Faz login e navega sem pop-ups

Lutadoras da WWE não vão combater na Greatest Royal Rumble

David Bixenspan, do site internacional Deadspin.com, informou que lutadoras da WWE não poderão participar no evento que a companhia irá realizar na Arábia Saudita, o Greatest Royal Rumble.

O jornalista lembrou as restrições religiosas e políticas que imperam na Arábia Saudita, que impedem as mulheres de lutar e que são punidas com penas severas. A WWE, para evitar problemas com o governo local, simplesmente não vai levar nenhuma lutadora ao evento.

No entanto, mulheres e crianças poderão assistir ao evento e já não têm que ver este tipo de eventos separados dos homens, pois em Janeiro de 2018, o governo da Arábia Saudita aprovou uma lei para acabar com essas divisões.

O WWE Greatest Royal Rumble realiza-se no dia 27 de Abril na Arábia Saudita e já com a confirmação que para além do Royal Rumble de 50 lutadores, 7 títulos estarão em jogo nesse evento, sendo eles: WWE Championship, Universal Championship, Intercontinental Championship, United States Championship, Raw Tag Team Championship, SmackDown Tag Team Championship e Cruiserweight Championship.

Quanto à transmissão, ainda não existe um anúncio oficial ou confirmação por parte da própria companhia, mas é provável que seja feita através da WWE Network.

Enviar notícia

9 Comentários

  1. Diogo Castanho há 4 semanas

    7 titulos em jogo mais a rumble match com 50 peeps bem isso vai durar o què? umas 3 horas

  2. Kevin McCool há 4 semanas

    Isso mostra que a revolucao feminina só aconteceu pelo dinheiro,e não por mudança de habito do Vince,falta de respeito com as Mulheres,pois se não fosse pelo dinheiro eles não fazeriam nada em um lugar onde elas não podem performar.

    • Rui Ribeiro há 4 semanas

      Porque raio elas haviam de entrar neste combate?

    • wesley há 4 semanas

      Tudo que a WWE faz é por dinheiro, e não só a WWE, qualquer empresa, seja de Wrestling ou não, agem para ganhar dinheiro. Vivemos num sistema capitalista, e é nisso que o capitalismo se baseia, no dinheiro.
      E apesar da Arábia Saudita está adotando leis mais progressistas em relação ao direito das mulheres, mas ainda é um país perigoso para uma mulher.
      Sou um grande defensor da revolução feminina na WWE, mas não vejo tanto problema deles não fizerem lutas de mulheres nesse evento.

    • Isto não tem nada a ver com o Vince, mas sim “restrições religiosas e políticas que imperam na Arábia Saudita, que impedem as mulheres de lutar e que são punidas com penas severas”.

  3. Lana day há 4 semanas

    Religião atraso do mundo.

Comentar