Depois das gravações do Rampage da passada sexta-feira, houve notícias de que Bryan Danielson teria sofrido um acidente, tendo a AEW disponibilizado horas depois do programa, um vídeo do momento.

Em entrevista a Graham Matthews do Bleacher Report, o “American Dragon” explicou o acidente que teve e afirmou que só aconteceu porque ele está velho.

Eu rio-me de mim próprio. Era o meu aniversário, acabei de fazer 41 anos, sou um velho que cai nestes buracos e não consegue sair sozinho. O meu tornozelo e logo abaixo do meu joelho estão um pouco inchados. Gosto de coisas físicas, e mesmo quando não estou a lutar, gosto de fazer jiu-jitsu, kickboxing ou caminhadas. Estou habituado a que coisas no meu corpo fiquem inchadas. Levei os meus filhos a fazer caminhadas dois dias esta semana, mas são caminhadas de crianças, o meu filho nem sequer tem dois anos, por isso é realmente só andar e ainda senti um pouco de dor.

Acho fascinante do ponto de vista de ser lutador, que no segundo em que visto o meu equipamento de Wrestling, sinto-me invencível, independentemente do que me esteja a doer. Ponho o meu equipamento e estou pronto para lutar. Estou agora a olhar para o meu tornozelo e a pensar que dói, mas quando vestir o meu equipamento, sinto que não há nada no mundo que me possa magoar. Sei que isso não é verdade, mas é assim que me sinto.

Depois nos bastidores, estava a rir-me do que aconteceu, com o Eddie Kingston e o Moxley. Isto nunca teria acontecido aos 28 anos, eu teria estado muito consciente do meu ambiente, agora sou apenas um velho desajeitado que escorrega nas coisas.

Apesar desta situação, que será apenas um work, Bryan Danielson vai lutar contra Matt Sydal no Rampage desta semana.


Pensas que Bryan Danielson vai estar a 100% no Double or Nothing?

3 Comentários

  1. El Cuebro1 mês

    Aquilo deu muito medo, sorte que aparentemente não foi nada muito ruim, que o Bryan fique bem para seu combate no Rampage e depois para o Double or Nothing, a luta contra a JAS promete demais!

  2. Anónimo1 mês

    Ainda bem que não foi nada de grave.

  3. Bom saber que não foi nada de grave!