O All Out deste passado domingo está a ser mais notícia pelo que aconteceu nos bastidores do evento, do que pelo que realmente aconteceu dentro do ringue.

Na mais recente edição da Wrestling Observer Newsletter, Dave Meltzer revelou que o All Out de 2022 desapontou na venda de pay-per-view.

O jornalista não conseguiu ainda apurar ao certo o número de PPV’s vendidos, mas  foi entre os 135 mil e os 142 mil, o que não é um mau número comparado com os 127 mil vendidos no AEW x NJPW: Forbidden Door.

No entanto, este valor é muito abaixo dos 205 mil vendidos na edição do All Out do ano passado, e também deverá ficar abaixo dos números do Revolution e do Double or Nothing deste ano.

De recordar que o All Out foi o 3º evento do fim de semana, depois da WWE ter apresentado o Clash at the Castle no sábado e o NXT Worlds Collide no domingo, poucas horas antes do evento da AEW.


Esperavas estes números de PPV vendidos no All Out?

9 Comentários

  1. ANTONIO CORDINHA4 semanas

    Tentem dar o main event mais cedo 🤷

    • ANTONIO CORDINHA4 semanas

      Com dar quero dizer anunciar xd

    • Facebook Profile photo

      Minha opinião, 15 combates foi um exagero, se quisesse esses 15 combates, dividisse em duas noites, no sábado com 8 combates, 4 disputas de cinturões e 4 combates aleatórios, e no domingo com 7 combates sendo 4 cinturões e 3 combates aleatórios, iria ser até mais atrativo e menos cansativo, daria mais gosto de comprar o ppv, q o Full Gear eles façam msm com duas noites para ficar mais interessante, bem provavelmente deveremos ter um novo título em especial para a divisão feminina que acho q pode ser o título de duplas, teremos possivelmente MJF x Moxley ou Danielson ou até msm os três no main event pq não, Jungle Boy x Luchasaurus deverá ir para ppv e o resto é esperar até o dia do ppv, mais acho q com duas noites seria mais top, sábado e domingo, está de bom tamanho, ou faz um ppv por mês para resolver isso tbm.

  2. Carlosilva4 semanas

    Da minha perspectiva enquanto fã mais casual, o card em si não me pareceu muito apelativo como a AEW nos tem vindo a habituar.

    O All Out do ano passado teve um card fortíssimo, para além disso havia imensa expectativa em relação às possíveis estreias do Adam Cole e do Bryan Danielson.

    Talvez a AEW esteja a passar por uma fase de estagnação a nível creativo, mas não me parece muito alarmante. É um processo necessário, de 2019 para cá tem vindo a construir o roster, eventualmente tinham de assentar a poeira e trabalhar com o que têm, não se fiando tanto com o impacto imediato que algumas novas estrelas pudessem causar.

    Eu entendo que como a AEW só faz cerca de 4 PPVS por ano queira dar a oportunidade a grande parte do roster de lutar, mas neste PPV pareceu-me excessivo.
    A contar com o pre-show, tivemos 15 combates, e se não me enganei a contar, 54 lutadores a lutar, fora os outros que participaram no evento. Isto num evento onde não se realizou uma Battle Royal.
    A meu ver alguns combates eram desnecessários. O ano passado não tivemos tantos lutadores a lutar, e houve uma Battle Royal e um 10 man tag.

    A situação no balneário neste momento está longe de ser ideal, tem sido inclusive o grande tema desta semana no que toca a Wrestling. Penso que é uma questão de dar a volta a estes problemas, entender o que se pode melhorar a nível creativo, fazer uma melhor gestão deste roster gigante, e acredito que a AEW possa voltar aos eixos e melhorar as vendas de PPVS e as audiências semanais. Foram 3 semanas acima de um milhão, muito por causa do hype para o All Out e por causa deste incidente no balneário, agora é pegar a partir daqui e continuar a subir.

    A empresa tem capacidade para mais e acredito seriamente que é só uma questão de resolver os problemas que mencionei em cima para voltar um pouco mais à normalidade.

  3. Rui Arruda4 semanas

    O built up desse PPV foi muito condicionado por lesões de alguns lutadores

  4. Ximira4 semanas

    Ao meu ver, o que feriu o PPV foi a quantidade de combates e o Booking que deixou a desejar. Muitos combates ali estavam no formato errado ou deveriam ter acontecido no Dynamite, pois não eram algo que as pessoas legitimamente estavam no hype.
    Um exemplo claro de combate no formato errado foi o 6-Man Tag Team match do Miro,Darby e Sting VS The House of Black, o correto seria Malakai Black vs Miro ou Malakai Black vs Sting.
    Pra mim os três melhores combates foram:
    – The Acclaimed vs Swerve in our Glory
    – CM Punk vs Jon Moxley II
    – Brian Danielson vs Chris Jericho
    Todos os outros foram de medianos para ruins, em especial Jade Cargill vs Athena, que era pra ser o fim da streak da Jade e por alguma razão não fizeram.
    Que o Tony Khan acerte o formato e a quantidade de combates no Full Gear….

  5. DD284 semanas

    Até acho o contrário…
    Mau booking + conflitos internos e mantém os valores proximos do DN e Revolution.
    Também é importante não comparar com o All Out do ano passado, estamos a falar do regresso do CM Punk, não tem comparação dado o momento que foi. Será sempre um numero muito inflacionado.
    Acho que o facto da AEW manter os números, quer em PPV quer rating, é muito bom sinal da “lealdade” da fanbase. Espero que o Tony não estrague tudo.

  6. Anónimo4 semanas

    Normal esses resultados, o PPV não foi mau, foi bom, mas podia ter sido melhor. Comparado as outras edições do All Out, este ano ficou abaixo das expetativas.

  7. William Smiths4 semanas

    Foi o pior card de um All Out da história.