O anúncio da participação de Mickie James no Women’s Royal Rumble Match deste ano está a dar imenso que falar, porque a WWE reconheceu a sua ex-lutadora como a atual Impact Knockout’s World Champion.

Ao longo dos anos, os fãs sempre desejaram que a WWE abrisse a forbidden door e permitisse alguma “troca de talento” com empresas concorrentes, e temos agora o primeiro indício de que isso poderá acontecer.

Além do anúncio e reconhecimento da WWE sobre Mickie James, também o Impact Wrestling divulgou a participação desta no Royal Rumble e o vice-presidente executivo da promotora, Scott D’Amore, disse o seguinte:

A WWE quis, Mickie [James] quis e a filosofia do Impact Wrestling é sempre a de trabalhar com outras grandes promotoras para criar buzz entre os fãs. Está tudo assinado e acordado entre a WWE e Impact Wrestling – a única questão é se Mickie James irá ou não entrar num dos combates anuais mais históricos da WWE como Knockout’s World Champion.

Nunca houve um tempo como este para os fãs de Wrestling. Num período de 12 meses, o Impact Wrestling trabalhou com a NWA, AAA, New Japan, AEW e agora a WWE. Impact Wrestling é o elo da forbidden door era.

Aqui fica um tweet relacionado de Scott D’Amore, onde destaca o respeito e reconhecimento da WWE a Mickie James. Depois, lembra que Mickie James vai defender o Knockout’s World Championship num Texas Death Match contra a ex-campeã Deonna Purrazzo, no Hard To Kill deste sábado, 8 de Janeiro.

Além disso, noutro tweet, Scott D’Amore também congratulou a Knockout’s World Champion Mickie James e a WWE por finalmente terem atravessado a forbidden door.

Por fim, o marido de Mickie James, Nick Aldis, mostrou-se bastante orgulhoso da sua mulher e do que ela tem feito no último ano na indústria do Wrestling. A fechar o tweet, o antigo NWA World Heavyweight Champion congratulou a WWE, o Impact Wrestling e a NWA, mencionando ainda o ano de 2022.

Perante tudo isto, há já quem especule que a WWE pode ter estabelecido uma parceria com o Impact Wrestling e a NWA, pois caso contrário, poderia ter esperado mais uns dias para anunciar Mickie James sem a reconhecer como Knockout’s World Champion, caso perca o título para Deonna Purrazzo.

Ao reconhecer Mickie James como campeã de uma empresa concorrente, a WWE não só valoriza esta última como demonstra que a presença da lutadora no Royal Rumble é importante e que houve uma negociação maior entre as várias partes para que a mesma aconteça, pois poderia recorrer a outra antiga lutadora.

Por fim, é de salientar que nos últimos meses não temos visto uma tão grande troca de talento entre o Impact Wrestling e a NWA com a AEW, ou tem sido mesmo inexistente, o que pode significar que a WWE já está “no meio”.


Achas que a WWE, Impact Wrestling e NWA podem ter estabelecido uma parceria?

27 Comentários

  1. Taty Castellanos7 meses

    Ou seja a WWE está tendo parcerias com outras empresas,ou seja por exemplo, ricochet na impact? 😂😂

  2. nzo7 meses

    Seria legal ver alguns lutadores da inpact lutando na wwe e alguns lutadores da wwe lutando na inpact que nem a aew faz com a njpw a nwa e a própria inpact wrestling

  3. Pelo que vi noutro site, a Mickie é uma free agent e foi ela que exigiu que o título das Knockouts fosse reconhecido de forma a aceitar participar. Mesmo assim, acho que é a primeira vez que vejo algo assim, era bom que aparecesse com o título

    • E a WWE precisava assim tanto da Mickie James no combate ao ponto de reconhecer o título?

    • Acho que não é uma cedência de outro mundo reconhecer que uma das participantes do Royal Rumble é uma campeã, apesar de ser surpreendente da parte da wwe. Acho que só beneficiam com isso

    • Silva7 meses

      Concordo

  4. Rocky Marciano7 meses

    Espero que continue, que não seja apenas um caso isolado para royal rumble , por que com essas parcerias só vejo mutualismo , e que a wwe volte com as parcerias como era antigamente e saiba aproveitar bem os lutadores de outras empresas e também espero que nas feuds ela não queira só sair por cima.

  5. Ricardo7 meses

    Eu só não entendo uma coisa…
    A Mickie James saiu da forma que saiu da WWE com aquela polémica toda e agora aceita voltar do nada

    • A Mickie James tem muita história na WWE e já por lá passou duas vezes. A pessoa que lhe mandou os pertences num saco do lixo (a ela e a outros, porque era o “normal”) foi despedida. Não há necessidade de criar uma “guerra” ou construir um muro por causa de um incidente pontual…

    • Luis7 meses

      A WWE demitiu o cara que fez aqueli com a Mickey james e o Triplo H e stefany pediram desculpa pelo ocorrido.

  6. El Cuebro7 meses

    Olha é muito interessante ver isso, lembro que um tempo atrás o Hunter falou sobre o Impact, troca de talentos e tudo mais, mas aparentemente não havia nada concreto e agora vemos a afirmação do Scott D’Amore e até do Nick Aldis, relembrando que este último já teve uma passagem pela WWE, e o Impact e a NWA tem lutadores e lutadoras incríveis e que estão fazendo ótimo trabalho, espero mesmo que essa porta possa se abrir um pouco, aparentemente a parceria de ambas as empresas com a AEW está numa pausa e o interessante é que a parceria poderia levar muitos ex-WWE de volta à empresa, como Mickie e Aldis, também Chelsea e Matt Cardona, também quem sabe poderíamos ver a volta do trio dos Rascalz com o Trey, Good Brothers, Juice Robinson e claro outros grandes nomes que seriam novos para o público da WWE, espero que a empresa do Vince pense com carinho e faça o certo nessa possível parceria, só temos que esperar!

  7. Okami7 meses

    A WWE agora tem competição então está a usar as mesmas coisas que a AEW. Não vejo problema algum nisso, só acho que as pessoas reclamam demais.

  8. Facebook Profile photo
    Pedro7 meses

    Vamos ver se é so´no Royal Rumble ou pode ser uma paceria e´pena naõ ser com a aew mas com a impact não é mal mas vamos ver

  9. Mandaram muito bem! Não dá pra negar que essa estratégia foi ótima, e com certeza agregará positivamente com ambas empresas. O conteúdo das duas vai melhorar se isso realmente se concretizar.

    • Okami7 meses

      Será que rola no masculino? Já pensou por exemplo alguma lenda do Japão ou do México aparecendo?

    • Acredito que seja uma possibilidade. A WWE se envolver com outras empresas já é um avanço e tanto, agora, depois desse ato histórico, há possibilidades infinitas para acontecer na empresa. Foi uma jogada de mestre! E com ctz não acontecerá apenas no RR feminino. No masculino deve haver várias surpresas guardadas também…

  10. El Cuebro7 meses

    E muita gente da WWE fez história nos tempos da TNA como o Lashley, Drew McIntyre, como Drew Galloway, os MSK também, etc, e no Impact há muita gente que a WWE esteve querendo contratar como Moose, Trey, Jordynne Grace entre outros!

  11. Surf7 meses

    Isto so beneficia o Impact se houver estrelas da WWE a fazer passagem por la, grande jogada

    • Luis7 meses

      As estrelas Veer , R- Trud , Apollo e Omos kkkkkkkkkkkk

  12. Victor Silva7 meses

    Será esse o efeito AEW na WWE?

  13. Facebook Profile photo

    “Impact Wrestling é o elo da forbidden door era.” Ora aqui está a definição perfeita da Impact no último ano e meio. Agora é ver se aparece alguém da Impact no Rumble masculino.

  14. Anónimo7 meses

    Aqui está algo que ninguém esperava. Seria interessante ver mais disto, é esperar e ver.

  15. Sendo assim é de se esperar que alguém do Impact possa aparecer no Royal Rumble!

  16. Junior0077 meses

    Se for verdade e a oportunidade perfeita pra induzir a mickey james , tommy dreamer e rhyno ao wwe hall of famer deste ano diga-se de passagem ja passou da hora.

  17. Facebook Profile photo

    Bem isto para mim tem os dois lados da moeda, por um lado, quero muito que isto não seja excessão e que passe a acontecer na WWE mais vezes mas, por outro lado, sinto que isto tem de ter o seu peso e medida. Na WWE por exemplo faz muito sentido “usa la” (forbidden door) num Royal Rumble, num Survivor Series e eventualmente numa Wrestlemania. Poderia até acontecer em alguns shows semanais também secalhar para dar um boost de longe a longe e criar hype para algum ppv.