O facto de Triple H ter assumido a liderança da equipa criativa da WWE fez “agitar” as audiências dos principais programas da empresa, e na última semana foi o Raw que se destacou, aproveitando também a “boleia” do SummerSlam.

Começando pelo WWE Raw de segunda-feira, este registou uma audiência de 2,23 milhões de telespectadores, um valor acima dos 1,90 milhões obtidos na semana anterior. O programa da brand vermelha da WWE ultrapassou a marca dos 2 milhões de telespectadores e registou a sua melhor audiência em mais de dois anos.

Quanto ao WWE NXT de terça-feira, registou uma audiência de 649 mil telespectadores, um valor acima dos 600 mil obtidos na semana anterior. O programa da brand de desenvolvimento da WWE voltou a subir nas suas audiências.

Quanto ao AEW Dynamite de quarta-feira, registou uma audiência de 938 mil de telespectadores, um valor abaixo dos 976 milhões obtidos na semana anterior. Depois de várias semanas de especiais, o principal programa da AEW voltou a cair e ficou novamente abaixo da marca de 1 milhão de telespectadores.

Quanto ao Impact Wrestling de quinta-feira, registou uma audiência de 115 mil de telespectadores, um valor acima dos 96 mil obtidos na semana anterior. A empresa de Nashville inverteu a tendência de queda que vinha apresentando.

Quanto ao WWE SmackDown de sexta-feira, registou uma audiência de 2,09 milhões telespectadores, um valor abaixo dos 2,19 milhões obtidos na semana anterior. Apesar da descida, o programa da brand azul da WWE manteve-se acima dos 2 milhões de telespectadores.

Quanto ao AEW Rampage de sexta-feira, registou uma audiência de 468 mil telespectadores, um valor acima dos 375 mil obtidos na semana anterior. O programa secundário da AEW recuperou de um dos piores valores da sua história.

Por fim, o AEW Battle Of The Belts III de sábado registou uma audiência de 437 mil telespectadores, um valor abaixo dos 527 mil obtidos pela segunda edição do especial, que foi transmitida em Abril. Esta foi assim a edição menos assistida.


O que achas dos resultados das audiências televisivas desta última semana?

18 Comentários

  1. WWE Oficial2 meses

    Efeito HHH! (Longa vida ao Vince)

  2. Surf2 meses

    ambos os programas com mais de 2M, SIGAAA #Supremacia

    ja agora onde anda a falencia da WWE que muitos diziam? xD

  3. JOAOPEDROOOOOOO2 meses

    Algo me diz que isto será sol de pouca dura. Os programas não têm sido nada de especial e enquanto não mudarem para TV-14 e criarem storys a partir daí, vamos continuar a ver o mesmo de sempre

    • Shockmaster2 meses

      O teu mal é sono

    • JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO2 meses

      Meu querido, nada a ver. Eu gostava que TODOS os shows de wrestling, sejam de que empresa forem, chegassem aos 10 milhões, como era há 20-25 anos atrás e portanto fico satisfeito com o estarem acima dos 2 milhões, mas aqui é uma questão de novidade. Vai ser como a AEW. Quando aparece alguém de renome ou no início, viamos ultrapassarem 1 milhão, mas depois, o nº normal é entre os 930-980 mil. Enquanto as histórias, os espetáculos e a capacidade de criar main eventers não for igual ao tempo do Raw is War, é indiferente e quando parar de ser novidade esta mudança do Vince para o HHH, vai cair para 1 milhão e qualquer coisa.

    • Há 25 anos “não havia” internet nem TikToks…

    • JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO2 meses

      Ou seja…? Não estás a dizer que as pessoas se distraem com isso em vez de verem wrestling, pois não? É que dando o exemplo do futebol em Portugal (por uma questão de proximidade), todos nós, que gostamos do desporto, preferimos ver o jogo do que ver posteriormente ou apenas ver o resultado final (e sim, acho que posso falar pela maioria)

    • Estou…

      Estás a falar de Wrestling, não estás a falar de NBA ou NFL. Desporto e entretenimento são coisas bem diferentes. Uma série na Netflix vês quando queres, não tem necessariamente de ser num dia ou hora específica.

      E não estás a contabilizar nas audiências televisivas as milhares (ou milhões) de views que os shows (ou partes dele) têm no YouTube, Twitter, Facebook, Instagram, etc.

      Não sei se ainda estás preso em 1998, mas já estamos em 2022…

    • JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO2 meses

      Que eu saiba, tu já fizeste (ou fazes) wrestling, certo? Não consideras um desporto o que fizeste?

      No dicionário, diz o seguinte:

      substantivo masculino
      1. Prática regular de uma atividade que requer exercício corporal e que obedece a determinadas regras, para lazer, para desenvolvimento físico ou para demonstrar agilidade, destreza ou força (ex.: desporto escolar; fazer desporto; praticar desporto).

      2. Cada uma dessas atividades (ex.: desporto automóvel; desporto coletivo; desporto individual; desportos náuticos). .

      3. Atividade que se faz por diversão ou entretenimento. = PASSATEMPO

      Ora, a mim parece-me que entra bem nesta definição. Ainda podias juntar aqui a vertende de competição, mas que é algo que existe, seja no wrestling amador ou profissional, pois no profissional, ainda que os resultados sejam premeditados, estamos a falar duma competição naquilo que requer este desporto (melhor imagem, melhor rivalidade, melhor técnica, melhor no microfone, melhor no ringue, etc…)

      A segunda parte do teu comentário é totalmente verdade, mas esse não era o assunto inicial. Claro que se juntares todas essas milhões de visualizações, são muitos mais, mas o tema era a questão de ver em directo. Tu vês algo em directo ou na estreia, porque queres ser o primeiro a ver, porque não queres ter spoilers, porque queres acompanhar o resultado ao minuto, etc. Com isto, voltando ao tema, eu sou muito a favor de que o wrestling vive da novidade e do inesperado e obviamente quando acontece, as pessoas tendem a ver para ver o que acontece. Aqui é onde entra o factor HHH. As pessoas estão curiosas para ver o que acontece, como estavam quando se estreou o Bryan Danielson na AEW, como estavam quando se estreou o CM Punk na AEW, etc… mas depois de ser novidade, de ser o assunto do momento (prefaciando o Twitter), os ratings voltam ao seu estado normal. Obviamente, enquanto fã, não quero que aconteça em nenhuma empresa. Por mim, quanto mais interesse existir, melhor, mas é algo que será natural e só uma constante novidade (neste caso, uma mudança radical do produto passando de TV-PG para TV-14) é que acho que poderá manter os standings elevados. Não sei se vai acontecer, nem tu, nem ninguém, mas acho que é uma linha de pensamento completamente lógica e com exemplos recentes do que veio acontecendo.

    • Não, não considero. Tem uma componente desportiva, mas não há real competição. Também nomeias os melhores nos óscares, e não é por isso que cinema é desporto.

      Se conseguires evitar spoilers, podes ver os shows umas horas ou dias depois sem problema algum. Tal como uma série. Ou ver apenas uns vídeos online que a WWE partilha, ao contrário da Netflix.

      Os PPVs é diferente, há muito mais gente a ver em directo, porque é mais focado nos combates e não na história.

    • JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO2 meses

      Eu discordo, seja por base da definição no dicionário, seja na minha apreciação do que é “desporto”.

      Isso é igual a ver outro desporto qualquer. Quando comentava jogos de futebol, também via e revia jogos e não é por isso que não é mais interessante ver ao vivo.

      Mas na tua perspectiva, achas que, continuando este sistema de PG, os ratings vão continuar “em alta” ou achas que daqui a umas semanas voltam a baixar?

      Desde já, o meu agradecimento por estares a conseguir ter uma discussão saudável

  4. Shockmaster2 meses

    HHH effect

  5. Efeito Triple H! Hahaha os shows deram uma melhorada mas ainda não estão lá essas coisas, mas tem potencial pra ficar ótimo daqui uns meses

  6. Anónimo2 meses

    O Raw teve uma excelente audiências!

  7. O RAW até bateu o Smackdown, impressionante!