Faz login e reduz a publicidade

Os melhores momentos do Greatest Royal Rumble Match

No WWE Greatest Royal Rumble desta Sexta-feira (ver aqui) tivemos a realização do maior Royal Rumble Match da história, com a participação de 50 lutadores.

Este Royal Rumble Match contou com vários pontos altos, a participação de lendas da companhia e momentos que ficarão realmente para a história (pelas melhores e piores razões).

Daniel Bryan (1) e Dolph Ziggler (2) foram os primeiros a entrar e dominaram os primeiros minutos deste Royal Rumble Match.

A seguir a eles vieram: Sin Cara (3), Curtis Axel (4), Mark Henry (5), Mike Kanellis (6), Hiroki Sumi (7), Viktor (8), Kofi Kingston (9), Tony Nese (10) e Dash Wilder (11).

Depois, um ponto alto foi a entrada de Hornswoggle (12), mas não durou muito tempo no combate…

A seguir foi a vez de Primo (13), Xavier Woods (14), Bo Dallas (15) e Kurt Angle (16)!

O “Olympic Hero” e General Manager do Raw veio ao ringue mostrar, mais uma vez, que ainda está aí para as curvas, distribuindo vários German Suplexes aos lutadores que ainda estavam no ringue.

Seguiu-se depois Scott Dawson (17), Goldust (18), Konnor (19), Elias (20) e Luke Gallows (21), Rhyno (22), Drew Gulak (23) e Tucker Knight (24).

No entanto, a atenção estava em ver Daniel Bryan e Kurt Angle no ringue. Os dois lutadores técnicos trocaram alguns golpes enquanto outros se tentavam eliminar…

Chegando aproximadamente a meio do Greatest Royal Rumble Match tivemos a entrada de Bobby Roode (25), seguida de: Fandango (26), Chad Gable (27) e Rey Mysterio (28)!

O “Mestre do 619” tinha sido confirmado para o evento e não faltou. Os fãs árabes da WWE puderam ver um pouco do seu “Booyaka”, com vários dos seus golpes característicos.

Depois tivemos a entrada de Mojo Rawley (29), Tyler Brezze (30), Big E (31), Karl Anderson (32), Apollo (33), Roderick Strong (34) e Randy Orton (35)!

O “The Viper” entrou com tudo no combate, inclusive com um grande RKO em Apollo.

A seguir entrou Heath Slater (36), Babatunde (37), Baron Corbin (38), Titus O’Neil (39)… e bem, a entrada de Titus O’Neil não seria motivo de destaque se não fosse por isto:

Depois foi a vez de entrar Dan Matha (40), Braun Strowman (41), Tye Dillinger (42), Curt Hawkins (43), Bobby Lashley (44) e The Great Khali (45).

O gigante apareceu, mas não esteve muito tempo no ringue. Acabou por ser eliminado pouco depois.

Seguiu-se as entradas finais de Kevin Owens (46), Shane McMahon (47), Shelton Benjamin (48), Big Cass (49) e Chris Jericho (50).

E pronto, era isto que tínhamos. Todos os lutadores já tinham entrado, não faltava mais ninguém e restava apenas saber quem seria o grande vencedor.

Mais de uma hora depois, Daniel Bryan continuava em ringue e Shane McMahon voava de um lado para o outro, inclusive para a mesa de comentadores…

No final, Big Cass eliminou Daniel Bryan e foi de seguida eliminado por Braun Strowman. O “Monster Among Men” venceu assim o Greatest Royal Rumble Match e recebeu, das mãos de Vince McMahon e um líder saudita, o título e troféu do grande evento.

O que achaste deste Greatest Royal Rumble Match?

32 Comentários

  1. Bruno há 6 meses

    O Sami Zayn não fez parte do evento por algum motivo em especial?

    • Ao que parece, por ser sírio-canadiano e pela sua religião.

      • Pro-Guy há 6 meses

        A serio? É ridiculo mas percebe-se a WWE ou outra companhia qualquer nao tem qualquer influencia e esta abaixo da lei.

      • Anónimo há 6 meses

        que estranho

      • Anónimo há 6 meses

        pode ter sido alguma restrição por parte dos sauditas também, assim como não teve ninguém e nenhum combate feminino, por exemplo.

    • Fillipe há 6 meses

      Sharia né, um câncer no mundo, não critico religião nenhuma mas as que poem a lei deles acima de tudo e a todos eu sou totalmente contra, lembrando que o Sami poderia ser açoitado ou apedrejado caso fosse e isso seria considerado normal la…

      Mas enfim foi um retrocesso na minha opinião para a WWE, mas o Vince deve estar feliz por ter vendido umas ações da empresa

      • Master of Chaos há 6 meses

        O Islamismo em si, não somente a Sharia… Note por toda a história desta religião, por tudo que diz o Quran, pelas escaladas de violência na Europa, pelas “No Go Zones”… Idiotas são aqueles que pensam ser esta a religião da paz, quando na verdade trata-se de outra onda apoiada pelos globalistas da ONU.

  2. Kauê Silva há 6 meses

    Resultado justo, Braun Strowman é um dos top da empresa, belos tanto o cinturão comemorativo como o troféu, mas agora ele merece aquela chance por um título digno no RAW, resta saber qual será, achei que a Greatest Royal Rumble contaria com mais estrelas do passado ou de fora, até contava com James Storm nessa, mas tudo bem. E a nota engraçada, eita Titus O’Neil, segura peão!! kkkkkkkkk

  3. Anónimo há 6 meses

    Podem me explicar porque não houve combates femininos no evento? É alguma lei do país ou algo assim?

  4. Tobias há 6 meses

    O que eu achei do Greatest Royal Rumble Match… um lixo, eram praticamente tudo jobbers, assim como todo o show com ressalvas para o combate do IC e clara, a queda do Titus O’Neal.

  5. Elísia Martins há 6 meses

    Acho que o John Cena devia ter entrado no Royal Rumble

  6. Anónimo há 6 meses

    treta de show… 70000MIL pessoas num evento e nunca vi tanto silencio ou pessoas de costas para o palco…

    • Pro-Guy há 6 meses

      Aposto que metade dos bilhetes foram oferecidos para os “amigos” do governo e da promotora e outra metadade ou ate menos para os verdadeiros fas.

  7. Vasco Oliveira há 6 meses

    Gostava que tivesse participado o Batista e o CM Punk

    • Filipe Tavares há 6 meses

      olha outro… sim cm punk voltar a wwe sabendo k o proprio disse k n quer voltar e nem sequer haver “rumores” de ele voltar… epah metam na vossa cabeça k ele nnc vai voltar a wwe e se voltar n vai ser tao cedo porra deixem-se de ser fan boys e abram a pestana porra todas as semanas o mesmo: “quero cm punk de volta” “cm punk devia lutar contra este e aquele como surpresa de retorno e bla bla bla” “cm punk na royal rumble” “cm punk isto e aquilo” porra meu vcs irritam com isso

  8. Pro-Guy há 6 meses

    Grande barrete só valeu mesmo pelo Ladder match de resto foi tudo a enterrar. A RR sem comentarios ao nivel da deste ano.

  9. The Golden Truth há 6 meses

    sacanagem terem tirado o R-Truth para colocar caras que pouco aparecem no NXT

  10. BRUNOju. há 6 meses

    Obrigado Titus, haahahah.

  11. Anónimo há 6 meses

    Cara, que crowd péssima, passaram a maior parte do evento em silencio, os cara que tavam na primeira fileira de frente pro ringue só ficavam de costas, até no Brasil, que nem deu muita gente, fizeram mais barulho. E o evento em si foi bem fraco, pontos fortes foram a luta pelo IC e a queda do Titus kkkkkk, espero que a wwe aproveite o hype que ele vai ganhar por isso.

  12. A wwe não vai por lá no site deles o titulo que o braun strowman ganho no greatest royal rumble match??

    • Master of Chaos há 6 meses

      Esse título, provavelmente foi apenas para o evento, não faria sentido um outro título na companhia…

  13. Anônimo123 há 6 meses

    Bo Dallas não lutou bem. Kurt Angle ainda é lutador? Parabéns! Bobby Roode foi eliminado e eu nem vi. Randy Orton saiu cedo demais. Chris Jericho nunca venceu um Royal Rumble, uma pena. Excelente Royal Rumble, foi o melhor que eu assisti nos últimos dez anos. Por quê o Big Show não apareceu?

  14. Gangrel_Rules há 6 meses

    Quem ė o babatunde? Os comentadores disseram que era do nxt, mas sinceramente não me lembro dele e acompanho nxt desde o tempo do Neville

Comentar