Faz login e remove a publicidade
Frank casino

A chegada de Matt Hardy à All Elite Wrestling, que aconteceu na mais recente edição do Dynamite, foi um dos momentos mais esperados na curta história da empresa de Tony Khan.

Dias depois de se ter estreado na promotora, Matt Hardy foi convidado do podcast de Chris Jericho e falou de vários temas. O lutador explicou porque escolheu assinar pela All Elite Wrestling, da sua relação com Vince McMahon e Triple H, e a sua opinião por a WWE ter tantos lutadores no roster.

O agora lutador da AEW afirmou como às vezes se torna frustrante trabalhar com Vince McMahon, pois ele nunca aceitava as suas sugestões. O irmão mais velho dos Hardys disse o seguinte:

Eu dava ideias atrás de ideias e nunca tinha feedback. Às vezes ouvia umas conversas entre os writers, mas nunca algo que interessasse a Vince McMahon, e isso acaba por se tornar frustrante.

Agora nos últimos meses eles queriam que eu assinasse um novo contrato com eles e era bom dinheiro, não vou mentir, mas eu queria ter um papel mais frequente na televisão, mas ele (Vince McMahon) já não me vê como alguém que mereça esse tipo de papel.

O melhor exemplo que posso dar é que a minha história agora com o Randy Orton era para ter sido só o ataque na primeira semana, e eu acabava o meu papel na WWE, mas os fãs gostaram e teve boas audiências e então a história continuou e na semana seguinte era suposto sermos o main event do Raw. Nesta altura eles continuavam a tentar que eu renovasse, enquanto eu já tinha decidido que se não me fosse prometido um papel mais frequente e a segurança a nível criativo de que a minha personagem não seria mal tratada, não iria ficar.

Depois, no dia do Raw, Paul Heyman perguntou-me se eu iria sair, expliquei-lhe a minha situação, ao que ele me contou que afinal já não ia ser o main event, pois Vince McMahon lhe tinha dito que ele ia sair da WWE.

Matt Hardy afirmou ainda neste podcast que se Triple H já mandasse na WWE, provavelmente ele teria ficado na companhia. Ou seja, o irmão mais velho dos Hardys fez aqui uma espécie de “elogio” ao genro de Vince McMahon.

Mesmo depois do meu contrato já ter acabado eu falei com Triple H, e estava tudo bem entre nós. Eu sinto que se neste momento Triple H mandasse na WWE, eu provavelmente teria mais controlo na minha personagem e muito provavelmente teria ficado lá, pois sabia que teria mais liberdade a nível criativo com a mesma.

Em seguida o irmão mais velho dos Hardys explicou que, na sua opinião, a WWE tem demasiados lutadores sobre contrato e que nesta altura da sua carreira já não quer ser só mais um lutador, e que ainda se quer divertir a lutar.

Eu penso que chegámos a um ponto onde a WWE tem demasiados lutadores sob contrato. Eles contratam por contratar, e porque não querem que as outras companhias tenham este ou aquele lutador. Eles utilizam esta estratégia para tentar monopolizar o mundo do Wrestling.

Depois a verdade é que muitas vezes nem é sequer divertido trabalhar na WWE, tu tornas-te quase uma peça na máquina.

Para mim nunca foi isso que quis do Wrestling, eu não quero saber se vou ganhar X por combate e que vou fazer Y combates por ano, não é isso que me interessa. Para mim, o Wrestling ainda é para eu me divertir nos poucos anos de carreira que me faltam, e sem dúvida que nesse aspecto a All Elite Wrestling é a melhor empresa para o fazer.

Na AEW não te obrigam a ler uma promo escrita por alguém, a gerência explica o que quer de ti e da tua personagem, e depois cabe aos lutadores preencher os espaços. E essa é a magia do Wrestling.


Qual a tua opinião sobre esta entrevista de Matt Hardy?

28 Comentários

  1. Pedro2 meses

    Quando o Velho Vince nao aceita sugestões de qualidade, mais vale sair da empresa, e foi o que aconteceu com o Matt.

  2. Fez bem em sair e tem muita razão quando diz que a WWE contrata por contratar. Contratam os melhores lutadores de outras empresas para depois chegarem e não serem aproveitados como deveriam. O Vince parece que ficou no passado e deveria começar a deixar outras pessoas como o Triple H ou até mesmo os próprios lutadores, tomarem certas decisões. Vejo relatos que o Vince é uma ótima pessoa, um pai para muitos ali e não duvido disso mas… Se for preciso enterrar um futuro talento ou cagar num personagem por completo, ele faz sem problema e o espetáculo continua… Tal como fez recentemente com o The Fiend só para colocar um old-school no main-event da WrestleMania pelo título. Enfim, tal como já referi: Matt Hardy fez bem em sair da WWE e certamente se continuasse lá, seria mais um saco de pancada ou talvez o colocariam a dançar com os New Day… e não tenho nada contra esta stable.

  3. Wrestling2 meses

    Isto excerto para mim diz tudo e repito aqui nos comentários para todos não passem a frente acabando por não ler:
    “Eu penso em que chegámos a um ponto onde a WWE tem demasiados lutadores sob contrato. Eles contratam por contratar e porque não querem que as outras companhias tenham este ou aquele lutador. Eles utilizam esta estratégia para tentar monopolizar o mundo do Wrestling.
    E depois a verdade é que muitas vezes nem é sequer divertido trabalhar na WWE, tu tornas-te quase uma peça na máquina.
    Para mim nunca foi isso que quis do Wrestling, eu não quero saber se vou ganhar X por combate e que vou fazer Y combates por ano, não é isso que me interessa. Para mim, o Wrestling ainda é para eu me divertir nos poucos anos de carreira que me faltam e sem dúvida que nesse aspecto a All Elite Wrestling é a melhor empresa para o fazer.
    Na AEW não te obrigam a ler uma promo escrita por alguém, a gerência explica o que quer de ti e da tua personagem e depois cabe aos lutadores preencher os espaços.
    E essa é a magia do Wrestling.”

    OBS: Eu por acaso percebo inglês e que já ouvido isto tudo no Talk is Jericho mas fica aqui o agradecimento pelo trabalho que a tradução para português deve dar e mesmo assim houve muito mais coisas interessantes que foram ditas na entrevista, nem quero imaginar o tamanho do texto que seria traduzir tudo para colocar aqui. Deixo o link para quem entenda inglês e ainda não tenha escutado: https://omny.fm/shows/talk-is-jericho/the-broken-brilliance-of-matt-hardy

    • Hugo2 meses

      Bom….tu já escreveste tudo por isso vou beber 1 cervejinha à tua pala,obrigadinho e concordo a 100%.

  4. Dina2 meses

    Pela resposta que ele deu á um fã no twitter ficou claro que o que faz ele escolher aew foi a quantia que Tony Khan lhe ofereceu que é superior á oferta da WWE e a possibilidade de trabalhar menos datas.

  5. Beatriz Lynch2 meses

    Falou muito bem, e concordo totalmente com ele.

  6. Excelentes respostas e entrevista muito bem conseguida de Chris Jericho a Matt Hardy.
    Nota-se que Matt tem uma das melhores mentes para o negócio do pro wrestling e quer ser feliz criativamente depois de alguns anos “preso” na WWE. Tomara que ele tenha muito sucesso na AEW.

  7. HardY2 meses

    100% acordo, lets go matt <3

  8. Joni Coutinho2 meses

    Mais uma razão e por estas e por outras que o Triple H compreende melhor os wrestlers e tem outra mentalidade e esse vince estiver no poder e só barracada desculpem mas e mesmo assim.

    • Joni Coutinho2 meses

      Enquanto * eu gostava de o ver mesmo no lugar do vince sinceramente

    • Joni Coutinho2 meses

      Nos vemos mesmo pela relação que ele tem com os da NXT ele dá valor aos atletas do que vejo.

    • Anónimo2 meses

      Verdade, o Triple H tem uma visão completamente diferente do Vince.

  9. Renato agastao2 meses

    Matt hardy e so mais um wrestling sem importancia nenhuma so porque fica balancando um braco como um besta ai ums fanzinhos nais besta ainda fica doidinhos numca foi ninguen no mundo do wrestling e nunca sera igual seu irmao um lendario jeff hardy 3 vezes campeao mundial cousa quer matt nunca sera

    • simaoP12 meses

      O matt ja foi campeão mundial, dummy! E o matt e que dizia ao jeff o que fazer pra ficar over, começa a entender mais um bocado de wrestling por favor!

    • ValterStephan2 meses

      Ainda bem que esse é apenas o seu ponto de vista🙄

    • Beatriz Lynch2 meses

      3 não, 6 vezes, pois se levam a serio os dois titulos do Matt na TNA, o Jeff foi 3 vezes la, um a mais que proprio Matt (é triste mas parece que o Matt foi destinado a ser o “Christian do Hardys” aonde quer que fosse, ele deve estar feliz do Jeff não ir pra AEW tambem, se é que me entendem).

    • simaoP12 meses

      Não e o meu ponto de vista e a verdade o quer o jeff e matt ja disseram várias vezes que o matt era a melhor mente e dizia ao jeff tudo o que fazer

    • simaoP12 meses

      O christian foi a grande cara da TNA entre 2005 e 2006, para mim mais importante do que o jeff alguma vez foi na TNA, e o christian foi 2x campeão mundial na WWE apesar de não terem sido grande coisa…

  10. El Cuebro2 meses

    A busca sempre de uma melhor oportunidade, ainda mais com a criatividade que o Matt tem, acho que na AEW vai encaixar muito bem!

  11. L26MC2 meses

    Acho que não há como criticar as palavras do Matt Hardy quando até o próprio maior nome da empresa, neste momentos, disse que gostava de ser mais ele na sua personagem.
    Incomoda-me um pouco haver estas comparações e discussões porque gosto de ambas as empresas e quero o melhor para as duas, mas a WWE precisa realmente de um abanão gigante e de ter mais humildade.

  12. Anónimo2 meses

    Fez o que achou melhor para ele, boa sorte.

  13. Alexandre2 meses

    Na wwe não se tem mais paixão pelo wrestling, tudo se resume apenas ao business, ao dinheiro e só.

  14. Maike2 meses

    rapaz, concordo com tudo oq disse Matt Hardy… me pareceu ter uma “cabeça boa” com pensamentos grandes, gostei, se mandasse na wwe teria mais destaque

  15. Maike2 meses

    tomara q vince saia logo do poder e o passe para alguém competente, talvez triple h pelo q parece, tomara q façam decisões melhores e as coisas fluam mais naturalmente, a wwe tem um potencial gigante mas q em muitos momentos é muitíssimo mal explorado todo esse universo q tá ai… a disposição, mas é mal usado

  16. Na wwe és um robô já se sabe com tanta limitação.. Quanto ao resto já sabe o Vince não dá muita liberdade a ninguém e nunca levou a sério esta gimmick