqui de Riddle e promessa de um bom combate.
    – Tozawa vs Keith ‘’Bearcat’’ Lee. Eu não faço a mínima do que pensar do novo nome. Mas do que gostei foi do Lee a assassinar completamente o Tozawa! Keith Lee vence.
    – Entrevista aos New Day. Big E faz uma ótima promo a dar hype ao main event.
    – Damian Priest vs Sheamus, No DQ Match pelo US Title. Ambos têm promos antes do combate bem básicas. O combate vai ganhando ritmo à medida que as armas chegam, tem ótimos spots e Priest retém o título neste ótimo combate.
    – Mansoor e Ali falam do combate deles, onde farão equipa com Jeff Hardy. Um bom segmento aqui. Gosto desta dinâmica de Mansoor como claro babyface e Ali como uma espécie de tweener.
    – Promo de Karrion Kross, que volta a falar de destruir todos. Volta a ser uma boa promo de Kross.
    – AJ Styles vs Riddle. Estou farto de dizer isto em combates do Styles, mas é a verdade: é difícil falhar com estes 2 em ring. Um combate fantástico, com um raríssimo burning hammer! AJ Styles vence! Após o combate, Omos ataca Riddle. Vejam este combate!
    – Entrevista a Shayna Baszler, que escolhe não falar. Eu gostei disto, acho uma boa escolha ela não dar explicações.
    – Promo por mensagem de Goldberg. Fala de Lashley, de como vai pagar por este ter atacado o seu filho. Esta promo foi boa. O Goldberg mostrou uma emoção genuína e eu acreditei plenamente que o homem vai matar o Lashley quando o vir.
    – Eva Marie faz uma promo a criticar Doudrop quando Shayna Baszler aparece e espanca-a completamente, fazendo-lhe o mesmo que a Nia Jax na semana passada. Isto foi a Shayna que amei no NXT…
    – Big E vs Bobby Lashley, Steel Cage pelo WWE Title. Lashley ataca E antes do combate. Claro que uma Steel Cage não impede interferências, pois tanto os Hurt Business como os New Day aparecem e interferem. Mesmo assim, temos um main event fantástico com 2 grandalhões a fazerem o que sabem melhor: lutar. Big E retém com um Big Ending das cordas! Vejam este combate!
    – Após o main event, Drew McIntyre interrompeu a festa e vai ser a próxima feud de Big E. Agora sim é a altura certa de voltar a meter McIntyre na imagem pelo título. Uma ótima forma de terminar o show.

    Não Gostei:
    – Angel Garza vs Erik. Um combate medíocre. Garza vence com distração de Humberto Carrillo.
    – Reggie vs Ricochet pelo 24/7 Championship. Pena ver Ricochet aqui. O combate até foi divertido com ambos a exibirem várias manobras acrobáticas mas acaba em DQ quando a outra malta do 24/7 invade o ring…
    – Mansoor, Mustafa Ali & Jeff Hardy vs Jinder Mahal, Veer & Shanky. Um combate medíocre. Os heels conseguem a vitória.
    – Karrion Kross vs Jaxson Ryker. Um combate até decente, mas com um fim muito estranho. Kross prende o Kross Jacket, mas parece que Ryker não queria levar com a manobra, portanto a posição da manobra ficou muito estranha. Kross vence.
    – Doudrop diz a Pearce e Deville que irá responder ao open challenge da Charlotte, e estes 2 aceitam tal. Se é um open challenge, porque raio está a pedir autorização?
    – Charlotte Flair vs Doudrop pelo Women’s Title. Flair vence com distração de Eva Marie, portanto a feud Doudrop vs Marie vai continuar…yey. Ao menos a Charlotte atacou a Eva Marie, portanto isso foi simpático.
    – Promo de Rhea Ripley e Nikki ASH. Não foi mau, mas vocês vêm este segmento e só conseguem pensar em: RKBro feminino. RKBro feminino.

    Overall: 7/10. Mais um bom episódio do Raw. Big E e Lashley arrasaram, bem como o US Title Match e Riddle vs Styles. O regresso dos Hurt Business foi brutal e só beneficiará o show. A 2ª hora foi fraquinha mas tirando isso, um bom show. Continuem assim com o Raw, finalmente começam a valer a pena as 3 horas semanais.

  9. Rthvfjgh3 semanas

    Vcs não entendem , a wwe quer que o título 24/7 champion torna se grande como United States champion

  10. Parece que as palavras do Mick Foley fizeram se ouvir!
    Gostei do RAW com muitos combates e pela reencontro dos Hurt Business, dessa vez não foi nada fraco como as semanas anteriores!

  11. corneteiro3 semanas

    Quem reclamar do RAW de ontem 27/09, está fazendo para aparecer. O inicio e o final com dois gigantes entregando tudo no ringue. O combate do Riddle e AJ otimo e a pancadaria entre Priest e Sheamus sensacional. sem contar que ressuscitaram o Keith Lee e estão preparando a Shayna para ser campeã.

  12. José Carneiro3 semanas

    Gostei em geral. Tivemos pelo menos 3 excelentes lutas e alguns bons desenvolvimentos. A volta do HB é ótima, mas me preocupa o fato do Laslhey ter sofrido 4 pins seguidamente, não abala totalmente sua credibilidade, mas é preocupante. Imagino que ele vá para o Smackdown e tomara que vença o Goldberg, caso não, ficará pouco credível.

  13. Bem se á alguem que critica a wwe sou eu e muitos de voçês sabem, mas a verdade é que hoje venho elogiar.

    Este show foi bem agradavel, teve pontos negativos? Claro que teve mas os bons pontos superiorizaram-se aos maus e tornou a coisa bem melhor, destaco a intelegencia desta vez da wwe em saber meter os pontos mais fracos entre os bons de maneira a camuflar e fazer com que todo o show se visse.

    Hurt business de regresso lindo e nunca deveriam ter acabado, só falta agora o porta voz (rapidas melhoras MVP), a rivalidade com os new day deverá terminar ou pelo menos ficar em stand bye devido ao goldberg, mas continuacao desta feud era algo que eu iria querer, queria um six man no tlc com eles seria épico, um draft na stable do lashley tambem era bom, bloodline vs hurt business era main event em qualquer ppv… sobrenos 2 matches foram bons, o steel cage dos 2 o melhor claro

    Priest vs sheamus otimo combate, o melhor entre eles, a estipulação no dq ajudou e ambos souberam dar uso ao material, 2 mesas, kendo stick, cadeira, um pouco de tudo.

    Shaynna a ser uma grande ameaça na divisao, sim esta é a queen of spades que eu quero faz lembrar os tempos do nxt

    Espero que o lee venha finalmente a se destacar bem merece

    Boa promo do kross este homem tem estado muito bem nestes segmentos, pena a gear e a entrada… espero que a wwe teaga a scarlet para junto dele e voltem á melhor entrada da wwe de 2021, este homem pode ser grande ameaça a qualquer campeão

    Adam pearce após a brawl dos hurt b com new day esteve brutal, as palavras dele com toda aquela adrenalina foi de um grande general manager

    Caso nao tenha reparado a sonya aproveita o momento com doudrop para picar mais a naomi, isto na smackdown vai ser interessante

    Nota de 0 a 10, facilmente um 7, nao me lembrava de ver um raw tao agradavel

    • joao (diferenciado)3 semanas

      gosto que saibas apreciar em vez de estar sempre a criticar. pontos negativos vão existir sempre, e em todas as empresas. é saber apreciar o que realmente interessa. abraço.

    • Sim eu sei apreciar, sou fã de wrestlubg e wwf/e desde 2000, onfacto de criticar a wwe é porque tem andado a se perder e isso é frustrante para mim, mas hoje é notoria a qualidade do show e sendo assim por muito critico que seja tenho de admitir e avaliar a qualidade.

      Abraço

  14. Kick_Ass3 semanas

    Finalmente um RAW agradável, não foi perfeito, longe disso mas foi agradável de ver.

    Destaco pela positiva:
    – O retorno de uma stable que nunca devia ter terminado os Hurt Business. Na minha opinião podiam ter tornado este retorno mais memoravel.
    – A Shayna a regressar á sua antiga personagem, que foi a melhor decisão.
    – Bons combates.

    Pela negativa, sem dúvida destaco ver o Ricochet a lutar pelo 24/7 Championship, é deprimente ver alguém que podia ser um sólido midcarder com margem para crescer nesta situação.

  15. Facebook Profile photo

    raw top, só falto o meu elias, ryker tem q apanhar e muito mesmooo

  16. Facebook Profile photo
    fps30003 semanas

    Um ponto positivo: Shayna mandando Eva Marie para o “hospital”. Teremos paz da Eva-Lution.

  17. Anónimo3 semanas

    Um bom Raw no geral. Destaco os combates, Priest vs Sheamus, AJ vs Riddle, e o main event, foram bons combates. Novamente a Shayna voltou atacar, espero que isto seja o início de um push para ela. Destaco também o regresso dos Hurt Business.

  18. Bom show. Parece que o Raw está finalmente “a entrar nos eixos”, o que é ótimo. Destaco: a reunião do Hurt Business; a nova personagem de Keith Lee; o WWE United States Championship Match entre o campeão Damian Priest e Sheamus num No DQ Match mais extremo do que o Extreme Rules inteiro; o bom combate entre AJ Styles e Riddle; e o main event entretido entre o campeão Big E e Bobby Lashley pelo WWE Championship.