Depois do Sacrifice do último sábado, a Anthem Sports & Entertainment transmitiu esta terça-feira, a partir da Skyway Studios em Nashville, Tennessee, mais uma edição do Impact Wrestling na ASX TV, rumo ao especial Hardcore Justice de 10 de Abril e ao pay-per-view Rebellion de 25 de Abril.

Como principal destaque deste show tivemos um segmento no qual o Unified Impact World Champion Rich Swann falou da sua vitória histórica no Sacrifice frente a Moose. No entanto, o campeão foi interrompido por Don Callis, que veio falar do Title vs Title Match que está marcado para o Rebellion, frente ao AEW World Champion Kenny Omega, e deixar o aviso de que o futuro já está escrito e este vencerá com o One Winged Angel.

Como main event tivemos um Singles Match entre Sami Callihan e Trey Miguel, que o primeiro venceu após ter aproveitado a ingenuidade do árbitro para aplicar um Package Piledriver no adversário. O árbitro verificou depois o estado de Trey Miguel, pelo que a rivalidade entre os dois pode não ficar por aqui.

Na divisão de equipas, destaque para uma vitória dos novos Impact World Tag Team Champions FinJuice sobre os XXXL, dupla de Acey Romero e Larry D, com o Acid Drop. Depois do combate, os campeões David Finlay & Juice Robinson foram confrontados pelos ex-campeões Good Brothers, que afirmaram que não estavam preparados no Sacrifice e exigiram um rematch pelos títulos. O combate vai acontecer no Rebellion, depois dos campeões regressarem do Japão.

Já no lado feminino, destaque para um 12-Woman Tag Team Match que envolveu todas as principais lutadoras da promotora e no qual a equipa de Jordynne Grace, Jazz, ODB, Havok, Nevaeh & Alisha levou a melhor sobre a de Deonna Purrazzo, Kiera Hogan, Tasha Steelz, Kimber Lee, Susan & Tenille Dashwood. A vitória foi obtida pela veterana Jazz, obrigando Kimber Lee a desistir com um STF.

Quanto a combates tivemos ainda a vitória de Rhino sobre Jake Something, e depois do combate os Violent by Design atacaram os seus rivais, e a vitória de Rohit Raju sobre Shera com controvérsia, colocando o pé na corda.

Por fim, mencionar ainda: Scott D’Amore autorizou Tommy Dreamer a definir os combates do Hardcore Justice de 10 de Abril; um anúncio de Tony Schiavone e Tony Khan ao Dynamite St. Patrick’s Day Slam desta quarta-feira; um desentendimento entre Brian Myers e Matt Cardona; Chris Bey e Josh Alexander querem lutar pelo X-Division Championship, mas TJP terá primeiro o seu rematch.

Para o próximo Impact Wrestling ficou marcado: um rematch pelo X-Division Championship entre o novo campeão Ace Austin e o ex-campeão TJP; um Non-Title Match entre a Knockout’s Champion Deonna Purrazzo e Jazz; e um Singles Match entre Eddie Edwards e Karl Anderson.

Resultados

– Impact World Tag Team Champions FinJuice (David Finlay & Juice Robinson) venceram XXXL (Acey Romero & Larry D)
– Rhino venceu Jake Something
– Rohit Raju venceu Shera
– Jordynne Grace, Jazz, ODB, Havok, Nevaeh & Alisha venceram Knockout’s Champion Deonna Purrazzo, Knockout’s Tag Team Champions Fire ‘N Flava (Kiera Hogan & Tasha Steelz), Kimber Lee, Susan & Tenille Dashwood
– Sami Callihan venceu Trey Miguel

Vídeos

Watch Wrestling


O que achaste desta edição do Impact Wrestling?

9 Comentários

  1. Mesmo com esse shake up no Impact, confesso que não estou acompanhar tanto a companhia e me corrijam se eu estiver errado, mas acredito que o Moose seria uma escolha muito mais credível para enfrentar o Omega do que o Rick, mesmo assim acredito que será um bom combate, porém esse confronto poderia ser melhor.

    • El Cuebro1 mês

      Sem dúvidas que seria muito melhor de ver Moose vs Omega, o angle do Don Callis conversando com o Swann mostrou o quanto o Swann não sabe ser intimidador e o quanto ele não seria bom para a luta contra o Omega, eu não tenho nada contra o Rich, mas isso é fato, sabemos disso desde os tempos de NXT! Espero que justiça seja feita para o Moose no Hardcore Justice, ele merece outra oportunidade!!

    • El Cuebro, então acho que não estou tão errado assim… Embora eu ache também o Moose está um pouco parecido com o Lashley na época da TNA, mas sem dúvidas faz um bom trabalho a tempos. Também não tenho nada contra o Swann, porém não imaginaria que tivesse todo esse destaque, ainda mais agora como Unified Impact World Champion, acho que esse título ficaria melhor com o Moose.

    • Rooben1 mês

      O Mosse se nao estou em erro esta em final de contrato e ainda nao chegaram a acordo para renovar .

    • Rooben, se for real esse detalhe do contrato, tudo faz um pouco mais de sentido.

    • Um lutador como o Moose podia ir para uma AEW ou WWE.

    • Le Champion, concordo. Acho que o NXT seria um bom lugar para ele.

  2. Ainda bem que o Rohit venceu.

  3. El Cuebro1 mês

    Interessante o Impact, achei um tanto interessante a vitória do Rohit sobre o Shera, impressionante como o Mahabali é desvalorizado por lá, nada contra o Rohit aliás! A revanche dos Brothers frente à FinJuice promete, mas não faz muito sentido os campeões terem que voltar ao Japão e não disputarem os títulos, mas enfim! Ainda estou confuso com a heel turn do Rhino, espero que não seja duradoura, falo isso pela situação com o Heath e o Rhino ainda não usou o direito dele de desafiar algum campeão do Impact, no mais é ruim ver o Jake perdendo tanto e sendo humilhado pela stable do Eric Young! Gostei muito do main event Trey e Sami estão muito bem no estilo hardcore, acho que farão boa luta no Justice, e que justiça seja feita para o Moose se ele participar do especial, quero vê-lo frente ao Omega no lugar do não intimidador Rich Swann, vimos o quanto ele não sabe ser assim no angle com o Don Callis! E que raios de luta de sextetos femininos foi aquela?! Vimos um bom volume de confronto lá, gostei da luta, mas ninguém fazia o tag?