Audiências da última Raw

A edição desta semana da Raw com as aparições de Brock Lesnar, Undertaker, Shawn Michaels, Ric Flair e Steve Austin contou com uma média de 3.356 milhões de telespetadores. Uma ligeira subida da média de 3.284 milhões da semana passada.

No entanto, o episódio atingiu um rating de 2.21, uma descida do 2.33 da semana passada e o mesmo rating da edição da véspera de Natal em 2012. Foi um dos ratings mais baixos das últimas duas décadas.

Esta semana, a primeira hora contou com 3.600 milhões de telespetadores, a segunda hora contou com 3.347 milhões e a terceira hora contou com 3.123 milhões.

Em comparação, a edição de 20 de outubro de 2014 teve um rating de 2.75 e contou com 3.694 milhões de telespetadores. Esta foi a última edição antes do Hell in a Cell.

O que acharam desta edição da Raw?

Fonte:PWTorch & WrestlingInc

Tens alguma notícia que não está publicada no site? Clica aqui e envia-nos!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

31 Comentários

  1. BRUNOju - há 1 ano

    Foi um show melhor que os outros mesmo. Pensava que a audiência iria subir mais.

  2. danielLP21 - há 1 ano

    Lá está o que eu disse no meu último artigo: já nem as lendas ajudam a subir os ratings. Sim, subiram em relação à semana passada (muito ligeiramente), mas está longe de ser um bom número. Não voltem às duas horas que não é preciso.

  3. tendeu - há 1 ano

    Só subiu ligeiramente pq o taker apareceu no começo do show ai quando ele foi embora o publico foi junto com ele. qualquer outra teoria que não seja essa é conspiração e fanatismo.

  4. William da Silva - há 1 ano

    Não se compara em relação a esse
    https://m.youtube.com/watch?v=b03499EXtPI

  5. RybackChampion2015 - há 1 ano

    Pensei que as lendas e o Main Event dariam uma boa audiência…
    É aí que eu pergunto pra vocês, que lutas poderiam chamar a atenção dos telespectadores? Já que nem o Rollins junto com o Reigns e o Ambrose funcionou.

    • Retribution - há 1 ano

      Provavelmente um USA Open challenge contra um adversário especial iria ajudar , e pararem de repetir combates de tag team , o publico cansa-se de ver sempre o mesmo

    • BRUNOju - há 1 ano

      Não vai ser isso que vai aumentar significadamente a audiência, o booking precisa melhorar logo e TODOS os RAW devem ser bons, olha os últimos…

  6. Miguel Carlos - há 1 ano

    Esta foi uma das melhores Raw’s do ano, foi fantástica, mas lá está, as audiências não dependem só disso. Os oficiais da WWE devem estar frustrados.

    • Marco Túlio - há 1 ano

      É complicado discutir gostos, mas uma das melhores do ano? Pra mim você exagerou

    • danielLP21 - há 1 ano

      Que exagero.

    • Miguel Carlos - há 1 ano

      Pronto, é a minha opinião. Tirando os segmentos das divas, com muita pena minha, todos foram interessantes. A WWE distribuiu as lendas em vez de as usar todas num segmento, utilizou-as para promover rivalidades, sendo que o Shawn Michaels foi bem aproveitado, para além disso dei-nos dois combates de tag team interessantes onde num deles até distribuiu os mid-carders e deu-lhes tempo. Por fim, dei-nos a reunião dos Shield, que admito não foi bem uma reunião, mas foi muito interessante de ver. Os únicos pontos negativos acho que o main-event podia ter acabado limpo, com a vitória dos Wyatt’s, e a ausência do Kane.

  7. Ryback Rules - há 1 ano

    Uma boa forma de atrair espetadores era criarem uma espécie de sorteio semanal realizado em cada RAW. Este sorteio resume-se por um “championship match” (desde a divisão feminina à divisão masculina e tag-team) retirado “à sorte” (a WWE escolhia um título para ser defendido e faria a simulação do próprio sorteio). Depois aí evocavam a participação dos espetadores para votarem no(a) superstar/diva que queriam que combatesse entre 4 candidatos. Para selecionarem estes 4 candidatos até podiam utilizar como pretexto aquela treta do ranking semanal dos(as) lutadores(as) realizado no site oficial. Mas para isto teriam que filtrar 5 tag-teams, 5 divas, 5 midcarders e 5 maineventers que estivessem melhor classificados nos ranks semanais. Desta forma tanto podíamos ter um combate pelo título de divas como um combate com o WWE World championship em jogo!

    • Ryback Rules - há 1 ano

      *4 tag-teams, 4 divas, 4 midcarders e 4 main eventers xD

    • Be Qu!et - há 1 ano

      Existiu isso já, foi numa RAW, chamaram de “Power of the people”. Foi quando a Kelly Kelly tirou o título da Nikki/Brie Bella (Não me recordo qual das duas era a campeã) … Mas eu acho que foi 1 só vez.

    • Miguel Carlos - há 1 ano

      Era uma ideia interessante. É pena é que os títulos estão subvalorizados neste momento, e a própria WWE atualmente não gosta muito de ter combates pelo título mundial nem de ter mudanças de títulos em plena Raw, e o conceito para funcionar devia de ter trocas de títulos de vez em quando.

  8. WWEIsFallingDown - há 1 ano

    Se não fosse a presença dos Hall of Famers esta Raw seria uma verdadeira porcaria, 4 combates de Tag Team(1 combate de Tag Team de Divas e outros 3 combates de equipas de 3 contra 3) numa só Raw, a WWE anda mesmo a bater mal!

  9. leader021 - há 1 ano

    não diria que seja uma má audiência – até janeiro será assim por causa do monday night football (nfl) na espn (quase 14 milhões na espn no jogo entre os ny giants e os philadelphia eagle contra 3.3 da raw na usa) – mas quase diria que foi resultado do trailer do Star Wars VII. quando acabar a nfl, a raw terá melhores audiências, desde que o tio vince não destrua tudo até aí!!

  10. Dolph Ziggler - há 1 ano

    Já nem as lendas por si mesmo ajudam as audiências do Raw de uma forma significativa. E tendo em conta que promoveram o Undertaker, Lesnar, Shawn Michaels e Ric Flair, é um rating assustador.

  11. Jameson - há 1 ano

    O que pode ajudar a subir os ratings é a consistência da qualidade do produto e do programa. Já se estava à espera que não era com lendas e com reuniões de uma noite só dos The Shield que iria resolver alguma coisa. A fraca consistência e qualidade dos RAW’s conseguiu com que as pessoas deixassem de interessar. Têm de ter melhores histórias, mais consistência, melhor booking. Só isso pode ajudar a que as audiências possam subir progressivamente

  12. rafaelmush - há 1 ano

    As coisas se acertam gradativamente bigos.
    Não é hoje que a WWE irá fazer um rating aleatório e semana que vem DOBRAR esse número.
    IMPOSSÍVEL.

  13. HHH - há 1 ano

    Se voltar a fazer torneios para definir number 1 contender,colocar pelo menos 1 vez por mês ME com alguma estipulação e mais algumas coisinhas,vai melhorar os shows.

  14. FrancisDreezPT - há 1 ano

    Isto e uma ligeira descida até ninguém ver na televisão e descobrir que a streams de graça..

  15. S3pultur4 - há 1 ano

    eric Rowan voltou? o que aconteçeu ao Luke Harper?

  16. Toze - há 1 ano

    O problema não é a duração do espetáculo mas sim da quantidade de intervalos que tem, da primeira a ultima vez que vi em direto o Monday Night Raw eles fizeram quase uns 20 intervalos de 5 a 10 minutos e eu acho que para um espetaculo desportivo como a WWE não devia de ter intervalos.
    Por isso que na primeira hora tem x de espetadores e quando vem os intervalos é óbvio que as pessoas desliguem a TV e não vejam o resto.

    • danielLP21 - há 1 ano

      Com duas horas também há intervalos de pouco em pouco tempo. Obviamente que quanto mais horas tem a Raw, mais intervalos terá.

    • joaop - há 1 ano

      E vocês a darem-lhe com os intervalos…. nos EUA TODOSSSSSSSSSSSSS os programas são assim!! E isso não é o problema visto que a maior audiência é de lá. Parem lá com isso dos intervalos…

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador