Sting fala sobre a lesão sofrida no Night of Champions

Depois de ter falhado a última edição da Raw, Sting deu uma entrevista ao site da WWE, onde falou da lesão que sofreu no main-event do Night of Champions, de como se sente neste momento e do que lhe reserva o futuro.

Aqui está a entrevista dada:

WWE.COM: Já passaram alguns dias desde o combate no Night of Champions. Como te sentes?

STING: Sinto-me bem, à excepção de algumas dores, em particular no pescoço. Nada fora do normal, depois de um combate do género.

WWE.COM: Sabemos que continuas a ser acompanhado pelos médicos, mas consegues esclarecer-nos sobre a gravidade da tua lesão?

STING: Fui para o hospital, onde me puseram um colar cervical e me medicaram para as dores. Tive que fazer um raio X e uma ressonância magnética. O hospital entrou em contacto com a minha esposa que, mais tarde, me deu mais detalhes, mas o tratamento ainda não acabou e esperam-me mais exames. Os médicos mencionaram estenose lombar (cervical spinal stenosis), mas tal é apenas uma parte do que ouvi. Não sei se há mais algum problema. O médico fez questão de dizer à minha esposa que vou ter de tratar disto e que sou um sortudo por ter saído do hospital a andar.

WWE.COM: Neste momento, qual é o teu prognóstico, a curto e longo prazo?

STING: Senti dormência em ambos os braços, até à ponta dos dedos. Perto do fim do combate, caí de forma errada e comecei a sentir dormência, não só nos braços, mas também nas pernas. Deixei de as sentir devidamente. Pareciam borracha. Não sei bem como descrever a sensação. Acabei por ter de ir ao chão por um minuto para me recompor. Estava um pouco preocupado. Por agora, vou-me preocupar em tratar das coisas a curto prazo e ver o que acontece a longo prazo.

WWE.COM: Neste momento, regressar aos ringues é um dos teus objectivos? Sentes algum desejo em fazê-lo?

STING: [longa pausa] Hmmm, na situação ideal… na situação ideal, sim.

WWE.COM: Tens noção do momento exacto em que te lesionaste, durante o combate?

STING: Sim, definitivamente. Ambas as vezes em que fui contra o canto. A primeira sofri com o movimento repentino da minha cabeça. Foi como se tivesse feito ricochete. [pausa] A culpa foi minha. Deveria ter estado preparado. Da segunda vez, pensei que tal não iria acontecer outra vez e aconteceu. E foi pior que a primeira.

WWE.COM: Foi aí que começaste a sentir a dormência nas pernas.

STING: Sim.

WWE.COM: Voltaste a ver o combate?

STING: Não, não voltei a ver o combate.

WWE.COM: Alguma curiosidade em fazê-lo?

STING: Sabes, ao longo de 30 anos, não vi muitos dos meus combates, portanto é provável que também não veja este.

WWE.COM: Consegues descrever o que te passou pela cabeça quando o árbitro parou o combate para te assistir?

STING: O árbitro e o médico estão a falar comigo constantemente: “Estás bem? O que se passa? Consegues continuar? Está tudo bem? Diz-nos o que se passa.” Dentro da minha cabeça só consigo pensar “Oh, não, não agora,” porque quero que o combate seja bom, percebes? E se acabar por ser a última coisa que faço em ringue, não quero que acabe assim.

“Deus, ajuda-me.” Só quero continuar o combate, percebes? “Vá lá, vá lá.” Estou a bater com os pés no chão, a mexer os dedos, a tentar recuperar a força nas pernas. Pouco a pouco, comecei a recuperar a força. Os dedos das mãos ainda estavam dormentes, mas as minhas pernas já não estavam. Por isso, disse: “Deixem-me tentar continuar. Vamos apenas tentar.” Levantei-me, afastei-me deles e continuámos o combate.

WWE.COM: A certa altura, enquanto os médicos estavam a assistir-te, a audiência começou a gritar o teu nome. Apercebeste-te disso e motivou-te?

STING: Neste momento, não me lembro. Não me lembro de ter ouvido os fãs a gritar o meu nome, mas tinha noção do que se estava a passar. Os médicos estavam a falar comigo, toda a gente estava a falar comigo e eu estava a responder. Portanto, estava consciente. Gostava de dizer que, no momento, ouvi a audiência e percebi o que estavam a fazer.

Antes da lesão, quando saltei da primeira corda para cima do Seth, que estava no chão, a audiência começou a gritar o meu nome e lembro-me de ter pensado: “Uau.” Quer dizer, os fãs assistem a esta manobra a toda a hora, mas acho que apreciaram mais o facto de ter sido feita por um tipo de 56 anos.

WWE.COM: Como descreverias a tua experiência de lutar com Seth Rollins?

STING: Um enorme prazer. Sinto-me honrado. Depois de 30 anos a lutar com alguns dos melhores lutadores e outros absolutamente fantásticos, Rollins tem de ser o melhor com que já lutei. Ele tem aquela qualidade, aquele It factor. Pessoalmente, acho que ele ainda tem imenso para dar. Nunca vi ninguém tão talentoso. Ele luta dois combates na Raw, dois combates no Night of Champions, está envolvido em todos os segmentos e alguns deles bastante exigentes, fisicamente. Tem vários adversários a querer atacá-lo, neste momento está bastante ocupado, cheio de responsabilidades e acho que está a dar bem conta do recado.

Já provou que o consegue fazer. Sinto-me feliz por ter tido a oportunidade de lutar com ele. Ele é o tipo de pessoa que poderia lutar com uma vassoura e fazer algo extremamente interessante. Conseguiria, com uma vassoura, fazer um combate que as pessoas iriam adorar.

WWE.COM: Esse é um enorme elogio, vindo de Sting.

STING: Não consigo fazer jus ao talento dele. Quando estava na ambulância, ele apareceu e disse: “Peço imensas desculpas, não sei o que aconteceu.” Respondi-lhe: “Seth, não te preocupes. A culpa não é tua.” Ele passou os seguintes quinze minutos a dizer coisas do género: “Só queria dizer-te que foi uma enorme honra e prazer lutar contigo. Nem acredito que tive a oportunidade do fazer. Disfarcei-me de Sting no Halloween, quando era miúdo.” A sério, este jovem não faz a mais pequena ideia do quanto apreciei a oportunidade de lutar com ele.

WWE.COM: Bem, e onde é que isto te deixa? Este foi o teu último combate?

STING: Odeio quando me fazem essa pergunta, porque a resposta é uma incógnita. Neste momento, é uma enorme incógnita.

WWE.COM: Esperamos para ver?

STING: Sim, por agora.

WWE.COM: Bem, o importante é que conseguiste sair da situação a andar. Na Internet, a tua lesão e possíveis consequências tem sido dos tópicos mais debatidos, repletos de especulação, portanto agradecemos o facto de nos teres concedido esta entrevista. Queres dizer alguma coisa aos teus fãs?

STING: Não tenho estado na Internet, mas ouvi algumas coisas aqui e ali. Para ser sincero, isolei-me assim que cheguei a casa. Não consigo dizer, ao certo, quantas mensagens e chamadas já recebi. Mas, quero que saibam que, neste momento, depois de 30 anos de carreira, aprecio os fãs de Wrestling mais do que nunca.

Fonte:WWE

Tens alguma notícia que não está publicada no site? Clica aqui e envia-nos!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

16 Comentários

  1. MicaelDuarte - há 1 ano

    Entrevista interessante, e um excelente trabalho por parte da Salgado.

    Não sou fã do Sting, mas, como é óbvio, desejo-lhe as melhoras.

  2. Roman - há 1 ano

    Tantos elogios vindo de uma das maiores lendas do PW ao Seth, ele deve estar explodindo de alegria kkk que Sting volte para seu último combate contra o Taker!!

  3. Dolph Ziggler - há 1 ano

    “Depois de 30 anos a lutar com alguns dos melhores lutadores e outros absolutamente fantásticos, Rollins tem de ser o melhor com que já lutei.”

    Tendo em conta os lutadores com quem ele já trabalhou, isto é algo fantástico.

  4. Lucas - há 1 ano

    Não sei como foi planejado essa luta com o Rollins,mas ao meu ver foi muito intensa, demasiado para a idade de Sting. Espero que a WWE não cometa o mesmo erro com o Undertaker ao fazer ele enfrentar Brock Lesnar no Hell in a Cell.

    Sobre o Rollins, a concordo com tudo que disse o Sting.

  5. Bruno dos Santos - há 1 ano

    Um Guerreiro, tem meu total respeito.

    Encontrar forças pra terminar aquele combate da maneira em que ele se encontrava, é uma lenda viva mesmo!

  6. Linkin - há 1 ano

    È interessante, Sting com 56 anos de idade ainda dá espectáculo foi pena a lesão. Velhos são os trapos, Sting é uma lenda.

  7. danielLP21 - há 1 ano

    Grandes elogios ao Rollins. E grande atitude do campeão ao pedir desculpas ao Sting e ao admitir que é um dos seus heróis de infância.

    Excelente trabalho, Salgado.

  8. Maur - há 1 ano

    Belíssima entrevista, e grande trabalho na tradução. Parabéns ao “Wrestling PT” por publicá-la.

    Quanto ao Sting, o que dizer? Além de ser um dos maiores de todos os tempos, e aos 56 anos fazer coisas que muitos rapazes na casa dos 20 anos não faz, ainda é um bom homem, grande caráter e um cavalheiro. Sem contar o profissionalismo impecável: sentindo as dores imensas que sentia, e se preocupar basicamente em terminar o combate de maneira satisfatória… Fantástico.

    Parabéns ao Seth, também, que além de ser um baita de um “wrestler”, ainda foi muito humano e humilde no tratamento ao veterano. Mesmo se mantendo dentro do papel de vilão após a lesão do oponente, gozando-o, dava para ver a preocupação nos olhos do rapaz. Os elogios que recebeu do “Icon” são totalmente merecidos.

    No mais, desejo o melhor ao veterano, e que possa vê-lo de volta ao ringue em breve, com plena saúde!

  9. uma entrevista para o bret hart ler, ja que diz que o seth e uma m+rda por ter partido o nariz ao cena lol , uma grande respeito que ja tinha pelo sting, ao ler esta entrevista , com mais respeito fico! dps de 30 anos de carreira, espero que fique bem! se este for realmente o seu ultimo combate, fico feliz, pq foi pelo titulo mundial da empresa , com o lutador que foi, e pelo combate que nao foi nda mau ! Obrigado icon!

    ao Seth , ja se sabia que dentro do ring! e awsome! tal como diz o sting , e so mostra que ele e uma pessoa hulmide! ao ir ter com ele, e pedir desculpa e ver como estava , isto chama se humildade… nao e so o cena que tem. no combate via que ele estava preocupado! mas tinha de fazer o seu papel! a contar a sua historia de criança! maravilhoso!

  10. o sting é um dos wrestlers americanos mais geniais, e que fez sucesso no japao, que é bem exigente.
    todo mundo fala mal de ele lutar hoje em dia, mas eu tava torcendo pra ele ganhar o cinturão, pois sei o que ele ainda pode fazer.
    é dificil pra um cara que viveu disso, sair assim, do nada, é normal ele querer continuar a lutar, ainda mais porque nao esta se arrastando no ringue.
    eu torço pra um taker vs sting uma hora dessas, e ainda trocaria facil um devitt vs owens por uma revanche de um sting vs keiji mutoh, ou em um dia inspirado um flair vs sting.

    caras, esse pessoal novo tem uma vida pela frente, eu prefiro ver de vez em quando lendas lutando, pois logo elas nao estarao mais ai conosco.

    pra quem quer conhecer sting melhor, alem de dar repeat no que le por ai:

    sting vs muta:

    https://www.youtube.com/watch?v=F4yNiFWurkw

    sting e muta vs road warriores:

    https://www.youtube.com/watch?v=_ZntMAC3n2w

    • Maur - há 1 ano

      “caras, esse pessoal novo tem uma vida pela frente, eu prefiro ver de vez em quando lendas lutando, pois logo elas nao estarao mais ai conosco.”

      Concordo com você, Alejandro Yct.

      Entendo a preocupação de muitos fãs quando afirmam que às vezes se concede destaque demais aos veteranos em detrimento dos mais jovens, mas há que se considerar que muitos desses senhores, quando lutam, é estritamente para dar estofo aos mais jovens. Casos específicos do Sting e do Chris Jericho neste último domingo. E é bom vê-los no ringue, pois eles ainda tem o que oferecer.

      E mais, grandes lutas, essas que você linkou.

  11. Gonçalo lucha - há 1 ano

    Se tiverem oportunidade de ver alguns podcasts com o edge ou saber mais a cerca da lesão dele vão ver que e muito semelhante à do sting esperemos que não seja o fim
    #ironnecksting

  12. sandro - há 1 ano

    56 anos eu disse que ele tinha idade pra ser vilao de hollywood

  13. Reigns one versus all - há 1 ano

    Foi uma entrevista muito esclarecedora.
    As melhoras Sting

  14. Darth Mordred - há 1 ano

    Só queria elogiar o trabalho da Salgado por traduzir a entrevista com extrema qualidade, por isso a WPT é top em conteúdo de wrestling em português. Parabens.
    ===
    Em relação ao sting, pensei num primeiro momento que era kayfabe.

  15. angelo - há 2 semanas

    Sting é melhor

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador