A WWE despediu Velveteen Dream em Maio de 2021, e este sábado, este regressou ao Wrestling na The Dynasty, em Albany, Nova Iorque.

Em Março de 2020, Patrick Clark (se nome verdadeiro) foi acusado de contacto inadequado com uma menor nas redes sociais. Ele abordou e negou a alegação em Abril de 2020.

Durante o movimento speaking out, em Junho desse mesmo ano, Velveteen Dream foi acusado de contacto impróprio com uma menor e de aliciamento pelo lutador profissional Joshua Fuller.

O lutador foi ainda detido a 26 de Agosto de 2022 em Orlando, Flórida, sob a acusação de posse de drogas e detido na sequência de um incidente ocorrido seis dias antes num ginásio, onde alegadamente esmurrou e mordeu um empregado.

Este sábado, no evento It Was All A Dream, Velveteen Dream interrompeu o primeiro combate e lançou um desafio aberto. Mais tarde, enfrentou e venceu Alec Odin.


O que achaste deste regresso de Velveteen Dream?

11 Comentários

  1. O retorno de Velveteen Dream ao wrestling no Dynasty em Nova Iorque levanta questionamentos éticos e morais dentro da comunidade do wrestling profissional. As acusações de contato inadequado com um menor e a detenção por posse de drogas e agressão em 2022 lançaram uma sombra sobre a reputação de Patrick Clark, o homem por trás do personagem. A indústria do wrestling tem sido cada vez mais pressionada a responsabilizar os seus talentos por comportamentos questionáveis, e a decisão de dar a Dream uma plataforma novamente pode gerar debates intensos sobre a priorização da ética em relação ao entretenimento.

    Além disso, o desafio aberto lançado por Velveteen Dream ao interromper o primeiro combate do Dynasty pode ser interpretado como uma tentativa de chamar a atenção para a sua volta, mas também ressalta a necessidade de uma reflexão mais profunda sobre as implicações de dar uma segunda chance a indivíduos envolvidos em controvérsias sérias.

    • PedrKo5 meses

      O que não falta no wrestling são lutadores com comportamentos inadequados, assim de repente:
      O Jeff Hardy já vai na 4576 oportunidade….
      O Cash Wheeler anda na estrada a apontar armas a outros condutores.
      A Liv Morgan anda aos zig-zags na auto estrada.
      Jimmy Uso já foi apanhado por mais que uma vez a conduzir alcoolizado.

      Não quero com isto de todo desculpar o comportamento do Dream, nem comparar comportamentos, mas se formos por essa lógica existem muitos lutadores para avaliar.

    • O mundo do wrestling, como qualquer outra indústria, não está imune a comportamentos inadequados por parte dos seus talentos. O caso de Velveteen Dream levanta questões pertinentes sobre como a comunidade e as empresas lidam com as falhas dos seus lutadores. É verdade que outros nomes proeminentes, como Jeff Hardy, Cash Wheeler, Liv Morgan e Jimmy Uso, também estiveram envolvidos em incidentes problemáticos. A concessão de múltiplas oportunidades a alguns lutadores, como no caso de Jeff Hardy, pode suscitar debates sobre como a indústria equilibra a responsabilização pessoal com a oportunidade de redenção.

      No entanto, é crucial diferenciar cada caso, pois as circunstâncias e a gravidade das ações variam. A comunidade do wrestling deve ser proativa na promoção de ambientes seguros e éticos, ao mesmo tempo em reconhece a complexidade de lidar com figuras públicas que enfrentam desafios pessoais. O debate sobre a linha tênue entre entretenimento e responsabilidade moral continua a ser um tema central, exigindo uma abordagem equilibrada para garantir que todos os envolvidos sejam tratados com justiça e consideração.

  2. Um dos melhores da NXT. Parece impossível que ele volte nos dias de hoje depois do que aconteceu, mas pelo menos posso vê-lo brilhar noutras companhias

  3. tosse5 meses

    quase certo na MLW, terra onde estas coisas têm pouca importância

  4. El Cuebro5 meses

    Retorno até interessante, o Patrick encarou um monte de coisas esses tempos, não sei o que será o futuro dele no pro-wrestling, antes era um lutador interessante, tinha um bom personagem, cativava o público, hoje em dia é meio difícil prever qualquer coisa, é esperar!

  5. Marty Scrull vs Velveteen Dream vs Alberto del Rio, alguma Indy que faça isto!
    Agora a sério, piadas á parte, todo o ser humano tem direito a uma segunda oportunidade. O Patrick Clark não foi acusado de nada judicialmente, apesar das acusações contra ele serem absolutamente abjectas, a serem verdade. Mas sejamos sinceros, andamos aqui a criticar gajos como o Dream, o Scrull, David Starr, e muitas outras pessoas apanhadas no Speaking Out, mas no entanto, temos Ric Flair, Dustin Rhodes, Shawn Michaels e Steve Austin como lendas na indústria. E para os que não se lembram do que fez o Stone Cold, vejam como o casamento dele com a Debra acabou. A hipocrisia do fã de wrestling é hilariante.

    • Tosse5 meses

      comparas pedofilia com coisas menos graves, Margarinas

      enfim, mais do mesmo de ti.

    • Diz me lá, ao menos sabes o que qualquer um dos nomes que mencionei fez? Vai tomar a tua medicação, vá, rapaz, ainda é cedo demais para te aturar.

    • Tosse5 meses

      Quando não andas nas tuas booty calls andas a ver se te dou corda,Margarinas

      Juntaste todos esses no mesmo saco…quando em tudo pecaram de maneira diferente

    • Juntei? Epá, que engraçado, a minha intenção nem era essa. Andavas com falta de engagement? Vejamos, o Starr foi acusado basicamente do mesmo que foi o Dream, bem como o Scrull (o que no caso do Villain ainda foram acusações piores), já o Del Rio foi a desgraça que foi. Quanto a “pecar de maneira diferente”, assédio sexual (no caso do Flair e do Dusty), e violência doméstica (no caso do Austin) são coisas que se podem varrer para debaixo do tapete? Talvez se tivesses sido tu a levar umas galhetas a tua opinião seria diferente. Mas lá está, esperar coerência do mesmo troll que quando o (mais recente) escândalo do Vince veio a público, insinuou que a rapariga só queria era dinheiro é o mesmo que esperar por um pote de ouro no final do arco-íris.