Desde o passado dia 18 de Março que o fãs norte-americanos da WWE têm de aderir à plataforma de streaming Peacock da NBC para continuarem a assistir ao conteúdo da empresa, sobretudo aos pay-per-views e ao arquivo. A WWE Network serve agora apenas os restantes países do mundo.

Porém, a mudança tem causado alguma polémica, primeiro porque tem pior serviço oferecido em termos de navegação e funcionalidades de pesquisa por parte da Peacock em comparação com a WWE Network e depois porque a Peacock está a remover referências racistas ou polémicas dos programas da WWE. Tudo isto com o objectivo de alinhar o conteúdo da empresa de Wrestling aos padrões da plataforma de streaming.

A WWE já reagiu a esta situação tendo feito um curto comunicado em que explicou que a empresa, em coordenação com a Peacock, estão a rever conteúdo antigo de forma a que se enquadre nos “padrões de 2021”.

Se a Peacock vai apagar todas as referências polémicas que aconteceram em programas da WWE, quem estiver encarregue desse trabalho vai realmente ter muito que fazer, em especial durante a Attitude Era e Ruthless Aggression Era, isto sem contar com os programas da ECW e WCW.

É de acreditar que se estas edições continuarem, momentos como Mae Young a dar à luz uma mão, Vince McMahon numa igreja a falar com Deus ou Triple H “a fazer sexo” com um cadáver, sejam removidos pela Peacock.


O que achas da Peacock estar a remover referências polémicas ou racistas do conteúdo histórico da WWE?

12 Comentários

  1. Jaul3 semanas

    Na minha opinião isto não faz qualquer sentido, era a mesma cena que a Netflix tirar todos os conteúdos +16, se querem restringir de alguma maneira coloquem classificação indicativa, na wwe network por exemplo não fazem referência ao Chris Benoit e até retiraram o nome dele nos combates, mas os combates dele ainda estão lá

  2. JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO3 semanas

    “padrões de 2021″… ridículo

  3. Anónimo3 semanas

    Não vejo problema em deixar o conteúdo estar como está. Mas se essas são as regras da Peacock, e eles pagaram por isso, têm todo o direito em alterar o que quiserem.

    • JoaoPedrooooooo3 semanas

      Claro e têm todo o direito a serem criticados e a deixarem de ter subscritores

    • Anónimo3 semanas

      Mas também não disse o contrário. Acho mal andarem a editar certas coisas e não terem algumas funções disponíveis. Mas quando a WWE fez o negócio de certeza que concordou com isso. E a Peacock pagou muito bem para ter o conteúdo, por tem o direito em fazer o que quiser. E quem não gostar é livre de fazer igual o quiser, não é obrigado a pagar por algo que não queira.

  4. Com certeza estava no acordo que eles fizeram, se a WWE aceitou, não vejo problema.

  5. Coitados dos subscritores atraves da Peacock.
    Que serviço de m*rda,que se f*dam os clientes

  6. Litos3 semanas

    Acho isto um bocado ridículo. Metam um aviso que aquilo pode ter referências racistas ou assim e pronto. Não acho que faça sentido estar a editar.

  7. “Padrões de 2021”, cada uma..

  8. Alexandre3 semanas

    Simplesmente ridículo.
    Qualquer dia vão dizer que os lutadores não podem tocar nos outros e se torna uma dança tipo capoeira.

  9. Brock3 semanas

    O mundo cada vez mais está uma merda por causa do politicamente correto. Tudo é ofensivo hoje em dia. Vão pó c****** e vejam Disney channel